A Era Lula/Tamborzão política e sonoridade

The Age of Lula/Tamborzão Politics and Sonority

Resumos

Uma série de episódios que mostram o comprometimento do primeiro presidente petista com a militarização da segurança pública serve de pano de fundo para um estudo da origem, do desenvolvimento e da morfologia de três bases rítmicas características de três décadas sucessivas do Funk Carioca: o Volt Mix (anos 1990), o Tamborzão (primeira década dos anos 2000) e o Beatbox (anos 2010). Entrevistas, transcrições e espectrogramas indicam sincronismos entre transformações da sonoridade e eventos políticos. À medida que se cerceiam os bailes, a base desocupa sucessivamente o agudo (primeira década dos anos 2000) e o grave (anos 2010) para encolher-se no centro. O início e o fim do segundo mandato, marcados pela Chacina do Pan (2007) e pela invasão dos Complexos da Penha e do Alemão (2010), delimitam uma era de ouro do Proibidão.

Funk carioca; baile funk; volt mix; tamborzão; beatbox


A series of episodes that show president Luiz Inácio Lula da Silva's commitment to the militarization of public security provides the backdrop for a study of the origin, development and morphology of three beats (bases) that characterize, each, one decade of Funk Carioca: Volt Mix (1990s), Tamborzão (the years 2000-2009) and Beatbox (from 2010 onwards). Interviews, transcriptions and spectrograms indicate synchronisms between political events and changes in sonority. As the dances (bailes) become outlawed, the beat retreats successively from the high (years 2000-2009) and low (2010 to date) edges of the spectrum to concentrate in the medium. Marked by the Pan American Games Massacre of 2007 and by occupation of the Penha and Alemão complexes of favelas in 2010, the beginning and the end of Luiz Inácio Lula da Silva's second term in office delimit a golden age of Forbidden Funk (Proibidão).

Funk carioca; baile funk; volt mix; tamborzão; beatbox


  • 1
    1 ARTAUD, Antonin. Préface: le théâtre et la culture. In: _____. Le Théâtre et son double Paris: Gallimard, 1938.
  • Trad. Teixeira Coelho; _____. Prefácio: o teatro e a cultura. In: _____. O teatro e seu duplo São Paulo: Martins Fontes, p. 1-8, 1993, p. 1.
  • 2 SILVA, Luiz Inácio Lula da. Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita ao Complexo do Alemão. Biblioteca da Presidência da República, Brasília, 21 dez. 2010. Disponível em: <http://goo.gl/JSp5p4>. Acesso em: 10 ago. 2013.
  • Transcrito conforme gravação apresentada no telejornal da Rede Record, 21 dez. 2010. Disponível em: <http://youtu.be/l6Q2d_JqMmU>. Acesso em: 19 ago. 2013.
    » link
  • 3 SOARES, Luís Eduardo; GUINDANI, Miriam. A violência do Estado e da sociedade no Brasil contemporâneo. Nueva Sociedad: Democracia y política en América Latina, Buenos Aires, n. 208, mar.-abr. 2007. Disponível em: <http://goo.gl/ExEt5G>. Acesso em: 10 ago. 2013.
  • 4 7 SILVA, Luiz Inácio Lula da. Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de assinatura de Protocolo de Intenções e Repasse de Recursos da União para o Espírito Santo, para a área da segurança pública. Biblioteca da Presidência da República, Brasília, 22 abr. 2003, p. 4-5. Disponível em: <http://goo.gl/xba851>. Acesso em: 10 ago. 2013.
  • 5 SILVA, Luiz Inácio Lula da. Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita ao Complexo do Alemão. Biblioteca da Presidência da República, Brasília, 21 dez. 2010. Disponível em: <http://goo.gl/RSjfUF>. Acesso em: 10 ago. 2013.
  • O excerto citado não consta no texto, mas foi divulgado na imprensa. ABDALA, Vitor. Para Lula, Complexo do Alemão não é mais "bicho-papão". Agência Brasil, Brasília, 21 dez. 2010. Disponível em: <http://goo.gl/mSkhXB>. Acesso em: 10 ago. 2013.
  • A frase final não aparece nem na versão da Biblioteca da Presidência da República, nem na matéria de Abdala, mas foi registada pela Globo News Disponível em: <http://youtu.be/zC9uZSDPaPg>. Acesso em: 19 maio 2014.
  • 6 Referência ao Art. 144 da Constituição, no qual se definem organização, funções e jurisdições das polícias. CONSTITUINTE, Assembleia Nacional. Constituição da República Federativa do Brasil. Diário Oficial da União, Brasília, 5 out. 1988. Disponível em: <http://goo.gl/QSSau8>. Acesso em: 18 ago. 2013.
