Prevenção da nefrotoxicidade da anfotericina B por meio do uso de fitomedicamentos* * Extraído da dissertação “Efeito protetor da diosmina e hesperidina na nefrotoxicidade induzida pela anfotericina B”, Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo, 2014.

Prevención de la nefrotoxicidad por anfotericina B utilizando fito

Fábio dos Santos Schlottfeldt Sheila Marques Fernandes Daniel Malisani Martins Priscilla Cordeiro Cassiane Dezoti da Fonseca Mirian Watanabe Maria de Fatima Fernandes Vattimo Sobre os autores

RESUMO

Objetivo

Avaliar ação renoprotetora dos flavonoides diosmina e hesperidina na prevenção da nefrotoxicidade da anfotericina B em modelo experimental com ratos.

Método

Ratos Wistar, adultos, machos foram distribuídos nos seguintes grupos: Salina; diosmina hesperidina (animais receberam 50 mg/kg de diosmina hesperidina em água de bebedouro por dez dias); Anfotericina B (animais receberam 15 mg/kg/dia de anfotericina B intraperitoneal por cinco dias); Anfotericina B+diosmina hesperidina. Foram avaliados função renal, fração de excreção de sódio, potássio e magnésio e os metabólitos oxidativos.

Resultados

O tratamento com anfotericina B reduziu a função renal, vista peloclearance de creatinina, elevou os marcadores de função tubular como a fração de excreção de sódio, potássio, magnésio e dos metabólitos oxidativos. O pré-condicionamento com diosmina hesperidina elevou o clearance de creatinina e atenuou da lesão tubular e oxidativa.

Conclusão

A administração de anfotericina B resultou no declínio da função renal com lesão tubular e a diosmina hesperidina demonstrou efeito renoprotetor antioxidante.

Antioxidantes; Anfotericina B; Diosmina; Hesperidina; Cuidados de Enfermagem; Segurança do Paciente

Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 419 , 05403-000 São Paulo - SP/ Brasil, Tel./Fax: (55 11) 3061-7553, - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: reeusp@usp.br