Rodriguésia, Volume: 67, Issue: 2, Published: 2016
  • Editorial of the part 1: Studies in Functional Pollination Ecology Editorial

    Rech, André Rodrigo
  • Plants, pollinators and some contributions from pollination biology to the ecological theory Ecologia Funcional Da Polinização

    Barônio, Gudryan J.; Maciel, Artur A.; Oliveira, Arthur C.; Kobal, Renan O.A.C; Meireles, Desirée A.L.; Brito, Vinícius L.G.; Rech, André R.

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A consolidação em uma área do conhecimento acontece principalmente quando as informações acerca de um determinado fato ou fenômeno são sistematizadas na forma de uma teoria explicativa, capaz de gerar novas hipóteses testáveis. Na biologia da polinização, o teste de diversas hipóteses ecológicas permitiu ampliar o entendimento sobre os processos que originam, mantêm, alteram ou ainda excluem as interações entre plantas e visitantes florais, gerando os padrões observados na natureza. Visando sintetizar esse panorama teórico e oferecer condições para que novas questões relacionadas ao funcionamento de interações de polinização sejam geradas, compilamos aqui um conjunto de 25 hipóteses, ideias e teorias ecológicas que fornecem aporte conceitual para a área. Essas ideias estão relacionadas a aspectos reprodutivos, morfológicos, cognitivos, macroecológicos e de coexistência, de acordo com a especialização das interações entre as plantas e seus polinizadores. Ao apresentarmos essas ideias principais, esperamos promover a utilização de uma abordagem teórico-conceitual explícita no planejamento e desenvolvimento de estudos em biologia da polinização. Concluímos com a expectativa de que essa contribuição direcione os estudos em biologia da polinização no Brasil e contribua para o avanço e internacionalização das pesquisas desenvolvidas no país.

    Abstract in English:

    Abstract A particular research area can be significantly improved when information is systematized in explanatory theories able to generate testable hypotheses. In pollination biology, such systematization contributed to several ecological theories and expanded the understanding of the patterns and processes that originated, maintain, or exclude ecological interactions. Here, we compiled a set of 25 ecological ideas that have already received conceptual contribution from pollination biology. These ideas are related to reproduction, morphology, cognition, macroecology and species coexistence. We hope to promote the use of an explicit conceptual and theoretical approach when planning and developing studies in this research field by presenting these main ideas. We conclude that this contribution will boost studies in pollination biology in Brazil and contribute to the advancement and internationalization of such research developed in the country.
  • When a floral visitor is a pollinator? Ecologia Funcional Da Polinização

    Alves-dos-Santos, Isabel; Silva, Claudia Inês da; Pinheiro, Mardiore; Kleinert, Astrid de Matos Peixoto

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Os visitantes florais são animais que buscam, nas flores, recursos para si ou para sua prole. Às vezes uma mesma planta pode receber um espectro grande de visitantes, como é o caso de espécies cujas flores oferecem muito néctar. Porém, nem todo visitante floral realiza a polinização. Para ser um polinizador efetivo é necessário cumprir alguns requisitos, como: contato com a antera e o estigma, frequência de visita suficiente, fidelidade floral e a realização de uma rota adequada de visitação. Em muitos trabalhos sobre a estrutura de comunidades e, principalmente, sobre a rede trófica (ex. animal-planta), os autores adotam o termo polinizador para todo e qualquer visitante floral, categorizando-os com o mesmo papel e função para a planta. Neste trabalho, relatamos casos de visitantes florais que são polinizadores legítimos e efetivos, dos quais a planta depende de seu serviço para produção de frutos e sementes, distinguindo-os daqueles visitantes que não efetuam a polinização, ou não se tem certeza que o façam. Assim, espera-se ilustrar as diferenças, dando à devida importância e o peso correto para os muitos visitantes. Utilizamos abelhas como modelo, mas a idéia pode ser extrapolada para qualquer outro grupo de polinizador.

    Abstract in English:

    Abstract Flower visitors are animals that generally seek resources in flowers for themselves or their offspring. Sometimes the same plant may receive a broad spectrum of visitors, such as nectar species. However not all floral visitors complete pollination. To be an effective pollinator is necessary to fulfill some requirements, such as: contact with the anther and stigma, enough frequency of visits, fidelity to the plant, and the realization of a suitable route of visitation. In many works on the structure of communities and especially of food webs (animal-plant), the authors adopt the term pollinator for each and every flower visitor categorizing them with the same role and function for the plant. In this work we report cases of floral visitors who are legitimate and effective pollinators of which the plant depends on its service for the production of fruits and seeds, distinguishing them from those visitors who do not pollinate, or are not sure to do so. Thus, it is expected to illustrate the differences, giving due importance and the correct weight for the many visitors. We used bees as a model, but the idea can be extrapolated to any other pollinator group.
  • Floral traits as potential indicators of pollination vs. theft Functional Pollination Ecology

    Souza, Camila Silveira de; Aoki, Camila; Ribas, Augusto; Pott, Arnildo; Sigrist, Maria Rosângela