  • 7 SOARES, Luiz Eduardo. A Política Nacional de Segurança Pública: histórico, dilemas e perspectivas. Estudos avançados, São Paulo, v. 21, n. 61, p. 77-97, dez. 2007, p. 87-88. Disponível em: <http://goo.gl/OKEL7g>. Acesso em: 11 ago. 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s0103-40142007000300006
  • 9 Para uma lista de matérias jornalísticas, ver BARROSO, Edson Wagner de Sousa; MEDEIROS, Silvana Canuto. Representação contra Luís Eduardo Soares junto ao excelentíssimo senhor presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, deputado José Genoíno. Brasília, s.d. Disponível em: <http://goo.gl/RsjQOZ> e <http://goo.gl/MTf9GF>. Acesso em: 11 ago. 2013.
  • Ver também MELILO J. & ASSOCIADOS. Representação contra Luís Eduardo Soares junto ao excelentíssimo senhor doutor juiz de Direito da Vara Criminal da circunscrição judiciária de Brasília. Brasília, 19 nov. 2003. Disponível em: <http://goo.gl/MUfK3X> e <http://goo.gl/WnMxMl>. Acesso em: 11 ago. 2013.
  • 10 Cf. MEIRELLES, Andrei. Fogo cruzado na segurança. Época, São Paulo, n. 284, p. 42-43, 27 out. 2003. Disponível em: <http://goo.gl/NQpJ9a>. Acesso em: 12 ago. 2013.
  • Para uma análise linguística, ver KUWAE, Luiza Hiroko Yamada. O papel da mídia na construção social do escândalo político 2006. 153 f. Dissertação (Mestrado em Linguística) – Instituto de Letras, Universidade de Brasília, 2006. Disponível em: <http://goo.gl/8OIdJO>. Acesso em: 7 maio 2014.
  • 11 O jornal O Dia identificou e nomeou esses funcionários; ver CÉSAR, Arnaldo. Informe do Dia. O Dia, Rio de Janeiro, 29 out. 2003, p. 4,
  • 13 SOARES, Luiz Eduardo. Segurança Pública no Brasil, hoje: muitos sertões, poucas veredas. O Estado de Minas, Belo Horizonte, 18 set. 2010. Disponível em: <http://goo.gl/gZ8m8v>. Acesso em: 16 ago. 2013.
  • 14 SOUZA NETO, Cláudio Pereira de. A segurança pública na Constituição Federal de 1988: conceituação constitucionalmente adequada, competências federativas e órgãos de execução das políticas. Atualidades jurídicas, Brasília, n. 1, mar./abr. 2008, p. 47–48. Disponível em: <http://goo.gl/sNtWa4>. Acesso em: 15 ago. 2013.
  • 15 É taxativo "tudo o que é determinado de modo expresso, ou de modo restrito, para que não se permita qualquer ampliação ou generalidade". SILVA, De Plácido e. Vocabulário jurídico 28. ed., Rio de Janeiro: Forense, 2009, p. 1.356.
  • 17 ARRUDA, João Rodrigues. O uso político das Forças Armadas e outras questões militares Rio de Janeiro: Mauad, 2007, p. 110.
  • 18 AGÊNCIA BRASIL. Rio-2007 terá 10 mil homens da Força Nacional. Terra, 30 ago. 2005. Disponível em: <http://goo.gl/bZiI8v>. Acesso em: 13 ago. 2013.
  • 19 REUTERS. Cabral pede envio imediato da Força Nacional de Segurança ao Rio. G1, Rio de Janeiro, 1 jan. 2007. Disponível em: <http://goo.gl/oKIb2A>. Acesso em: 13 ago. 2013.
  • 20 GRUPO ESTADO. Força Nacional faz patrulha no Complexo do Alemão, no Rio. Estado de S. Paulo, São Paulo, 14 fev. 2007. Disponível em: <http://goo.gl/WtGXqo>. Acesso em: 2 nov. 2013.
  • 21 Ver ALVARENGA FILHO, José Rodrigues de. A "Chacina do Pan" e a Produção de Vidas Descartáveis na Cidade do Rio de Janeiro 2010. 316 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal Fluminense, 2010. Disponível em: <http://goo.gl/3N2dm7>. Acesso em: 4 mar. 2014.
  • 22 BALDEZ, Miguel et al. Manifesto pela apuração das violações de direitos humanos cometidas na operação Complexo do Alemão. Abong: Organização em defesa dos direitos e bens comuns, São Paulo, 18 jul. 2007. Disponível em: <http://goo.gl/DQGn95>. Acesso em: 3 nov. 2013.
  • 23 CANDIDO, Luciana. O Haiti é aqui, no Complexo do Alemão. Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado, São Paulo, 29 jun. 2007. Disponível em: <http://goo.gl/c70Nyf>. Acesso em: 2 nov. 2013.
  • 24 SALLES, Marcelo. A chacina do Complexo do Alemão. A Nova Democracia, Rio de Janeiro, ano 6, n. 36, ago. 2007. Disponível em: <http://goo.gl/ULcp2a>. Acesso em: 2 nov. 2013.
