Accessibility / Report Error

Anticorpo anti-HCV relacionado a detecção do HCV por PCR e análise de fatores de risco em uma população de doadores de sangue do Brasil Central

Ainda são raros os dados sobre a infecção pelo vírus da hepatite C (HCV) na região central do Brasil. Neste estudo, 2.350 doadores voluntários de sangue foram avaliados, resultando em prevalências para o anti-HCV de 2,2%, pelo ELISA de segunda geração, e de 1,4%, após o ensaio confirmatório "line immunoassay". Anticorpos contra os antígenos "core", NS4 e NS5 do HCV foram detectados em 81,8%, 72,7% e 57,5% das amostras positivas no "line immunoassay", respectivamente. A viremia do HCV foi observada em 76,6% dos doadores anti-HCV positivos. A positividade na reação em cadeia da polimerase (PCR) mostrou-se relacionada a reatividade aos diferentes antígenos do HCV no "line immunoassay". A maioria dos doadores positivos tiveram história prévia de exposição parenteral. A combinação de ALT> 50 UI/l e positividade ao anti-HBc parece não ser eficaz como marcadores indiretos para a infecção pelo HCV, entretanto a dosagem do ALT e a detecção de anti-HCV são indicadas na triagem de doadores de sangue brasileiros.


Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revimtsp@usp.br