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Tipos florais de plantas como potenciais indicadores da ocorrência de polinização vs. pilhagem. A visitação floral não é sinônimo de polinização, vários animais utilizam recursos florais sem transferir pólen. Essas visitas podem ser consideradas pilhagem. Polinizadores e pilhadores podem afetar a diversificação morfológica, taxonômica e reprodutiva das espécies de plantas, e nós investigamos se os atributos florais e de floração das espécies de plantas amostradas em vegetação de vereda nos dariam evidência de visitas de polinização (transporte de pólen) ou de pilhagem (roubo de néctar/pólen). Esperamos que as flores não especializadas tenham uma maior incidência de pilhagem, enquanto flores especializadas, por exemplo com tamanho grande e médio e corolas longas, com néctar menos acessível, tenderiam a ser polinizadas e menos pilhadas. Quatro atributos foram associados principalmente com visitas ilegítimas, tamanho da flor (pequeno), quantidade de flores por planta (muitas flores), tempo de floração (<10 meses) e tipo floral (inconspícuo). Os grupos mais ricos e mais abundantes de visitantes, incluindo abelhas, moscas e vespas, atuaram principalmente como potenciais polinizadores, enquanto baratas, borboletas, besouros, formigas e hemípteros atuaram como pilhadores. No entanto, mais estudos são necessários para confirmar se esse padrão se repete em outras comunidades maiores e mais diversificadas, confirmando assim a eventual preferência dos pilhadores.

    Abstract in English:

    Abstract Floral visitation does not necessarily mean pollination, as several animals utilize floral resources without transferring pollen. Since pollinators and thieves can affect the reproduction, morphology and diversification of flowering plants, we here investigated if attributes of flowers and flowering of plant species collected in the central Brazilian vereda would predict the pollination (pollen seeking) or theft (pollen/nectar theft) during the visits. It was hypothesized that non specialized flowers would have a higher incidence of thievery, where as specialization, for example, the presence of large and medium flowers with long corolla, making it difficult to access nectar, would lead to increased pollination. As a result, four attributes were mainly associated with illegitimate visits, and in order of importance, they are size (small), quantity of flowers per plant (large), flowering time (< 10 months) and floral type (inconspicuous). The richest and most abundant visitor groups, including bees, flies and wasps, acted mainly as potential pollinators, while cockroaches, butterflies, beetles, ants and hemipterans acted as thieves. However, further studies are required to confirm that this pattern is repeated in other larger and more diverse communities, thus confirming the possible preference for floral thieves.
  • Functional diversity of reproductive traits increases across succession in the Atlantic forest Functional Pollination Ecology

    Warring, Bianca; Cardoso, Fernanda Cristina Gil; Marques, Marcia C.M.; Varassin, Isabela Galarda

    Abstract in Portuguese:

    Resumo As florestas apresentam um enriquecimento gradual de espécies e um aumento em complexidade estrutural e funcional durante a sucessão. Este trabalho caracterizou os traços reprodutivos de plantas relacionados à polinização e à dispersão em um gradiente sucessional, em uma área de Mata Atlântica, Sul do Brasil. O levantamento das espécies foi realizado em áreas florestais sucessionais oriundas de regeneração natural, em idades variando entre 2 e 80 anos após o abandono da pastagem. Houve predominância de flores polinizadas por abelhas, abertas, hermafroditas e que disponibilizam o pólen como em todos estádios sucessionais. Os sistemas de polinização abiótico e misto, sistema sexual dióico, espécies com dispersão abiótica, com muitas sementes e sementes pequenas diminuíram com a idade das florestas. Espécies polinizadas por abelhas, flores com corola funil/sino, como de corola pequena e andróginas assim como espécies dispersas bioticamente e com sementes grandes aumentaram no gradiente sucessional. A riqueza funcional e a dispersão funcional aumentaram no gradiente sucessional. As mudanças da diversidade funcional foram relacionadas com o aumento da riqueza de espécies indicando que o enriquecimento de espécies em florestas mais velhas adicionou novos conjuntos de traços reprodutivos. Estas mudanças de distribuição de traços e de diversidade funcional no gradiente sucessional sugerem um incremento do papel de interações bióticas na estruturação de assembleias de plantas de florestas tropicais secundárias.

    Abstract in English:

    Abstract Niche and neutral processes shape community assembly with a possible shift of niche and neutral importance in communities undergoing temporal changes during succession. Functional diversity helps to discriminate assembly processes since trait distribution is dependent on those processes. We evaluated the changes in reproductive traits related to pollination and seed dispersal in a successional gradient in an Atlantic Forest area, Southern Brazil. We surveyed forests undergoing regeneration varying in age from 2 to 80 years after pasture abandonment. We expected an increase in functional diversity of reproductive traits and a greater role of limiting similarity across succession. Abiotic and mixed pollination systems, dioecious sexual system, biotic dispersed, many-seeded and small-seeded species decreased as the forest got older. Conversely, bee-pollinated, bell-shaped, small and androgynous flowers increased across forest succession as well biotic dispersed and large-seeded species. Functional richness and functional dispersion were higher in older forests. Changes in functional diversity were positively related to species richness, indicating that species enrichment in older forests added new sets of reproductive traits. These changes in trait distribution and functional diversity across succession in the Atlantic Forest suggest an increased role of biotic interactions and limiting similarity process structuring plant assemblages of second-growth tropical forests.
  • Heterospecific pollen deposition among plants sharing hummingbird pollinators in the Brazilian Atlantic Forest Functional Pollination Ecology

    Fonseca, Lorena Coutinho Nery da; Rech, André Rodrigo; Bergamo, Pedro Joaquim; Gonçalves-Esteves, Vania; Sazima, Marlies