  • 25 CAMPOS, Maurício. Complexo do Alemão, 27/06/2007 – a primeira chacina assumida pelo Estado no Rio. Centro de Mídia Independente, Rio de Janeiro, 29 jun. 2007. Disponível em: <http://goo.gl/JtKZxs>. Acesso em: 3 nov. 2013.
  • 26 REDE GLOBO. Lula manifesta apoio à ação da polícia em favelas do Rio. Jornal Nacional, Rio de Janeiro, 2 jul. 2007. Disponível em: <http://goo.gl/y8aRuo>. Acesso em: 2 nov. 2013.
  • 27 SILVA, Luiz Inácio Lula da. Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de lançamento do PAC nas áreas de saneamento e urbanização no estado do Rio de Janeiro. Biblioteca da Presidência da República, Brasília, 2 jul. 2007. Disponível em: <http://goo.gl/V5zmcL>. Acesso em: 2 nov. 2013.
  • 28 ALSTON, Philip. Mission to Brazil (documento ONU A/HRC/11/2/Add.2). Official Documents System of the United Nations, New York, 23 mar. 2009, p. 13. Disponível em: <http://goo.gl/1Zkdho>. Acesso em: 2 mar. 2014.
  • 30 PRESTES, Luiz Carlos. Um "poder" acima dos outros. Tribuna da Imprensa, Rio de Janeiro, 28 jul. 1988. Disponível em: <http://goo.gl/NdWo9z>. Acesso em: 2 nov. 2013.
  • 31 Sobre o uso das Forças Armadas, ver ARRUDA, João R, op. cit.; BARROSO, Luís Roberto. Forças Armadas e ações de segurança pública: possibilidades e limites à luz da Constituição. Revista de Direito do estado, Rio de Janeiro, v. 2, n. 7, p. 43-68, jul./set. 2007.
  • Também como: Parecer n. 2/2007 (datado de 13 jun. e aprovado pela procuradora-geral do estado em 21 ago. 2007). Revista de Direito da Procuradoria Geral, Rio de Janeiro, v. 62, p. 360-382, 2007. Disponível em: <http://goo.gl/Jwe0Sv>. Acesso em: 5 nov. 2013;
  • 32 Souza Neto pode ter em mente a "Guerra da Rocinha", em que a Aeronáutica e o Exército foram atacados e roubados (2004); ou a ocupação militar de diversas comunidades, inclusive a Providência, em função de um furto ocorrido num quartel em São Cristóvão. Sobre a Guerra da Rocinha, ver ARRUDA, João R. op. cit., p. 81-88. Sobre o episódio de 2006, ver FOLHA ONLINE. Exército no Rio. Folha Online São Paulo, 12 mar. - 19 abr. 2006. Disponível em: <http://goo.gl/nRrJUH>. Acesso em: 2 mar. 2014.
  • 36
    36 MARINHO, Bruno Costa. Mudanças trazidas ao poder de polícia das Forças Armadas por intermédio da Lei Complementar 136, de 25 de agosto de 2010. Âmbito jurídico, Rio Grande, v. 13, n. 81, out. 2010. Disponível em: <http://goo.gl/t0hQNk>. Acesso em: 10 nov. 2013.
  • 40 Toda esta seção baseia-se no trabalho de TARDÁGUILA, Cristina. O exército, o político, o morro e a morte – Das manchetes ao esquecimento: o caso Providência faz dois anos. Revista Piauí, São Paulo, n. 46, jul. 2010. Disponível em: <http://goo.gl/cKt7O2>. Acesso em: 10 nov. 2013.
  • Ver também GARCIA, Tomás Coelho. Denúncias públicas contra a "violência policial" no Rio de Janeiro. 2009. 70 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Humanas: Sociologia) – Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, 2009. Disponível em: <http://goo.gl/HquP7s>. Acesso em: 10 nov. 2013.
  • 44 EFE BRASIL, Agência. No Rio, Lula inaugura teleférico e recebe homenagens. Canal EFE Brasil, Rio de Janeiro, 21 dez. 2010. Disponível em: <http://youtu.be/6y5bAuIjFrc>. Acesso em: 20 maio 2014.
  • 45 Como Boaventura de Sousa Santos observará sobre o PT dois anos depois. SANTOS, Boaventura de Sousa; ARELLANO ORTIZ, Fernando. El neoliberalismo facilitó secuestro del derecho por las transnacionales, hasta el punto que la legalidad va a la par com la ilegalidade. Cronicón: El observatorio latino-americano, Bogotá, fev. 2012. Disponível em: <http://goo.gl/w9qV7c>. Acesso em: 3 nov. 2013.
  • 46 MAG, MC; SMITH, MC. Manifesto. Canal Edu Noleto, Youtube, 25 dez. 2010. Disponível em: <http://youtu.be/aU7rlkMoLF4>. Acesso em: 20 maio 2014.
