Anticorpo para o vírus linfotrópico humano T em um paciente com a síndrome de Guillain-Barré

Amostra de soro obtida de paciente com a síndrome de Guillain-Barré revelou-se positiva quanto à presença de anticorpos para o vírus linfotrópico humano T (HTLV-I) pelo método imuno-enzimático (ELISA) e a análise por "Western-Blot". Resultaram negativos os testes visando à detecção de enterovírus (incluindo poliovírus) a partir de material fecal, tanto em cultura de tecidos como em camundongos recém-nascidos; exames com amostras de soro aguda e convalescente não exibiram qualquer evidência de infecção recente pelos três tipos de poliovírus. O teste de Paul-Bunnel, assim como o "ELISA" para a detecção de IgM anti-citomegalovírus resultaram negativos. Não foi registrada, no presente caso, quer a leucemia adulta de células T, quer linfomas.


Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revimtsp@usp.br