Rodriguésia, Volume: 67, Issue: 4, Published: 2016
  • Dynamics of the woody vegetation of two areas of Cerrado sensu stricto located on different substrates Original Papers

    Gomes, Letícia; Maracahipes, Leandro; Reis, Simone Matias; Marimon, Beatriz Schwantes; Marimon-Junior, Ben Hur; Lenza, Eddie

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A diferença de substrato pode causar respostas distintas sobre a dinâmica da comunidade vegetal. O objetivo deste trabalho foi comparar os parâmetros florístico, estruturais e de dinâmica da vegetação entre áreas queimadas de cerrado típico (CT) e cerrado rupestre (CR) (presença de afloramentos rochosos) ao longo do tempo. Foram estabelecidas 10 parcelas (20 m × 50 m) em cada local. Todos os indivíduos com diâmetro ≥ 3 cm a 30 cm de altura acima do solo foram identificados e mediu-se o diâmetro do caule tanto em 2009 quanto em 2012, depois de uma queima acidental em 2008. As mudanças nos parâmetros florísticos não foram significativas entre o CT e CR. Entretanto, foram encontradas diferenças (p < 0,05) principalmente com relação aos parâmetros estruturais e de dinâmica, como densidade (CT = 1.523; CR = 2.171 ind.ha-1), área basal (CT = 8,70; CR = 13,00 m2.ha-1), taxa de recrutamento (CT = 24,35; CR= 15,14% ano-1; p = 0,01), ganho (CT = 8,58; CR= 3,58% ano-1; p = 0,02) e perda em área basal (CT = 3,88; CR= 2,45% ano-1). Essas diferenças enfatizam a necessidade de avaliar de forma diferenciada essas fisionomias para criação de futuras estratégias de conservação.

    Abstract in English:

    Abstract Differences in substrates can provoke distinct responses in the dynamics of a plant community. We compared changes the floristic, structural and dynamic parameters of the woody vegetation between burned sites dominated by cerrado típico (CT) and cerrado rupestre (CR), which is characterized by the presence of rocky outcrops, over time. We set up 10 plots (20 m × 50 m) at each site. All individuals (diameter of ≥ 3 cm at 30 cm height above the ground) were identified in the two censuses (2009 and 2012) and measured (stem diameter), after an accidental fire in 2008. Changes in floristic parameters between the CT and CR were not significant. However, we found significant differences (p < 0.05) in structural and dynamic parameters, such as density (CT = 1,523; CR = 2,171 ind.ha-1), basal area (CT = 8.70; CR = 13.00 m2.ha-1), recruitment rates (CT = 24.35; CR = 15.14% year-1; p = 0.01), gain (CT = 8.58; CR= 3.58% year-1), and the loss rates of basal area (CT = 3.88; CR= 2.45% year-1). These differences emphasize the need for a differential evaluation of these sites for the development of effective conservation strategies.
  • Floral biology of Sesbania virgata: an invasive species in the Agreste of Paraíba, northeastern Brazil Original Papers

    Souza, Vênia Camelo de; Andrade, Leonaldo Alves de; Quirino, Zelma Glebya Maciel

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A reprodução parece ser uma parte importante da estratégia de invasão bem-sucedida de Sesbania virgata. Apesar disso, a sua biologia floral é pouco estudada. O objetivo do nosso estudo foi preencher esta lacuna no conhecimento estudando a biologia floral de uma população de S. virgata no agreste brasileiro. Sesbania virgata é um arbusto que apresenta inflorescências racemosas. Suas flores são zigomorfas, pedunculadas e hermafroditas com corola amarelo-clara, androceu diadelfo, anteras com deiscência longitudinal, e estigma inconspícuo. As flores de Sesbania virgata apresentam três diferentes tipos de pétalas: o estandarte (11,92 mm), as alas (8,27 mm) e a quilha (9,3 mm). A maior intensidade do período de floração ocorreu entre novembro e janeiro. A média de grãos de pólen por flor foi de 22.918, com viabilidade polínica de 99,93%. A antese é diurna e assincrônica. Embora S. virgata seja autocompatível, a razão pólen/óvulo sugere a presença de um sistema reprodutivo misto (xenogamia + autogamia) nesta planta. A floração contínua, a morfologia floral, e o sistema reprodutivo especializado são indispensáveis para garantir o sucesso reprodutivo desta espécie no habitat estudado. A sua floração contínua e grande população faz de S. virgata uma fonte de recursos para os visitantes florais. Portanto, esta espécie apresenta uma efetiva estratégia reprodutiva que garante seu sucesso como espécie invasora.

