Accessibility / Report Error

Anafilaxia desencadeada por extratos de Schistosoma mansoni em camundongos normais e infectados

Métodos em geral utilizados para o estudo de reações anafiláticas desencadeadas por antígenos proteicos — tais como: determinação da liberação de histamina para o sangue, hemo-concentração, liberação de histamina de mastócitos da cavidade peritoneal e reação de ana- filaxia passiva cutânea (PCA) — foram usados para investigar alguns aspectos da anafilaxia a antígenos do Schistosoma mansoni. Liberação de histamina para o sangue e taxas significativas de hemoconcentração foram provocadas pela injeção endovenosa de extratos de cercaria ou de esquistossômulos em camundongos infectados (10-13 semanas após infecção). Antígenos de cercaria, de esquistossômulos, de tegumento de verme adulto e antígeno solúvel de ovo desencadearam a liberação de histamina de mastócitos coletados da cavidade peritoneal de camundongos cronicamente infectados. Reação de PCA com 2 horas de sensibilização (IgG1) foi detectada em 6 de 8 soros testados, provenientes de camundongos esquistossomóticos crônicos. Nenhuma reação de PCA com 48 horas de sensibilização (IgE) foi detectada nestes mesmos soros. Ainda que IgE não tenha sido detectada na circulação pela técnica de PCA, os resultados indicam que camundongos infectados contém IgE ligada a seus mastócitos.


Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revimtsp@usp.br