Rodriguésia, Volume: 68, Issue: 1, Published: 2017
  • Editorial Editorial

    Siqueira, Josafá Carlos de
  • Flora of Rio de Janeiro state: an overview of Atlantic Forest diversity Artigos Originais

    Coelho, Marcus A. Nadruz; Baumgratz, José Fernando A.; Lobão, Adriana Quintella; Sylvestre, Lana da Silva; Trovó, Marcelo; Silva, Luis Alexandre Estevão da

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O estado do Rio de Janeiro, inserido no Bioma Mata Atlântica, representa uma área com alta diversidade de paisagens vegetacionais, habitats e espécies de plantas, incluindo várias endêmicas. A flora do estado do Rio de Janeiro é reconhecidamente uma das mais ricas do país e o estado apontado como um importante centro de endemismo. Tais características têm incentivado os mais diferentes estudos botânicos, destacando Vellozo, Cysneiros, Glaziou, Gardner, entre outros, como naturalistas precursores na exploração das florestas nativas. Apresentam-se, de modo geral, aspectos fisiográficos do estado e uma breve retrospectiva do projeto Flora do estado do Rio de Janeiro, iniciado em 2001, que culminou, em 2007, com a elaboração online do checklist da flora do estado, e em 2011, com a implantação do Catálogo de espécies de plantas vasculares e briófitas da flora do estado do Rio de Janeiro, no qual mais de 150 colaboradores trabalharam online. Essas iniciativas revelam números bem expressivos da diversidade da flora fluminense e a necessidade de se prosseguir nos estudos taxonômicos dos grupos botânicos que compõem a flora. Atualmente, são registradas para o estado do Rio de Janeiro 334 famílias, 1.821 gêneros e 8.203 espécies, subespécies e variedades de plantas vasculares e briófitas, sendo 1.740 endêmicas. Destacam-se as formações vegetacionais, os municípios, as Unidades de Conservação e as famílias de Angiospermas, Samambaias e Licófitas e Briófitas com maior riqueza de espécies, bem como se comenta sobre tratamentos monográficos já realizados. Este volume especial da Rodriguésia dedicado à flora do estado do Rio de Janeiro apresenta 76 espécies de angiospermas distribuídas nas famílias Aizoaceae, Alismataceae, Asparagaceae, Ceratophyllaceae, Cabombaceae, Haloragaceae, Hydrocharitaceae, Hydroleaceae, Juncaginaceae, Lentibulariaceae, Mayacaceae, Menyanthaceae, Molluginaceae, Myristicaceae, Nymphaeaceae, Pontederiaceae, Potamogetonaceae, Rhizophoraceae e Typhaceae.

    Abstract in English:

    Abstract Fully contained within the Atlantic Forest Biome, the state of Rio de Janeiro represents one of the greatest areas of diversity of vegetation physiognomy, habitats and plant species, including endemics. The flora of Rio de Janeiro state is recognized as one of the richest in the country and the state as an important center of endemism. These features have encouraged diferent botanical studies, highligthing Vellozo, Cysneiros, Glaziou, Gardner, among others, as precursor naturalists in exploration native forests. It is presented physiographic features of the state and brief retrospective of the Flora of Rio de Janeiro state project, which began in 2001, and consolidated in 2007 with a checklist prepared and made available online, and in 2011, with the implantation of the Catálogo de espécies de plantas vasculares e briófitas da flora do estado do Rio de Janeiro, with the participation of over 150 participants working online. Currently 334 families, 1,821 genera and, 8,203 species, subspecies and varieties have been recorded to the state, 1,740 of which are endemic. We highlight the vegetation formations, municipalities, conservation unities, and families of angiosperms, bryophytes, ferns and lycophytes families most diverse, as well as comments about monographic treatments already published. This special volume of Rodriguésia dedicated to the flora of Rio de Janeiro state presentes 19 families with 76 species of Angiosperms - Aizoaceae, Alismataceae, Asparagaceae, Ceratophyllaceae, Cabombaceae, Haloragaceae, Hydrocharitaceae, Hydroleaceae, Juncaginaceae, Lentibulariaceae, Mayacaceae, Menyanthaceae, Molluginaceae, Myristicaceae, Nymphaeaceae, Pontederiaceae, Potamogetonaceae, Rhizophoraceae e Typhaceae.
  • Flora do Rio de Janeiro: Aizoaceae Artigos Originais

