Riscos de adoecimento de enfermeiros docentes no contexto de trabalho da pós-graduação em enfermagem

Susan Bublitz Carmem Lúcia Colomé Beck Rosângela Marion da Silva Daiane Dal Pai Silviamar Camponogara Sobre os autores

RESUMO

Objetivo

Identificar o risco de adoecimento relacionado ao contexto de trabalho de enfermeiros docentes vinculados a programas de pós-graduação stricto sensu em enfermagem de instituições públicas.

Método

Estudo de abordagem mista (paralelo convergente), realizado em universidades federais do Rio Grande do Sul, com enfermeiros docentes, de novembro/2015 a outubro/2016. Como técnica de coleta de dados, utilizaram-se a Escala de Avaliação do Contexto de Trabalho e entrevista semiestruturada. Os dados foram analisados segundo estatística descritiva e análise temática.

Resultados

Na etapa quantitativa, identificou-se que todos os fatores da escala foram avaliados como críticos para o risco de adoecimento. Na etapa qualitativa, os relatos complementam os dados quantitativos, e apontam a sobrecarga de trabalho, a competitividade e a infraestrutura inadequada.

Conclusão

Os dados oferecem subsídios para a implementação de ações voltadas à saúde dos enfermeiros docentes e auxilia na compreensão do contexto de trabalho.

Palavras-chave
Saúde do trabalhador; Docentes de enfermagem; Educação superior; Riscos ocupacionais; Ambiente de trabalho; Enfermagem

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Rua São Manoel, 963 -Campus da Saúde , 90.620-110 - Porto Alegre - RS - Brasil, Fone: (55 51) 3308-5242 / Fax: (55 51) 3308-5436 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: revista@enf.ufrgs.br