Gravidez, parto e puerpério: crenças e práticas de parteiras em San Luis Potosi, México

OBJETIVO: Documentar as crenças e as práticas das parteiras tradicionais quanto à gravidez, parto e puerpério. MÉTODO: Aproveitando um curso de capacitação de 160 parteiras tradicionais locais das regiões Media e Huasteca do Estado de São Luís Potosi, México, duas das enfermeiras-instrutoras entrevistaram 25 participantes do curso, apoiadas por um membro das comunidades náhuatl e tenek. Foi garantido o anonimato dos participantes, que concordaram com a publicação dos resultados, mediante o termo de consentimento esclarecido. RESULTADOS: As práticas das (os) parteiras (os) tradicionais são comuns nos grupos sociais carentes de servicos de saúde. Suas funções não estão limitadas ao parto, compreendem nutrição, cuidados do pré-natal, do puerpério e da lactância, assim como apoio afetivo emocional das mães parturientes e de seus familiares. Neste estudo registraram-se vários mitos e terapias tradicionais. CONCLUSÃO: Os recursos da terapia tradicional e da atenção primaria da saúde das parteiras náhuatl e tenek são úteis e benéficas para os cuidados do pré-natal.

Parteira leiga; Conhecimentos, atitudes e prática em saúde; Parto; Puerpério; Saúde da Mulher


Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 419 , 05403-000 São Paulo - SP/ Brasil, Tel./Fax: (55 11) 3061-7553, - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: reeusp@usp.br