Rodriguésia, Volume: 59, Issue: 4, Published: 2008
  • Melastomataceae from mountain of the municipality of the Delfinópolis, Minas Gerais, Brazil Articles

    Silva, Marina Aparecida de Oliveira e; Romero, Rosana

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Um inventário florístico foi realizado entre abril de 2002 a novembro de 2003, e mais duas expedições em novembro de 2005 e outubro de 2006 nas serras do município de Delfinópolis, a sudoeste de Minas Gerais. Todos os espécimes coletados estão depositados no Herbarium Uberlandense (HUFU). As Melastomataceae são representadas por 52 espécies distribuídas em 17 gêneros. Miconia (17 spp.) é o gênero com o maior número de espécies, seguido por Microlicia (7 spp.), Leandra e Tibouchina (5 spp. cada), Svitramia (4 spp.) e Cambessedesia (3 spp.). Os gêneros Acisanthera, Chaetostoma, Clidemia, Comolia, Lavoisiera, Lithobium, Macairea, Marcetia, Ossaea, Pterolepis e Trembleya estão representados por uma espécie cada. É apresentada uma chave de identificação para as espécies, descrições, ilustrações e dados de distribuição geográfica das espécies.

    Abstract in English:

    ABSTRACT A floristic survey of the mountain ranges of the municipality Delfinópolis, located in the southwestern portion of Minas Gerais state, was carried through between April, 2002 to November, 2003 and two additional expeditions carried out in November, 2005 and October, 2006. All specimens are deposited at Herbarium Uberlandense (HUFU). The Melastomataceae are represented with 52 species distributed in 17 genera. Miconia (17 spp.) are the genera with the largest number of species followed by Microlicia (7 spp.), Leandra and Tibouchina (5 spp. each), Svitramia (4 spp.) and Cambessedesia (3 spp.). The genera Acisanthera, Chaetostoma, Clidemia, Comolia, Lavoisiera, Lithobium, Macairea, Marcetia, Ossaea, Pterolepis and Trembleya are represented by a single species each. Key to the species, descriptions, illustrations, distribution are given.
  • Seed rain in an area of Caatinga vegetation in Pernambuco State Articles

    Lima, Aurenívia Bonifácio de; Rodal, Maria Jesus Nogueira; Silva, Ana Carolina Borges Lins e

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este estudo descreve a composição e a densidade da chuva de sementes em um hectare de vegetação de Caatinga. Quarenta coletores de semente, de 0,25 m2 cada, foram instalados e visitados mensalmente por um ano. Foram depositadas 76 sementes/m2 e 26 espécies. Os indivíduos de Tillandsia spp. (Bromeliaceae) contribuíram com a maioria (49%) das sementes. Não houve correlação estatística entre a densidade de deposição de sementes e a precipitação mensal. A autocoria prevaleceu nas sementes de plantas lenhosas (árvores e arbustos).

    Abstract in English:

    ABSTRACT The current study describes the composition and density of seed rain in one hectare of Caatinga vegetation. Forty seed traps of 0.25 m2 each were set, and visited monthly during one year. Were sampled 76 seeds m2 and 26 species. Tillandsia spp. (Bromeliaceae) contributed with the majority (49%) of seed deposition. There was no significative correlation between density of deposition of seeds and precipitation monthly. The seeds of woody plants (tree and bushes) were preferentially autochoric.
  • Composition, biological spectrum and dispersal syndromes of the vegetation of an Inselberg in the domain of caatinga, Ceará Articles

