Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, Issue: 62, Published: 2015
  • Editorial Editorial

    Oliva, Jaime Tadeu; Moraes, Marcos Antonio de; Marras, Stelio
  • Por que ensinar a história da África e do negro no Brasil de hoje? Artigos

    Munanga, Kabengele

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O Brasil oferece o melhor exemplo de um país que nasceu do encontro das diversidades étnicas e culturais. Povos indígenas, primeiros habitantes da terra que se tornou Brasil; aventureiros e colonizadores portugueses; africanos deportados e aqui escravizados; imigrantes europeus de diversas origens étnicas e culturais e imigrantes asiáticos, todos formam as raízes culturais do Brasil de hoje. Sem dúvida, os sangues se misturaram como continuam a se misturar. Os deuses se tocaram e as cercas das identidades se aproximaram. No entanto, as resistências identitárias dessas matrizes culturais formadoras do Brasil continuam a se manifestar, influenciando a vida cotidiana de todos os brasileiros indistintamente. Por outro lado, os preconceitos culturais, apesar da mestiçagem, não deixaram de existir como ilustrado hoje pela chamada intolerância religiosa e pelos preconceitos raciais que estão correndo soltos até nos campos de futebol. A questão fundamental que se coloca é como ensinar a história desses povos que na historiografia oficial foi preterida e substituída pela história de um único continente, silenciando a rica diversidade cultural em nome de um monoculturalismo justificado pelo chamado sincretismo cultural ou mestiçagem, quando na realidade o que se ensina mesmo é a Europa com sua história e sua cultura. Aqui se coloca a importância de uma educação multicultural que enfoque nossa rica diversidade ao incluir na formação da cidadania a história e a cultura de outras raízes formadoras do Brasil. As leis 10 639/03 e 11645/08 que tornam obrigatório o ensino da história do continente africano, dos negros e povos indígenas brasileiros têm essa função reparatória e corretora.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Brazil offers the best example of a country that was born of the encounter of ethnic and cultural diversities. Indigenous people, first inhabitants of the land that became Brazil; adventurers and Portuguese settlers; deported Africans and here enslaved; European immigrants of several ethnic and cultural origins and Asian immigrants, all form the cultural roots of Brazil today. Without a doubt, bloods were mixed and they continue to mix. The limits of identities approached. However, the identity resistances of these cultural matrixes, that shape Brazil, continue to manifest, influencing the daily life of all Brazilians, indistinctively. On the other hand, the cultural prejudices in spite of the crossing of races didn't stop existing, as illustrated today by the religious intolerance and the racial prejudices that are running loose even in the soccer fields. The fundamental question is how to teach the history of these people that was ignored in the official historiography and substituted by the history of a single continent, silencing the rich cultural diversity on behalf of monoculturalism, justified by the so called cultural syncretism or crossing of races, when in reality, Europe, her history and culture is taught. Here the emphasis is on the importance of a multicultural education, that focuses on our rich diversity when including in the formation of the citizenship, the history and culture of other roots forming Brazil. The laws 10.639/03 and 11.645/08 that make obligatory teaching history of the African continent, of negros and Brazilian indigenous people, have this corrective and repairing function.
  • Preconceito e discriminação para além das salas de aula: sociabilidades e cultura juvenil no ambiente escolar1 Artigos

