Avaliando diagnósticos e intervenções de enfermagem no trabalho de parto e na gestação de risco

Evaluar diagnóstico y la intervención de enfermería en trabajo y riesgo durante el embarazo

Ana Lúcia de Medeiros Sérgio Ribeiro dos Santos Rômulo Wanderley de Lima Cabral Juliana Paiva Góes Silva Neyce de Matos Nascimento Sobre os autores

RESUMO

Objetivo

Avaliar o uso de diagnósticos e intervenções de enfermagem propostos para mulheres em trabalho de parto e gestantes de alto risco.

Método

Estudo descritivo, documental e retrospectivo realizado com 1000 prontuários, através de checklist, durante julho a setembro de 2014, em uma maternidade da Paraíba. Analisaram-se as medidas descritivas e a relação comparativa entre os diagnósticos e as intervenções de enfermagem utilizadas no serviço por meio da NANDA-Internacional e da Classificação das Intervenções de Enfermagem.

Resultados

Os diagnósticos mais evidenciados no trabalho de parto: dor aguda (62%), fadiga (24,7%) e ansiedade (22%). Para as gestantes de alto risco: sono e repouso prejudicados (100%), risco de infecção (81,8) e ansiedade (77,2%). As intervenções foram: lavar as mãos (80,8%), identificar e acomodar no leito (78%).

Conclusão

Os diagnósticos expressam as necessidades na parturição e nas alterações psicobiológicas na gestação de risco. As intervenções estão desarticuladas dos diagnósticos, necessitando de revisões e mudanças.

Diagnóstico de enfermagem; Cuidados de enfermagem; Obstetrícia

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Rua São Manoel, 963 -Campus da Saúde , 90.620-110 - Porto Alegre - RS - Brasil, Fone: (55 51) 3308-5242 / Fax: (55 51) 3308-5436 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: revista@enf.ufrgs.br