    Araújo, Francisca Soares; Oliveira, Rosilane Ferreira; Lima-Verde, Luiz Wilson

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Comunidades de plantas sobre afloramentos rochosos no semi-árido brasileiro ainda são pouco conhecidas para a ciência. O município de Quixadá, no semi-árido cearense, destaca-se pela grande concentração de elevações de ilhas rochosas. Este estudo tem por objetivos levantar e analisar a composição, o espectro biológico e as síndromes de dispersão das espécies que ocorrem em um inselbergue no município de Quixadá, Ceará, e a similaridade florística deste com as espécies da vegetação circundante. Em 2000, foram realizadas coletas mensais de espécies e classificadas quanto às formas de vida e síndromes de dispersão em uma área situada a 4º 57'S e 39º 01'W e 270 m de altitude. A similaridade da flora com o entorno foi analisada através do índice de Jaccard. Foram inventariadas 77 espécies, 66 gêneros e 36 famílias. As porcentagens do espectro biológico foram: terófitos (44,2), fanerófitos (24,7), caméfitos (14,6), hemicriptófitos (13,4), geófitos (2,6) e aerófitos (1,2) e as do espectro de dispersão: anemocoria (49), autocoria (35) e zoocoria (16). A similaridade com flora do entorno foi de 13% (21 espécies), demonstrando que a caatinga local é a potencial fonte de propágulos. Os terófitos são as formas de vida dominante nos inselbergues de regiões áridas e semiáridas, cuja flora também é predominantemente dispersa por fatores abióticos, principalmente o vento. Assim, este estudo confirma o padrão esperado para os atributos síndromes de dispersão e espectro biológico da vegetação sob climas áridos e semi-áridos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Plant communities on rock outcrops in brazilian semiarid are still largely unknown to science. The country Quixadá, in the semiarid of the state of Ceará, is distinguished by the great concentration of rock outcrops. This study aims to know the composition, the life-form and the strategies of dispersal of the species in an inselberg the country of Quixadá and the similarity with surrounding caatinga. In the 2000 year, monthly collects of the flora were carried out and the life-forms and dispersal syndromes were classified in an area situated on 4° 57' S and 39° 01' W, 270 m. a.s.l. The similarity of the flora of the surrounding was analyzed through the Jaccard index. Seventy-seven species, 66 genera and 36 families had been inventoried. The percentages of the life-form spectrum and the dispersal spectrum represented were: therophytes (44,2), phanerophytes (24,7), chamaephytes (14,6), hemicryptophytes (13,4), geophytes (2,6), aerophytes (1,2) and anemocoric (49), autocoric (35) and zoocoric (16). The similarity with the flora of the caatinga surrounding was 13% (21 species), what it demonstrated that the vegetation surrounding is the main source of propagules. The therophytes are the dominant life-form in inselbergs of semi-arid regions, whose flora also is predominantly dispersed for abiotic factors, mainly the wind. This study confirms the expected patterns about dispersal and life-form spectrum of the arid and semiarid vegetation.
  • Structural and ultrastructural organization of the vegetative cells and plurilocular structure of Hincksia mitchlelliae (Harvey) P. C. Silva (Ectocarpales, Phaeophyceae) Articles

    Ouriques, Luciane C.; Bouzon, Zenilda L.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O presente estudo tem por objetivo contribuir para o estudo de caracteres sub-celulares que poderão ser utilizados na taxonomia das Phaeophyceae filamentosas, fornecendo dados sobre a estrutura e ultra-estrutura das células vegetativas e do estágio reprodutivo plurilocular de H. mitchelliae. Para tanto, estudos de microscopia de luz e eletrônica de transmissão foram realizados. As células vegetativas e reprodutivas de H. mitchelliae são uninucleadas, revestidas por uma parede celulósica, outros polissacarídeos e proteínas. A presença de um núcleo por célula, a organização dos tilacóides nos cloroplastos, formando bandas com três tilacóides, dispostos longitudinalmente ao eixo maior da organela e ausência de tilacóide no pirenóide foram similares a outras Phaeophyceae. H. mitchelliae também exibiu características ultra-estruturais que estão geralmente associadas a outras espécies, de ordens menos avançadas de Phaeophyceae como a presença de um proeminente pirenóide, dictiossomos perinucleares e plasmodesmos. A morfologia e a organização dos cloroplastos, bem como a presença ou ausência de pirenóide são características importantes dentro das Phaeophyceae. A formação de um novo pirenóide, em estágio de diferenciação, foi observada nos cloroplastos das células vegetativas. Ambas as células apresentaram núcleo com um grande nucléolo, sugerindo uma alta atividade metabólica. Muitos corpos osmiofílicos, os fisóides, foram vistos no citoplasma das células vegetativas e reprodutivas. As células da estrutura plurilocular madura de H. mitchelliae diferiram das células vegetativas por apresentar tamanho reduzido, citoplasma denso e desprovidas de vacúolos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This study aims to contribute to the suty of sub-cellular characters that may be used in the taxonomy of filamentous Phaeophyceae. Studies of light and electron microscopy transmission provided data on the structure and ultrastructure of the cells in the vegetative stage and plurilocular reproductive structures of H. mitchelliae. Vegetative and reproductive cells of H. mitchelliae are uni-nucleated, coated with a cellulose wall, other polysaccharides and proteins. The presence of a single nucleus, organization of thylakoids in the chloroplasts forming three thylakoids per band, longitudinally arranged at the major axis of the organelles, and absence of thylakoids in the pyrenoid are similar to those of other Phaeophyceae. H mitchelliae also exhibits ultrastructural characteristics that are generally associated with other species from less advanced orders of Phaeophyceae: the presence of a prominent pyrenoid, perinuclear dictyosomes and plasmodesmatas. The morphology and the organization of chloroplasts as well the presence or absence of pyrenoid are important features in the Phaeophyceae. The formation of a new pyrenoid during differentiation periods was observed in chloroplasts of vegetative cells. Both cells presented a nucleus with a large nucleolus, suggesting an intense metabolic activity. Many osmiophilic bodies called physodes were observed in the cytoplasm of the vegetative and reproductive cells. Cells of matured plurilocular structure of H. mitchelliae differed from vegetative cells due to its reduced size, dense cytoplasm, and absence of vacuoles.
  • Asteraceae from EPDA-Galheiro, Perdizes, Minas Gerais, Brazil Articles

