Paracoccidioidomicose entre o grupo indígena Suruí de Rondônia, Amazônia, Brasil: registro de caso

Paracoccidioidoniycosis among the Surui Indians, State of Rondonia, Amazonia, Brazil: a case report

Resumos

Os Autores apresentam um caso de paracoccidioidomicose em indígena da tribo Suruí, Estado de Rondônia. Trata-se de paciente adulto, sexo masculino, tendo sido o diagnóstico confirmado com base em exame micológico, sorológico e radiográfico. Foi insitituída terapêutica com a associação sulfametoxazol 800 mg + trimetoprima 160 mg a cada 12 horas. A avaliação do paciente realizada seis meses após o início do tratamento revelou melhora no estado geral, regressão do quadro radiológico, negativação da prova de precipitação em tubo capilar e positivação da intradermorcação com paracoccidioidina. Os Autores também revêem os casos de paracoccidioidomicose descritos na região, em particular no que ser refere ao grupo indígena Suruí.

Paracoccidioidomicose; populações indígenas; Suruí; Rondônia; Amazônia


The Authors report a case of paracoccidioidomycosis in a Surui Indian patient from the state of Rondonia, Brazilian Amazon. The subject is an adult male, having been diagnosed on the basis of mycologic, Serologic, and radiographic exams. The prescribed therapy was sulfametoxazol 800 mg associated with trimetoprim 160 mg every 12 hours. A revaluation of the patient conducted six months after the beginning of chemotherapy indicated overall improvement of his physical condition and of the radiologic picture, negativeness of the test of precipitin in capillary tube, and positiveness of the skin test with paracoccidioidin. The Authors also reviewed the cases of paracoccidioidomycosis described in the region, especially among the Surui Indian population.


REGISTRO DE CASO

Paracoccidioidomicose entre o grupo indígena Suruí de Rondônia, Amazônia, Brasil. Registro de caso

Paracoccidioidoniycosis among the Surui Indians, State of Rondonia, Amazonia, Brazil. A case report

Antonio Carlos Francesconi do ValleI; Carlos E.A. Coimbra JrII; Fernando I. Bornay LunaresI; Paulo Cezar Fialho MonteiroI; Maria Regina C. GuimarãesI

IHospital Evandro Chagas, Fundação Oswaldo Cruz. Av. Brasil, 926. CEP 20000. Rio de Janeiro (RJ), Brasil

IIEscola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz. R. Leopoldo Bulhões, 1480. CEP 21041. Rio de Janeiro (RJ), Brasil

RESUMO

Os Autores apresentam um caso de paracoccidioidomicose em indígena da tribo Suruí, Estado de Rondônia. Trata-se de paciente adulto, sexo masculino, tendo sido o diagnóstico confirmado com base em exame micológico, sorológico e radiográfico. Foi insitituída terapêutica com a associação sulfametoxazol 800 mg + trimetoprima 160 mg a cada 12 horas. A avaliação do paciente realizada seis meses após o início do tratamento revelou melhora no estado geral, regressão do quadro radiológico, negativação da prova de precipitação em tubo capilar e positivação da intradermorcação com paracoccidioidina. Os Autores também revêem os casos de paracoccidioidomicose descritos na região, em particular no que ser refere ao grupo indígena Suruí.

Unitermos: Paracoccidioidomicose, populações indígenas, Suruí, Rondônia, Amazônia

SUMMARY

The Authors report a case of paracoccidioidomycosis in a Surui Indian patient from the state of Rondonia, Brazilian Amazon. The subject is an adult male, having been diagnosed on the basis of mycologic, Serologic, and radiographic exams. The prescribed therapy was sulfametoxazol 800 mg associated with trimetoprim 160 mg every 12 hours. A revaluation of the patient conducted six months after the beginning of chemotherapy indicated overall improvement of his physical condition and of the radiologic picture, negativeness of the test of precipitin in capillary tube, and positiveness of the skin test with paracoccidioidin. The Authors also reviewed the cases of paracoccidioidomycosis described in the region, especially among the Surui Indian population.

AGRADECIMENTO

Os autores agradecem aos Suruí, à Fundação Nacional do Índio e à Fundação Oswaldo Cruz, pelo apoio ao projeto no qual se insere este trabalho. Também ao Prof. Ricardo V. Santos (ENSP/ FIOCRUZ) pela revisão dos originais.

