Percepções dos enfermeiros acerca da implementação do processo de enfermagem em uma unidade intensiva

Alexsandra Martins da Silva Aline Daiane Colaço Camila Vicente Kátia Cilene Godinho Bertoncello Lúcia Nazareth Amante Mabel Villa Demetrio Sobre os autores

RESUMO

Objetivo

Compreender a percepção dos enfermeiros acerca da implementação do processo de enfermagem em uma Unidade de Terapia Intensiva.

Método

Estudo qualitativo, exploratório e descritivo. A coleta de dados ocorreu de fevereiro a março/2018, em uma Unidade de Terapia Intensiva de um hospital público do oeste catarinense, por meio de entrevistas semiestruturadas com nove enfermeiros. Na análise dos dados utilizou-se o Discurso do Sujeito Coletivo.

Resultados

Identificou-se dificuldades e potencialidades na implementação do processo de enfermagem, destacando-se como estratégia de apoio a elaboração de grupos de estudo para educação permanente dos profissionais. Sobre as dificuldades, destacou-se a falta de conhecimento teórico sobre o processo de enfermagem e disciplinas básicas que impactam na avaliação clínica do paciente.

Conclusão

A implementação se mostrou satisfatório sob a percepção dos enfermeiros, gerando impacto na qualidade da assistência, segurança do paciente, registros de enfermagem e visibilidade profissional, apesar das diversas barreiras identificadas durante a sua implementação.

Palavras-Chave
Processo de enfermagem; Unidades de terapia intensiva; Registros de enfermagem; Cuidados de enfermagem; Enfermagem

Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Rua São Manoel, 963 -Campus da Saúde , 90.620-110 - Porto Alegre - RS - Brasil, Fone: (55 51) 3308-5242 / Fax: (55 51) 3308-5436 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: revista@enf.ufrgs.br