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Beija-flores são o grupo de aves polinizadoras mais importantes nos Neotrópicos e tendem a utilizar, concomitantemente, mais de uma espécie de planta como fonte de alimento. O pólen pode estar misturado no corpo dos beija-flores devido às visitas em diferentes espécies de plantas, portanto, essas aves podem promover deposição de pólen heterospecífico (DPH). O potencial dos beija-flores em promover DPH, a ocorrência de DPH e suas consequências na reprodução das plantas são pouco conhecidas na Mata Atlântica. Nós estudamos o transporte de pólen por três espécies de beija-flores da Mata Atlântica brasileira. Nós também verificamos a ocorrência de DPH em condições naturais em duas espécies de planta, Canistropsis seidelii e Psychotria nuda. Além disso, nós investigamos o sistema reprodutivo de Nidularium innocentii, avaliando o efeito de DPH em sua reprodução ao simular uma polinização com mistura de pólen. Nós encontramos beija-flores transportando misturas de pólen heterospecífico em seus corpos, que por sua vez foram depositados nos estigmas de diferentes espécies. Nós também encontramos que a deposição de mistura de pólen tem um efeito negativo na aptidão de N. innocentii. Nós concluimos que beija-flores carregam misturas de pólen na mesma região do corpo, levando a um potencial DPH ao nível da comunidade. Além disso, comunidades de plantas e beija-flores na Floresta Atlântica exibem diversas similaridades em sua organização temporal e padrão de interações. Isso sugere que DPH pode ser um fenômeno difundido nestas comunidades.

    Abstract in English:

    Abstract Hummingbirds are the most important group of pollinating birds in the Neotropics and tend to use, concomitantly, more than one plant species as food source. Pollen may be mixed on hummingbirds' body due to the visits to different plant species; therefore, these birds may promote heterospecific pollen deposition (HPD). The hummingbirds potential to promote HPD, the occurrence of HPD and its implications in plant reproduction are scarcely known in the Atlantic Forest. We have studied the transport of pollen by three hummingbird species from the Brazilian Atlantic Forest. We have also checked the actual HPD occurrence under natural conditions in two plant species, namely Canistropsis seidelii and Psychotria nuda. Moreover, we investigated Nidularium innocentii reproductive system evaluating the effect of HPD on its reproduction by simulating a pollen mixture pollination. We found hummingbirds transporting heterospecific pollen mixtures on their bodies, which in turn were deposited onto stigmas of different species. We have also found that mixed pollen deposition had negative effect on the fitness of N. innocentii. We conclude that hummingbirds carry pollen mixtures at the same body parts, leading to potential HPD at the community level. Moreover, hummingbird-plant communities in the Atlantic Rainforest show remarkable similarities in temporal organization and interaction pattern. This suggests that HPD may be a widespread phenomena in these communities.
  • Pollen economy enhanced by heteranthery in Desmocelis villosa (Melastomataceae) Ecologia Funcional Da Polinização

    Ferreira, Queroanne Isabel Xavier; Araújo, Francielle Paulina de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A heteranteria sempre despertou interesse quanto à sua funcionalidade. As flores de Desmocelis villosa (Melastomataceae), possuem estames dimorfos, sendo um grupo composto por cinco anteras amarelas e o outro por cinco anteras de cor púrpura. O presente estudo avaliou se a heteranteria promove divisão de trabalho nessa espécie. Foi realizado um experimento com remoção de anteras de cada tipo para se comparar a taxa de visitação por abelhas. Ao vibrar o conjunto de estames, as abelhas coletavam o pólen das anteras amarelas enquanto as de cor púrpura depositavam seu pólen na parte final do corpo das mesmas em uma posição próxima ao estigma favorecendo a polinização. Flores com anteras amarelas apresentaram maiores taxas de visitação que aquelas que tinham apenas anteras púrpuras. Nesta espécie a heteranteria se mostra como uma estratégia eficaz na economia do pólen utilizado com o serviço de polinização, pois embora os dois tipos de anteras apresentem alta porcentagem de grãos viáveis, as anteras amarelas apresentam significativamente menos grãos de pólen que as púrpuras, indicando que a planta estrategicamente reserva a maior parte do pólen para a reprodução sexuada.

    Abstract in English:

    Abstract Heteranthery has always aroused interest regarding its functionality. Desmocelis villosa (Melastomataceae) has flowers with dimorphic stamens, one group being composed of five yellow anthers and the other of five purple anthers. The current study assessed whether heteranthery promotes division of labor in this species. An experiment was performed with removal of anthers of each type in order to compare the visitation rate by bees. On vibrating the set of stamens, bees collected pollen from the yellow anthers, while the purple anthers deposited their pollen on the end part of their bodies in a position close to the stigma, thus allowing pollination. Flowers with yellow anthers showed higher visitation rates than those that solely had purple anthers. In this species, heteranthery is found to be an effective strategy for economizing pollen, which is used as a floral reward, given that, although the two types of anthers show a high percentage of viable grains, the yellow anthers have significantly fewer pollen grains than the purple ones, indicating that the plant strategically reserves most of the pollen for sexual reproduction purposes.
  • Atypical mating system in two Rubiaceae species: distyly with partial self-incompatibility in the thrum morph? Ecologia Funcional Da Polinização

    Matias, Raphael; Oliveira, Alexandre Silva de; Furtado, Marco Túlio; Sá, Túlio; Rodrigues, Ebenézer Barbosa; Oliveira, Paulo Eugênio de; Consolaro, Hélder

