Impacto da vacina pneumocócica na redução das internações hospitalares por pneumonia em crianças menores de 5 anos, em Santa Catarina, 2006 a 2014* * Artigo derivado da tese de doutorado intitulada ‘Impacto da vacina conjugada contra Streptococcus pneumoniae em crianças menores de cinco anos no estado de Santa Catarina’, defendida por Ilse Lisiane Viertel Vieira junto ao Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade Federal de Santa Catarina, em 2016.

El impacto de la vacuna neumocócica en la reducción de las hospitalizaciones por neumonía en niños menores de 5 años, en Santa Catarina, Brasil, 2006 a 2014

Ilse Lisiane Viertel Vieira Emil Kupek Sobre os autores

Resumo

Objetivo:

analisar o impacto da vacina pneumocócica conjugada (PCV10) nas internações hospitalares por pneumonia em menores de 5 anos de idade, em Santa Catarina, Brasil, no período 2006-2014.

Métodos:

estudo ecológico com dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus) em 2006-2009 (período pré-vacinal) e 2010-2014 (período pós-vacinal); tendências temporais foram avaliadas pelo coeficiente de regressão de Poisson.

Resultados:

comparados os períodos pré e pós-vacinal, a diferença percentual da taxa de internação por pneumonia em menores de 1 ano variou de -44,1% na região Oeste a -1,4% no Planalto Serrano, e nas crianças de 1-4 anos, de -37,1% no Planalto Norte a 16,9% no Planalto Serrano (p<0,05), implicando reduções nas taxas de internação no estado de 23,3% em <1 ano e de 8,4% em crianças de 1-4 anos.

Conclusão:

observou-se redução significativa da taxa de internação por pneumonia em menores de 1 ano, sugerindo a efetividade da vacina.

Palavras-chave:
Pneumonia; Vacinas Pneumocócicas; Hospitalização; Criança

Secretaria de Vigilância em Saúde - Ministério da Saúde do Brasil SRTVN Quadra 701, Via W5 Norte, Lote D, Edifício P0700, CEP: 70719-040, +55 61 3315-3464, Fax: +55 61 3315-3464, Brasília - DF - Brazil - Brasília - DF - Brazil
E-mail: ress.svs@gmail.com