Análise da síndrome de Burnout em bailarinos

Analysis of Burnout syndrome in ballet dancers

Varley Teoldo da Costa Daniel Alvarez Pires Eloi Ferreira Filho Franco Noce Sobre os autores

Os objetivos deste estudo foram avaliar os indicadores de burnout em bailarinos dos sexos feminino e masculino e comparar as percepções das dimensões da síndrome de burnout entre os grupos. Os participantes foram 41 bailarinos de ambos os sexos (29 mulheres e 12 homens) vinculados a escolas de ballet e academias/clubes dos municípios de Belo Horizonte e Divinópolis, com idade média de 18,67±5,63 e com tempo médio de prática de 10,1±2,86 anos. O instrumento utilizado foi o Questionário de Burnout para Atletas (QBA). Os dados foram analisados através de estatística descritiva e dos testes de Shapiro-Wilk, U de Mann-Whitney e Wilcoxon. Os resultados mostraram que os bailarinos de ambos os sexos apresentaram índices baixos e moderados nas dimensões de burnout e no burnout total. Para ambos os sexos houve diferenças na percepção da dimensão reduzido senso de realização em relação às dimensões exaustão física e emocional e desvalorização esportiva.

Psicologia; Atividade motora; Esgotamento profissional


Universidade Estadual de Maringá Avenida Colombo, 5790, 87020-900 Maringá - PR, Tel.: (55 44) 3011 4470 - Maringá - PR - Brazil
E-mail: revdef@uem.br