Rodriguésia, Volume: 65, Issue: 4, Published: 2014
  • Floristic and Forest Inventory of Santa Catarina: species of evergreen rainforest Original Papers

    Gasper, André Luís de; Uhlmann, Alexandre; Sevegnani, Lucia; Meyer, Leila; Lingner, Débora Vanessa; Verdi, Marcio; Stival-Santos, Anita; Sobral, Marcos; Vibrans, Alexander Christian

    Abstract in Portuguese:

    O presente trabalho objetivou apresentar a lista de espécies da floresta pluvial subtropical (Floresta Ombrófila Densa) em Santa Catarina, com base em 202 unidades amostrais implantadas pelo Inventário Florístico Florestal de Santa Catarina para estudo do componente arbóreo-arbustivo e da regeneração, além de coletas florísticas externas às unidades amostrais. Foram registradas 1.473espécies, 19,0% das espécies citadas para esta tipologia florestal no Brasil, dentre estas três gimnospermas e 1.470 angiospermas. As famílias mais ricas em espécies foram: Orchidaceae (143 espécies), Myrtaceae (142), Asteraceae (98), Melastomataceae (86), Fabaceae (78), Rubiaceae (65), Solanaceae (61), Bromeliaceae (57), Piperaceae (56) e Lauraceae (52). Entre as espécies registradas, oito constam na Lista Oficial das Espécies da Flora Brasileira Ameaçadas de Extinção: Aechmea blumenavii, Araucaria angustifolia, Billbergia alfonsijoannis, Euterpe edulis, Heliconia farinosa, Ocotea catharinensis, O. odorifera e O. porosa.

    Abstract in English:

    This study presents the list of species of Evergreen Rainforest in Santa Catarina, based on 202 sample units established by the Floristic and Forest Inventory of Santa Catarina, in order to study the tree/shrub component and regeneration in addition to a floristic survey outside the sample units. We recorded 1,473 species: three gymnosperms and 1,470 angiosperms, that totalize 19% of all species quoted for this Brazilian forest type. The most species-rich families were Orchidaceae (143 species), Myrtaceae (142), Asteraceae (98), Melastomataceae (86), Fabaceae (78), Rubiaceae (65), Solanaceae (61), Bromeliaceae (57), Piperaceae (56), and Lauraceae (52). Among them are eight species listed in the Official List of Endangered Species of the Brazilian Flora: Aechmea blumenavii, Araucaria angustifolia, Billbergia alfonsijoannis, Euterpe edulis, Heliconia farinosa, Ocotea catharinensis, O. odorifera and, O. porosa.
  • Tree structure and diversity in a secondary Semideciduous Seasonal Forest in the Juiz de Fora Federal University Botanical Garden Artigos Originais

    Brito, Pablo Salles de; Carvalho, Fabrício Alvim

    Abstract in Portuguese:

    Este estudo avaliou a estrutura e diversidade da comunidade arbórea da Floresta Estacional Semidecidual secundária no Jardim Botânico da UFJF (Juiz de Fora, MG). As árvores (DAP 5 cm) foram amostradas em 25 parcelas aleatórias de 20 × 20 m. Foram amostrados 2.535 indivíduos, sendo 385 mortos em pé e 2.150 indivíduos vivos, pertencentes a 105 espécies e 39 famílias. Como reflexo da forte dominância ecológica, o valor do índice de diversidade de espécies de Shannon (H' = 3,30 nats.ind-1) foi baixo em comparação com florestas mais maduras da região. As árvores mortas em pé representaram 15,2% do total de indivíduos, valor elevado quando comparado com outras florestas da região. Uma análise de correspondência distendida (DCA) mostrou baixa heterogeneidade florística interna. Houve predominância de árvores pertencentes a estágios sucessionais iniciais (pioneiras e secundárias iniciais). Os resultados demonstram que, embora o fragmento florestal possua tempo de regeneração natural superior a 70 anos, a comunidade arbórea apresenta um processo de sucessão aparentemente lento, característica de uma floresta imatura. Em contrapartida, a área possui espécies ameaçadas de extinção e famílias características de floresta madura (Lauraceae e Myrtaceae) com boa representatividade. Assim, o fragmento é importante para a preservação da biodiversidade regional.