    Abstract in English:

    Abstract Although reproduction seems to play an important role in the successful invasive strategy of Sesbania virgata, its floral biology is poorly known. We aimed at filling this gap by studying the floral biology of a population of S. virgata in the Agreste of Brazil. Sesbania virgata is a shrub that bears racemose inflorescences. Its flowers are zygomorphic, pedunculate, hermaphrodite, and have a pale yellow corolla, diadelphous androecium, anthers with longitudinal dehiscence, and inconspicuous stigma. S. virgata flowers display three different types of petals: banner (11.92 mm), wing (8.27 mm), and keel (9.3 mm). The flowering peak occurred from November to January. The average number of pollen grains per flower was 22,918, with a pollen viability of 99.93%. Its anthesis is diurnal and asynchronous. Although S. virgata is autogamous, its pollen/ovule ratio suggests that this plant has a mixed reproductive system (xenogamy + autogamy). Continuous flowering, flower morphology, and specialized breeding system are essential to assure the reproductive success of this species in the studied habitat. Sesbania virgata is a food source for flower visitors, due to its continuous flowering and large population. Therefore, it has an effective reproductive strategy that assures its invasion success.
  • Brazilian plant specimens at the Regnellian herbarium: history and repatriation Original Papers

    Santos, Karin dos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este artigo aborda o histórico da parceria Brasil-Suécia em botânica e a contribuição de Anders Fredrik Regnell e outros coletores botânicos para o conhecimento da flora brasileira com coleções significativas na Suécia. A importância do herbário de Estocolmo (S) é amplamente reconhecida por suas coleções de plantas brasileiras, uma das maiores do mundo. A maioria das coleções do Brasil data do período compreendido entre a segunda metade do século XIX e início do século XX. Dentre os principais coletores da flora brasileira dessa fase, cuja maior parte de coleções estão em Estocolmo estão os suecos Anders Regnell, Gustaf Malme, Per Dusen, Carl Lindman e muitos outros. O herbário também abriga coleções substanciais de August Glaziou, grande contribuidor para o conhecimento da flora do estado de Goiás, e Adolf Ducke, pioneiro na taxonomia de espécies de árvores amazônicas. A cooperação entre Brasil e Suécia está sendo renovada através da parceria entre o Museu de História Natural de Estocolmo e o Jardim Botânico do Rio de Janeiro através do Programa Reflora, que permitirá o repatriamento de espécimes brasileiros alojados em Estocolmo.

    Abstract in English:

    Abstract This article visits the history of Brazil-Sweden's partnership in botany and the contribution of Anders Fredrik Regnell and other botanical collectors to the knowledge of Brazilian flora. The importance of the herbarium of Stockholm (S) is widely recognized for its collections of Brazilian plants, one of the largest in the world. The majority of the collections from Brazil date from the period between the second half of nineteenth century and the beginning of the twentieth century. The main collectors of Brazilian flora from that phase, whose bulk of collections are in Stockholm are Anders Regnell, Gustaf Malme, Per Dusén, Carl Lindman and many others sponsored by the Regnellian fund. The herbarium also houses substantial collections of August Glaziou, a great contributor to the knowledge of the flora of state of Goiás, and Adolf Ducke, pioneer in the taxonomy of Amazonian tree species. The cooperation between Brazil and Sweden is currently being renewed through Rio de Janeiro Botanical Garden and the Reflora Program, allowing repatriation of Brazilian specimens housed in Stockholm.
  • Phanerogamic Flora of the Serra do Brigadeiro State Park, Minas Gerais, Brazil: Begoniaceae Original Papers

    Delfini, Carolina; Souza, Vinicius Castro

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo refere-se ao levantamento das espécies de Begoniaceae ocorrentes no Parque Estadual da Serra do Brigadeiro (PESB), Minas Gerais, Brasil. No Parque foram encontradas 10 espécies da família, todas elas pertencentes a Begonia: B. altamiroi, B. angulata, B. convolvulacea, B. cucullata, B. fischeri, B. fruticosa, B. hugelii, B. integerrima, B. luxurians e B. riedelii, as quais podem ser diferenciadas principalmente pelo hábito, pelo aspecto geral do limbo e pelo indumento. Do total, oito espécies são exclusivas do Brasil e sete endêmicas da Mata Atlântica. Este estudo baseou-se em levantamento bibliográfico, consulta aos principais herbários do país e observações de campo. Constam também descrições, ilustrações e comentários.

    Abstract in English:

    Abstract A taxonomic survey for Begoniaceae occurring in the Serra do Brigadeiro State Park (PESB), Minas Gerais, Brazil is presented in this study. Ten species of Begoniaceae were found at the park, all of them belonging to Begonia: B. altamiroi, B. angulata, B. convolvulacea, B. cucullata, B. fischeri, B. fruticosa, B. hugelii, B. integerrima, B. luxurians and B. riedelii, mainly distinguished by features of habit, by the general aspect of leaf blades, and indument. Of the total, eight species are endemic to Brazil, whilst seven are endemic from the Atlantic Forest. The study was based on bibliographic review, consults to the main Brazilian herbaria, and field observation. Descriptions, illustrations, and comments are also presented for each species.
  • Eriocaulaceae in the Brazilian Amazon and the use of Species Distribution Modelling in its conservation Original Papers

    Giulietti, Ana M.; Harley, Raymond M.; Siqueira, José Oswaldo; Giannini, Tereza Cristina