  • 47 A postagem dessa edição do RJTV tornou-se um hit, com mais de um milhão de visitas no Youtube. Disponível em: <http://youtu.be/u2gO3l_Hn78>. Acesso em: 20 maio 2014.
    » link
  • 49 Para o jurista Nilo Batista, o "crime de apologia" é claramente inconstitucional. BATISTA, Nilo; GRANJA, Patrick. Nilo Batista fala sobre as UPPs e a presença do exército no Complexo do Alemão. A Nova Democracia, Rio de Janeiro, 16 nov. 2011. Disponível em: <http://youtu.be/pJBsDkJEHFw>. Acesso em: 20 maio 2014.
  • 52 Para uma análise detalhada, ver PALOMBINI, Carlos. Funk proibido. In: AVRITZER, Leonardo; BIGNOTTO, Newton; FILGUEIRAS, Fernando; GUIMARÃES, Juarez; STARLING, Heloísa (orgs.). Dimensões políticas da Justiça Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, p. 647-657, 2013.
  • 53 PARGENDLER, Ari. Decisão (relativa ao HC 192.802 – RJ). Superior Tribunal de Justiça, Brasília, 23 dez. 2010. Disponível em: <https://ww2.stj.jus.br/processo/ revista/documento/mediado/?componente=MON&sequencial=13539513&num_registro=201002268955&data=20110201&tipo=0&formato=PDF>. Acesso em: 22 maio 2014.
  • 54 "O bagulho", termo de gíria: "a droga", "o tráfico", "a vida no tráfico"; por extensão, "a situação", "o negócio", "a coisa". Sinônimos: "o contexto"; ou, genérico, "o problema", isto é, o crime, a prisão. "Estar envolvido no bagulho": participar do comércio de substâncias ilícitas, desempenhar um papel na facção. A versão original da frase aparece na voz de um dos meninos do documentário Falcão, meninos do tráfico: "A realidade da vida é que o bagulho é doido, a realidade da favela é que o bagulho é doido" BILL, MV; ATHAYDE, Celso. Falcão: meninos do tráfico. Rio de Janeiro: Central Única das Favelas, 2006. (DVD). Disponível em: <http://youtu.be/d2CysvIQCS4>. Acesso em: 10 mar. 2014.
  • 56 LÉVI, Pierre. Les Technologies de l'intelligence: l'avenir de la pensée à l'ère informatique. Paris: La Découverte, 1990.
  • 57 O estruturalismo também serve para nos desvencilhar da antropofagia: "Como a tecnologia ocidental se espalha pelo mundo, as pesquisas sobre sua significação devem ultrapassar as contradições anteriores para chegar às intenções mais fundamentais e universais, independentes de raízes étnicas e culturas nacionais." HART, John. Préface. In: SIMONDON, Gilbert. Du Mode d'existence des objets techniques 3. ed. Paris: Aubier, 1989, p. i-xii, p. ii.
  • 59 GENETTE, Gérard. Structuralisme et critique littéraire. L'Arc, Aix-en-Provence, n. 26, p. 30-44, 1964, p. 30.
  • 60 SCHAEFFER, Pierre. Ensaio sobre o rádio e o cinema: estética e técnica das artes- relé, 1941–1942. Trad. Carlos Palombini. Belo Horizonte: UFMG, 2010, p. 67.
  • 61 Idem, ibidem. Os termos "significação" e "sugestão" remetem ao binômio linguagem-signo/linguagem-sugestão, de Frédéric Paulhan. PAULHAN, Frédéric. La Double Fonction du langage Paris: Félix Alcan, 1929.
  • 62 Em sua etnografia da circulação noturna de Mr. Catra, Mylene Mizrahi faz uma constatação aparentemente oposta: "A perspectiva Funk é a de que no Rio de Janeiro contemporâneo ocorreu uma inversão do fenômeno como descrito por Velho, e a maleabilidade que era privilégio das elites e que teria se democratizado na Modernidade, se localizaria de fato nos extratos sociais mais baixos. Seus membros é que teriam efetivas liberdades e habilidades para circulação pela cidade, conformando mediadores e pontos de vista privilegiados". O contraste decorre de diferentes objetos de estudo: Mizrahi enfoca um artista que estudou no Colégio Pedro II, trocou o subgênero Proibidão pela Putaria, e "viveu em diferentes áreas do Rio de Janeiro, como Duque de Caxias, Glória, Copacabana e Méier", antes de ir morar em Vargem Grande; nossa pesquisa está centrada no Proibidão – entendido como aquele segmento da música funk carioca que trata da vida nos diversos escalões do comércio varejista de substâncias ilícitas – durante o período compreendido entre a primeira e a segunda invasões do Complexo do Alemão (2007 e 2010). Ambas as perspectivas são generalizáveis em algum grau, mas se a interpretação de Mizrahi mostra os limites de nossa generalização, a letalidade policial seletiva que acabamos de expor e o fenômeno recente dos rolezinhos restringem o âmbito da generalização contrária. MIZRAHI, Mylene. A Estética Funk carioca: criação e conectividade em Mr. Catra 2010. ix + 268 f. Tese (Doutorado em Antropologia Cultural) – Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2010, p. 38. Disponível em: <http://goo.gl/U3kmMe>. Acesso em: 5 mar. 2014.
