Colonização pelo Staphylococcus aureus em profissionais de enfermagem de um hospital escola de Pernambuco

Colonización por Staphylococcus aureus en profesionales de enfermería de un hospital escuela de Pernambuco

Eduardo Caetano Brandão Ferreira da Silva Thammy Moura Samico Rodrigo Rosa Cardoso Marcelle Aquino Rabelo Armando Monteiro Bezerra Neto Fábio Lopes de Melo Ana Catarina de Souza Lopes Ivanize da Silva Aca Maria Amélia Vieira Maciel Sobre os autores

O presente estudo foi realizado com o objetivo de identificar a prevalência de colonização pelo Staphylococcus aureus em profissionais de enfermagem de um hospital universitário de Pernambuco, bem como avaliar o perfil de resistência deles isoladamente. Para isso, foi realizado um estudo transversal, no qual foram coletadas amostras biológicas das mãos e da cavidade nasal. A identificação do S. aureus foi realizada por meio do semeio em agar-sangue, agar manitol-salgado e através dos testes de catalase e coagulase. O perfil de sensibilidade foi determinado pela técnica de Kirby Bauer e para determinação da resistência à meticilina foi realizado o screening em placa com oxacilina com adição de 4% de NaCl. Dos 151 profissionais avaliados, 39 se encontravam colonizados, o que demonstrou uma prevalência de 25,8%. Dentre as variáveis estudadas, a faixa etária e a quantidade de EPI apresentaram-se associadas à colonização pelo microrganismo. De todas as linhagens isoladas, apenas cinco apresentaram resistência à meticilina.

Staphylococcus aureus; Enfermagem; Infecção hospitalar; Controle de infecções


Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 419 , 05403-000 São Paulo - SP/ Brasil, Tel./Fax: (55 11) 3061-7553, - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: reeusp@usp.br