    Hattori, Eric Koiti Okiyama; Nakajima, Jimi Naoki

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO A família Asteraceae é uma das maiores famílias de Angiospermas, com cerca de 1.600 gêneros e 25.000 espécies aproximadamente. Para o estado de Minas Gerais, os únicos estudos com a família como um todo são os levantamentos realizados na Serra do Cipó, na Serra da Canastra, e em Grão-Mogol. O objetivo do presente estudo é o de apresentar as espécies de Asteraceae ocorrentes na Estação de Pesquisa e Desenvolvimento Ambiental Galheiro, Perdizes. Foram realizadas coletas mensais nesta estação, entre maio de 2002 e abril de 2004. O tratamento taxonômico inclui uma chave de identificação, descrições das espécies e comentários sobre distribuição geográfica, hábitat e características diagnósticas. Para os gêneros Eupatorium e Vernonia foram utilizados os conceitos tradicionais de classificação, uma vez que as novas propostas de classificação ainda necessitam de estudos taxonômicos mais aprofundados, particularmente para os táxons brasileiros. Foram encontradas 107 espécies em 34 gêneros. Os gêneros mais representativos foram Vernonia (24 spp.), Eupatorium (19 spp.), Mikania (10 spp.) e Baccharis (8 spp.). As espécies encontradas na área de estudo ocorrem principalmente nas formações campestres, o que explica a existência de aproximadamente 75% (81 de 107) das espécies encontradas na área de estudo em comum com a lista compilada da família para a flora do Cerrado.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The Asteraceae is one of the largest families of Angiosperms, with approximately 1600 genera and 25000 species. In Minas Gerais State there are few studies of the whole family, such as the surveys of the Serra do Cipó, Serra da Canastra and Grão-Mogol. The objective of this study is to present an account of the species of Asteraceae in Estação de Pesquisa e Desenvolvimento Ambiental-Galheiro, Perdizes, MG. The survey was carried out between May 2002 and April 2004. The taxonomic treatment provides a identification key and descriptions of each species, followed by comments on their distribution, habitat and diagnostic characteristics. Eupatorium and Vernonia were treated using the traditional classification, once the current proposals still need further development particularly concerning the Brazilian taxa. A total of 107 species were collected belonging to 34 genera. The most representative genera were Vernonia (24 spp.), Eupatorium (19 spp.), Mikania (10 spp.) and Baccharis (8 spp.). The species found within the studied area are mainly representatives from open, savana-like vegetation, resulting in an overlap of approx. 75% (81 out of 107 species) with a compiled list for the Cerrado flora.
  • Effects of pH, temperature and light intensity on spore germination and growth analysis of young sporophytes of Polypodium lepidopteris (Pteridophyta, Polypodiaceae) Articles

    Viviani, Daniela; Randi, Áurea Maria

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Polypodium lepidopteris é uma pteridófita terrestre que ocorre nas restingas e que apresenta propriedades medicinais. Este trabalho analisou o efeito de pH, temperatura e níveis de luz na germinação de esporos e a taxa de crescimento relativo (TCR) de esporófitos jovens de P. lepidopteris. Frondes férteis foram coletadas em Florianópolis, SC, Brasil. O efeito do pH (4,0 a 6,7) na germinabilidade de esporos foi analisado em sala de cultivo a 25 ± 2ºC (22 mmol m-2s-1) sob fotoperíodo de 16 horas. Não houve diferença estatisticamente significativa entre os tratamentos. Diferentes temperaturas foram testadas (20, 25 e 30ºC) em câmara de germinação (17 mmol m-2s-1) sob fotoperíodo de 16 horas. A germinação foi inibida a 30ºC. O efeito de diferentes níveis de luz natural (54, 38, 22 e 8%) foi analisado. As maiores porcentagens de germinação ocorreram a 22 e 8% de luz natural. A análise de crescimento dos esporófitos jovens mostra diferença significativa entre número de frondes e altura da maior fronde avaliados no tempo 1 (283 dias de inoculação de esporos) e no tempo 2 (343 dias de inoculação de esporos). Esporófitos de P. lepidopteris produziram 1,33 ± 0,09 frondes por mês. A TCR (taxa de crescimento relativo) foi de 0,15 ± 0,009 cm cm-1mês.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Polypodium lepidopteris is a terrestrial fern from coastal vegetation, and is used as medicinal. This work analyzed the effects of pH, temperature and light levels on the spore germination and the relative growth rate (RGR) of young sporophytes. Fertile fronds were collected in Florianópolis, SC, Brazil. The effect of pH (4.0 to 6.7) on spore germinability was observed in a growing room at 25 ± 2ºC (22 mmol m-2s-1) under a 16h photoperiod. No statistical differences between treatments were found. The effect of different temperatures on the germinability was analyzed (20, 25 and 30ºC). The test was carried out in a germination chamber (17 mmol m-2s-1) under a 16h photoperiod. The germination was inhibited at 30ºC. The effect of natural light levels (54, 38, 22 and 8%) was analyzed. The highest germination percentages were verified at 22 and 8% of natural light. The growth analyses show statistical differences in the number of fronds and height of the longest frond between time 1 (283 days of spore inoculation) and time 2 (343 days of spore inoculation). Sporophytes of P. lepidopteris produced 1.33 ± 0.09 fronds per month. The RGR (relative growth rate) was 0.15 ± 0,009 cm cm-1month-1.
  • A new species of Begonia (Begoniaceae) from the Atlantic Forest of Espírito Santo, Brazil Articles

