Fatores de risco e eventos cardiovasculares em imigrantes latino americanos adultos no Distrito Macarena, Sevilla, Espanha: estudo piloto

José Rafael González-López María de las Mercedes Lomas-Campos María de los Ángeles Rodríguez-Gázquez Sobre os autores

Este estudo teve como objetivo estimar a prevalência de auto-relato de fatores de risco e eventos cardiovasculares na população latinoamericana imigrante adulta do Distrito 2 (Macarena) de Sevilla. Estudo piloto de investigação descritiva de corte transversal, utilizou-se um questionário anônimo com auto-relato de fatores de risco e eventos cardiovasculares. Participaram 34 pessoas, (18% do total da mostra), idade média: 31,8 anos, residência média: 6,5 anos, mulheres: 52.9%. Prevalências de fatores de risco: 8,8% diabetes, 26.5% colesterol elevado e 14,5% hipertensão arterial. Prevalência de eventos coronários é de 8,8%: angina de peito, infarto do miocárdio e acidente cerebrovascular, com 2,9% cada um. A conclusão é que a auto-relatada prevalência de eventos cardiovasculares é maior do que a literatura, esta questão merece a atenção de agências de saúde, este conhecimento deve ser considerada pelas enfermeiras para desenvolver planos de cuidados culturalmente apropriado do contexto dos imigrantes.

Migração internacional; América Latina; Doenças cardiovasculares; Fatores de risco; Promoção da Saúde; Cuidados de enfermagem


Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 419 , 05403-000 São Paulo - SP/ Brasil, Tel./Fax: (55 11) 3061-7553, - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: reeusp@usp.br