Perfil epidemiológico da população idosa de Belo Horizonte, MG, Brasil

Perfíl epidemológico de la población de ancianos de Belo Horizonte, MG, Brasil

Epidemiological profile of the elderly population in Belo Horizonte, MG, Brazil

Meire Chucre Tannure Marília Alves Roseni Rosângela de Sena Tânia Couto Machado Chianca Sobre os autores

Trata-se de uma pesquisa descritiva utilizando-se dados secundários da secretaria municipal de coordenação de política social de Belo Horizonte, cujo objetivo foi descrever o perfil epidemiológico da população idosa desta cidade. Os idosos de Belo Horizonte em 2000 representam 9,1% do total da população nela residente. Da população de idosos, 60,5% são mulheres e 39,4% são homens; 2,9% dos idosos apresentavam algum tipo de deficiência física, 16,4% alguma deficiência auditiva, 23,5% alguma dificuldade para enxergar, 24,1% alguma dificuldade para caminhar ou subir escadas e que 3,8% apresentavam problemas mentais. Concluiu-se que a parcela de pessoas idosas, fragilizada em Belo Horizonte era inferior à representada por aquela com boas condições de saúde. Envelhecimento não é sinônimo de incapacidade.

Transição demográfica; Envelhecimento da população; Assistência a idosos


Associação Brasileira de Enfermagem SGA Norte Quadra 603 Conj. "B" - Av. L2 Norte 70830-102 Brasília, DF, Brasil, Tel.: (55 61) 3226-0653, Fax: (55 61) 3225-4473 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: reben@abennacional.org.br