  • Sobre os rolezinhos, ver PINHO, Osmundo. Black Bodies, Wrong Places: Spatial and Morality Politics of Rolezinho Racialized Youth "Invasions" and Police Repression in Public Spaces of Today's Brazil. Texto apresentado no Colóquio do Interdisciplinary Humanities Center, University of California, Santa Barbara, mar. 2014. Disponível em: <http://goo.gl/LejVGM>. Acesso em: 6 mar. 2004.
  • 63 SCHAEFFER, Pierre. Introduction à la musique concrète. Polyphonie Paris, n. 6, p. 30-52, 1950, p. 39.
  • 69 BREWSTER, Bill; BROUGHTON, Frank. Last Night a DJ Saved My Life: the History of the Disc Jockey. 2ª ed., rev. New York: Grove, 2000. p. 208.
  • 70 NORFLEET, Dawn M. Hip-Hop and Rap. In: BURNIM, Mellonee V.; MAULTSBY, Portia K. (orgs.). African American Music: an Introduction. New York/London: Routledge, p. 353-389, 2006, p. 353-354.
  • 71 Para um caso nas primeiras décadas do século 20, ver PALOMBINI, Carlos. Fonograma 108.077: o lundu de George W. Johnson. Per musi, Belo Horizonte, n. 23, p. 58-70, jan./jun. 2011. Disponível em: <http://goo.gl/Gvt5Fc>. Acesso em: 11 nov. 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/s1517-75992011000100007
  • 72 Sobre as noções de apropriação e ressignificação, ver PALOMBINI, Carlos. Funk Carioca and Música Soul. In: SHEPHERD, John; HORN, David (orgs.). Bloomsbury Encyclopedia of Popular Music of the World London: Bloomsbury Academic, v. 9. Genres: Caribbean and Latin America, p. 317-325, 2014, p. 318. Disponível em: <http://goo.gl/DAjP6D>. Acesso em: 7 mar. 2014.
  • 73 SIMONAL DE CASTRO, Wilson. Tributo a Martin Luther King. Brasil: Odeon, 7BD-1126, jun. 1967 (gravado em fev.
  • 74 Para os casos de Tornado e Chaves, ver HOMEM DE MELLO, Zuza. "BR-3" (V FIC/TV GLOBO, 1970). In: _____. A era dos Festivais: uma parábola. São Paulo: Editora 34, 2003, cap. 13, p. 367-390.
  • 75 Ver ALONSO, Gustavo. Quem não tem swing morre com a boca cheia de formiga: Wilson Simonal e os limites de uma memória tropical. Rio de Janeiro/São Paulo: Record, 2011.
  • ALEXANDRE, Ricardo. "Nem vem que não tem": a vida e o veneno de Wilson Simonal. São Paulo: Globo, 2009.
  • CASSEUS, Greg. The saga of Wilson Simonal. Wax Poetics, New York, n. 8, p. 124-132, 2004.
  • 76 BATTERY BRAIN, DJ. 808 Beatapella Mix. In: ______. 8 Volt Mix. Los Angeles: Techno Hop Records, THR–20, 1988. Disponível em: <http://i.mixcloud.com/CHsqNa>. Acesso em: 17 maio 2014.
  • 82 De acordo com o "Manual de operação", o controle snappy simulava "o som da esteira ao aproximar-se ou afastar-se da membrana inferior". Ver ROLAND Corporation. TR-808 Operation Manual Japan: Roland, [s.d.], p. 4. Disponível em: <http://goo.gl/Lq9yVJ>. Acesso em: 8 mar. 2014.
  • 83 Nas descrições de sonoridade, os termos em itálico remetem a conceitos da tipo-morfologia do objeto sonoro de Pierre Schaeffer. SCHAEFFER, Pierre. Traité des objets musicaux: essai interdisciplines. Paris: Seuil, 1966.
  • 84 MASTERDON COMMITTEE, The. Funkbox Party New York: Enjoy Records, EN 6032, 1982.
  • 85 EGYPTIAN LOVER, The. Egypt, Egypt Harbor City: Freak Beat Records, DMSR 00661, 1984.
  • 86 As três faixas estão reunidas na mixagem Electro Volt Mix, disponível em: <http://i.mixcloud.com/CHv4vW>. Acesso em: 20 maio 2014.
