Baixa diversidade genética em Culex quinquefasciatus (Diptera: Culicidae) infectado por Wolbachia do Brasil e Argentina

Culex quinquefasciatus é vetor de patógenos humanos, incluindo nematódeos filarídeos e vários vírus. Embora a sua relevância epidemiológica varie entre as diferentes regiões geográficas, o conhecimento da estrutura genética da população é ainda incipiente. Em vista disso, foram avaliados os níveis de diversidade genética de Cx. quinquefasciatus e de híbridos Cx. quinquefasciatus x Cx. pipiens de nove cidades do Brasil e em La Plata, na Argentina. Para os testes foram utilizados fragmentos dos genes mitocondriais cox1 e nd4, juntamente com coxA e wsp do endossimbionte Wolbachia, herdado maternalmente. O fragmento nd4 não apresentou variação entre as amostras, e o cox1 exibiu quatro haplótipos que separaram dois tipos de Cx. quinquefasciatus, com um deles agrupado no sul do Brasil. Os dados de sequência mostraram baixa diversidade, sendo esta discutida. Ambas as amostras de mosquitos brasileiros e argentinos estão infectados com uma única cepa de Wolbachia. A diversidade apresentada por nd4 e cox1 não é congruente com a estrutura da população revelada por marcadores nucleares e morfologia alar de estudos anteriores com estas mesmas populações. Pesquisas com Cx. quinquefasciatus devem, se possível, avaliar a diversidade por DNA mitocondrial na luz de outros marcadores.


Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revimtsp@usp.br