    Abstract in English:

    This study aimed to evaluate the structure and diversity of the tree community in a secondary semidecidous forest at UFJF Botanical Garden (Juiz de Fora, Minas Gerais, Brazil). The trees (dbh≥ 5 cm) were sampled at 25 random plots of 20 m × 20 m. A total of 2535 individuals were sampled, 385 standing dead and 2150 life, belonging to 105 species and 39 families. As a reflection of strong ecological dominance, the index value of species diversity (Shannon H'= 3.30 nats.ind-1) was low compared to secondary forests of the region. The standing dead trees represent 15.2% of individuals, a high proportion compared to secondary forests. Detrended correspondence analysis (DCA) resulted in short gradients, showing a low internal species heterogeneity. There was a strong predominance of species of early succession stages (pioneer and early secondary). The results show that, although the forest has undergone over 70 years of natural regeneration, the tree community presents a slow succession process, with low diversity and characteristics of an immature forest. In contrast, the area has endangered species and some families typical of mature forest (Lauraceae and Myrtaceae). In other words, the fragment is important for the preservation of regional biodiversity.
  • Floristic composition of high-montane vegetation in the district of Monte Verde (Camanducaia, Minas Gerais), Serra da Mantiqueira Meridional, Southeast Brasil Artigos Originais

    Meireles, Leonardo Dias; Kinoshita, Luiza Sumiko; Shepherd, George John

    Abstract in Portuguese:

    A Serra da Mantiqueira apresenta um mosaico de formações vegetacionais composto por florestas altimontanas, florestas de araucária, campos de altitude e afloramentos rochosos. Realizamos um levantamento florístico nas formações altimontanas do distrito de Monte Verde, Camanducaia, MG, Sudeste do Brasil, para quantificarmos a riqueza específica de cada formação e analisarmos a distribuição geográfica das espécies. Foram coletadas 499 espécies, distribuídas entre 97 famílias e 285 gêneros. As famílias com maior riqueza específica foram Asteraceae (77 espécies), Melastomataceae e Orchidaceae (25), Myrtaceae (24), Solanaceae (23), Cyperaceae e Fabaceae (22), e Rubiaceae (18). Os gêneros mais ricos foram Baccharis (16 espécies), Solanum (15), Leandra (10), Myrceugenia (9), Tibouchina (8) e Myrcia (7). Registramos a ocorrência de três espécies recém-descritas e cinco novos registros para o estado de Minas Gerais. Cerca de 60 espécies são exclusivas do Sudeste brasileiro, enquanto 124 ocorrem também na região Sul. A presença de espécies endêmicas e com distribuição geográfica restrita destaca a influência da Serra da Mantiqueira na distribuição de espécies vegetais no Domínio da Floresta Atlântica.

    Abstract in English:

    The Serra da Mantiqueira mountain range harbors a mosaic of high-mountain vegetation composed of upper montane forests, Araucária forests, high-altitude grasslands and rocky outcrops. A floristic survey was carried out in the upper montane formations of Monte Verde district, Camanducaia, in the State of Minas Gerais, southeastern Brazil, to quantify the richness of each formation, and analyze the geographic distribution of species. A total of 499 species was collected, distributed among 97 families and 285 genera. The richest families were Asteraceae (77 species), Melastomataceae and Orchidaceae (25), Myrtaceae (24), Orchidaceae (23), Solanaceae (23), Cyperaceae and Fabaceae (22), and Rubiaceae (18). The richest genera were Baccharis (16 species), Solanum (15), Leandra (10), Myrceugenia (9), Tibouchina (8), and Myrcia (7). The occurrence of three newly described species and five new records for Minas Gerais state were observed. About 60 species occur only in the southeast of Brazil, while 124 also occur in the southern region of Brazil. The occurrence of endemic species and species with narrow geographic distribution showed the influence of the Serra da Mantiqueira mountain chain on the distribution of plant species in the Atlantic Forest Domain.
  • Ferns and lycophytes of Pernambuco state, Brazil: Blechnaceae Artigos Originais