    » link
  • 87 Para a íntegra das transcrições de entrevistas e depoimentos colhidos para esta seção, com exemplos musicais, vídeos, ilustrações e outros detalhes, ver PALOMBINI, Carlos. DJ Luciano: o Tamborzão. Proibidão.org, Belo Horizonte, 4 fev. 2014. Disponível em: <http://goo.gl/Nkwfzv>
  • 88 De acordo com o relato por Jorge de Oliveira, no documentário Jorjão, de uma lenda urbana cujas diferentes versões fazem parte da história oral do GRES Mocidade Independente de Padre Miguel. TIEFENTHALER, Paulo. Jorjão Rio de Janeiro: Synapse Produções, 2004. Disponível em: <http://youtu.be/xG1ipmumIPU>. Acesso em: 15 maio 2014.
  • 91 DOMINGUINHOS DO ESTÁCIO; VIRADOURO, Bateria do G.R.E.S. Unidos do. Trevas! Luz! A explosão do universo. In: Sambas de enredo: Carnaval 97 grupo especial. Brasil: Gravadora Escola de Samba Ltda., selo RCA, distribuição BMG Brasil Ltda., 7432144033-2, 1996. Disponível em: <http://youtu.be/tGjt3GZFHEs>. Acesso em: 24 set. 2013.
  • 94 Em 1998, Ivo Meirelles e Funk'n Lata haviam lançado, ou estavam por lançar: o CD O coro tá comendo, terceiro álbum de Meirelles (o primeiro com o Funk'n Lata); o EP promocional O coro tá comendo/Boquete; a faixa "Voa canarinho"; e "Sobi esse pano, mano", com o rapper luso-moçambicano General D. Tanto "Boquete", faixa de trabalho do CD brasileiro, como "Sobi esse pano, mano" foram divulgadas em videoclipes, disponíveis em: <http://youtu.be/9_tyUy0H63c> e <http://youtu.be/FSJW9CwtHho>, respectivamente. Acessos em: 15 maio 2014. MEIRELLES, Ivo; FUNK'N LATA. O coro tá comendo São Paulo: Paradoxx Music, 1508008-1, 1998.
  • O coro tá comendo/Boquete São Paulo: Paradoxx Music, Copox 25/98, 1998.
  • MEIRELLES, Ivo; FUNK'N LATA (part. esp.). Voa canarinho. In: Agita Brasil Brasil: Sony, Epic 981.514/2-490155, 1998.
  • GENERAL D; FUNK'N LATA. Sobi esse pano, mano. In: Onda sonora: Red Hot + Lisbon. Portugal: Movieplay Portuguesa, MOV30.375, 1998.
  • 95 TITO, MC; XANDÃO, MC. Rap da Vila Comari. In: LUGARINO, DJ. DJ Lugarino apresenta os melhores da Zona Oeste Rio de Janeiro, 100.009, 1998. Disponível em: <http://goo.gl/SQLhk4>. Álbum completo em: <http://i.mixcloud.com/CHlInM>
  • Os MCs Tito e Xandão haviam registrado o rap "Amor sincero" no LP Hollywood discotheque: a ciência do som, gravado e mixado pelo DJ Grandmaster Raphael em 1995. TITO, MC; XANDÃO, MC. Amor sincero. In: RAPHAEL, Grandmaster. Hollywood discotheque: a ciência do som, v. 8. Rio de Janeiro: Vinil Press, LPVP5042, 1995. Disponível em: <http://goo.gl/c1x8U2>. Álbum completo em: <http://i.mixcloud.com/CHrVeq>. Acessos em: 16 maio 2014.
  • 97 CABIDE, DJ Everton. Montagem A Gota. In: EQUIPE A GOTA. A Gota Cerol Fininho Vol. 1: o som das galeras. Rio de Janeiro: Equipe A Gota, 1999. Disponível em: <http://goo.gl/kCRFkU>. Álbum completo em: <http://i.mixcloud.com/CHrLIb>. Acessos em: 16 maio 2014.
  • 100 LUCIANO, DJ; CABIDE, DJ; IVANOVICI, Tatiana. A história do Tamborzão do Funk São Gonçalo/estúdio do DJ Cabide, out. 2006. Disponível em: <http://youtu.be/Ic_AwPMu3kk>. Acesso em: 18 maio 2014.
  • 102 Por exemplo, o "Grito A Gota", disponível em: <http://goo.gl/Uxkum3>. Acesso em: 18 maio 2014.
    » link
  • 103 Eduardo Silva, em depoimento a Carlos Palombini e Lucas Ferrari, no encontro de DJs do Bangu Atlético Clube, 25 nov. 2013. In: PALOMBINI, Carlos. DJ Luciano: o Tamborzão. Proibidão.org, Belo Horizonte, 4 fev. 2014. Disponível em: <http://goo.gl/Nkwfzv>. Acesso em: 11 maio 2014.
  • 105 O costume de dar o título de "melô" às gravações importadas responde à necessidade de identificá-las e citá-las facilmente, a partir de características musicais, ou de homofonia com o título ou a letra original. A "Melô da macumba" à qual Marcelo André se refere é a versão dub de "Light Years Away", do Warp 9. A "Melô da explosão" é a versão instrumental de "Don't Stop the Rock", do Freestyle. WARP 9. Light Years Away New York: Prism Records, PDS 460, 1983.
