A produção da maternidade nos discursos de incentivo à amamentação

Production of maternity in breastfeeding incentive discourses

No presente artigo¹ discutimos, através de materiais da Campanha da Amamentação, discursos da maternidade, por intermédio das práticas de incentivo ao aleitamento materno. Problematizamos a forma como esses materiais veiculam modos de ser mãe, pai e de como cuidar das crianças. Para a análise dos dados, fizemos uso dos conceitos de discurso e de enunciado de Michel Foucault, tomando-os enquanto ferramentas teórico-metodológicas. Nos materiais, percebemos que a mãe é posicionada como principal responsável pela saúde de seus/as filhos/as, tendo o dever de cuidar deles/as e nutri-los/as. O pai ocupa um papel secundário nessa relação, e a figura do especialista em saúde ganha destaque, na medida em que é posicionado enquanto conhecedor das práticas da amamentação, cabendo à mãe aderir aos seus ensinamentos em prol da saúde da criança.

maternidade; paternidade; discurso; amamentação


Centro de Filosofia e Ciências Humanas e Centro de Comunicação e Expressão da Universidade Federal de Santa Catarina Campus Universitário - Trindade, 88040-970 Florianópolis SC - Brasil, Tel. (55 48) 3331-8211, Fax: (55 48) 3331-9751 - Florianópolis - SC - Brazil
E-mail: ref@cfh.ufsc.br