Recebido para publicação em 24/01/1991.

Aceito para publicação em 05/06/1991.

  • 1. BARBOSA, W. & DAHER, R.R. - Blastomicose sul-americana. In: VERONESI, R. Doenças infecciosas e parasitárias. 6. ed. Rio de Janeiro, Guanabara. Koogan, 1976. p. 755-767.
  • 2. BOULOS, M.; LABONIES FILHO, N.; DRAIBE, S.E.; PINTO, W.P.; LANCAROTTE, I.; SHIROMA, M. & FAVA-NETTO, C. - Inquérito imuno-alérgico com paracoccidioidina e hisloplasmina nas localidades de Ituporanga e Săo Joăo do Araguaia. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL, 11. Rio de Janeiro, 1975. Resumos. p. 37.
  • 3. CASTRILLON, A.L.; CARVALHO, R.F.; BORBOREMA, C.A. & PECHER, S.A. - Paracoccidioidomicose na Amazônia. Registro de um caso. Acta amaz. (Manaus), 2: 55-58, 1972.
  • 4. COIMBRA, Jr., C.E.A. - From shifting cultivation to coffee farming: the impact of change on the health and ecology of the Surui Indians of the Brazilian Amazon. Bloomington, Indiana, U.S.A. 1989 (Tese de Doutoramento - Indiana University).
  • 5. COLOMBO, A.L.; FOYAS, M.; SADER, H.S.; PEREIRA, C.A.P.; FISHMAN, O. & VIEIRA FILHO, J.P.B. - Paracoccidioidomicose autóctone em Suruí, Estado de Rondônia. In: CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL, 26., Natal, 1990. Resumos. p. 277-278.
  • 6. LACAZ, C.S. - Passado, presente e futuro da paracoccidioidomicose. An. bras. Derm. 59: 83-88, 1984.
  • 7. LEITE, A.S. - Alguns casos de blastomicose sul-americana em Porto Velho, Território Federal do Guaporé. Rev. bras Med., 9: 491-496, 1952.
  • 8. LONDERO, A.T.; RAMOS, C.D. & LOPES, J.O. - Progressive Pulmonary paracoccidioidomycosis. A Study of 34 cases observed in Rio Grande do Sul (Brazil). Mycopathologia (Den Haag), 63: 53-56, 1978.
  • 9. MATTA, A. - Consideraçőes acerca de um caso de Posadasia coccidioidosia. Amaz. méd. (Manaus), 3: 41-51, 1920.
  • 10. MORAES, M.A.P. & FERREIRA, J.L.S. - Micoses superficiais e profundas na Amazônia. In: LENT, H. - Atas do Simpósio sobre a Biota Amazônica. Rio de Janeiro, CNPq, 1967. v. 6 (Patologia), p. 189-202.
  • 11. MOK, W.Y. & FAVA-NETTO, C. - Paracoccidioidin and histoplasmin sensitivity in Coari (Slate of Amazonas), Brasil. Amer. J. trop. Med. Hyg., 27: 808-814, 1978.
  • 12. MOK, W.Y.; AYRES, C.H.L. & McMILLEN, S. - Levantamento sorológico de quatro micoses profundas no Estado do Amazonas, Brasil. Acta amaz. (Manaus), 9: 75-78, 1979.
  • 13. PEDROSA, P.L. & NOGUEIRA, S.A. - Paracoccidioidomicose (Blastomicose Sul-Americana). Ars Curandi, 17: 96-100, 1984.
  • 14. REZENDE, M.B. & SOUZA, O.S. - Estudo epidemiológico com a reaçăo intradérmica com a histoplasmina em Belém, Pará, In: CONGRESSO DA SOCIDADE BRASILEIRA DE MEDICINA TROPICAL, 11., Rio de Janeiro, 1975. Resumos. p. 36-37.

Datas de Publicação

  • Publicação nesta coleção
    06 Set 2006
  • Data do Fascículo
    Out 1991

Histórico

  • Recebido
    24 Jan 1991
  • Aceito
    05 Jun 1991
Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revimtsp@usp.br