  • Disponível em: <http://goo.gl/Mp4sml>. Acesso em: 5 jun. 2014. FREESTYLE. Don't Stop the Rock Miami: Music Specialists, MSI-111, 1985. Disponível em: <http://goo.gl/z9qRrj>. Acesso em: 5 jun. 2014.
  • 106 MARCELO ANDRÉ, DJ; DUARCHA, Claudia. Entrevista: DJ Marcelo André. Rio de Janeiro, Funk de Raiz, 23 maio 2013. Disponível em: <http://goo.gl/flcynv>. Acesso em: 6 mar. 2014.
  • 108 Angelo Antônio Raphael, em entrevista a Carlos Palombini, no estúdio da Vila Valqueire, 25 jan. 2014. A gravação da entrevista está disponível em: <http://i.mixcloud.com/CHl3lD>. Acesso em: 17 maio 2014.
  • 110 SHAPIRO, Peter. Turn the Beat Around: the secret history of disco. New York: Faber and Faber, 2005, p. 147.
  • 111 Uma sequência do DJ Cabide na rádio Imprensa FM, provavelmente de 1999, incluindo a "Montagem A Gota", está disponível em: <http://i.mixcloud.com/CHvaYq>. Acesso em: 20 maio 2014.
    » link
  • 112 TIGRÃO, Bonde do. Cerol na mão. In Furacão 2000: Tornado muito nervoso 2. Rio de Janeiro: House Funk Produções Artísticas, 110204, 2000.
  • De acordo com Rômulo Costa, proprietário da equipe, o CD vendeu entre 200 mil e 400 mil cópias, incluída a pirataria. ESSINGER, Silvio. Batidão: uma história do funk. Rio de Janeiro/São Paulo: Record, 2005, p. 201.
  • 113 CABO, MC; DENNIS, DJ. Tira a camisa. In: Rio Baile Funk: Favela Booty Beats. Frankfurt: Essay Recordings, AY CD 03, jun. 2004. Disponível no final da mixagem Afro-Latin Beat Mix. Disponível em: <http://i.mixcloud.com/CHuAHr>. Acesso em: 19 maio 2014.
  • 114 Luciano Oliveira, entrevista a Carlos Palombini, 25 jun. 2012.
  • 115 Embora Luciano insista na diferença entre Tamborzão com Volt Mix e Tamborzão sem Volt Mix, a expressão "Tamborzão puro" não aparece em seu discurso. Ela é característica de coleções de bases para DJs. Disponível em: <http://goo.gl/KJH5tx>. Acesso em: 20 maio 2014.
    » link
  • 117 DJ Sany Pitbull, apud IVANOVICI, Tatiana; CUNHA, Diogo. Tamborzão por Tatiana Ivanovici e Diogo Cunha Youtube, canal Ivanovici, 19 out. 2006. Disponível em: <http://youtu.be/lxiihQSVtLU>. Acesso em: 17 maio 2014.
  • 118 ATHERTON, Michael. Rhythm-speak: Mnemonic, Language Play or Song? Proceedings of the Inaugural International Conference on Music Communication Science Sydney: ICoMCS, 5-7 Dec. 2007, p. 15-18, p. 15. Disponível em: <http://goo.gl/ACP1uT>. Acesso em: 21 out. 2013.
  • 119 PROCTOR, Michael; BRESCH, Erik; BYRD, Dani; NAYAK, Krishna; NARAYANANET, Shrikanth. Paralinguistic Mechanisms of Production in Human "Beatboxing": a Real-time Magnetic Resonance Imaging Study. The Journal of the Acoustical Society of America, Melville, v. 133, n. 2, p. 1043-1054, fev. 2013, p. 1043. Disponível em: <http://goo.gl/lycTk0>. Acesso em: 11 nov. 2013. DOI: http://dx.doi.org/10.1121/1.4773865
  • 120 STOWELL, Dan; PLUMBEY, Mark D. Characteristics of the Beatboxing Vocal Style Technical Report C4DM-TR-08-01. LondON: Queen Mary, University of London, 19 Feb. 2008. Disponível em: <http://goo.gl/92jRdB>. Acesso em: 22 out. 2013.
  • 122 LAST POETS, The. The Last Poets New York: Douglas Records, Douglas 3, 1970.
  • 126 HESS, Mickey (org.). Icons of Hip Hop: an Encyclopedia of the Movement, Music, and Culture. Westport: Greenwood, v. 1, 2007, p. 52. Disponível em: <http://goo.gl/Pqpy0K>. Acesso em: 22 out. 2013.
  • 127 ANDRADE, Mário de. Dicionário musical brasileiro Belo Horizonte/Rio de Janeiro: Itatiaia, 1999, p. 188.
