Crise aplástica devido à infecção por parvovirus humano B19 em anemia hemolítica hereditária

IgM específica anti-B19 foi demonstrada nos soros de três crianças apresentando aplasia transitória de medula. Um menino de dois anos de idade vivendo no Rio de Janeiro e sendo portador de anemia falciforme, apresentou a crise durante Agosto de 1990. Dois irmãos vivendo em Santa Maria - RS, desenvolveram crise de aplasia em Maio de 1991, quando foram também diagnosticados como portadores de microesferocitose. IgM anti-B19 não foi detectada no soro de uma terceira criança, desta mesma família, a qual primeiramente apresentou crise de aplasia.


Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revimtsp@usp.br