    Kollmann, Ludovic Jean Charles; Fontana, André Paviotti

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Begonia mysteriosa L.Kollmann & A.P.Fontana, uma nova espécie de Begonia da seção Knesebeckia, proveniente do município de São Roque do Canaã, Espírito Santo, Brasil, é descrita e ilustrada. Essa nova espécie é próxima de Begonia barckleyana L.B.Sm., seção Knesebeckia, da qual pode ser diferenciada pelo formato da folha, tamanho das estípulas, estigma com mais de duas ramificações e flores pistiladas com 6 tépalas. São fornecidos descrição, diagnose, ilustração e comentários sobre a sua distribuição geográfica.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Begonia mysteriosa L.Kollmann & A.P.Fontana, a new species known only from the municipality of São Roque do Canaã in the Atlantic Forest of the state of Espírito Santo, Brazil, is described and illustrated. This new species is probably related to Begonia barckleyana L.B.Sm., section Knesebeckia, from which it differs by its leaf shape, stipule size, stigma more than two branches and pistillate flowers with six tepals. Description, diagnose, illustration and comments about the geographic distribution are provided.
  • Synopsis of Pilotrichaceae (Bryophyta) from Brasil Articles

    Vaz-Imbassahy, Thaís de Freitas; Imbassahy, Caio Amitrano de Alencar; Costa, Denise Pinheiro da

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO A família Pilotrichaceae no Brasil apresenta 11 gêneros e 51 espécies, ocorre principalmente nos biomas Mata Atlântica e Amazônia, com maior riqueza de espécies concentradas nas Regiões Sudeste e Sul. Trinta e quatro táxons são neotropicais e 10 endêmicos do Brasil. Quatro táxons são considerados Vulneráveis, um Em Perigo e dois Criticamente em Perigo no país. Neste estudo foram aceitos os vinte oito sinônimos recentemente realizados no tratamento para o estado do Rio de Janeiro e nas revisões dos gêneros Lepidopilum e Hypnella. Foram estudados materiais tipos de seis espécies. É apresentada uma chave para gêneros e espécies, e para cada táxom são fornecidas informação sobre o tipo, material examinado, distribuição geográfica no Brasil e no mundo, substrato, variação altitudinal, status de conservação dos táxons no país e comentários taxonômicos quando necessários. São apresentadas ao final do trabalho três listas, uma de sinônimos e duas de táxons excluídos. São fornecidas também ilustrações para aqueles táxons que representam novos registros ou que se encontram ameaçados no país ou que não possuem ilustrações. Este estudo permitiu uma redução de 20% do número total de táxons citados para o Brasil.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The Pilotrichaceae is represented in Brazil by 11 genera and 51 species, occurring mainly in the Atlantic Rain Forest and Amazonia, with the highest richness found in southeastern and southern Brazil. Thirty-four species are neotropical and 10 are endemic to Brazil. Four species are considered vulnerable, one endangered and two critically endangered. In this study 28 synonyms recently reduced in the treatment for Rio de Janeiro state and the taxonomic revisions of Lepidopilum e Hypnella are accepted. Type material of six species were studied. A key for the genera and species is provided, and for each species the following information is given; types, material examined, distributional range, substrate, altitudinal range, conservation status in the country and, when necessary, taxonomic comments. Following the taxonomic treatment three lists are presented, one with synonyms and two with excluded taxa. Illustrations are provided for those species that represents new records, considered threatened or those with no illustrations. This study reduced by 20% the total number of taxa cited previously for Brazil.
  • "Restinga" species known by the Pântano do Sul local community, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil Articles