    Coelho, Wilma de Nazaré Baía; Coelho, Mauro Cezar

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O presente artigo analisa as sociabilidades juvenis engendradas e vividas no ambiente escolar. Por meio delas, problematizamos o modo pelo qual a cultura juvenil se relaciona com a Escola e, também, como elas lidam com o preconceito e a discriminação. Argumentamos, nesse sentido, que a Escola constitui um importante espaço de sociabilidade na cultura juvenil. É nela que parte significativa das relações sociais se efetiva. Não obstante, essa dimensão importantíssima do processo de formação não é objeto de intervenção pedagógica. As sociabilidades observadas incorporam um significativo componente discriminatório, sustentado em preconceitos de cor, raça, gênero e confissão religiosa. Exercidas nas salas de aula, nos corredores, pátios e quadras escolares, elas não constituem objeto de ação educativa, senão em casos limites, sujeitos à punição.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This article analyzes the engendered and lived youth sociabilities in the school environment. Through them, we question the way in which youth culture is related to the school and also how they deal with prejudice and discrimination. We argue that the school is an important space for sociability in youth culture. It is where significant part of social relations takes place. Nevertheless, this important dimension of the formation process is not an object of pedagogical intervention. The perceived sociabilities incorporate a meaningful discriminatory constituent based on color, race, gender and religious affiliation prejudice. Practiced in classrooms, hallways, courtyards and school courts, they are not object of educational action but in borderline cases, subject to punishment.
  • Capoeira, herdeira da diáspora negra do Atlântico: de arte criminalizada a instrumento de educação e cidadania Artigos

    Amaral, Mônica Guimarães Teixeira do; Santos, Valdenor Silva dos

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O artigo apresenta a capoeira como uma expressão estética e de luta que remonta à ancestralidade afro-brasileira, capaz de transmitir, por meio do jogo e de suas músicas, os conteúdos negados da história e cultura do negro no Brasil. Enfatiza, não apenas a importância de seu reconhecimento como profissão, mas sua relevância histórica, cultural e política para a formação das novas gerações. Discussões sobre temas, como a luta por reconhecimento, sustentada por Axel Honneth e a fenomenologia do brasileiro, apresentada por Vilém Flusser, bem como a história do escravizado e de suas lutas de resistência, sobretudo no final do século XIX, fundamentam os caminhos percorridos nas oficinas de capoeira em sala de aula. A ideia é apresentar a capoeira como um exemplo vivo e atual da tradição afro-brasileira para um ensino culturalmente relevante.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The article presents capoeira, a brazilian martial arts combined to dancing, as an aesthetic and struggling expression that goes back to the African-Brazilian ancestry, which is able to transmitting through its movements and its music denied contents of history and black culture in Brazil. It gives salience not only to the importance of its recognition as a profession, but also as its historical, cultural and policy for the learning of new generations. Discussions on issues such as the struggle for recognition, supported by Axel Honneth and the Brazilian phenomenology, by Vilém Flusser, as well as the history of the enslaved and their resistance struggles mainly in the late nineteenth century, founded the paths taken in the workshops of capoeira in the classroom. The idea is presenting capoeira as a living and current example of African-Brazilian tradition for a culturally relevant education.
  • Educação e patrimônio: notas sobre o diálogo entre a escola e a capoeira Artigos

    Gonçalves, Maria Alice Rezende; Pereira, Vinícius Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO A educação brasileira tem sido marcada por debates que evidenciam a maior visibilidade de diferentes grupos étnicos e suas manifestações culturais, com destaque para os (as) afro-brasileiros(as). Nesse contexto, o artigo se propõe a descrever e discutir a introdução da capoeira na educação básica proposta pelo Programa Mais Educação do Ministério da Educação. Apesar da possibilidade de utilizá-la como uma ferramenta de valorização da cultura afro-brasileira na educação, concluímos que o programa analisado, ao fazer uso do potencial educativo da capoeira, privilegia em seus documentos a modalidade ligada à abordagem esportiva da capoeira.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Brazilian education has been marked by debates which show a bigger visibility of different ethnic groups and their cultural manifestations, with more emphasis on the afro-Brazilians. In that setting, this essay aims at describing and discussing the introduction of capoeira to the basic education set by the Programa Mais Educação ('More Education' Program) of the Ministry of Education. Despite the possibility of using it as a tool to value the afro-Brazilian culture in education, we conclude that the aforementioned Program, by using the educative potential of capoeira, focuses on your documents the modality connected to sport approach of capoeira.
  • Com que currículo eu vou pro rap que você me convidou? Artigos