    Santiago, Augusto César Pessôa; Barros, Iva Carneiro Leão; Dittrich, Vinícius Antonio de Oliveira

    Abstract in Portuguese:

    O presente trabalho visa dar continuidade a série de monografias das famílias de samambaias e licófitas no estado de Pernambuco, apresentando o estudo da família Blechnaceae. São registradas cinco espécies, distribuídas em dois gêneros (Blechnum brasiliense, B. occidentale, B. polypodioides, B. serrulatum e Salpichlaena volubilis). Blechnum polypodioides é registrado pela primeira vez para o estado. São apresentados chave de identificação, descrições e ilustrações, bem como comentários taxonômicos e sobre a distribuição geográfica das espécies.

    Abstract in English:

    This work aims to continue the series of monographs of the families of ferns and lycophytes in the state of Pernambuco, and is concerned with the family Blechnaceae. Five species in two genera are recorded for Pernambuco (Blechnum brasiliense, B. occidentale, B. polypodioides, B. serrulatum, and Salpichlaena volubilis). Blechnum polypodioides is recorded for the first time to the state. Identification keys, descriptions and illustrations are provided, as well as taxonomic remarks and comments about geographic distribution of the species.
  • The family Eriocaulaceae in the restingas of Rio de Janeiro state, Brazil Artigos Originais

    Silva, Lucas Espindola Florêncio da; Trovó, Marcelo

    Abstract in Portuguese:

    No Brasil, Eriocaulaceae compreende cerca de 600 espécies distribuídas em oito gêneros. O principal centro de diversidade da família é a Cadeia do Espinhaço, onde concentram-se a maioria dos estudos taxonômicos. Entretanto, as áreas de restingas também possuem uma diversidade considerável de espécies de Eriocaulaceae. Este trabalho traz o tratamento florístico das Eriocaulaceae ocorrentes nas restingas do estado do Rio de Janeiro. Foi registrada a ocorrência de 12 espécies, distribuídas em seis gêneros, sendo uma de Actinocephalus, duas de Comanthera, três de Leiothrix, três de Paepalanthus, duas de Syngonanthus e uma de Tonina. A maioria das espécies foi encontrada em locais arenosos, secos e com pouca vegetação ao redor. Somente uma espécie foi encontrada em local úmido e com muita vegetação. São apresentadas ilustrações, descrições, chave de identificação, além de comentários sobre distribuição geográfica e variação morfológica das espécies.

    Abstract in English:

    In Brazil, Eriocaulaceae comprises about 600 species distributed in eight genera. The main diversity center is the Espinhaço Range, where most of the taxonomic efforts are concentrated. However, sand dunes also have significant species diversity. This paper presents the floristic treatment of the Eriocaulaceae from the sand dunes of Rio de Janeiro state. A total of 12 species distributed in six genera were recorded; one of Actinocephalus, two of Comanthera, three of Leiothrix, three of Paepalanthus, two of Syngonanthus and one of Tonina. Most species were found in sandy, dry sites with few plants, and only one species was found in moist sites with lots of greenery. Illustrations, descriptions, an identification key, as well as comments on geographic distribution and morphological variation are provided.
  • Eriosema (Leguminosae-Papilionoideae) in Southeastern Brazil Artigos Originais

    Cândido, Elisa Silva; Fortuna-Perez, Ana Paula; Aranha Filho, João Luiz Mazza; Alves Bezerra, Luísa Maria de Paula

    Abstract in Portuguese:

    Eriosema, compreendendo 150 espécies, possui distribuição pantropical, e apresenta dois principais centros de diversidade, um na África e outro nas Américas. Atualmente 38 espécies são registradas para a região Neotropical, das quais 30 encontram-se no Brasil. O presente trabalho consiste no tratamento taxonômico das espécies de Eriosema na região Sudeste do Brasil onde foram registrados 26 táxons: Eriosema benthamianum, E. campestre var. campestre, E.campestre var. macrophyllum, E.congestum, E.crinitum, E.defoliatum, E. floribundum, E.glabrum, E. glaziovii, E.hatschbachii, E.heterophyllum, E.longiflorum, E.longifolium, E.obovatum, E.platycarpon, E.prorepens, E.pycnanthum, E.riedelii, E.rigidum, E.rufum var. macrostachyum, E.rufum var. rufum, E.simplicifolium, E.stenophyllum, E.strictum, E.tacuaremboense. e E. tozziae. Uma nova ocorrência é apresentada para o Sudeste, E. tacuaremboense, além da descoberta de duas espécies novas, E. hatschbachii e E. tozziae .

