Validade de alguns sinais e sintomas no diagnóstico da infecção pelo Schistosoma mansoni

Foi examinada a sensibilidade, a especificidade e os valores preditivos positivos de alguns sinais e sintomas para o diagnóstico presumível da infecção pelo Schistosoma mansoni em uma área edêmica de Minas Gerais (Divino): 403 indivíduos (69% dos habitantes com mais de 1 ano de idade) participaram da investigação. Maior sensibilidade foi observada para sangue nas fezes (13%). Especificidades acima de 90% foram encontradas para sangue nas fezes, e para fígado palpável com consistência normal ou aumentada nas linhas hemi-clavicular (LHC) e médio-esternal (LME). Os maiores valores preditivos positivos para a infecção foram observados para fígado palpável com consistência aumentada na LME (83%) ou LHC (75%) e presença de sangue nas fezes (78%); os menores valores foram para fígado papável com consistência normal na LME (48%) e LHC (45%). A presença de fígado palpável sem especificação da sua consistência tem sido tradicionalmente utilizada como um indicador da infecção em áreas onde a malária ou o Kalazar não são endêmicos. Nossos resultados mostram que a probabilidade de indivíduos com sangue nas fezes ou com aumento da consistência do fígado apresentarem a infecção é maior do que entre aqueles com fígado palpável mas com a consistência normal.

Schistosoma mansoni infection; Morbidity; Validity of clinical signs and symptoms; Cross sectional study


Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revimtsp@usp.br