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Espécies distílicas possuem populações com dois morfos florais. O morfo longistilo possui flores com pistilos longos e estames curtos e o morfo brevistilo, pistilos curtos e estames longos. Normalmente, os morfos apresentam um sistema heteromórfico de incompatibilidade e os morfos estão em uma razão de 1:1 (isopletia) nas populações. Diferentes variações podem ser encontradas em espécies distílicas, como a presença de autocompatibilidade, anisopletia e variações no nível de reciprocidade entre anteras e estigmas dos dois morfos. O objetivo desse trabalho foi investigar a ocorrência das características distílicas em duas espécies de Rubiaceae. Para isso, a razão dos morfos, a hercogamia recíproca, o sistema de incompatibilidade e os visitantes florais de Psychotria deflexa e Declieuxia fruticosa foram estudados. Ambas as espécies apresentaram os dois morfos em proporção semelhante, altos valores de reciprocidade entre a altura dos verticilos sexuais dos morfos florais e apenas insetos como visitantes florais. O morfo brevistilo das duas espécies apresentou autoincompatibilidade parcial. Dentro de Rubiaceae, mesmo em grupos filogenéticos distintos, o relaxamento ou quebra da distilia parece ocorrer em padrões similares e comumente tal variação é mais comum no morfo longistilo. Para as espécies estudadas, mesmo com a pseudocompatibilidade do morfo brevistilo, as populações apresentaram proporção igual dos morfos, indicando que fatores como a alta hercogamia recíproca e, possivelmente, o serviço de polinização podem promover a manutenção da isopletia característica da distilia.

    Abstract in English:

    Abstract Distylous species have populations with two floral morphs. The pin morph has long pistils and short stamens while the thrum morph presents short pistils and long stamens. Usually heterostylous plants present a diallelic system of incompatibility and morphs occur in a 1:1 ratio (isoplethy) in the populations. Different forms of variations occur in distylous species, such as the presence of self-compatibility, anisoplethy and variation in the reciprocity level between anthers and stigmas of the two floral morphs. The aim of this study was to investigate the occurrence of the distylous characteristics in two Rubiaceae species. For this purpose, morph ratio, reciprocal herkogamy, incompatibility system and flower visitors of Psychotria deflexa and Declieuxia fruticosa were studied. Both species have the two floral morphs in equal ratio, high reciprocity values for height of the reproductive whorls of the floral morphs and were visited only by insects. However, the thrum morph on both species presented partial self-incompatibility. Within the Rubiaceae, even in distinct phylogenetic groups, weakening or breakdown of distyly seems to occur in similar patterns, but deviations in the incompatibility system have been mostly recorded for the pin morph of distylous species. In the studied species the populations had equal morph ratio despite the pseudocompatibility of the thrum morph, which indicates that factors such as high reciprocal herkogamy and possibly efficient pollination services could promote the maintenance of distyly in these species.
  • Reproductive biology of Jacquinia armillaris (Primulaceae): an endemic species of the Brazilian restinga Ecologia Funcional Da Polinização

    Andrich, Mariana; Martins, Márcio Lacerda Lopes; Thomaz, Luciana Dias de; Brito, Letícia da Silva; Martins, Rodrigo Lemes

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Jacquinia armillaris é uma espécie que ocorre no litoral nordeste e sudeste do Brasil em formações sujeitas a intenso processo de fragmentação. Para melhor entendimento da ecologia de J. armillaris em seu habitat natural esse trabalho avaliou a biologia reprodutiva dessa espécie na restinga do Parque Estadual Paulo César Vinha, Espírito Santo, Brasil. Por meio da descrição de eventos relacionados à floração, morfologia das flores, receptividade estigmática, sistema de reprodução, viabilidade polínica e comportamento dos visitantes florais, observou-se que Jacquinia armillaris apresenta características da síndrome de cantarofilia e visitação de dois grupos de Coleoptera: Carpophilus sp. (Nitidulidae) e Horistonotus sp. (Elateridae). Os dados também sugerem que a espécie é autocompatível, porém os testes de cruzamento revelam que a espécie depende da polinização promovida pelos visitantes florais. A espécie não apresentou agamospermia e crescimento clonal, o que somado a uma baixa produção de pólen viável, a síndrome de cantarofilia e outros rigores comuns em ambientes de restinga pode resultar em anos com baixa produção de frutos.

    Abstract in English:

    Abstract Jacquinia armillaris occurs in the coastal zone of Northeast and Southeast Brazil in greatly reworked estuarine landscapes. For a better understanding of the ecology of J. armillaris in its natural habitat, this study assessed the reproductive biology of this species in the restinga of Parque Estadual Paulo César Vinha, Espírito Santo, Brazil. According to the data on flowering, floral morphology, stigmatic receptivity, reproductive system, pollen viability, and behavior of floral visitors, Jacquinia armillaris showed characteristics of cantarophily syndrome and is visited by two Coleopteras: Carpophilus sp. (Nitidulidae) and Horistonotus sp. (Elateridae). The data suggest that the species is self-compatible. However, J. armillaris depends on pollination promoted by floral visitors. Absence of agamospermy and clonal growth, plus low viable production of pollen, cantharophily and common restinga rigor are discussed as responsible factors for low fruit set, consequently producing stochastic variation in seed recruitment.
  • Reproductive biology of Campylocentrum micranthum (Orchidaceae, Angraecinae) Ecologia Funcional Da Polinização

