Morbidade e sobrevida em AIDS avançada no Rio de Janeiro, Brasil

As doenças oportunistas (DO) são a causa mais comum de morte em pacientes com AIDS. Para acessar a incidência de DO e a sobrevida na imunodeficiência avançada, foram incluídos 79 pacientes com AIDS tratados no Hospital Evandro Chagas (FIOCRUZ) no período de Setembro de 1997 a Dezembro de 1999, com ao menos uma contagem de células CD4 <= 100/mm³. A incidência de DO foi analisada pela regressão de Poisson e a sobrevida pela analise de Kaplan Meier e Cox, considerando um período retrospectivo (anterior à contagem de CD4 <= 100 cels/mm³) e um prospectivo (após a contagem de CD4 <= 100 cels/mm³) e controlando-se características demográficas clínicas e laboratoriais. O intervalo de confiança estipulado foi o de 95%. O período médio de acompanhamento foi de 733 dias (IC = 683 - 782). Durante o estudo, nove (11,4%) pacientes morreram. A sobrevida a partir do diagnóstico de AIDS foi em média de 2589 dias (IC = 2363 - 2816) e da data da contagem de CD4 <= 100 cels/mm³ foi em média de 1376 dias (IC = 1181 - 1572). A incidência de DO foi de 0,51 pp/ano no período pré-CD4 <= 100 cels/mm³ e 0,29 pp/ano no período pós-CD4 <= 100 cels/mm³. Um menor número de DO acumuladas no período pré-CD4 <= 100 cels/mm³ foi associado com taxas de incidência menores no período pós-CD4 <= 100 cels/mm³.O diagnóstico de AIDS baseado em contagem de CD4+ <= 200 cels/mm³ foi associado com menores taxas de incidência durante o período pós-CD4 <= 100 cels/mm³. As contagens basais de células CD4 acima de 50 cel/mm³ (HR = 0,16) foram associadas a um menor risco de morte assim como a restauração da contagem basal acima de 100 cels/mm³ (HR = 0,16). Controlando-se ambas, somente a restauração da contagem basal manteve sua significância estatística (HR = 0,22, p = 0,04) Encontramos uma baixa incidência de DO durante o período pós-CD4 <= 100 cels/mm³ e uma sobrevida longa após CD4 <= 100 cels/mm³. A sobrevida foi significativamente associada com a restauração das contagens de CD4 basais.


Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revimtsp@usp.br