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Com base em espécimes de herbários do Brasil e exterior, complementado pela literatura pertinente e buscas em sites de biodiversidade, foram identificados 66 táxons de Eriocaulaceae para a Amazônia brasileira, definida pelos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima. Seis gêneros de Eriocaulaceae foram encontrados na Amazônia com os seguintes números de táxons: Comanthera (3 táxons), Eriocaulon (10), Paepalanthus (15), Rondonanthus (2), Syngonanthus (35) e Tonina (1). Desse total, 25 táxons foram considerados como de distribuição ampla e os restantes 41 táxons são restritos ao bioma Floresta Amazônica. Os dados de distribuição para apenas 31 táxons foram utilizados para Modelagem de Distribuição de Espécies, devido ao baixo número de pontos de ocorrência reportados para os outros táxons, 17 dos quais conhecidos de uma só localidade. A sobreposição desses modelos mostrou áreas do Amapá, Amazonas, Pará e Roraima como tendo maior probabilidade de ocorrência para as espécies modeladas. Os dados obtidos permitirão a localização de novas populações das espécies de Eriocaulaceae. Novas detecções das espécies de Eriocaulaceae podem ajudar a preencher as lacunas sobre sua distribuição geográfica e ecologia, contribuindo para a proteção ou restauração de áreas prioritárias para sua conservação.

    Abstract in English:

    Abstract Following a survey in herbaria in Brazil and abroad, complemented by a survey of the literature and searches of biodiversity data, 66 taxa of Eriocaulaceae have been identified in the Brazilian Amazon, as defined by the states of Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia and Roraima. Six genera of Eriocaulaceae were found in the Amazon with the following taxon numbers: Comanthera (3 taxa), Eriocaulon (10), Paepalanthus (15), Rondonanthus (2), Syngonanthus (35) and Tonina (1). Of this total, 25 taxa present distributions in the states of the Amazon and other Brazilian states (considered as widely distributed) and the remaining 41 taxa are restricted to the Amazon Rainforest biome. The distribution data for 31 species were used for Species Distribution Modelling, due to the low number of occurrence points reported for the other taxa, 17 of those are known from a single location. The overlap of these models indicates areas from Amapá, Amazonas, Pará and Roraima where modelled species are most likely to occur. These data can further contribute to the location of new populations of species of Eriocaulaceae. New detection of Eriocaulaceae species can assist in filling the gaps on their geographic distribution and ecology, contributing to the protection or restoration of priority areas set aside for their conservation.
  • The subtribe Goodyerinae (Orchidaceae: Orchidoideae) in the Paraná state, Brazil Original Papers

    Engels, Mathias Erich; Barros, Fábio de; Smidt, Eric de Camargo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A subtribo Goodyerinae é constituída por 32 gêneros e 744 espécies, ocorrendo tanto no Novo quanto no Velho Mundo. Está representada no Novo Mundo por três gêneros nativos, dois dos quais ocorrem no Brasil: Aspidogyne e Microchilus. No estado do Paraná foi constatada a ocorrência destes dois gêneros, com um total de 16 espécies nativas. Também foi registrada a ocorrência de Zeuxine strateumatica, espécie exótica invasora de origem asiática. Três espécies são consideradas criticamente em perigo (CR), sete em perigo (EN), três são vulneráveis (VU) e três não são consideradas em risco de extinção (LC). Aspidogyne schlechteriana é sinonimizada sob A. bidentifera e A. serripetala é restabelecida com táxon autonomo. São apresentados uma chave de identificação para as espécies, descrições morfológicas, comentários, estado de conservação e ilustrações dos táxons estudados.

    Abstract in English:

    Abstract The subtribe Goodyerinae comprises 32 genera and 744 species, occurring in both New and Old World. It is represented in the New World by three native genera, two of which occur in Brazil: Aspidogyne and Microchilus. In Paraná State, the reports indicated the occurence of these two genera, with a total of 16 native species. Was also recorded the occurrence of Zeuxine strateumatica, exotic invasive species of Asiatic origin. Three species are considered critically endangered (CR), seven are endangered (EN), three are vulnerable (VU) and three are not considered at risk of extinction (LC). Aspidogyne schlechteriana is synonymized under A. bidentifera and A. serripetala is restabliched with autonomous taxon. An artificial key to the species is presented, as well as morphological descriptions, comments, conservation status, and illustrations of the taxa studied.
  • The Miconieae tribe (Melastomataceae) in the Parque Estadual do Biribiri,Diamantina, Minas Gerais, Brazil Artigos Originais

    Araújo, Inara Montini; Romero, Rosana

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A tribo Miconieae no Parque Estadual do Biribiri está representada por 23 espécies e cinco gêneros. Miconia é o gênero mais numeroso, com 14 espécies, seguido de Leandra com quatro, Clidemia com três e Tococa e Ossaea com uma espécie cada. As espécies ocorrem na maioria das fitofisionomias do parque, com um maior número de espécies nas formações florestais. Chave de identificação para as espécies, descrições e dados de distribuição geográfica são fornecidos, assim como ilustrações dos táxons pouco representados na literatura.

