Detecção do vírus Epstein-Barr em amostras cervicais de mulheres infectadas pelo vírus da imunodeficiência humana

Ledy H.S. Oliveira Larissa S. Santos Fernanda G. Nogueira Sobre os autores

O vírus Epstein-Barr (EBV) é transmitido comumente pela saliva, mas pode ser encontrado também em secreções genitais, sugerindo transmissão sexual e levando pesquisadores a associar este vírus à neoplasia cervical. Pessoas infectadas pelo virus da imunodeficiência humana (HIV) são de alto risco para aquisição de infecções genitais e lesões de cérvice uterina. Com o objetivo de verificar a presença do DNA do EBV no trato genital e/ou se poderia ter efeito em alterações cervicais, analisamos esfregaços cervicais de 85 mulheres HIV soropositivas. O vírus foi detectado em apenas duas (2,3%) amostras. O presente estudo não fornece evidência da transmissão sexual do EBV, nem descarta esta possibilidade.


Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 470, 05403-000 - São Paulo - SP - Brazil, Tel. +55 11 3061-7005 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: revimtsp@usp.br
Accessibility / Report Error