Antonio Gramsci e a crítica da cultura: intelectuais, política e classes subalternas

Antonio Gramsci and the Criticism of Culture: Intellectuals, politics and subaltern classes

Resumo

O artigo explora a pesquisa realizada por Gramsci nos Cadernos do Cárcere sobre a crítica da cultura, em particular a crítica literária. Mostra o desenvolvimento deste tema nos escritos da prisão a partir da reflexão sobre o lugar dos intelectuais italianos no contexto nacional do século 19. Evidencia duas interpretações desenvolvidas por Francesco De Sanctis e Benedetto Croce. Assinala a proposição original que o marxista sardo desenvolve para a crítica literária e cultura, tentando combinar a reflexão sobre os problemas do desenvolvimento de uma perspectiva popular para o problema da cultura e o elemento artístico.

Palavras-chave:
Classes subalternas; Intelectuais; Crítica da cultura.

Programa de Pós-Graduação em Serviço Social e Curso de Graduação em Serviço Social da Universidade Federal de Santa Catarina Universidade Federal de Santa Catarina , Centro Socioeconômico , Curso de Graduação em Serviço Social , Programa de Pós-Graduação em Serviço Social, Campus Universitário Reitor João David Ferreira Lima, 88040-900 - Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, Tel. +55 48 3721 6524 - Florianópolis - SC - Brazil
E-mail: revistakatalysis@gmail.com