    Melo, Sara; Lacerda, Victoria Duarte; Hanazaki, Natalia

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O objetivo deste trabalho foi efetuar um estudo etnobotânico com ênfase em espécies de restinga, um ambiente frágil e ameaçado pela expansão urbana. O estudo foi realizado na comunidade do Pântano do Sul (Florianópolis, SC, Brasil), bairro com traços da cultura açoriana trazida por imigrantes das ilhas dos Açores durante o século 18. Foram utilizadas duas metodologias: entrevistas através de check list e entrevistas com informantes-chave em turnês guiadas. Na primeira foram realizadas 43 entrevistas com moradores selecionados ao acaso, compreendendo cerca de 20% das residências do bairro, sendo entrevistado um morador por residência, nas quais foram efetuadas perguntas sobre o conhecimento sobre 10 espécies previamente selecionadas. A segunda foi realizada através de listagem livre de espécies, percorrendo-se uma trilha na restinga, com cinco entrevistados separadamente; foram relacionados 69 nomes populares, 47 gêneros e 39 espécies identificadas, distribuídas em 31 famílias. As três categorias de uso mais citadas nas duas metodologias foram: medicinal, seguida por alimentar e artesanal. Verificou-se que a comunidade tem conhecimento sobre a utilização das plantas de restinga e que este conhecimento está concentrado principalmente entre as pessoas mais idosas.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This paper aims the study of the ethnobotany of 'restinga' species, a coastal sand dune vegetation endangered by urban expansion. The studied area was the Pântano do Sul community (Florianópolis, SC, Brazil), which was influenced by Azorean immigrants who settled down in the 18th century. Two methods have been used: checklist interviews, and key informer interviews during restinga trails. In the the first one, there were 43 randomly selected inhabitants (about 20% of the area residences). One inhabitant per residence was interviewed regarding knowledge on 10 previously selected species. The second one involved a free listing of known species, during a 'restinga' trail with 5 selected interviewees; they reported 69 popular names, 47 genera, and 39 identified species, distributed in 31 families. The three most cited used categories in both methods were for medicinal, feeding, and handicraft purposes. This research found that this community has knowledge on restinga plant use, mostly among the community elders.
  • Family Myrsinaceae in the Maciço da Tijuca and vegetation adjacent to the Jardim Botânico do Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Freitas, Maria de Fátima; Carrijo, Tatiana Tavares

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Myrsinaceae está representada no Brasil pelos gêneros Ardisia, Cybianthus, Myrsine e Stylogyne. Como parte dos estudos para a flora do estado do Rio de Janeiro, o presente trabalho apresenta o levantamento das espécies de Myrsinaceae ocorrentes nos contrafores do Maciço da Tijuca, incluindo os trechos de floresta urbana adjacentes ao Jardim Botânico do Rio de Janeiro. São descritas e ilustradas as seguintes espécies: Ardisia compressa, A. humilis, A. solanacea, Cybianthus cuneifolius, Myrsine coriacea, M. guianensis, M. hermogenesii, M. umbellata, M. venosa, Stylogyne depauperata e S. laevigata.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The Myrsinaceae are represented in Brazil by the following genera: Ardisia, Cybianthus, Myrsine and Stylogyne. As part of the studies for the flora of the state of Rio de Janeiro, this work presents the species of Myrsinaceae which occurs in the Maciço da Tijuca and vegetation adjacent to Rio Botanical Garden. The species described and illustrated are: Ardisia compressa, A. humilis, A. solanacea, Cybianthus cuneifolius, Myrsine coriacea, M. guianensis, M. hermogenesii, M. umbellata, M. venosa, Stylogyne depauperata and S. laevigata.
  • Two new species of Anthurium (Araceae) endemic to the coast of São Paulo, Brazil Articles

    Coelho, Marcus A. Nadruz; Catharino, Eduardo Luís Martins

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Duas espécies novas do gênero Anthurium (seção Urospadix) são descritas para o litoral do estado de São Paulo. Anthurium alcatrazense é endêmica da Ilha de Alcatrazes (Estação Ecológica Tupinambás), município de São Sebastião, e pertence à subseção Obscureviridia. Anthurium navicularis pertence à subseção Flavescentiviridia, sendo endêmica da Estação Ecológica Juréia-Itatins, município de Peruíbe. Ambas ocorrem no bioma Mata Atlântica, em áreas rochosas litorâneas. São fornecidas diagnoses, ilustrações e comentários sobre distribuição geográfica, ecologia, fenologia e estado de conservação das espécies.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Two new species of the genus Anthurium (section Urospadix) from the coast of the state of São Paulo are described. Anthurium alcatrazense is endemic to the island of Alcatrazes (Ecological Station Tupinambás), municipality of São Sebastião, and belongs to the subsection Obscureviridia. Anthurium navicularis belongs to subsection Flavescentiviridia and is endemic to the Ecological Station Juréia-Itatins, municipality of Peruíbe. The two species occur in the Atlantic forest biome, in rocky coastal areas. Diagnoses, illustrations, and comments on the geographical distribution, ecology, phenology, and conservation status are provided for both species.
  • Phenology and floral biology of Neoglaziovia variegata (Bromeliaceae) in the Paraíba State's 'caatinga' Articles