    Abstract in English:

    Abstract The Miconieae tribe is represented by 23 species and five genera in the Parque Estadual do Biribiri. Miconia is the largest genus, with 14 species, followed by Leandra with four, Clidemia with three, Tococa and Ossaea with one species each. Species occur in almost vegetation types in the park, with a larger number of species occurring in forests. Identification key for the species, descriptions, and geographic distribution data are provided, as well as illustrations for the taxon poorly illustrated in the literature.
  • Flora of Usina São José, Igarassu, Pernambuco: Lecythidaceae, Marcgraviaceae and Primulaceae Artigos Originais

    Amorim, Bruno S.; Maciel, Jefferson R.; Melo, Aline; Alves, Marccus

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A ordem Ericales nos remanescentes de Floresta Atlântica da Usina São José foi previamente tratada com a monografia da família Sapotaceae. Dando continuidade aos estudos dessa flora, neste trabalho o tratamento da ordem Ericales é atualizado com a monografia das famílias Lecythidaceae, Marcgraviaceae e Primulaceae. Nestas três famílias foram registradas oito espécies classificadas em seis gêneros. Em Lecythidaceae foram identificados três gêneros e quatro espécies, em Marcgraviaceae dois gêneros e duas espécies e Primulaceae um gênero e duas espécies. Eschweilera e Myrsine foram registradas duas espécies cada, enquanto os demais gêneros foram representados por apenas uma espécie. Este trabalho é composto por uma chave de identificação e descrições morfológicas das espécies, além de comentários ecológicos e taxonômicos sobre os gêneros e espécies registrados.

    Abstract in English:

    Abstract The order Ericales in the Atlantic Forest remnants of Usina São José was partially published in the taxonomic treatment of Sapotaceae. Following the series of publications of Usina São José, in this paper the treatment of Ericales is updated with the families Lecythidaceae, Marcgraviaceae and Primulaceae. We recorded six genera and eight species for these families. Lecythidaceae is represented by three genera and four species, Marcgraviaceae by two genera and two species and Primulaceae by one genus and two species. For the genera Eschweilera and Myrsine we recorded two species each and for the other genera we recorded one species each. This paper has an identification key and descriptions for the species, ecological and taxonomic comments for genera and species.
  • Flora of Ceará, Brazil: Polygonaceae Artigos Originais

    Tabosa, Francisco Romário Silva; Almeida, Élida Machado; Melo, Efigênia; Loiola, Maria Iracema Bezerra

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Polygonaceae tem ampla distribuição no Brasil e foi registrada em diferentes domínios fitogeográficos. Os representantes desta família são reconhecidos por apresentar folhas simples, alternas e inteiras, caules e ramos com nós e entrenós bem delimitados e estípulas concrescidas que envolvem completamente o caule (ócrea). O presente trabalho teve como objetivo realizar o levantamento florístico e atualizar a distribuição geográfica das espécies de Polygonaceae ocorrentes no estado do Ceará. Para as análises morfológicas, descrições e elaboração dos mapas de distribuição foram consultadas coleções herborizadas e amostras obtidas em expedições de campo realizadas no período de março/2012 a maio/2015. As identificações foram baseadas em coleções-tipos e literatura especializada. No estado do Ceará foram registradas 13 espécies e quatro gêneros. Coccoloba (6) foi o mais representativo em número de espécies, seguido de Polygonum (5), Ruprechtia (1) e Triplaris (1). As espécies ocorrem predominantemente em ambientes mais secos como floresta estacional decidual (mata seca) e savana estépica (caatinga). Esta família constitui um importante componente da flora do Ceará, onde foram registrados 44% dos gêneros e 13,68% das espécies ocorrentes no país. Coccoloba parimensis, Polygonum acuminatum e Ruprechtia laxiflora constituem novas ocorrências para o estado.

    Abstract in English:

    Abstract Polygonaceae has wide distribution in Brazil and was recorded in different phytogeographic domains. The members of this family are known for their simple, alternate and entire leaves, stems and branches with well-delimited nodes and internodes, and fused stipules (ochrea), which sheathe the whole stem. This study aimed carry out the floristic inventory and update the geographical distribution of Polygonaceae species that occur in Ceará state. Herbarium collections and samples collected at field expeditions between March/2012 and May/2015 were used to morphological analysis, descriptions and preparation of distribution maps. The identifications were based on collections-types and specialized literature. In Ceará state, 13 species and four genera were registered. Coccoloba (6) is the most representative genus on species number, followed by Polygonum (5), Ruprechtia (1), and Triplaris (1). These species occur predominantly at drier environments, such as seasonal deciduous forest (mata seca), and stepic savannah (caatinga). This family is an important component of flora of Ceará, where were registered 44% of the genera and 13.68% of the species cited for Brazil. Coccoloba parimensis, Polygonum acuminatum e Ruprechtia laxiflora are new records for the Ceará state.
  • Lycophytes and ferns of Serra do Itauajuri, municipality of Monte Alegre, Pará, Brazil Artigos Originais

    Pallos, Julieta; Góes-Neto, Luiz Armando de Araújo; Costa, Jeferson Miranda; Souza, Filipe Soares de; Pietrobom, Marcio Roberto

