Alucinações táteis: aspectos conceituais e históricos

Hallucinations tactiles: aspects conceptuels et historiques

Tactile hallucinations: conceptual and historical aspects

Alucinaciones táctiles: aspectos conceptuales e históricos

Uma breve análise histórica do conceito geral de alucinação é apresentada e sugere-se que ela surgiu como a generalização injustificada de um modelo perceptual que estava destinado a ser aplicado apenas para a visão e os "sentidos de distância". Neste contexto, considera-se a evolução das alucinações táteis e explora-se sua interação com a teoria psicológica vigente no século XIX. Conclui-se que as alucinações táteis são fenômenos sui generis que não se encaixam no modelo convencional e que a identificação de seu quadro clínico baseia-se, até o momento, em critérios pouco claros. Apresenta-se uma breve revisão da sua taxonomia e utilidade diagnóstica. Algumas implicações mais amplas são delineadas, as quais podem ser relevantes para a concepção geral da alucinação.

Alucinações táteis; psicopatologia do tato; alucinações; alucinações


Associação Universitária de Pesquisa em Psicopatologia Fundamental Av. Onze de Junho, 1070, conj. 804, 04041-004 São Paulo, SP - Brasil - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: secretaria.auppf@gmail.com