Um olhar sobre a promoção da saúde e a prevenção de complicações: diferenças de contextos

Rosa Maria de Albuquerque Freire Maria José Lumini Landeiro Maria Manuela Ferreira Pereira da Silva Martins Teresa Martins Heloísa Helena Ciqueto Peres Sobre os autores

RESUMO

Objetivos:

conhecer e comparar as práticas de promoção da saúde e prevenção de complicações de enfermeiros que exercem em contexto hospitalar e em cuidados de atenção básica à saúde.

Método:

estudo descritivo, exploratório e transversal desenvolvido com 474 enfermeiros, selecionados por meio de amostragem por conveniência. Foi utilizado questionário que integrou duas categorias de enunciados descritivos de qualidade do exercício profissional dos enfermeiros. O estudo foi aprovado em comitê de ética.

Resultados:

a maioria dos enfermeiros era do sexo feminino (87,3%), com idade média de 35,5 anos. Houve mais práticas dos enfermeiros dos cuidados básicos à saúde relativamente a promoção de estilos de vida saudável (<0.001) e encaminhamento de situações problemáticas identificadas, para outros profissionais (p=0.039). Houve mais práticas dos enfermeiros do hospital relativamente a identificação dos problemas potenciais do paciente (p=0.001) e supervisão das atividades que concretizam as intervenções de enfermagem e as atividades que delegam (p=0.003).

Conclusão:

os enfermeiros realizam atividades de promoção da saúde e prevenção de complicações, porém, não de forma sistemática e as práticas profissionais diferem com relação ao contexto. Este estudo é relevante na medida em que pode promover a conscientização dos enfermeiros para a necessidade de reforçar práticas de qualidade.

Descritores:
Promoção da Saúde; Complicações; Enfermagem; Processos de Enfermagem; Assistência Centrada no Paciente

Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Av. Bandeirantes, 3900, 14040-902 Ribeirão Preto SP Brazil, Tel.: +55 (16) 3315-3451 / 3315-4407 - Ribeirão Preto - SP - Brazil
E-mail: rlae@eerp.usp.br