Gestão do procedimento higiene das mãos por enfermeiros: desafios para saúde coletiva

João Manuel Graveto Cristina Santos Paulo Santos Costa Elisabete Fernandes Susana Alarico Nádia Osório Helena Albano Vânia Oliveira Sobre os autores

RESUMO

Objectivo:

Descrever fatores determinantes na gestão da higiene das mãos por Enfermeiros e identificar desafios inerentes para a saúde coletiva.

Método:

Estudo descritivo-transversal. Dados coletados por questionário em quatro unidades de medicina interna de um hospital de referência em Portugal.

Resultados:

incluídos 50 enfermeiros, idade média 34,88 anos (entre os 26 e 55 anos), 80% sexo feminino, 58% são licenciados e exercem funções entre 5-30 anos (X̄ =11.94;±5.92). Destes, 90% considera respeitar as recomendações existentes sobre higiene das mãos nos momentos estipulados para o efeito. Porém, nenhum dos momentos para a realização deste procedimento, com água e sabão ou solução antissética de base alcoólica, foi identificado por todos os enfermeiros.

Conclusão:

Contribuições como formação contínua, adequação dos materiais/estruturas das unidades e reconstrução de práticas por gestores/supervisores emergem neste trabalho como fatores determinantes para atingir níveis superiores de adesão à higiene das mãos por enfermeiros, de qualidade e segurança, desafio atual para a saúde pública.

Descritores:
Gestão de Serviços de Saúde; Higiene das Mãos; Enfermeiras e Enfermeiros; Controle de Infecções; Saúde Coletiva

Associação Brasileira de Enfermagem SGA Norte Quadra 603 Conj. "B" - Av. L2 Norte 70830-102 Brasília, DF, Brasil, Tel.: (55 61) 3226-0653, Fax: (55 61) 3225-4473 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: reben@abennacional.org.br