    Abstract in English:

    Eriosema, comprising about 150 species, has a pantropical distribution, with two main centres of diversity, one in Africa and the other in the Americas. Currently 38 species are recorded for the Neotropics, of which 30 occur in Brazil. This work consists of the taxonomic treatment of the species of Eriosema in Southeastern Brazil. In this study, 26 taxa were recorded: Eriosema benthamianum, E. campestre var. campestre, E.campestre var. macrophyllum, E.congestum, E.crinitum, E.defoliatum, E. floribundum, E.glabrum, E. glaziovii, E.hatschbachii, E.heterophyllum, E.longiflorum, E.longifolium, E.obovatum, E.platycarpon, E.prorepens, E. pycnanthum, E.riedelii, E.rigidum, E.rufum var. macrostachyum, E.rufum var. rufum, E.simplicifolium, E.stenophyllum, E.strictum, E.tacuaremboense and E. tozziae. A new occurrence is cited for southeastern Brazil, E. tacuaremboense, besides the discovery of two new species, E. hatschbachii and E. tozziae.
  • The genus Anthurium (Araceae) in Paraná State - Brazil Artigos Originais

    Rocha, Lilien Cristhiane Ferneda; Smidt, Eric de Camargo; Coelho, Marcus Alberto Nadruz; Temponi, Lívia Godinho

    Abstract in Portuguese:

    O trabalho apresenta a flora do gênero Anthurium (Araceae) no estado do Paraná. Ocorrem 12 espécies de Anthurium no estado: A. acutum, A. comtum, A. gaudichaudianum, A. hatschbachii, A. lacerdae, A. loefgrenii, A. marense, A. pentaphyllum, A. scandens subsp. scandens, A. sellowianum, A. sinuatum e A. urvilleanum. As espécies estão distribuídas exclusivamente na Floresta Ombrófila Densa, com exceção de A. loefgrenii que ocorre também em restinga arbórea, de A. gaudichaudianum que ocorre também no Cerrado e transição entre Floresta Ombrófila Densa e Mista, e de A. sinuatum que ocorre apenas na Floresta Estacional Semidecidual. Há cinco espécies ameaçadas de extinção para o estado: A. hatschbachii e A. urvilleanum (Criticamente em Perigo), A. sinuatum (Em Perigo) e A. lacerdae e A. marense (Vulneráveis). Relata-se como novidades morfológicas: a presença de tricomas no eixo axilar do ovário em A. hatschbachii, A. lacerdae, A. marense, A. sinuatum e A. urvilleanum; e a placentação do tipo axial apical para A. acutum. São apresentadas chave de identificação, descrições, pranchas de fotos e ilustrações, distribuição geográfica, comentários taxonômicos e o estado de conservação para todas as espécies.

    Abstract in English:

    This work presents the flora of the genus Anthurium (Araceae) in Paraná State. Twelve species of Anthurium occur in the state: A. acutum, A. comtum, A. gaudichaudianum, A. hatschbachii, A. lacerdae, A. loefgrenii, A. marense, A. pentaphyllum, A. scandens subsp. scandens, A. sellowianum, A. sinuatum and A. urvilleanum. The species are distributed just only in dense rain forest, except for A. loefgrenii which also occurs in arboreal restinga, A. gaudichaudianum also found in the cerrado and the transition between dense and mixed rain forest, and A. sinuatum that occurs only in semideciduous forest. There are five endangered species in the state: A. hatschbachii and A. urvilleanum (Critically Endangered), A. sinuatum (Endangered) and A. lacerdae and A. marense (Vulnerable). This work also presents morphological novelties: the presence of trichomes in the axillary axis of the ovary of A. hatschbachii, A. lacerdae, A. marense, A. sinuatum and A. urvilleanum, and apical-axial placentation type for A. acutum. Identification key, descriptions, photos, illustrations, geographic distribution, taxonomic remarks and conservation status are given for all species.
  • Taxonomic study of mistletoes from South Brazil: I. Loranthaceae and Santalaceae Artigos Originais