    Pereira, Flavio Robson de Lemos; Quirino, Zelma Glebya Maciel

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Este trabalho tem como objetivo conhecer o padrão fenológico e a biologia floral de N. variegata. Foram realizadas observações em três populações na fazenda Aragão, município de Campina Grande, PB, no período de maio/ de 2004 a abril de 2005. Foram registrados dados de intensidade e duração das fenofases brotamento, floração e frutificação, e a morfologia das flores, seqüência e duração da antese, concentração e volume de néctar. O comportamento dos visitantes foi descrito através de observações diretas no campo. Neoglaziovia variegata possui flores autocompatíveis e a estratégia de floração é do tipo explosiva. O volume de néctar acumulado foi de 5µl, com concentração média de açúcares de 39%. O beija-flor Chlorostilbon aureoventris foi considerado o polinizador efetivo desta espécie. A ornitofilia em Bromeliaceae tem sido interpretada como possível mecanismo de evolução paralela entre bromélias e beija-flores. Neoglaziovia variegata caracteriza-se como mais um exemplo desta estreita relação.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This study subject to investigate the phenological patterns and floral biology of N. variegate. Observations were accomplished in three populations in Fazenda Aragão, Campina Grande, PB, since May/2004 until April/ 2005. They had been registered data about intensity and duration of phenophases, leaf flushing, flowering and fruiting, and flower morphology, sequence and anthesis duration, concentration and nectar volume. The visitor's behavior was described through direct observations in the field. Neoglaziovia variegata has selfcompatible flowers and the flowering strategy is explosive. The accumulated nectar volume was 5µl, and the concentration is 39%. Chlorostilbon aureoventris is considered effective pollinator specie. The ornitophilous in Bromeliaceae has been possible interpreted as mechanism of parallel evolution between Bromeliaceae and hummingbirds. Neoglaziovia variegata is characterized as one more example of this narrow relationship.
  • Ferns of the Ecological Station of Panga, Uberlândia, Minas Gerais State, Brazil: Anemiaceae, Aspleniaceae, Cyatheaceae and Lygodiaceae Articles

    Arantes, Adriana A.; Prado, Jefferson; Ranal, Marli A.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO O presente trabalho apresenta o levantamento das famílias Anemiaceae, Aspleniaceae, Cyatheaceae e Lygodiaceae da Estação Ecológica do Panga e traz o tratamento taxonômico de suas espécies. A Estação Ecológica do Panga abrange 409,5 ha e está situada a 30 km ao sul de Uberlândia, MG, entre as coordenadas 19º09'20"-19º11'10" S e 48º23'20"-48º24'35" W, entre 740-840 m de altitude. A área apresenta grande importância ecológica por ser uma das poucas formações de vegetação natural da região e por possuir diferentes fisionomias do bioma Cerrado, como campestres, savânicas e florestais. São tratadas neste artigo quatro famílias e oito espécies. São apresentadas chaves para as famílias, bem como ilustrações, distribuição geográfica e comentários dos táxons.

    Abstract in English:

    ABSTRACT This paper is a floristic survey of the families Anemiaceae, Aspleniaceae, Cyatheaceae, and Lygodiaceae of the Ecological Station of Panga, and provides the taxonomic treatment for its species. The Ecological Station of Panga covers an area of 409.5 ha, and is located about 30 km to the South of Uberlândia, Minas Gerais State, Brazil, between the geographical coordinates 19º09'20"-19º11'10" S and 48º23'20"-48º24'35" W, at 740-840 m altitude. The area represents a good remnant of the natural vegetation of the region, presenting different savanna and forest physiognomies. We present here the taxonomic treatments for four families and eight species. Identification keys, descriptions, illustrations of diagnostics characters of the families and species, geographical distribution, and comments are presented.
  • Floristic composition and distribution of vascular epiphytes in an altered fragment of Seasonal Semideciduous Forest in Paraná State, Brazil Articles

    Dettke, Greta Aline; Orfrini, Andréa Cristina; Milaneze-Gutierre, Maria Auxiliadora

