Fatores preditores de transfusão de concentrado de hemácias após cirurgia cardíaca: um estudo coorte prospectivo

Camila Takao Lopes Evelise Helena Fadini Reis Brunori Agueda Maria Ruiz Zimmer Cavalcante Sue Ann Moorhead Juliana de Lima Lopes Alba Lucia Bottura Leite de Barros Sobre os autores

Resumo

OBJETIVO

Identificar preditores de transfusão de concentrado de hemácias (TCH) após cirurgia cardíaca.

MÉTODO

Estudo de coorte prospectivo realizado com 323 adultos após cirurgia cardíaca de abril a dezembro de 2013. Um instrumento de coleta de dados foi construído pelas pesquisadoras contendo fatores associados a sangramento excessivo após cirurgia cardíaca encontrados na literatura, para investigação no pós-operatório imediato. A relação entre os fatores de risco e o desfecho foi verificada por análise univariada e regressão logística.

RESULTADOS

Os fatores associados à transfusão de concentrado de hemácias no pós-operatório imediato incluíram menor peso e altura, menor contagem plaquetária, menor nível de hemoglobina, maior prevalência de contagem plaquetária <150x10 3/mm 3, menor volume de protamina, maior duração da anestesia, maior prevalência de transfusão de concentrado de hemácias intraoperatória, menor temperatura corporal, maior frequência cardíaca e maior pressão positiva expiratória final. O preditor independente foi peso<66,5Kg.

CONCLUSÃO

Encontraram-se fatores associados à transfusão de concentrado de hemácias no pós-operatório imediato de cirurgia cardíaca. O preditor independente foi o peso.

Descritores
Cirurgia Torácica; Hemorragia; Transfusão de Sangue; Transfusão de Eritrócitos; Enfermagem Cardiovascular

Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 419 , 05403-000 São Paulo - SP/ Brasil, Tel./Fax: (55 11) 3061-7553, - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: reeusp@usp.br