Leguminosae clado mimosoide em um fragmento de floresta estacional semidecidual do sudeste do Brasil

Leguminosae mimosoid clade in a fragmente of semideciduous seasonal forest in southeastern Brazil

Nicoll Andrea Gonzalez Escobar Edson Dias da Silva Ana Maria Goulart de Azevedo Tozzi Sobre os autores

Resumo

A floresta estacional semidecidual, fitofisionomia que revestia quase todo o interior do estado de São Paulo, está representada atualmente por apenas 5% da sua cobertura original. Este trabalho consiste no levantamento dos representantes do clado mimosoide numa das últimas áreas de vegetação contínua do estado, a Serra do Japi. Foram registradas 24 espécies distribuídas em oito gêneros, dos quais os mais diversos são Mimosa (7 spp.), Inga (6 spp.), Senegalia (5 spp.) e Anadenanthera (2 spp.). As espécies de hábito arbóreo predominam no local e a maioria dos táxons compartilha o Cerrado e a Mata Atlântica como área de ocorrência, com exceção de Inga subnuda e Senegalia grandistipula, ambas endêmicas da Mata Atlântica. Seis são endêmicas do Brasil (Abarema langsdorffii, I. subnuda., I. sessilis, Leucochloron incuriale, Mimosa furfuracea, S. grandistipula), doze são novos registros para a Serra do Japi e uma é inédita para o estado (Senegalia tucumanensis). Os principais caracteres diagnósticos para a distinção dos gêneros foram os tipos de folha e fruto, presença de nectários extraflorais e número e fusão de estames, e para as espécies, presença de glândulas em locais específicos, presença de acúleos, tricomas e estípulas, e número de folíolos.

Palavras-chave:
Fabaceae; florística; Serra do Japi; São Paulo; leguminosas; taxonomia

Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Rua Pacheco Leão, 915 - Jardim Botânico, 22460-030 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21)3204-2148, Fax: (55 21) 3204-2071 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rodriguesia@jbrj.gov.br