    Dettke, Greta Aline; Waechter, Jorge Luiz

    Abstract in Portuguese:

    Apresenta-se aqui o estudo taxonômico de Loranthaceae e Santalaceae para a Região Sul do Brasil. Para Loranthaceae, quatro gêneros e sete espécies foram identificadas: Ligaria cuneifolia, Psittacanthus dichroos, Struthanthus martianus, S. polyrhizus, S. sessiliflorus, S. uraguensis e Tripodanthus acutifolius. Psittacanthus hatschbachii é proposto como sinônimo de P. dichroos e S. polyrhizus var. oblongifolius como sinônimo de S. polyrhizus. Para Santalaceae foi confirmada Eubrachion ambiguum. São apresentadas descrições, comentários sobre as espécies, ilustrações ou fotografias, dados sobre a distribuição geográfica e chaves de identificação para as famílias, gêneros e para as espécies de Struthanthus.

    Abstract in English:

    The taxonomic treatment of Loranthaceae and Santalaceae of southern Brazil is presented. In Loranthaceae, four genera and seven species were identified: Ligaria cuneifolia, Psittacanthus dichroos, Struthanthus martianus, S. polyrhizus, S. sessiliflorus, S. uraguensis and Tripodanthus acutifolius. Psittacanthus hatschbachii is proposed as a synonym of P. dichroos and Struthanthus polyrhizus var. oblongifolius are proposed as a synonym of S. polyrhizus. In Santalaceae only one genus and species was confirmed: Eubrachion ambiguum. We present identification keys for the families and genera of mistletoes of southern Brazil. We provide morphological descriptions, taxonomic and distribution comments, and illustrations or photographs of plant structures.
  • Taxonomic study of mistletoes from South Brazil: II. Viscaceae (Phoradendron) Artigos Originais

    Dettke, Greta Aline; Waechter, Jorge Luiz

    Abstract in Portuguese:

    Phoradendron é um gênero neotropical com ca. 230 espécies e no Brasil ocorrem ca. 60 espécies distribuídas em todos os domínios fitogeográficos. O objetivo deste trabalho foi realizar o estudo taxonômico de Phoradendron na Região Sul do Brasil. Foram confirmadas 21 espécies: P. argentinum, P. bathyoryctum, P. berteroanum, P. burkartii, P. chrysocladon, P. coriaceum, P. craspedophyllum, P. crassifolium, P. dipterum, P. ensifolium, P. habrostachyum, P. hexastichum, P. holoxanthum, P. inaequidentatum, P. mucronatum, P. obtusissimum, P. pellucidullum, P. perrottetii, P. piperoides, P. quadrangulare e P. undulatum. Um nome é restabelecido (P. burkartii) e nove são propostos como sinônimos (P. affine, P. falcifrons, P. interruptum, P. liga, P. lindemanii, P. linearifolium, P. pachyneuron, P. paraguari e P. reductum). O lectótipo de P. reductum é designado. É apresentada uma chave de identificação para as espécies do Sul do Brasil, bem como descrições, comentários taxonômicos, informações sobre a distribuição geográfica, hospedeiros, fenologia e ilustrações para cada espécie.

