Accessibility / Report Error

Biossegurança no laboratório

Laboratory safety

Resumos

Nos últimos dez anos tem sido travada uma luta com a finalidade de prevenir a transmissão de agentes infecciosos dentro de laboratórios. A grande fonte de dispersão de patógenos por meio de aerossóis, pode ser eliminada satisfatoriamente com o uso de câmaras de segurança biológica. Regras gerais e específicas de biossegurança devem ser cumpridas por todos os usuários de laboratórios que manuseiam patógenos ou materiais potencialmente contaminantes e, eventualmente, avaliados por um comitê de biossegurança independente. O surgimento da síndrome de imunodeficiência adquirida deve servir.como fator de estímulo à adoção de normas eficazes de segurança laboratorial.

Biossegurança; Infecção laboratorial


The occurrence of laboratory-acquired infections have elicited in the last ten years an intense interest in methods and procedures for the safe handling of microbiological material. The major laboratory safety problem is aerial transmission, however, protection against airborne hazards is efficiently achieved by the use of microbiological safety cabinets. Biosafety rules should be strictly followed by all members of a laboratory. Evaluation of these procedures should be effectively performed by an independent biosafety committee. The/ upsurge of AIDS should stimulate the adoption of safe working procedures in the laboratory.


NORMAS DE SEGURANÇA EM LABORATÓRIO

Biossegurança no laboratório

Laboratory safety

R. IshakI; A. C. LinharesII; M. O. G. IshakI

IUniversidade Federal do Pará, Centro de Ciências Biológicas, Departamento de Patologia, Laboratório de Virologia

IIInstituto Evandro Chagas, PSESP/Belém, Pará, Brasil

Endereço para correspondência Endereço para correspondência: Dr. Ricardo Ishak Caixa Postal 3005 66.000 Belém, Pará, Brasil

RESUMO

Nos últimos dez anos tem sido travada uma luta com a finalidade de prevenir a transmissão de agentes infecciosos dentro de laboratórios. A grande fonte de dispersão de patógenos por meio de aerossóis, pode ser eliminada satisfatoriamente com o uso de câmaras de segurança biológica. Regras gerais e específicas de biossegurança devem ser cumpridas por todos os usuários de laboratórios que manuseiam patógenos ou materiais potencialmente contaminantes e, eventualmente, avaliados por um comitê de biossegurança independente. O surgimento da síndrome de imunodeficiência adquirida deve servir.como fator de estímulo à adoção de normas eficazes de segurança laboratorial.

Unitermos: Biossegurança: Infecção laboratorial.

SUMMARY

The occurrence of laboratory-acquired infections have elicited in the last ten years an intense interest in methods and procedures for the safe handling of microbiological material. The major laboratory safety problem is aerial transmission, however, protection against airborne hazards is efficiently achieved by the use of microbiological safety cabinets. Biosafety rules should be strictly followed by all members of a laboratory. Evaluation of these procedures should be effectively performed by an independent biosafety committee. The/ upsurge of AIDS should stimulate the adoption of safe working procedures in the laboratory.

Texto completo disponível apenas em PDF.

Full text available only in PDF format.

AGRADECIMENTOS

À Sra. FÁTIMA MONTEIRO pela paciente datilografia do manuscrito.

Recebido para publicação em 08/8/1988

  • 1
    BRITISH Standard 5726. Specifications for microbiological safety cabinets. London, British Standards Institution, 1979.
  • 2. CASALS, J. - Arboviruses, arenaviruses and hepatitis. In: HELMAN, A.; OXMAN, M. N. & POLLACK, R., ed. - Biohazards in biological research Cold Spring Harbor, New York, Cold Spring Harbor Laboratory, 1973. p. 223-245.
  • 3. CLARK, R. P. - Containment facilities for pathological material. Environ. Int., 8: 387-394, 1982.
  • 4. CLARK, R. P. - The performance of containment facilities. J. Soc. environ. Engin., 21: 31 35, 1982.
  • 5. CLARK, R. P. - Airborne hazards in the laboratory. Nature, 301: 15-16, 1983.
  • 6. LABORATORY safety for arboviruses and certain other viruses of vertebrates. The Subcommittee on Arbovirus Laboratory Safety of the American Committee on Arthropod-borne Viruses. Amer. J. trop. Med. Hyg., 29: 1359-1381, 1980.
  • Endereço para correspondência:
    Dr. Ricardo Ishak
    Caixa Postal 3005
    66.000 Belém, Pará, Brasil
  • Datas de Publicação

    • Publicação nesta coleção
      18 Fev 2011
    • Data do Fascículo
      Abr 1989

    Histórico

    • Recebido
      08 Ago 1988
    Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
    E-mail: revimtsp@usp.br