Avaliação qualitativa da relação de atores sociais com a loucura em um serviço substitutivo de saúde mental

Qualitative assessment of the relationship of social actors with madness in a substitutive mental health service

Evaluación cualitativa de la relación de actores sociales con la locura en un servicio sustitutivo de salud mental

Fernanda Barreto Mielke Agnes Olschowsky Leandro Barbosa de Pinho Christine Wetzel Luciane Prado Kantorski Sobre os autores

Este estudo tem por objetivo avaliar qualitativamente a relação de atores sociais com a loucura a partir das experiências produzidas em um Centro de Atenção Psicossocial no contexto brasileiro. Trata-se de um recorte de um estudo de avaliação qualitativa realizado em um Centro de Atenção Psicossocial do Sul do Brasil. Baseou-se na utilização do referencial teórico-filosófico da Avaliação de Quarta Geração. Como dispositivo metodológico, aplicou-se uma versão adaptada do Círculo Hermenêutico-Dialético. Os depoimentos perseguem a desinstitucionalização como paradigma da atenção em saúde mental, evidenciando a necessidade de combater os vícios carregados de condutas cristalizadas e excludentes, típicas do modelo manicomial. No entanto, ainda é possível visualizar na prática uma mescla de modelos, responsáveis por práticas ampliadas e inovadoras, além de outras cristalizadas e excludentes. Esperamos que ele possa problematizar o cotidiano dos mesmos, abrindo caminhos para compreender melhor a loucura, o louco e suas relações.

Saúde Mental; Enfermagem Psiquiátrica; Reforma dos Serviços de Saúde


Associação Brasileira de Enfermagem SGA Norte Quadra 603 Conj. "B" - Av. L2 Norte 70830-102 Brasília, DF, Brasil, Tel.: (55 61) 3226-0653, Fax: (55 61) 3225-4473 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: reben@abennacional.org.br