Accessibility / Report Error

Implantação do modelo de manejo da sede na unidade de queimados norteada pelo knowledge translation

RESUMO

Objetivo:

Implantar o Modelo de Manejo da Sede no pré-operatório mensurando a sua adoção, cobertura, aceitabilidade, viabilidade e fidelidade pela enfermagem em uma unidade de queimados.

Método:

Estudo de intervenção quase-experimental, pré e pós-teste. Amostra de 59 pacientes na pré-implantação e 40 pós-implantação e 36 profissionais de enfermagem participantes da implantação em um centro de queimados de agosto (2019) à março (2020). Análise estatística utilizou Mann-Whitney e Chi-quadrado.

Resultados:

Adoção do manejo variou de 0,0% para 72,5% pós-implantação. Cobertura da capacitação de 87,5% das enfermeiras e 87,9% dos técnicos de enfermagem. Houve aceitabilidade e viabilidade do manejo da sede pelos profissionais. Nos ciclos planejar-fazer-estudar-agir três dos quatro pilares do Modelo alcançaram as metas, evidenciando fidelidade.

Conclusão:

A implantação do Modelo de Manejo da Sede no pré-operatório teve aceitabilidade e viabilidade pela equipe de enfermagem, apresentando fidelidade pelo alcance das metas propostas, além da adoção da evidência na prática clínica após alta cobertura das capacitações dos profissionais.

Palavras-chave:
Sede; Enfermagem perioperatória; Unidades de queimados; Enfermagem baseada em evidências; Pesquisa translacional biomédica

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Rua São Manoel, 963 -Campus da Saúde , 90.620-110 - Porto Alegre - RS - Brasil, Fone: (55 51) 3308-5242 / Fax: (55 51) 3308-5436 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: revista@enf.ufrgs.br