Composição florística e distribuição de Orchidaceae em uma mata ciliar no Rio Grande do Sul

Floristic composition and distribution of Orchidaceae in a riparian forest in Rio Grande do Sul state

Viviane Pagnussat Klein Vivairo Zago Cristiano Roberto Buzatto Raquel Lüdtke Sobre os autores

Resumo

Matas ciliares são ambientes que apresentam condições favoráveis para o estabelecimento de Orchidaceae, no entanto, diferenças no gradiente altitudinal e alterações na conservação destes ambientes podem influenciar as espécies presentes. Objetivou-se verificar a composição florística e distribuição de Orchidaceae ocorrentes na mata ciliar do Arroio Canhada Funda em Pouso Novo, Rio Grande do Sul. Cinco pontos foram marcados ao longo do arroio em diferentes altitudes para a realização das coletas, as quais foram efetuadas utilizando-se o Método do Caminhamento. Com medidas de dissimilaridade e análise de agrupamento verificou-se a similaridade florística entre os pontos, e a relação entre riqueza e altitude foi analisada por correlação linear de Pearson. Foram inventariadas 36 espécies e 23 gêneros, sendo Gomesa (5), Acianthera (4) e Cyclopogon (4) os mais representativos. A maior diversidade foi observada em altitudes inferiores a 300 m e onde a vegetação estava mais preservada. Acredita-se que a composição e distribuição de Orchidaceae no local foi influenciada principalmente pelo gradiente altitudinal e pelas condições de conservação da mata ciliar.

Palavras-chave:
floresta ribeirinha; gradiente altitudinal; gradiente de degradação; similaridade florística

Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Rua Pacheco Leão, 915 - Jardim Botânico, 22460-030 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21)3204-2148, Fax: (55 21) 3204-2071 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rodriguesia@jbrj.gov.br