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Neste estudo são apresentadas as licófitas e samambaias inventariadas na Serra do Itauajuri, estado do Pará. Foram registradas 64 espécies distribuídas em 36 gêneros e 21 famílias, sendo uma família, um gênero e quatro espécies pertencentes à linhagem das licófitas e 20 famílias, 35 gêneros e 60 espécies à linhagem das samambaias. As famílias mais representativas foram Pteridaceae (19 spp.), Polypodiaceae (8) e Selaginellaceae (4). Os gêneros com maior riqueza específica foram Adiantum (9 spp.) e Selaginella (4). A maioria das espécies foi coletada como terrestre (35 spp., ca. 55%), ocorrendo em matas ripárias (51 spp., ca. 80%), com padrão de distribuição americana (46 spp., ca. 72%). São apresentados dois novos registros para a Região Norte do Brasil (Asplenium pumilum e Marsilea ancylopoda) e dois para o estado do Pará (Ophioglossum nudicaule e Selaginella minima). A área estudada possui características ambientais bastante distintas do que comumente se observa na Amazônia brasileira, sendo uma área biologicamente importante. Os resultados obtidos neste trabalho reúnem informações que podem subsidiar a criação e a implementação da Unidade de Conservação da Serra do Itauajuri, o que garantirá a preservação de suas riquezas históricas e naturais.

    Abstract in English:

    Abstract In this study we present the lycophytes and ferns inventoried in the Serra do Itauajuri, Pará state. Sixty four species distributed in 36 genera and 21 families were registered, with one family, one genus, and four species belonging to the lycophytes lineage, and 20 families, 35 genera, and 60 species belonging to the ferns lineage. The most representative families were Pteridaceae (19 spp.), Polypodiaceae (8), and Selaginellaceae (4). The genera with highest species richness were Adiantum (9 spp.) and Selaginella (4). Most species were collected as terrestrial (35 spp., ca. 55%), occurring in riparian forests (51 spp., ca. 80%), with American distribution pattern (46 spp., ca. 72%). We present two new records for the Northern Region of Brazil (Asplenium pumilum and Marsilea ancylopoda) and two for Pará state (Ophioglossum nudicaule and Selaginella minima). The studied area has distinct environmental characteristics than those commonly observed in Brazilian Amazonia, being a biologically important area. This results gathered information that can support the creation and implementation of the Serra do Itauajuri Conservation Unit, which will guarantee the preservation of its historic and natural wealth.
  • Aspidosperma (Apocynaceae) in Mato Grosso do Sul state, Brazil Artigos Originais

    Machate, David Johane; Alves, Flávio Macedo; Farinaccio, Maria Ana

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Aspidosperma compreende 55 espécies, das quais 41 ocorrem no Brasil. A maior riqueza está na região Centro-Oeste com 28 espécies. O presente trabalho teve como objetivo contribuir para o conhecimento da diversidade de Aspidosperma no Mato Grosso do Sul. Baseou-se na análise de amostras coletadas em 22 expedições de campo, visitas e consultas online aos herbários. No estado, o gênero está representado por 14 espécies. Aspidosperma quirandy e A. verbascifolium foram coletadas e descritas pela primeira vez no Mato Grosso do Sul. No presente estudo são apresentadas: chave de identificação para as espécies, descrição, distribuição geral e ecologia, dados de floração/frutificação, status de conservação e comentários taxonômicos.

    Abstract in English:

    Aspidosperma comprises 55 species, 41 of them occurring in Brazil, with the greatest richness in the Midwest region, with 28 species. This study aimed to contribute with knowledge upon species diversity of Aspidosperma in Mato Grosso do Sul. The study was based on the analysis of samples collected in 22 field expeditions, herbaria visits and online consultations. In the state, the genus is represented by 14 species. Aspidosperma quirandy and A. verbascifolium were collected and described for the first time in Mato Grosso do Sul. We present identification key of the species, description, general distribution and ecology, flowering/fructification, conservation status, and taxonomic comments.
  • Campanulaceae from the Itatiaia National Park, Brazil Artigos Originais

    Rollim, Isis de Mello; Trovó, Marcelo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente manuscrito apresenta o tratamento florístico de Campanulaceae no Parque Nacional do Itatiaia. A família está representada na área por três gêneros, Lobelia com duas espécies: L. camporum e L. fistulosa, Siphocampylus, com quatro espécies: S. duploserratus, S. longepedunculatus, S. umbellatus e S. westinianus e Wahlenbergia, com uma espécie: W. linarioides. As espécies foram encontradas majoritariamente na parte alta do parque, geralmente associadas a afloramentos rochosos dos campos de altitude, com vegetação graminoide ao redor. Somente S. longepedunculatus foi coletado em sub-bosque de floresta ombrófila, em local úmido. São fornecidas descrições, chave de identificação, além de comentários sobre distribuição geográfica, hábitat e variação morfológica das espécies.