    Fonseca, Ana Silvia Andreu da

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este trabalho procura justificar a inserção curricular do rap nacional na grande área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias do Ensino Médio, sobretudo no tocante ao ensino de língua e literatura. Nesse sentido, são apresentados elementos como: as teorias do currículo, indicativos da Lei de Diretrizes e Bases da Educação e dos Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Médio, e a manifestação do rap no tempo (através de suas fases histórico-discursivas) e no espaço (em todo território nacional). Há décadas o rap nacional tem ocupado um lugar de destaque na produção cultural urbana do Brasil; apesar disso, seu uso em salas de aula do sistema oficial de educação tem sido limitado.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This work aims at justifying the inclusion of Brazilian rap in the great area of Languages, Codes and their Technologies of the high school, particularly in what the teaching of Portuguese and Literature is concerned. In this sense, are presented elements such as: curriculum theories, the laws and indicatives to the Brazilian education, and the manifestation of rap in time (through their historical-discursive phases) and in space (in all of nationwide). For a long time the Brazilian rap has occupied a central position in urban cultural production in the country. Still, the use of rap lyrics in the classrooms of the official education system has been rare.
  • A construção/invenção do samba: Mediações e interações estratégicas Artigos

    Jost, Miguel

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O objetivo do presente artigo é debater, a partir de uma bibliografia sobre a formação do samba e sua consolidação como canção urbana brasileira do início do século, aspectos da atuação dos primeiros sambistas dentro do contexto em que estes estavam inseridos na produção cultural à época. O texto procura destacar o caráter estratégico dessa atuação e desconstruir certas noções que conferem à formação do samba uma interpretação romantizada e pouco atenta à capacidade de intervenção destes sambistas no cenário cultural do seu tempo.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The aim of the present article is to debate aspects of the actuation of the first samba artists within the context in which they were inserted in the cultural production of the period, based on a bibliography about the formation of samba and its consolidation as the Brazilian urban song of the beginning of the century. The text attempts to highlight the strategic character of this actuation and to deconstruct certain notions that give the formation of samba a romanticized interpretation that does not pay enough attention to the capacity of intervention and organization of these samba artists within the cultural scene of their time.
  • Performances de gênero na umbanda: a pombagira como interpretação afro-brasileira de "mulher"? Artigos

    Barros, Mariana Leal de; Bairrão, José Francisco Miguel Henriques

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este artigo investiga a pombagira, entidade feminina do panteão umbandista que contesta estereótipos de gênero e oferece à comunidade afro-brasileira possibilidades de elaborar a maneira como compreendem o "feminino" e a "mulher". Com base em pesquisa etnográfica desenvolvida em seis terreiros de umbanda do estado de São Paulo, entrevistas com mulheres médiuns e com as suas próprias pombagiras, argumenta-se que quando damos ouvidos ao campo sem nos prendermos a preconcepções de masculino e de feminino, o que se encontra é uma reconfiguração das qualidades associadas ao "ser mulher". Os dados foram analisados mediante atenção aos significantes que se repetiram nas entrevistas e na interação em campo discutidos a partir dos estudos de gênero.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The pombagira, a female entity in the umbanda pantheon, contest gender stereotypes and offers to the african-brazilian community opportunities to develop the way they understand the "feminine" and the "woman". Based on an ethnographic study developed at six terreiros in São Paulo State and interviews with female mediums and their own pombagiras, it is argued that, when we hear the field without hanging on to male and female prejudices, what we find is a reconfiguration of the qualities associated with "being a woman". Data were analyzed through attention to the signifiers repeated in the interviews and in the field interaction and interpreted based on contemporary developments in gender studies.
  • Racismo como metaenquadre Artigos

    Costa, Eliane Silvia

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este artigo pretende discutir questões relativas ao racismo tendo como lastro principalmente contribuições da psicologia social. Para tanto, faz menção a dois conceitos. São eles: enquadre e metaenquadre. O primeiro foi teorizado pelo psicólogo social José Bleger e o segundo é uma ampliação desse e foi conceituado por René Kaës, teórico da psicanálise dos laços sociais. O artigo finaliza-se com situações que envolvem processos socioculturais, histórico-educacionais que trazem à baila possibilidades de enfrentar o racismo.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This article discusses issues related to racism and is based mainly upon contributions of social psychology. Therefore, it mentions two concepts. They are: frame and metaframe. The first was theorized by social psychologist José Bleger and the second is an extension of that and it was written by René Kaës, theoretical psychoanalysis of social ties. The article concludes with situations involving social-cultural, historical and educational processes that reveal possibilities to address racism.
  • As pesquisas sobre o "estado do conhecimento" em relações étnico-raciais Artigos