    Abstract in English:

    Phoradendron is a Neotropical genus with c. 230 species. In Brazil c. 60 species occur, distributed in all major phytogeographic domains. The aim of this work was the taxonomic study of Phoradendron in southern Brazil. Twenty-one species were confirmed, namely P. argentinum, P. bathyoryctum, P. berteroanum, P. burkartii, P. chrysocladon, P. coriaceum, P. craspedophyllum, P. crassifolium, P. dipterum, P. ensifolium, P. habrostachyum, P. hexastichum, P. holoxanthum, P. inaequidentatum, P. mucronatum, P. obtusissimum, P. pellucidullum, P. perrottetii, P. piperoides, P. quadrangulare and P. undulatum. One name is reestablished (P. burkartii) and nine are proposed as synonyms (P. affine, P. falcifrons, P. interruptum, P. liga, P. lindemanii, P. linearifolium, P. pachyneuron, P. paraguari and P. reductum). The lectotype of P. reductum is designated. An identification key to the southern Brazilian species is provided, as well as morphological descriptions, taxonomic comments, information on geographic distribution, hosts and phenology, and illustrations for each species.
  • Sapindaceae in remnant montane forests in southern Bahia, Brasil Artigos Originais

    Perdiz, Ricardo de Oliveira; Ferrucci, María Silvia; Amorim, André Márcio Araujo

    Abstract in Portuguese:

    Este trabalho apresenta o tratamento taxonômico de Sapindaceae em três remanescentes de florestas montanas no sul da Bahia, Brasil. Foram registrados seis gêneros e 21 espécies. Paullinia (7 spp.) foi o gênero mais diverso em número de espécies, seguido de Cupania (5 spp.), Allophylus (4 spp.), Matayba e Serjania (2 spp. cada) e Talisia (1 espécie). Foram verificados quatro novos registros de ocorrência (Allophylus leucoclados, A. petiolulatus, Cupania furfuracea e Matayba intermedia) para a Região Nordeste. Nove espécies foram ilustradas pela primeira vez: Allophylus leucoclados, Cupania racemosa, C. rugosa, Cupania sp. 1, Paullinia ferruginea, P. micrantha, P. racemosa, P. revoluta e Serjania salzmanniana. O trabalho inclui uma chave de identificação, descrições, ilustrações, informações sobre floração e frutificação, além de comentários taxonômicos e de distribuição geográfica de cada espécie encontrada.

    Abstract in English:

    This work presents the taxonomic study of Sapindaceae from three areas of montane forest remnants in southern Bahia, Brazil. Six genera and 21 species were registered. Paullinia (7 spp.) was the most diverse genus in number of species, followed by Cupania (5 spp.), Allophylus (4 spp.), Matayba and Serjania (2 spp. each) and Talisia (1 sp.). Four new occurrence records were registered (Allophylus leucoclados, A. petiolulatus, Cupania furfuracea and Matayba intermedia) for Northeast Brazil. Nine species were illustrated for the first time: Allophylus leucoclados, C. racemosa, C. rugosa, Cupania sp. 1, Paullinia ferruginea, P. micrantha, P. racemosa, P. revoluta and Serjania salzmanniana. This work includes an identification key, descriptions, illustrations, notes on phenology and comments on the taxonomy and geographic distribution of each species.
  • Bignoniaceae from mountains of Capitólio and Delfinópolis municipalities, Minas Gerais state Artigos Originais

    Machado, Ana Isa Marquez Rocha; Romero, Rosana

    Abstract in Portuguese:

    As serras dos municípios de Capitólio e Delfinópolis, localizadas à sudoeste do estado de Minas Gerais, estão representadas pelo cerrado sensu estrito, cerrado rupestre, cerrado de altitude, campo sujo, campo limpo, mata ciliar, de galeria e encosta, com predomínio do campo rupestre. Bignoniaceae está representada nestas serras por 26 espécies distribuídas em 13 gêneros. Jacaranda e Fridericia encontram-se representados por cinco e quatro espécies, respectivamente, seguidos de Adenocalymma,Anemopaegma e Cuspidaria com três espécies cada. Amphilophium, Handroanthus, Lundia, Pleonotoma, Pyrostegia, Stizophyllum, Tanaecium e Zeyheria apresentam uma espécie cada. O trabalho traz chave de identificação para as espécies, descrições, dados de habitat, comentários taxonômicos e ilustrações de características diagnósticas.

