Accessibility / Report Error

O lúdico como estratégia no cuidado à criança com câncer

OBJETIVOS:

Compreender a influência do lúdico para o processo de cuidar, na percepção de crianças com câncer.

MÉTODO:

Estudo qualitativo, exploratório descritivo, realizado em um setor de oncopediatria em Natal, Rio Grande do Norte, Brasil. Os dados foram coletados entre os meses de outubro de 2013 e janeiro de 2014, por meio de registros fotográficos e entrevista semiestruturada, com oito crianças, e analisados conforme a Análise de Conteúdo, destacando-se duas categorias de discussão: Os instrumentos auxiliares na ludicidade; e A influência do lúdico no processo de cuidar.

RESULTADOS:

As atividades lúdicas envolvem o assistir à televisão, o uso de computadores, os jogos e os brinquedos, a realização de desenhos, a brinquedoteca e o palhaço, os quais proporcionam diversão, sentimentos de alegria, distração e interação com outras pessoas.

CONCLUSÃO:

Existem diversas atividades, no hospital, entendidas como lúdicas, todas as quais, para a criança, proporcionam benefícios para o seu processo de cuidar.

Ludoterapia; Enfermagem oncológica; Criança hospitalizada


Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Rua São Manoel, 963 -Campus da Saúde , 90.620-110 - Porto Alegre - RS - Brasil, Fone: (55 51) 3308-5242 / Fax: (55 51) 3308-5436 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: revista@enf.ufrgs.br