Ecologia do Triatoma sordida no ambiente silvestre de duas diferentes regiões do estado de Minas Gerais, Brasil

Foi realizado um estudo sobre o T. sordida em ambiente silvestre em duas diferentes regiões do estado de Minas Gerais: Itapagipe (Triângulo), área de cerrado modificado para formação de campos de pastagem e agricultura, e Mato Verde (norte) uma área de transição entre a caatinga e o cerrado, profundamente desmatada nos últimos anos com a finalidade de expansão do cultivo de algodão. Em ambas as regiões, os principais ecotopos identificados corresponderam a buracos e cascas de árvores vivas ou mortas, onde a ocorrência de fontes de alimentação não é frequente. Neste ambiente, os triatomíneos utilizam-se de variadas fontes de alimentação; gambás parecem representar urna importante fonte de infecção. No norte de Minas, observou-se urna maior concentração de reservatórios e vetores em comparação com o Triângulo, o que pode explicar a maior taxa de infecção dos triatomíneos no norte. Maior atenção ao processo de domiciliação do T. sordida no norte de Minas Gerais é recomendada, onde, nos últimos anos, tem-se observado urna profunda intervenção do homem sobre o ambiente natural, paralelamente ao aumento da população deste triatomíneo nos peridomicílios.


Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revimtsp@usp.br