    Cabral, Paulo Roberto de Medeiros; Pansarin, Emerson Ricardo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Campylocentrum micranthum é uma espécie amplamente distribuída pelo Brasil. A biologia reprodutiva de C. micranthum foi estudada no município de São Simão, no noroeste do estado de São Paulo. A vegetação da região é caracterizada por florestas semideciduais, matas palustres e cerrado. Na área de estudo C. micranthum floresce no verão. A população estudada é formada por mais de 35 indivíduos distribuídos em uma área de mata palustre. As plantas são epífitas, e as flores são ressupinadas e de coloração creme. Cada flor possui um nectário tubuloso na base que produz em média 0,053 µL de néctar. As atividades dos polinizadores se iniciam por volta das 07:30 e as visitas se estendem até 13:00 h. Os polinizadores de C. micranthum são abelhas dos gêneros Lophopedia e Ceratina. A espécie autocompatível e não autógama. No entanto, necessita de polinizadores para a transferência de pólen. Nos experimentos de polinização cruzada à formação de frutos foi de 3,17%, enquanto no tratamento de autopolinização manual foi obtido 16% de frutificação. Em condições naturais a taxa de frutificação foi de 36,4%.

    Abstract in English:

    Abstract Campylocentrum micranthum is widely distributed throughout Brazil. The reproductive biology of C. micranthum was studied in the municipality of São Simão, state of São Paulo, Brazil. The vegetation of the region is characterized by semi-deciduous forests, swamp forests and cerrado. In the study area, C. micranthum blooms in summer. The study population consists of more than 35 individuals distributed in a swamp forest area. The plants are epiphytes and the flowers are resupinate and creamy in colour. Each flower has a tubular nectary at the base of the labellum that produces 0.053 µL of nectar on average. The activity of the pollinator on flowers occurs from 07:30 to 13:00. The pollinators of C. Micrantum are bees of the genera Lophopedia and Ceratina. Campylocentrum micranthum is self-compatible, but dependent on a biotic pollinator for pollen transference. In the treatment of cross-pollination, fruit set was 3.17%, while in the experiment of manual self-pollination 16% fructification was recorded. Under natural conditions (open pollination) fruit set was 36.4%.
  • Reproductive biology and oil flowers in Cipura paludosa (Iridaceae) Ecologia Funcional Da Polinização

    Santos, Juliana Silva dos; Athiê-Souza, Sarah Maria; Almeida, Natan Messias; Castro, Cibele Cardoso de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Cipura paludosa está inserida na família Iridaceae a qual se destaca pela grande diversidade de sistemas de polinização, ofertando recursos como néctar, pólen e óleo. Esse estudo foi conduzido em um fragmento de Mata Atlântica em área urbana, em Recife, Pernambuco. O trabalho teve como objetivo investigar a biologia floral e reprodutiva da herbácea C. paludosa. Foi avaliado o período de abertura floral, receptividade estigmática, deiscência das anteras, número de grãos de pólen e óvulos por flor, morfometria floral, experimentos de autopolinização espontânea e de polinização natural, além da observação de visitantes florais. Cipura paludosa é melitófila, autocompatível, oferece pólen e óleo (produzido em elaióforos tricomados) como recursos e recebe visitas de Plebeia sp. e Augochlora thalia. Por formar poucos frutos espontaneamente, C. paludosa se beneficia dos serviços de polinização para o seu sucesso reprodutivo. A ocorrência de abelhas não especialistas na coleta de óleo pode levar a má qualidade nos serviços de polinização, reduzindo a aptidão da espécie.

    Abstract in English:

    Abstract Cipura paludosa is taxonomically placed in the Iridaceae family which is notable for the diversity of pollination systems, offering resources such as nectar, pollen and oil. The study was conducted within a fragment of Atlantic Forest in Recife, Pernambuco, to investigate the floral and reproductive biology of C. paludosa. The floral opening period, stigmatic receptivity, anther dehiscense, number of pollen grains, ovules per flower and floral morphology were evaluated; experiments regarding to the reproductive system and flower visitor observations were performed. Cipura paludosa is a herbaceous plant with melittophilous and self-compatible flowers, visited by Plebeia sp. and Augochlora thalia. The flower resources produced by C. paludosa were pollen and oil (produced in trichomal elaiophores). To ensure reproductive success Cipura paludosa benefits from pollination services since it produces only a few fruits spontaneously. The presence of bees not specialized in oil collecting may result in poor quality pollination services consequently reducing the species reproductive output.
  • Reproductive biology and flower visitors guild of Pseudobombax marginatum (Malvaceae) Ecologia Funcional Da Polinização

    Pequeno, Izaac Damasceno; Almeida, Natan Messias; Filho, José Alves Siqueira

    Abstract in Portuguese:

    Resumo No Brasil, ocorrem 120 espécies do gênero Pseudobombax em diferentes formações vegetacionais. Espécies de Bombacoideae apresentam flores com antese noturna, visitadas por morcegos e esfingídeos. Objetivou-se investigar a biologia reprodutiva de P. marginatum, e conhecer relações entre planta e visitantes. O estudo foi desenvolvido em uma área de caatinga, no município de Afrânio, Pernambuco. Analisou-se a fenologia, biologia floral, comportamento dos visitantes e sistema reprodutivo. P. marginatum apresenta características de flores quiropterófilas, apesar de não receber visitas de morcegos, parecendo estar relacionado ao processo de fragmentação florestal ocorrente na área de estudo. A espécie floresceu entre maio e julho, recebendo visitas de esfingídeos, abelhas, vespas e aves. A produção de néctar foi elevada com baixa concentração de açúcares. Apenas na polinização cruzada obteve-se sucesso, devido à presença de mecanismos de incompatibilidade. P. marginatum apresenta-se em situação crítica quanto à sua regeneração, devido à carência de serviços de polinização eficientes, provavelmente ocasionados pela perturbação na área e ausência de quirópteros visitantes.