  • A referência é ao terceiro tratado (1583-1590) na edição de 1925. CARDIM, Fernão. Tratados da terra e gente do Brasil Rio de Janeiro: J. Leite & Cia., 1925, p. 306. Disponível em: <http://goo.gl/OJGCCb>. Acesso em: 20 out. 2013.
  • 129 SOARES, Elza; MENEZES, Monsueto Campos de. Ziriguidum. In: Briga, mulher e samba Rio de Janeiro: Lupo Filmes, 1961. Disponível em: <http://youtube.com/watch?v=gefyFlB8ZUI>. Acesso em: 29 maio 2014.
  • SOARES, Elza. Ziriguidum. In: O samba é Elza Soares Rio de Janeiro: Odeon, MOFB 3235, jun. 1961 (transferência digital EMI, 590051-2, 2003).
  • 131 GARCIA, Denise. Sou feia mas tô na moda Rio de Janeiro: Toscographics, 2005. Disponível em: <http://youtu.be/NG8J8VkPsFI>. Acesso em: 29 maio 2014.
  • 132 Na tarde de sábado, 25 de janeiro de 2014, em seu estúdio na Vila Valqueire. Gravação disponível em: <http://i.mixcloud.com/CHl3lD>. Acesso em: 18 maio 2014.
    » link
  • 135 SANTOS, Eliane. Mister Catra acusa sertanejos do "Eu quero tchu, eu quero tcha" de plágio. Ego, Rio de Janeiro, 15 maio 2012. Disponível em: <http://glo.bo/L3uHtR>. Acesso em: 26 out. 2013.
  • 141 Disponível em: <http://youtu.be/Dh4mPVEh91c>. Acesso em: 26 out. 2013.
    » link
  • Uma gravação mais nítida do Beatbox isolado está disponível em: <http://goo.gl/m8GL9U>. Acesso em: 20 maio 2014.
    » link
  • 142 Anteriormente disponível em: <http://youtu.be/AvvRBSnMObk>. Acesso em: 26 out. 2013.
    » link
  • 143 LOPES, Marcelo. Mr. Catra confirma que vai entrar na Justiça, por plágio, contra a música "Eu quero tchu, eu quero tcha". Site do Marcelo Lopes, Cataguases, 22 maio 2012. Disponível em: <http://goo.gl/jgyFOL>. Acesso em: 26 out. 2013.
  • 144 Disponível em: <http://goo.gl/hEooJl>. Acesso em: 20 maio 2013.
    » link
  • Postado em 18 jun. 2013. Anteriormente disponível em: <http://goo.gl/viOVjX>. Acesso em: 27 out. 2013.
    » link
  • Atualmente disponível em: <http://goo.gl/nVkEJr>. Acesso em: 20 maio 2014.
    » link
  • 146 Disponível em: <http://goo.gl/Ocgajp>. Acesso em: 20 maio 2014.
    » link
  • 148 MATTOS, Carla dos Santos. No ritmo neurótico: cultura funk e performances "proibidas" em contexto de violência no Rio de Janeiro. 2006. 154 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2006. Disponível em: <http://goo.gl/R9c81O>. Acesso em: 10 mar. 2014.
  • 149 Idem. Da valentia à neurose: criminalização das galeras funk, "paz" e (auto)regulação das condutas nas favelas. Dilemas, Rio de Janeiro, v. 5, n. 4, p. 653-680, out./dez. 2012. Disponível em: <http://goo.gl/rf6Z40>. Acesso em: 10 mar. 2014.
  • 150 De acordo com Ben Penglase, a narcocultura no Rio de Janeiro é uma criação do Comando Vermelho. Penglase sustenta "que o legado mais importante do CV foi um conjunto de símbolos, discursos e as táticas que o grupo produziu". PENGLASE, Ben. The Bastard Child of the Dictatorship: the Comando Vermelho and the birth of "narco-culture" in Rio de Janeiro. Luso-Brazilian Review, Madison, v. 45, n. 1, p. 118-145, 2008, p. 119. Disponível em: <http://goo.gl/Yutlre>. Acesso em: 11 mar. 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.1353/lbr.0.0001
  • 151 BENJAMIN, Walter. Zur Kritik der Gewalt. Archiv für Sozialwissenschaft und Sozialpolitik, v. 47, n. 3, p. 809-832, 1920/1921.
  • Trad. João Barrento. In: BARRENTO, João (org.). Sobre a crítica do poder como violência. Walter Benjamin: o anjo da história. Belo Horizonte: Autêntica, p. 57-82, 2012, p. 65-66.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    18 Ago 2014
  • Data do Fascículo
    Jun 2014

Histórico

  • Aceito
    12 Mar 2014
  • Recebido
    12 Nov 2013
Instituto de Estudos Brasileiros Espaço Brasiliana, Av. Prof. Luciano Gualberto, 78 - Cidade Universitária, 05508-010 São Paulo/SP Brasil, Tel. (55 11) 3091-1149 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaieb@usp.br