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Estudos em várias regiões do globo têm demonstrado que a abundância, riqueza e estrutura das comunidades de epífitas vasculares, importantes elementos das florestas tropicais, mostram relevantes modificações de acordo com o grau de interferência sobre a estrutura das florestas. Este estudo teve como objetivo o levantamento e análise da distribuição da flora epifítica vascular do Parque do Ingá (Maringá, PR), verificando a existência de mudanças nesta sinúsia em zonas alteradas ao longo do fragmento estudado. Foram registradas 29 espécies de epífitas vasculares, representadas pelas famílias Bromeliaceae (7), Cactaceae (6), Polypodiaceae (4), Viscaceae (4), Orchidaceae (3), Araceae (2), Piperaceae (2) e Commelinaceae (1). A maioria das espécies são epífitas verdadeiras e as síndromes de dispersão predominantes são a endozoocoria e anemocoria. Em estudo quantitativo, foram amostradas 22 espécies, sendo as famílias mais importantes, quanto ao valor de importância epifítico, Polypodiaceae, Cactaceae e Bromeliaceae, ocupando preferencialmente o fuste alto e a copa. O índice de diversidade de Shannon para o Parque do Ingá foi de 1,106. Nas áreas de zoneamento do Parque há uma distribuição diferenciada das espécies epifíticas, de acordo com a umidade e oferta de luminosidade e nas áreas com maior impacto antrópico a riqueza de espécies foi menor, confirmando estudos anteriores em outras regiões de florestas tropicais.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Studies in several areas of the world have been demonstrating that important elements of tropical forests like vascular epiphytes show relevant modifications according to the degree of interference on the structure of the forests. This study aims to rise and analyze the distribution of the vascular epiphytes of the Parque do Ingá (Maringá, PR) as well as to verify the existence of changes in this plant group in altered areas along the fragment. In qualitative study, 29 species of vascular epiphytes were registered, belonging to the families Bromeliaceae (7), Cactaceae (6), Polypodiaceae (4), Viscaceae (4), Orchidaceae (3), Araceae (2), Piperaceae (2) and Commelinaceae (1). Most of the species is holoepiphytes and the anemochory and endozoochory are predominant dispersion syndromes. In quantitative study, 22 species were showed. Considering the value of epiphytic importance, the most important families are Polypodiaceae, Cactaceae and Bromeliaceae. They occupy preferentially loud trunk and the top trees. The Shannon diversity index for the Parque do Ingá was of 1,106. In the zoning areas of the park there is a differentiated distribution of the epiphytic species, according to humidity and offer of light and in the areas with larger antropic impact the richness of species was low, confirming previous studies in other areas of tropical forests.
  • Palynotaxonomic study of southeastern Brazilian species of Schefflera (Araliaceae) Articles

    Fiaschi, Pedro; Cruz-Barros, Maria Amelia Vitorino da; Correa, Angela Maria da Silva

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Foi estudada a morfologia dos grãos de pólen de 18 espécies de Schefflera ocorrentes na Região Sudeste do Brasil: S. angustissima, S. calva, S. capixaba, S. cordata, S. fruticosa, S. gardneri, S. glaziovii, S. longipetiolata, S. lucumoides, S. macrocarpa, S. malmei, S. morototoni, S. selloi, S. spruceana, S. succinea, S. villosissima, S. vinosa e Schefflera aff. varisiana. Os grãos de pólen estudados são geralmente médios, raramente pequenos, com âmbito triangular a subtriangular, anguloaperturados, oblato-esferoidais a prolato-esferoidais, 3colporados, exina reticulada heterobrocada ou rugulado-reticulada. Relações filogenéticas entre algumas das espécies estudadas são discutidas com base nos resultados obtidos.

    Abstract in English:

    ABSTRACT Morphological studies of the pollen grains of 18 species of Schefflera from Southeastern Brazil were carried out: S. angustissima, S. calva, S. capixaba, S. cordata, S. fruticosa, S. gardneri, S. glaziovii, S. longipetiolata, S. lucumoides, S. macrocarpa, S. malmei, S. morototoni, S. selloi, S. spruceana, S. succinea, S. villosissima, S. vinosa e Schefflera aff. varisiana. The pollen grains analysed are medium, rarely small, with triangular to subtriangular amb, anguloaperturate, oblate spheroidal to prolate spheroidal, 3-colporate, and reticulate heterobrochate or rugulate-reticulate ornamentation. Phylogenetic relationships among some of the studied species are discussed based on the obtained results.
  • Henriettea and Henriettella (Melastomataceae; Miconieae) in Rio de Janeiro State, Brazil Articles

    Silva, Kelly Cristina da; Baumgratz, José Fernando A.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO É apresentado o tratamento taxonômico dos gêneros Henriettea e Henriettella na flora do estado do Rio de Janeiro. Cada gênero está representado por uma só espécie: Henriettea saldanhaei e Henriettella glabra, Os dois táxons ocorrem em floresta atlântica. Apresenta-se uma chave para identificação dos gêneros que integram a tribo Miconieae e as espécies estudadas, além de descrições, ilustrações, dados de distribuição geográfica e comentários sobre particularidades nomenclaturais e morfológicas. São propostos três lectótipos e Henriettea glazioviana, H. glazioviana var. verruculosa e Henriettella glazioviana são sinonimizadas. Registra-se a nova ocorrência de Henriettea saladanhaei e Henriettella glabra no estado do Espírito Santo.