    Abstract in English:

    Abstract In Brazil, the genus Pseudobombax is represented by some 120 species occurring in different vegetation types. Bombacoideae species have nocturnal flowers and are bat and hawkmoth visited. The aim of the work was to investigate the reproductive biology of P. marginatum, and to describe the plant-floral visitors relationships. The study was carried out in a Caatinga area in Afrânio municipality, Pernambuco state. Phenology, floral biology, flower-visitor behavior and reproductive system were analyzed. P. marginatum has chiropterophilous flowers, although it is not visited by bats, a fact possibly related to the forest fragmentation process in the study area. The flowering period of the species was from May to July, - floral visitors were hawkmoths, bees, wasps and birds. Nectar production was high with low sugar concentration. Reproductive success was obtained only in cross pollination, due to the incompatibility mechanism. P. marginatum presents a critical situation for regeneration due to the lack of efficient pollination services, caused probably by forest fragmentation in the study area and the lack of chiropterans visitors.
  • Vascular plant species recorded in protected areas and the implications for São Paulo State's Red List of Threatened Plants Artigos Originais

    Colli-Silva, Matheus; Bezerra, Thayane Lee; Franco, Geraldo Antônio Daher Corrêa; Ivanauskas, Natália Macedo; Souza, Flaviana Maluf

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O conhecimento sobre a ocorrência de espécies ameaçadas de extinção é fundamental para o planejamento da conservação da biodiversidade. Neste estudo, atualizamos as informações referentes a dois dos 11 critérios utilizados para a elaboração da lista de espécies da flora ameaçada de extinção no estado de São Paulo, referentes à: i) ocorrência desconhecida e ii) ocorrência exclusiva da espécie em unidades de conservação (UC). Fizemos o levantamento da ocorrência das espécies de plantas vasculares nas UCs consultando os registros on-line de material depositado em herbário e revimos a necessidade de alteração na categoria de ameaça ou de exclusão de espécies da lista atual. Registramos 4846 espécies em 59 UCs. Nossos resultados apontam a necessidade de exclusão de 148 espécies da lista, das quais 82 não atendem mais ao critério de ocorrência desconhecida e 66 não obedecem mais o critério de ocorrência exclusiva em UCs. Outras 55 espécies deverão sofrer alteração em sua categoria de ameaça e 39 permanecerão inalteradas. Embora cerca de 60% das espécies da flora paulista já estejam em unidades de conservação, é urgente a necessidade de se estabelecer estratégias para proteger os 40% restantes, criando novas UCs de proteção integral ou ampliando as já existentes.

    Abstract in English:

    Abstract Information regarding the occurrence of threatened species is essential when developing plans for the conservation of biodiversity. In this study, we gathered updated information regarding two out of 11 criteria of the plant species red list in São Paulo state, related to: i) unknown occurrence and ii) exclusive occurrence of the species in protected areas (PA). We carried out a survey on the occurrence of vascular plant species in protected areas by consulting online herbarium records and reviewed the necessity to change the category of threat or to exclude the species from the current list. We recorded 4846 species in 59 protected areas. Our results showed that 148 species should be excluded from the list, 82 of which no longer meet the criterion for unknown occurrence and 66 that no longer meet the criterion of exclusive occurrence in PAs. Additionally, the threat category should be altered for 55 species and 39 must remain unchanged. Although around 60% of the plant species found in São Paulo state are already currently in PAs, it is urgent to establish strategies to protect the remaining 40% by creating new protected areas or expanding the existing ones.
  • Are the wing's cells alive? Study case in Vriesea trichomes Original Papers

    Kowalski, Vanessa Koza; Pereira, Pamella Paula Diniz Alves; Oliveira, Fernanda Maria Cordeiro de; Costa, Maria Eugênia; Tardivo, Rosangela Capuano

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Uma das principais características anatômicas de Bromeliaceae é a presença de tricomas foliares peltados. Estas complexas estruturas adaptadas à compensação da absorção de água e alimento em espécies com raízes reduzidas ou independentes do substrato e reflexão da luz, possibilitaram a vida em ambientes diversos e extremos, contribuindo para a ampla distribuição desta família. Neste estudo são analisadas as características dos tricomas peltados de três espécies do gênero Vriesea (Tillandsioideae): Vriesea platynemavar. platynema, V. platynema var. variegata e V. tijucana. Folhas em diferentes fases de desenvolvimento foram analisadas com testes histoquímicos e de Microscopia Eletrônica de Transmissão. Destacam-se a presença de citoplasma evidente em células periféricas da ala, inclusive em folhas maduras, característica esta, inédita evidenciada pela primeira vez para a família, possibilitando a discussão da absorção de água por estas células.

    Abstract in English:

    Abstract The presence of peltate foliar trichomes is one of the main anatomical characteristic of Bromeliaceae. These complex structures are adapted to compensate water and nutrient absorption in species that have reduced or substrate and light-reflection independent roots. They have enabled species' survival in diverse and extreme environments contributing to the wide distribution of this family. In the present work, we analyzed the peltate trichomes' characteristics in three taxa of Vriesea (Tillandsioideae): Vriesea platynema var. platynema, V. platynema var. variegata and V. tijucana. Leaves in different developmental stages were analyzed with histochemical tests and Transmission Electron Microscopy. Main results include the presence of cytoplasmic content in the wing peripheral cells, as well as in mature leaves. This is the first register of the presence of such feature in this family, which brings the possibility of discussing how water can be absorbed by these cells.
  • Panbiogeographic analysis of Galianthe subgenus Ebelia (Rubiaceae) Artigos Originais

    Florentin, Javier E.; Arana, Marcelo D.; Salas, Roberto M.

