Síndrome do burnout entre jovens nadadores: frequências de sentimentos independentes do gênero e da categoria de competição

Burnout among young swimmers: frequencies feelings independent of gender and category of competition

Marlene Salvina Fernandes da Costa Saulo Fernandes Melo de Oliveira Breno Quintella Farah Fernando José de Sá Pereira Guimarães Marcos André Moura dos Santos Sobre os autores

Para verificar a prevalência da síndrome do Burnout em nadadores e comparar as possíveis diferenças nas dimensões do burnout, entre gêneros e categorias de competição, 102 atletas de natação (65 masculinos e 37 femininos; 14 a 19 anos), foram divididos conforme suas respectivas categorias. Os sentimentos do Burnout foram analisados pelo Athlete Burnout Questionnaire. O teste Qui-quadrado foi utilizado para comparar a proporção de atletas expostos ao Burnout Total, exaustão física e emocional (EFE), reduzido senso de realização esportiva (RSRE) e desvalorização da modalidade esportiva (DME), em relação ao gênero e categoria de competição. A análise demonstrou uma exposição de 24.5% ao Burnout total, 35.3 % à EFE, 64.7% ao RSRE e 22.5 % à DME. Não houve diferenças entre gênero e as categorias de competição (p > 0.05). A amostra avaliada demonstrou estar exposta às dimensões de sentimentos do burnout; todavia, estes eventos parecem ocorrer independente do gênero e das categorias de competição.

Natação; Atletas; Treinamento físico


Universidade Estadual de Maringá Avenida Colombo, 5790, 87020-900 Maringá - PR, Tel.: (55 44) 3011 4470 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: revdef@uem.br