    Abstract in English:

    The mountains in Delfinópolis and Capitólio, located at southeast of Minas Gerais state, are represented by cerrado sensu stricto, cerrado rupestre, campo sujo, campo limpo, campo rupestre, riparian, hillside and gallery forest. Bignoniaceae is represented in the area by 26 species in 13 genera. Jacaranda and Fridericia are represented by five and four species, respectively, followed by Adenocalymma,Anemopaegma and Cuspidaria with three species each. Amphilophium, Handroanthus, Lundia, Pleonotoma, Pyrostegia, Stizophyllum, Tanaecium and Zeyheria present one species each. The article presents species identification key, species descriptions, habitat data, taxonomic remarks and illustrations.
  • Aciotis, Acisanthera, Marcetia and Pterolepis (Melastomeae-Melastomataceae) in Rio de Janeiro state Artigos Originais

    Guimarães, Paulo José Fernandes; Silva, Marcus Felippe Oliveira da

    Abstract in Portuguese:

    É apresentado o tratamento taxonômico para os gêneros Aciotis, Acisanthera, Marcetia e Pterolepis. (Melastomeae, Melastomataceae) no estado do Rio de Janeiro. Cada um dos quatro gêneros apresentados está representado por uma única espécie no estado: Aciotis paludosa, Acisanthera variabilis, Marcetia taxifolia e Pterolepis glomerata. Com este estudo se atualizou a lista de espécies para a flora do estado do Rio de Janeiro, removendo seis espécies equivocadamente listadas. Um tratamento taxonômico à parte está sendo providenciado para as espécies de Tibouchina sensu lato, que serão segregadas entre os gêneros Chaetogastra e Pleroma (que inclui Itatiaia). O tratamento taxonômico apresentado para os gêneros inclui chave de identificação, descrições, comentários taxonômicos, informações sobre distribuição geográfica, categorização de risco de extinção segundo os critérios da IUCN, lista de materiais examinados e ilustrações.

    Abstract in English:

    A taxonomic survey of the genera Aciotis, Acisanthera, Marcetia and Pterolepis (Melastomeae, Melastomataceae) in Rio de Janeiro state is presented here. The four genera were studied and they are represented in Rio de Janeiro by one species each: Aciotis paludosa, Acisanthera variabilis, Marcetia taxifolia and Pterolepis glomerata. In this paper, the Rio de Janeiro species list has been updated, removing six species mistakenly listed. Tibouchina sensu lato will be presented in a separate paper, with its species segregated between Chaetogastra and Pleroma (that includes Itatiaia). The present taxonomic treatment includes an identification key, descriptions, comments on taxonomy, data on geographic distribution, categorization of extinction risk under IUCN criteria, list of examined material and illustrations.
  • A new unexpected record of Sinningia bullata Chautems & M. Peixoto (Gesneriaceae) in Southern Brazil Original Papers

    Ferreira, Gabriel Emiliano; Chautems, Alain; Waechter, Jorge Luiz

    Abstract in Portuguese:

    Sinningia bullata, espécie endêmica de Santa Catarina foi encontrada em um novo local, no Rio Grande do Sul, ca. 210 km ao sul e ca. 800 msm acima da localidade-tipo. Este artigo inclui uma descrição, ilustrações e uma chave dicotômica para distinguir a espécie de outros táxons simpátricos. Dados ambientais incluem um mapa de distribuição, comentários sobre ecologia e geografia, e do estado de conservação atualizado da espécie.

    Abstract in English:

    Sinningia bullata, a narrow endemic species in Santa Catarina was found at a new site in Rio Grande do Sul, c. 210 km southwards and c. 800 m.a.s.l. above the type location. The paper includes a description, illustrations and a dichotomous key to distinguish the species from other sympatric species. Environmental data comprise a distribution map, comments on ecology and geography, and the updated conservation status of the species.
  • Structure and spatial distribution of palm populations at different altitudes in Serra do Mar, Ubatuba, São Paulo, Brazil Artigos Originais

    Oliveira, Kelly Fernandes de; Fisch, Simey Thury Vieira; Duarte, Juliana de Souza; Danelli, Matheus Fischer; Martins, Luiz Fernando da Silva; Joly, Carlos Alfredo

