Cursos de capacitação em prevenção da violência: o impacto sobre os profissionais do setor da saúde

Stephanie Pereira Lucila Amaral Carneiro Vianna Sobre os autores

Estudo de intervenção não controlado, com o objetivo comparar a efetividade de dois cursos eletivos sobre Prevenção e Tratamento às Pessoas Vulneráveis à Violência para estudantes e profissionais da área da saúde. Os participantes responderam questões de múltipla escolha sobre o tema antes e depois da disciplina. As análises estatísticas foram realizadas por comparação de duas proporções no Programa STATA/IC. Quanto ao índice geral de acertos,antes foi de 54,8% e 58,4% nos cursos de 10h e 30h e depois 69,6% e 79,2% respectivamente. Conclui-se que a maior efetividade foi do Curso 30h, com estratégias de discussão de casos e visitas aos serviços de atendimento às vítimas. Constatou-se a necessidade de inclusão efetiva da disciplina nos cursos da área da saúde.

Violência
; Capacitação; Pessoal de saúde
; Estudantes de ciências da saúde
; Promoção da saúde


Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 419 , 05403-000 São Paulo - SP/ Brasil, Tel./Fax: (55 11) 3061-7553, - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: reeusp@usp.br