    Abstract in Spanish:

    Resumen Galianthe (Rubiaceae: Spermacoceae) es un género con los subgéneros Galianthe y Ebelia, éste último comprende 11 especies neotropicales, con centro de diversidad se encuentra en Brasil. El análisis panbiogeográfíco enfatiza la importancia de la dimensión espacial de la biodiversidad para generar una comprensión más adecuada de los patrones y procesos evolutivos y enfoca los eventos vicariantes como la mayor fuerza de la fragmentación de biotas. Son escasos los estudios biogeográficos de Galianthe, por lo que el objetivo del presente trabajo es establecer los patrones de distribución de Ebelia mediante un análisis de trazos. Las especies poseen distribución mesoamericana, andina y chaqueña, cuatro de estas últimas son exclusivas de Brasil. Siete especies conforman un único trazo generalizado denominado "Paraná", que conecta las provincias biogeográficas Cerrado y Chaco del dominio Chaqueño y Atlántica, Bosque Paraná y Bosque de Araucaria, pertenecientes al dominio Paraná, ambos dominios se hallan íntegramente dentro de la subregión Chaqueña, región Neotropical. Debido a que el origen de la tribu Spermacoceae se ha establecido durante el Eoceno, la aridificación de Sudamérica generada por los eventos vicariantes como la orogenia andina e introgresiones marinas, posiblemente han favorecido la radiación adaptativa del subgénero Ebelia dentro de la subregión Chaqueña.

    Abstract in English:

    Abstract Galianthe (Rubiaceae: Spermacoceae) is a genus composed by the subgenus Galianthe and Ebelia, the latter includes 11 Neotropical species with a center of diversity located in Brazil. The panbiogeographic analysis emphasizes the importance of the spatial dimension of biodiversity to generate a better understanding of both, evolutionary patterns and processes. Panbiogeography focuses on vicariant events as the greatest force for the fragmentation of biota. There are few studies leading with the biogeography of Galianthe, so the aim of this study is to establish the distribution patterns of subgenus Ebelia by track analysis. The species belonging to Ebelia have Mesoamerican, Andean and Chacoan distribution, with four of the species endemic of Brazil. Seven species form a unique generalized track called "Parana", which connects the biogeographic provinces Cerrado and Chaco of Chacoan dominion, and Atlantic, Parana and Araucaria Forest, belonging to the Parana dominion. Both dominions belong to the Chacoan subregion of the Neotropical region. Because the origin of the Spermacoceae tribe has been established during the Eocene, the aridification of South America, generated by the vicariant events as Andean orogeny and marine introgression have possibly favoured the adaptive radiation of the subgenus Ebelia within the Chacoan subregion.
  • Behuria, Bertolonia, Cambessedesia, Huberia and Mouriri, and identification key for the genera of Melastomataceae in the State of Paraná Artigos Originais

    Goldenberg, Renato; Bacci, Lucas Freitas; Bochorny, Thuane

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A família Melastomataceae possui 22 gêneros e 150 espécies no estado do Paraná. Tratamentos com descrições e chaves de identificação já foram publicados para 17 destes gêneros. Neste trabalho, são apresentados os tratamentos taxonômicos dos cinco gêneros faltantes, com nove espécies: Behuria insignis, Bertolonia acuminata, B. margaritacea, B. mosenii, B. paranaensis, Cambessedesia espora, C. hilariana, Huberia semiserrata e Mouriri chamissoana. Também é apresentada uma chave de identificação para os gêneros de Melastomataceae ocorrentes no Paraná, além de ilustrações dos gêneros apresentados neste trabalho.

    Abstract in English:

    Abstract Melastomataceae has 22 genera and 150 species in the state of Paraná. Treatments with descriptions and identification keys have already been published for 17 genera. In this work, we presented a monograph for the last five genera, with nine species: Behuria insignis, Bertolonia acuminata, B. margaritacea, B. mosenii, B. paranaensis, Cambessedesia espora, C. hilariana, Huberia semiserrata and Mouriri chamissoana. We also present an identification key for all the genera of Melastomataceae occurring in Paraná.
  • The tribe Senecioneae (Asteraceae) in Minas Gerais, Brazil Artigos Originais

    Teles, Aristônio M.; Stehmann, João Renato

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Senecioneae está representada em Minas Gerais por oito gêneros e 41 espécies (Dendrophorbium 3 spp., Emilia 2 spp., Erechtites 3 spp., Graphistylis 5 spp., Hoehnephytum 1 sp., Pentacalia 1 sp., Pseudogynoxys 1 sp. e Senecio 25 spp.). Três espécies são culvitadas como ornamentais: Curio rowleyanus, Senecio flaccidus e S. tamoides. Seis espécies são novas ocorrências para o estado: Dendrophorbium fastigiaticephalum, Graphistylis argyrotricha, Senecio paulensis, S. paucijugus, S. pseudostigophlebius e S. stigophlebius. São apresentadas chaves de identificação para os gêneros e espécies, descrições, comentários sobre a taxonomia, distribuição geográfica e habitat, além de ilustrações das espécies estudadas.