    Abstract in English:

    Abstract This manuscript presents the floristic treatment of Campanulaceae in the Itatiaia National Park. The family is represented in the area by three genera, Lobelia with two species: L. camporum and L. fistulosa, Siphocampylus, with four species: S. duploserratus, S. longepedunculatus, S. umbellatus e S. westinianus, and Wahlenbergia, with one species: W. linarioides. The species were mostly found in the upper part of the park, usually in the rocky outcrops of the high fields, surrounded by graminoid vegetation. Only S. longepedunculatus was collected in rain forest understory, in moist places. Descriptions, an identification key, as well as comments on geographic distribution, habitat and morphological variation of species are provided.
  • The genus Piper (Piperaceae) in the Mata das Flores State Park, Espírito Santo, Brazil Original Papers

    Christ, Jheniffer Abeldt; Sarnaglia-Junior, Valderes Bento; Barreto, Lucas Mesquita; Guimarães, Elsie Franklin; Garbin, Mário Luís; Carrijo, Tatiana Tavares

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A conservação e o manejo da Floresta Atlântica dependem de conhecimento confiável sobre quantas e quais espécies este bioma abriga. Inventários florísticos têm um importante papel neste processo, especialmente quando conduzidos em remanescentes pouco conhecidos com alta prioridade de conservação. Este trabalho apresenta o estudo realizado no gênero Piper (Piperaceae) no Parque Estadual de Mata das Flores, município de Castelo, estado do Espírito Santo (ES). O estudo foi baseado na análise de espécimes herborizados, assim como observados a campo, em expedições realizadas de fevereiro de 2012 a agosto de 2015. Vinte espécies de Piper foram identificadas. Destas, Piper dilatatum, P. macedoi e P. piliovarium foram registradas pela primeira vez para o estado do Espírito Santo. Piper bicorne, espécie endêmica do ES e conhecida apenas para o Município de Santa Leopoldina, teve a sua distribuição geográfica expandida para o Município de Castelo. A maior parte das espécies de Piper no PEMF ocorre nas áreas de vale, e frequentemente próximas a cursos d'água. Tal fato gera preocupação em relação à conservação destas espécies, dado que estas áreas são justamente as mais afetadas pela expansão das áreas urbana e rural do entorno.

    Abstract in English:

    Abstract The conservation and management of the Atlantic Forest depends upon reliable knowledge about how many and which species this biome shelters. Floristic inventories have an important role in this process, especially when conducted in poorly known remnants, with a high conservation priority. This paper presents the study of the genus Piper (Piperaceae) in the Mata das Flores State Park, Castelo municipality, Espírito Santo state (ES). The study was based on the analysis of dried specimens, as well as those observed in the field, from February 2012 to August 2015. Twenty species of piper were identified. Amongst these species, Piper dilatatum, P. macedoi and P. piliovarium were recorded for the first time for the Espírito Santo state. Piper bicorne, an endemic species from ES and known only for the Santa Leopoldina municipality, had its geographical distribution expanded to the Castelo municipality. Most of the Piper species in the MFSP occur in valleys, and they are commonly found near watercourses. This is worrying given that these areas are just the most affected by the expansion of the rural and urban areas that surround the Park.
  • Flora of the Usina São José, Igarassu, Pernambuco: Sapindaceae Artigos Originais

    Pereira, Luiz de Aquino; Amorim, Bruno Sampaio; Alves, Marccus; Somner, Genise Vieira; Barbosa, Maria Regina de Vasconcellos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Sapindaceae é uma família predominantemente tropical com aproximadamente 1.900 espécies em todo o mundo. No Brasil ocorrem 418 espécies, que têm como principais centros de diversidade a Floresta Amazônica e a Floresta Atlântica. A Usina São José, localizada ao norte do estado de Pernambuco, é formada basicamente por fragmentos de Floresta Estacional Semidecidual. Nela foram registrados sete gêneros e 14 espécies de Sapindaceae. Cupania o mais rico com quatro espécies, seguido de Paullina com três espécies, Serjania e Talisia ambos com duas espéices e Allophylus, Cardiospermum e Matayba todos com uma espécie. Este tratamento apresenta chave de identificação, descrições, ilustrações e comentários taxonômicos das espécies.

    Abstract in English:

    Abstract Sapindaceae is predominantly a tropical family with about 1,900 species worldwide. In Brazil, there are 418 species recorded so far, whose main centers of diversity are the Amazon and Atlantic Forests. The Usina São José, located north of the state of Pernambuco, is basically formed by semideciduous forest fragments. It was recorded seven genera and 14 species of Sapindaceae, Cupania is the richest one with 4 species, followed by Paullina with three species, Serjania and Talisia both with two species and Allophylus, Cardiospermum and Matayba all with one species each. This taxonomic treatment provides identification key, descriptions, illustrations and ecological and taxonomic comment of the species.
  • Taxonomic identity of Diodia angustata (Rubiaceae) and its transference to Planaltina Artigos Originais

    Fader, Andrea A. Cabaña; Salas, Roberto M.; Cabral, Elsa L.