    Müller, Tânia Mara Pedroso

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O artigo é resultado do mapeamento de pesquisas sobre o "estado do conhecimento" em relações étnico-raciais no Brasil. Inicia-se por analisar a produção brasileira que teve esta abordagem metodológica como referência, para apresentar posteriormente os estudos que focaram no estado da arte das relações étnico-raciais. Ao realizarmos esta revisão de literatura visamos indicar aspectos relevantes ao conjunto de análises já produzidas sobre o tema, as demandas detectadas pelos autores, a diversidade de problemáticas reveladas, as urgências e silenciamentos existentes sobre os quais elas puderam desvelar e as permanências apontadas. Concluímos coligando as principais ações, propostas e críticas definidas nas pesquisas que se coadunam com aquelas defendidas pelo Movimento Negro e pesquisadoras/es das diferentes áreas que lutam pela superação do racismo no Brasil.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The article is resulted from mapping about the "state of knowledge" in ethnic-racial relationships in Brazil. It begins by analyzing the Brazilian production that had this methodological approach as reference, to afterward present the studies that focused in the state-of-the-art of ethnic-racial relationships. When we realize the historical revision, we aim to indicate relevant aspects for the role set of analyses already made about the subject, the blank spaces detected by the authors, the diversity of approaches theoretical-methodoligical about which they have based on and the pointed permanencies. We concluded connecting the principal actions, proposals and critics defined in the researches that mingle with those defended by the "Black Movement" and searchers of the different areas that fight for the destruction of racism in the Brazilian society.
  • Nem crime, nem castigo: o racismo na percepção do judiciário e das vítimas de atos de discriminação Artigos

    Santos, Gislene Aparecida dos

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Neste artigo analisamos como casos de racismo, que compõem uma amostra de processos jurídicos ocorridos na cidade de São Paulo entre 2003 e 2011, foram percebidos pelo judiciário e pelas vítimas, e discutimos se essa experiência influenciou positivamente o sentimento de autorrespeito vivido pelas últimas. Avaliamos os achados da pesquisa como peças de um discurso sobre a brasilidade construído, pelo lado do judiciário, por meio da desclassificação dos atos de racismos de modo que não sejam configurados como crimes; e, pelo lado das vítimas, em torno do desejo de resolverem esse conflito sem o recurso a medidas punitivas. Ambas as ações desqualificam a ação da lei antirracismo. Concluímos que esse discurso ratifica a regulação das relações raciais de modo a manter a crença na suposta harmonia da sociedade brasileira.

    Abstract in English:

    ABSTRACT In this article we analyze how cases of racism, which make up a sample of court cases occurred in São Paulo city between 2003 and 2011 were perceived by judiciary by victims, and discussed whether this experience positively influenced the feeling of self-respect experienced by the latter. We evaluate the findings of this research as part of a speech about Brazilianness built, on the side of the judiciary, through the declassification of acts of racism so that they are not configured as crimes; and, on the side of the victims, around the desire to resolve this conflict without resorting to punitive measures. Both actions disqualify the action of anti-racism law. We conclude that this discourse confirms the regulation of race relations in order to maintain the belief in the supposed harmony of Brazilian society.
  • Café: o romance inédito de Mário de Andrade Resenha

    Souza, Cristiane Rodrigues de
  • Aromas especiais no Café de Mário de Andrade Documentação

    Figueiredo, Tatiana Longo
Instituto de Estudos Brasileiros Espaço Brasiliana, Av. Prof. Luciano Gualberto, 78 - Cidade Universitária, 05508-010 São Paulo/SP Brasil, Tel. (55 11) 3091-1149 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revistaieb@usp.br