Pesquisa epidemiológica dos óbitos maternos e o cumprimento do quinto objetivo de desenvolvimento do milênio

Investigación epidemiológica de muertes maternas como contribución del quinto objetivo del desarrollo del milenio

Beatriz Boleta Fernandes Flávia Baluz Bezerra de Farias Nunes Patrícia Santos Prudêncio Fabiana Villela Mamede Sobre os autores

RESUMO

Objetivo

Identificar e descrever as características epidemiológicas dos óbitos maternos ocorridos entre 2000 a 2012 em um Hospital de referência no interior do Estado de São Paulo no intuito de colaborar para a análise do cumprimento do quinto Objetivo do Desenvolvimento do Milênio.

Método

Estudo epidemiológico, retrospectivo e transversal com a população de 58 óbitos maternos. Os dados foram coletados no segundo semestre de 2013 em prontuários e em declarações de óbitos e analisados pelo programa SPSS versão 13.0.

Resultados

Identificou-se a idade média de 29,11 anos, 56,9% com 1 a 3 gestações anteriores, 56,9% partos cesáreos, 84,5% das complicações maternas ocorreram durante a gestação e o puerpério, 81% dos óbitos ocorreram no puerpério, 56,9% dos óbitos foram classificados como causas diretas, sendo 44,8% mortes atribuídas à hipertensão arterial.

Conclusão

Há necessidade de investimento na assistência obstétrica para otimizar a diminuição das complicações no período gravídico puerperal a fim de reduzir a mortalidade materna.

Epidemiologia; Saúde da mulher; Mortalidade materna; Cuidado pré-natal; Parto obstétrico; Objetivos de Desenvolvimento do Milênio

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Rua São Manoel, 963 -Campus da Saúde , 90.620-110 - Porto Alegre - RS - Brasil, Fone: (55 51) 3308-5242 / Fax: (55 51) 3308-5436 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: revista@enf.ufrgs.br