    Abstract in Spanish:

    Resumen Como parte de los estudios del género Diodia en América, se presenta aquí una discusión de la identidad taxonómica de Diodia angustata. En base al estudio de colecciones recientes y materiales originales, se propone transferir la especie al género Planaltina, P. angustata. Se presenta una clave dicotómica con todas las especies del género. Se analiza la morfología polínica y se compara con las otras especies de Planaltina. Se presentan imágenes de la planta en su ambiente. De acuerdo a criterios de IUCN, P. angustata debería ser considerada en peligro: EN B2a,b(iii).

    Abstract in English:

    Abstract As part of the studies carried out in the species of Diodia from the Americas, we present a discussion of the taxonomic identity of Diodia angustata. Based on the study of recent collections and original materials, we propose to transfer the species to the genus Planaltina, as P. angustata. A dichotomous key for all species of the genus is included. The pollen morphology is also analyzed and compared with other species of Planaltina. Images of the plant on its environment are provided. According to IUCN criterion, P. angustata must be considered endangered: EN B2a,b(iii).
  • Beltraniopsis rhombispora and Hemibeltrania decorosa from leaf litter in the Atlantic Forest in southern Bahia, Brazil Original Papers

    Santos, Marcos Vinícius Oliveira dos; Barbosa, Flávia Rodrigues; Luz, Edna Dora Martins Newman; Bezerra, José Luiz

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Espécies do grupo Beltrania são constantemente identificadas em associação com uma variedade de substratos vegetais em decomposição no Brasil e em diferentes localidades do mundo. Amostras de folhedo de Myrcia splendens e Pera glabrata foram coletadas na Reserva Biológica de Una, município de Una, estado da Bahia, Brasil, em agosto de 2012, e incubadas em câmara úmida. Dois espécimes relacionados ao grupo Beltrania foram isolados e identificados por critérios morfológicos. Este estudo objetivou descrever e ilustrar Beltraniopsis rhombispora pela primeira vez no Brasil. Hemibeltrania decorosa, anteriormente, reportada no bioma Caatinga, estado da Bahia, está sendo citada pela primeira vez na Mata Atlântica.

    Abstract in English:

    Abstract Species of the Beltrania group are constantly identified in association with a variety of plant debris in Brazil and different localities of the world. Leaf litter samples of Myrcia splendens and Pera glabrata were collected in the Reserva Biológica de Una, municipality of Una, Bahia state, Brazil, in August 2012, and incubated in moist chambers. Two specimens related to Beltrania group were isolated and identified by morphological criteria. This study aimed to describe and illustrate Beltraniopsis rhombispora for the first time in Brazil. Hemibeltrania decorosa previously reported from Caatinga Biome, Bahia state, has been cited for the first time for Atlantic Forest.
  • Low macronutrient concentrations benefit in vitro propagation of Vriesea incurvata (Bromeliaceae), an endemic species of the Atlantic Forest, Brazil Artigos Originais

    Sasamori, Márcio Hisayuki; Endres Júnior, Delio; Droste, Annette

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A cultura in vitro é uma ferramenta eficiente para a propagação de plantas de importância ecológica e econômica e permite o entendimento acerca de aspectos ecofisiológicos das espécies. Este estudo teve por objetivo avaliar a influência de diferentes concentrações de macronutrientes sobre o desenvolvimento in vitro e a sobrevivência ex vitro de plântulas de Vriesea incurvata, visando à conservação desta bromélia epifítica endêmica da Floresta Atlântica. A germinação in vitro foi avaliada aos 60 dias e as plântulas foram cultivadas por 180 dias em meio MS com 25 ou 50% dos macronutrientes, 25 ou 50% dos sais nitrogenados, bem como com 100% da formulação original do meio. As sementes apresentaram 95% de germinação. Em todos os tratamentos, houve 100% de sobrevivência das plântulas cultivadas in vitro. A redução de todos os macronutrientes ou dos sais nitrogenados mostrou-se benéfica, proporcionando maior comprimento da parte aérea e da raiz maior, maior número de folhas e de raízes, bem como maior massa fresca, além de ter propiciado 97% de sobrevivência das plântulas aclimatizadas ex vitro. Os dados obtidos permitem o estabelecimento de um protocolo de propagação in vitro de V. incurvata, com o objetivo de sua futura reintrodução no habitat natural.

    Abstract in English:

    Abstract In vitro culture is an efficient tool for the propagation of plants of ecological and economic importance and allows the understanding about ecophysiological aspects of the species. The objective of this study was to assess the influence of different macronutrient concentrations on in vitro development and ex vitro survival of Vriesea incurvata plantlets, aiming the conservation of this endemic epiphytic bromeliad from the Atlantic Forest. The in vitro germination was assessed at 60 days and the plantlets were cultivated for 180 days on MS medium with 25 or 50% of the macronutrients, 25 or 50% of the nitrogen salts, or with 100% of the original formulation of the medium. The seeds showed 95% germination. In all treatments, there was 100% survival of in vitro cultivated plantlets. The reduction of all macronutrients or of the nitrogen salts was beneficial, and permitted a greater length of the aerial part and of the major root, a higher number of leaves and roots, and more fresh mass, as well as allowed 97% survival of ex vitro acclimatized plantlets. The obtained data allow the establishment of a protocol for in vitro propagation of V. incurvata, aiming its future reintroduction into the natural habitat.
  • In vitro culture of Epidendrum nocturnum (Orchidaceae)occurring in the Cerrado in Central-West region Artigos Originais