    Abstract in English:

    ABSTRACT A taxonomic study of the genera Henriettea and Henriettella in the flora of Rio de Janeiro State is presented. Each genera is represented by only one species - Henriettea saldanhaei and Henriettella glabra, that are found in the Atlantic forest. A key to identify the genera of the tribe Miconieae and the species studied is presented, as well as descriptions, illustrations, geographical distribution data and comments about nomenclatural and morphological particularities are provided. Three lectotypes are proposed and Henriettea glazioviana, H. glazioviana var. verruculosa and Henriettella glazioviana are accepted as synonyms. The occurrence of Henriettea saladanhaei and Henriettella glabra to the Espírito Santo State is pointed out for the first time.
  • Meriania (Melastomataceae) in Rio de Janeiro, Brazil Articles

    Chiavegatto, Berenice; Baumgratz, José Fernando A.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO Apresenta-se o estudo taxonômico do gênero Meriania no Rio de Janeiro, com chave para identificação das espécies, descrições, ilustrações e comentários sobre distribuição geográfica e afinidades, bem como novos sinônimos. O gênero está representado por oito espécies, todas encontradas em formações de mata atlântica de altitude: M. claussenii, M. excelsa, M. glabra, M. glazioviana, M. longipes, M. paniculata, M. robusta e Meriania sp., uma nova espécie recentemente coletada no sul do estado. Excetuando-se M. claussenii, M. glabra e M. paniculata, as demais são endêmicas do Rio de Janeiro. Características do indumento, das folhas e das inflorescências se mostram como as mais diagnósticas para o reconhecimento das espécies.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The taxonomic study of the genus Meriania in the flora of Rio de Janeiro state is presented. An identification key, morphological descriptions, affinities, geographical distribution and illustrations are presented, as well as new synonymous. The eight species occur in altitudinal Atlantic forest: M. claussenii, M. excelsa, M. glabra, M. glazioviana, M. longipes, M. paniculata, M. robusta and Meriania sp., a new species recently collected in the south of the state. Except for M. claussenii, M. glabra and M. paniculata, all of them are endemic of Rio de Janeiro. Characters related to the leaves, indumentums and inflorescences have shown as diagnostics for the recognition of the species.
  • Morpho-anatomy of Brazilian species of Oxypetalum (Asclepiadoideae-Apocynaceae) Articles

    Silva, Nilda Marquete F.; Valente, Maria da Conceição; Pereira, Jorge Fontella; Amado Filho, Gilberto Menezes; Andrade, Leonardo R.

    Abstract in Portuguese:

    RESUMO É apresentado o estudo morfoanatômico dos 25 táxons do gênero Oxypetalum, que reúne cerca de 130 espécies distribuídas na América Central e América do Sul. O presente trabalho apresenta a morfologia externa da flor juntamente com aspectos anatômicos, sob microscopia óptica e microscopia eletrônica de varredura (MEV). Presença de feixes bicolaterais, idioblastos cristalíferos e, nas regiões intersepalares, de coléteres são assinaladas. A corona consiste de cinco segmentos parenquimatosos vascularizados ou não. No que concerne ao estabelecimento dos transladores (retináculo e caudículas), verifica-se que são formados pela substância viscosa exsudada pelas células secretoras que revestem a cabeça estilar. Esses resultados possibilitam uma melhor compreensão das características florais e reconhecimento dos táxons dentro do gênero, principalmente a partir das variações observadas na corona, polinários e apêndices estilares.

    Abstract in English:

    ABSTRACT The morphoanatomical studies in 25 taxa of Oxypetalum are presented. The genus comprises about 130 species distributed in Central and South America. The external morphology of the flower was studied together with the anatomic and SEM analysis, to provide better understanding of these organs. The presence of bicollateral bundles, crystalliferous idioblasts and sepals with colleter was observed. The corona consists of five parenchymatous lobes with or without vascularization. The translators (retinaculum and caudicula) are formed from a viscous exsudate of the secretory cells which cover the stylar head. These results enhance the understanding of the floral characteristics and can be used towards the identification of the taxa within the genus, mainly considering the distinct morphology of corona, pollinaria and style appendage.
Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Rua Pacheco Leão, 915 - Jardim Botânico, 22460-030 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21)3204-2148, Fax: (55 21) 3204-2071 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rodriguesia@jbrj.gov.br