Uso de extrato de plantas medicinais (Psidium guajava Linn. e Carica papaya Linn.) frente a bactérias isoladas de pescado, causadoras de diarréias infantis

Foram coletadas doze amostras de camarão e peixes nas imediações do interceptor oceânico, em Fortaleza e igual número na Feira de pescado do Mucuripe, Fortaleza, para isolamento de E. coli e Staphylococcus aureus, respectivamente. Extratos aquosos, alcoólicos e cetônicos de broto de goiabeira e de folha de mamão foram testados frente às bactérias para se verificar suas ações antibióticas. As cepas de E. coli utilizadas nos ensaios foram as classificadas como LT positivas. Os extratos de folhas de mamão (Carica papaya Linn) não revelaram quaisquer atividades antibióticas enquanto que os preparados com broto de goiabeira (Psidium guajava Linn) apresentaram halos sempre >13 mm para as duas espécies, considerados como de inibição pelo método empregado. Os extratos de broto de goiabeira que apresentaram melhores resultados frente às cepas de E. coli ETEC foram os alcoólicos a 50% seguido do cetônico também a 50%. Concluímos que nos tratamentos de diarréias causadas por E. coli ou por toxinas elaboradas por S. aureus o extrato de brotos de goiabeira é uma opção devido a sua pronta ação curativa, seu fácil cultivo nos países tropicais e ao seu baixo valor aquisitivo.


Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revimtsp@usp.br