    Silva, Carlos de Sousa; Araújo, Leila Garcês de; Sousa, Kellen Cristhina Inácio; Carvalho, Jacqueline Campos Borba de; Gonçalves, Letícia de Almeida; Carneiro, Luciano Lajovic

    Abstract in Portuguese:

    Resumo As orquídeas podem ser propagadas in vitro em meios de cultivo assépticos ou em simbiose com fungos micorrízicos. Epidendrum nocturnum ocorre em áreas de Cerrado e neste estudo objetivou-se a visualização de fungos micorrízicos em suas raízes bem como o cultivo assimbiótico de suas plântulas em diferentes meios e a micorrização in vitro. No desenvolvimento assimbiótico testou-se três meios de cultura em um ensaio e, em outro ensaio, foram testadas formulações alternativas do meio Knudson C modificado, com a adição de polpa de frutas. Fungos micorrízicos de orquídeas foram usados na micorrização in vitro. Pelotons foram visualizados nas raízes de E. nocturnum. O meio Knudson C modificado diferiu estatisticamente dos demais, nas duas intensidades luminosas, no primeiro ensaio. No segundo ensaio, após sete meses, os meios com formulação alternativa não diferiram estatisticamente entre si. Na micorrização in vitro as plântulas com o isolado fúngico En07 (Waitea circinata) apresentaram maior vigor visual em relação aos demais tratamentos, mas não houve diferença estatística com o controle. Os meios com formulação alternativa e o Knudson C modificado podem ser utilizados no desenvolvimento in vitro de E. nocturnum e o isolado En07 pode ser usado na micorrização visando estratégias de conservação desta orquídea.

    Abstract in English:

    Abstract Orchids can be propagated in vitro in aseptic culture media or in symbiosis with mycorrhizal fungi. Epidendrum nocturnum occurs in areas of Cerrado and this study aimed to mycorrhizal fungi visualization in their roots and its asymbiotic growing their seedlings in different media and in vitro mycorrhization. In asymbiotic development was tested three culture in a test and, another test, alternative formulations of medium Knudson C modified with addition of fruit pulp. Mycorrhizal fungi orchids were used in in vitro mycorrhization. Pelotons were visualized in the roots of E. nocturnum. The medium Knudson C modified statistically different from the others, the two light intensities, in the first test. In the second test, after seven months, with the alternative formulation means were not statistically different from each other. In vitro mycorrhization plantlets with isolated fungal En07 (Waitea circinata) showed greater visual effect compared to other treatments, but there was no statistical difference with control. The media with alternative formulation and Knudson C modified can be used in vitro development of E. nocturnum, and the isolated fungal En07 can be used in order mycorrhization of this orchid conservation strategies.
  • Two new records for Bromeliaceae in the central-west region of Brazil: Vriesea friburgensis and Tillandsia polystachia Short Communication

    Lima, José Herlânio de; Soares-Silva, Lucia Helena

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo apresenta os primeiros registros de Vriesea friburgensis e Tillandsia polystachia para a região centro-oeste do Brasil. As duas espécies foram encontradas em matas de galeria da Floresta Nacional de Brasília, Distrito Federal. Esta unidade de conservação está localizada na região nuclear do domínio Cerrado. Esta descoberta amplia o número de espécies da flora desta localidade e da região centro-oeste, além de aumentar a área de distribuição das duas espécies, anteriormente restrita ao nordeste, sudeste e sul do Brasil.

    Abstract in English:

    Abstract This study presents the first records of Vriesea friburgensis and Tillandsia polystachia for the central-west region of Brazil. The two species were found in gallery forests of the National Forest of Brasília, Distrito Federal. This conservation unit is located in the core region of the Cerrado domain. This finding extends the number of species of flora of this locality and of the Central-west Region, and also increases the area of distribution of the two species, previously restricted to the northeast, southeast and south of Brazil.
  • Two new occurrences of the liverworts (Marchantiophyta) for the state of Bahia, Brazil Nota Científica

    Bôas-Bastos, Silvana B. Vilas; Bastos, Cid José Passos

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Estão sendo apresentados dois novos registros de hepáticas folhosas da família Lejeuneaceae para o estado da Bahia: Colura calyptrifolia e Cololejeunea dauphinii, esta última está sendo referida pela primeira vez para o Brasil. São fornecidos material examinado, comentários taxonômicos, ecológicos, distribuição geográfica e fotomicrografias de caracteres distintivos de cada espécie.

    Abstract in English:

    Abstract Two new records of liverworts of Lejeuneaceae of the State of Bahia are presented: Colura calyptrifolia and Cololejeunea dauphinii. This latter is being reported for the first time to Brazil. Examined material, taxonomic, ecological comments, and photos are provided for each species.
Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Rua Pacheco Leão, 915 - Jardim Botânico, 22460-030 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21)3204-2148, Fax: (55 21) 3204-2071 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rodriguesia@jbrj.gov.br