    Abstract in Portuguese:

    A estrutura ontogenética e espacial de dez espécies de palmeiras que ocorrem na Serra do Mar, Ubatuba, São Paulo, foi analisada nas fitofisionomias: Floresta Ombrófila Densa de Terras Baixas, Submontana e Montana. Em 12 parcelas de um hectare (quatro parcelas em cada fitofisionomia) foram instaladas três transecções de 10 × 100 m, subdivididas em subparcelas de 10 × 10 m, totalizando 0,3 hectares inventariados em cada parcela. Foram procedidas identificação e biometria completa de todas as palmeiras, e a distribuição espacial das populações foi analisada por meio do Índice de agregação (Ia) proposto por Perry. Com a elevação, foram observadas alterações na riqueza e abundância das espécies, com predominância de plântulas em Astrocaryum aculeatissimum, Euterpe edulis, Geonoma gamiova, Geonoma pohliana e Syagrus pseudococos. Indivíduos jovens apresentaram maior frequência em Attalea dubia, Bactris hatschbachii e Geonoma schottiana. Geonoma elegans apresentou mais adultos e Bactris setosa, frequências similares de plântulas e jovens. A maioria dos estádios ontogenéticos não foi correlacionada com a altitude e o padrão agregado foi predominante nas espécies de palmeiras. Dessa forma, concluiu-se que a altitude não influenciou no padrão de distribuição espacial das populações de palmeiras, mas afetou a composição dessa comunidade na Floresta Ombrófila Densa na Serra do Mar.

    Abstract in English:

    The ontogenetic and spatial structure of ten palm species that occur in the Serra do Mar, Ubatuba, São Paulo, Brazil, were analyzed for three vegetation physiognomies dense rain forest of lowland, lower montane and montane regions. At twelve 1-ha plots (four plots in each vegetation physiognomy) three transects, 10 × 100m each, divided into subplots of 10 ×10m, and 0.3 hectare in each plot was surveyed. All palms were identified and the biometrics of all palm species determined. Spatial distribution of populations was analyzed using the aggregation index (Ia) proposed by Perry. Changes in species richness and abundance were observed associated with elevation. Seedlings predominated in Astrocaryum aculeatissimum, Euterpe edulis, Geonoma gamiova, Geonoma pohliana and Syagrus pseudococos; juveniles had higher frequency in Attalea dubia, Bactris hatschbachii and Geonoma schottiana; Geonoma elegans had more adults and Bactris setosa had similar frequencies of seedlings and saplings. Most of the ontogenetic stages were not correlated with altitude and the aggregate pattern was predominant in palm species. Therefore, it was concluded that altitude did not influence the spatial distribution pattern of palm populations, but it affected the composition of the community in the dense rain forest in the Serra do Mar.
  • The wood collection (Joinvillea - JOIw) at the University of the Joinville Region Artigos Originais

    Melo Júnior, João Carlos Ferreira de; Amorim, Maick Wilian; Silveira, Eloisa Regina da

    Abstract in Portuguese:

    Xiloteca é uma modalidade de coleção biológica que se reveste de grande importância ao contribuir com o registro da biodiversidade. No sul do Brasil existem poucas coleções de madeiras, tendo o estado de Santa Catarina apenas uma única coleção em atividade. Esta coleção abriga exemplares de madeiras provenientes, principalmente, da Floresta Atlântica e do Cerrado. Este trabalho objetiva apresentar a coleção existente, criando novas oportunidades de pesquisas e interação com outras instituições e profissionais que trabalham com espécies lenhosas.

    Abstract in English:

    A wood collection is a type of biological collection of great importance for biodiversity recording. In southern Brazil there are few wood collections and the state of Santa Catarina has just a single active collection. This collection has woody specimens coming mainly from the Atlantic Rainforest and Cerrado. This study presents the existing collection, creating new opportunities for research and interaction with other institutions and professionals working with woody species.
Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Rua Pacheco Leão, 915 - Jardim Botânico, 22460-030 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21)3204-2148, Fax: (55 21) 3204-2071 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rodriguesia@jbrj.gov.br