Projeto HOPE: atuação de enfermeiras norte-americanas no Brasil (1973)

Laís de Miranda Crispim Costa Tânia Cristina Franco Santos Luiz Otávio Ferreira Antônio José de Almeida Filho Regina Maria dos Santos Elaine Lázaro Alcántara Sobre os autores

RESUMO

Objetivo:

descrever as circusntâncias de atuação das enfermeiras do projeto HOPE e discutir as repercussões da atuação dessas enfermeiras em relação à reconfiguração da enfermagem alagoana.

Método:

estudo histórico-social, cujas fontes primárias foram documentos arquivados no Laboratório de Documentação e Pesquisa em História da Enfermagem, documentos cedidos pelo projeto HOPE, depoimentos orais resultantes da transcrição de entrevistas de enfermeiras norte-americanas e o diário de bordo da enfermeira VeNeta Masson, coordenadora de enfermagem do navio. A discussão dos dados teve como referencial a teoria de Pierre Bourdieu. O projeto foi submetido ao Comitê de Ética e foi aprovado.

Resultados:

as ações das enfermeiras norte-americanas expuseram a escassez desse tipo de profissional na área, bem como as precárias condições de saúde na região.

Conclusão:

o capital simbólico dessas enfermeiras contribuiu para a reconfiguração do campo da enfermagem em Alagoas.

Descritores:
Autonomia Profissional; Enfermeiras e Enfermeiros; Enfermagem; História da Enfermagem; Cuidados de Enfermagem

Associação Brasileira de Enfermagem SGA Norte Quadra 603 Conj. "B" - Av. L2 Norte 70830-102 Brasília, DF, Brasil, Tel.: (55 61) 3226-0653, Fax: (55 61) 3225-4473 - Brasília - DF - Brazil
E-mail: reben@abennacional.org.br