Aspectos históricos e sociais da halitose

Marina Sá Elias Maria das Graças Carvalho Ferriani Sobre os autores

O problema referente aos odores bucais sempre foi fator de preocupação para a sociedade e ainda hoje se mostra presente. O objetivo do presente estudo foi realizar um embasamento histórico e social sobre a halitose. Para tanto, foi feita busca sistematizada, selecionando artigos por meio da base de dados BVS (Biblioteca Virtual em Saúde) e também pesquisa em livros. O desconhecimento sobre como prevenir halitose permite a sua ocorrência, limitando a qualidade de vida. Sendo os relacionamentos sociais um dos pilares do constructo qualidade de vida, é preciso considerar a halitose como fator de interferência negativa. A educação em saúde deve ser realizada visando o equilíbrio dinâmico, envolvendo aspectos físicos e psicológicos do ser humano, assim como suas interações sociais, para que os indivíduos não se tornem quebra-cabeças de partes doentes.

halitose; história; educação em saúde


Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Av. Bandeirantes, 3900, 14040-902 Ribeirão Preto SP Brazil, Tel.: +55 (16) 3315-3451 / 3315-4407 - Ribeirão Preto - SP - Brazil
E-mail: rlae@eerp.usp.br