    Abstract in English:

    Abstract Senecioneae is represented in Minas Gerais, Southeastern Brazil, by eight genera and 41 species (Dendrophorbium 3 spp., Emilia 2 spp., Erechtites 3 spp., Graphistylis 5 spp., Hoehnephytum 1 sp., Pentacalia 1 sp., Pseudogynoxys 1 sp., and Senecio 25 spp.). Three species are cultivated as ornamental: Curio rowleyanus, Senecio flaccidus and S. tamoides. Six species are new occurrences: Dendrophorbium fastigiaticephalum, Graphistylis argyrotricha, S. paulensis, S. paucijugus, S. pseudostigophlebius and S. stigophlebius. Identification key of genera and species from Minas Gerais, descriptions, and comments on the taxonomy, geographical distribution and habitats, besides illustrations are given.
  • Euphorbiaceae in Serra Geral of Licínio de Almeida, Bahia, Brazil Artigos Originais

    Hurbath, Fernanda; Torres, Daniela Santos Carneiro; Roque, Nádia

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Euphorbiaceae possui grande representatividade no semiárido nordestino, sendo uma das famílias consideradas típicas da Caatinga. O objetivo deste estudo foi realizar o levantamento florístico de Euphorbiaceae na Serra Geral de Licínio de Almeida, incluindo chave de identificação, descrições, comentários e ilustrações. A área localiza-se na região central da Cadeia do Espinhaço em uma faixa oeste do município de Licínio de Almeida, sudoeste da Bahia. Foram registradas 51 espécies distribuídas em 14 gêneros: Croton (23 spp.), Euphorbia (6 spp.), Microstachys (4 spp.), Manihot (3 spp.), Acalypha, Cnidoscolus, Dalechampia, Sebastiania e Stillingia (2 spp. cada), Alchornea, Astraea, Gymnanthes, Maprounea e Tragia (1 sp. cada). Três espécies são endêmicas da Bahia (Croton imbricatus, Microstachys uleana e Sebastiania catingae). Quatro são novas ocorrências para o estado (Acalypha multicaulis, Euphorbia attastoma, E. setosa e Stillingia trapezoidea).

    Abstract in English:

    Abstract Euphorbiaceae has a large representation in the semi-arid region of Brazil, and is considered one of the families that characterize Caatinga. The aim of this study was to conduct a floristic survey of the family Euphorbiaceae to Serra Geral of Licínio de Almeida including identification key, descriptions, comments and illustrations. The area is located in Espinhaço Range and occupies a long area west of the municipality of Licínio de Almeida. A number of 51 species distributed in 14 genera were collected: Croton (23 spp.), Euphorbia (6 spp.), Microstachys (4 spp.), Manihot (3 spp.), Acalypha, Cnidoscolus, Dalechampia, Sebastiania e Stillingia (2 spp. each), Alchornea, Astraea, Gymnanthes, Maprounea and Tragia (1 sp. each). Three espécies are endemic to Bahia (Croton imbricatus, Microstachys uleana, Sebastiania catingae), four are new records to the State (Acalypha multicaulis, Euphorbia attastoma, E. setosa, and Stillingia trapezoidea).
  • What is the name of the babassu? A note on the confusing use of scientific names for this important palm tree Original Papers

    Cavallari, Marcelo Mattos; Toledo, Marcos Miranda

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Na literatura científica atual são encontrados artigos que utilizam diferentes nomes científicos para o babaçu, principalmente Orbignya phalerata e Attalea speciosa, mas também O. speciosa, O. martiana, entre outros. Esta multiplicidade de nomes ocasiona uma grande confusão na comunidade científica que permite a propagação sucessiva de erros. Este artigo de opinião objetiva esclarecer aspectos deste problema, revisando a história da nomenclatura da espécie, desde a primeira descrição por Martius, em 1826, e evidenciando as sucessivas mudanças de nome que ocorreram. São também brevemente discutidas as consequências da fusão dos quatro gêneros relacionados, de recentes trabalhos de filogenia e das últimas mudanças em classificação de palmeiras para a nomenclatura da espécie. Adicionalmente, os resultados de buscas em Índices de Nomes de Plantas são apresentados. Como conclusão, recomendamos a adoção do nome Attalea speciosa Mart ex. Spreng como o mais adequado para o babaçu e frisamos a forte necessidade de uma ampla revisão taxonômica do grupo.

    Abstract in English:

    Abstract Various scientific names are usually found for the babassu in current literature: mainly Orbignya phalerata and Attalea speciosa, but also O. speciosa and O. martiana, among others. This multiplicity of names leads to great confusion in the scientific community causing mistakes to be successively propagated. This note aims to clarify the problem, reviewing the species nomenclature history since the first description by Martius, in 1826, and reporting the successive name changes which occurred. Consequences of the lumping of four closely related genera, of recent phylogenetic studies and of the last changes in palm classification on the species nomenclature are also briefly discussed. In addition, searching results on scientific names at the main Plant Name Indexes are presented here. As a conclusion, we recommend the adoption of Attalea speciosa Mart ex. Spreng as the most suitable name for the babassu and highlight that a broad taxonomic review of the Attalea group is necessary.
  • Errata Errata

Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Rua Pacheco Leão, 915 - Jardim Botânico, 22460-030 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21)3204-2148, Fax: (55 21) 3204-2071 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rodriguesia@jbrj.gov.br