    Couto, Ricardo Sousa; Fernandes, Aluisio José; Lopes, Rosana Conrado

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Aizoaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem como base a análise de coleções depositadas em herbários e coletas de campo, além da consulta a dados de literatura. Foi registrada uma espécies: Sesuvium portulacastrum. São apresentadas descrições, comentários, além de dados sobre hábitat e distribuição geográfica da espécie.

    Abstract in English:

    Abstract This work aims to contribute to the flora of Aizoaceae from Rio de Janeiro state. It is based on the analysis of herbarium specimens and fieldwork, a s well as on the relevant literature. One species were recorded: Sesuvium portulacastrum. Descriptions and comments, besides data on habitat and geographical distribution of the species are provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Alismataceae Artigos Originais

    Canalli, Yasmin de Mello; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies da família Alismataceae no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e coletas de campo, além de dados da literatura. Foram registradas nove espécies: Echinodorus grandiflorus, E. macrophyllus, Helanthium tenellum, Hydrocleys nymphoides, Limnocharis flava, Sagittaria guayanensis, S. lancifolia, S. montevidensis e S. rhombifolia, sendo que três são novas ocorrências para o estado. Descrições, ilustrações, dados sobre habitat e distribuição geográfica são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study aims to contribute to the knowledge of the Alismataceae species in the state of Rio de Janeiro. The work is based on the morphological analysis of materials deposited in herbarium collections and field work, besides literature compilation. Nine species were recorded: Echinodorus grandiflorus, E. macrophyllus, Helanthium tenellum, Hydrocleys nymphoides, Limnocharis flava, Sagittaria guayanensis, S. lancifolia, S. montevidensis, and S. rhombifolia. Three of these species represent new occurrences to the state. Descriptions, illustrations, data on habitat, and geographic distribution are presented.
  • Flora do Rio de Janeiro: Asparagaceae Artigos Originais

    Lopes, Rosana Conrado

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Asparagaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem como base a análise de coleções depositadas em herbários e coletas de campo, além da consulta a dados de literatura. Foram registrados dois gêneros e três espécies: Furcraea foetida, Herreria glaziovii e H. salsaparilha. São apresentadas descrições, comentários, além de dados sobre hábitat e distribuição geográfica das espécies.

    Abstract in English:

    Abstract This work aims to contribute to the Flora of Asparagaceae from Rio de Janeiro State. It is based on the analysis of herbarium specimens and fieldwork, a s well as on the relevant literature. Two genera and three species were recorded: Furcraea foetida, Herreria glaziovii e H. salsaparilha. Descriptions and comments, besides data on habitat and geographical distribution of the species are provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Cabombaceae Artigos Originais

    Correia, Aline de Jesus; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Cabombaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e coletas de campo, além da compilação de dados de literatura. Foram registrados um gênero e duas espécies: Cabomba caroliniana e Cabomba furcata. Chave para identificação, descrições, dados sobre hábitat, fenologia e distribuição geográfica das espécies são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study focuses on the Cabombaceae found in the state of Rio de Janeiro. It is based on a morphological analysis of herbaria collections, as well as on a review of the relevant literature and on collections in the field. A total of one genera and two species were recorded for the state: Cabomba caroliniana and Cabomba furcata. An identification key, descriptions, habitat data, phenology, and species distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Ceratophyllaceae Artigos Originais

    Correia, Aline de Jesus; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Ceratophyllaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e coletas de campo, além da compilação de dados de literatura. Foram registrados um gênero e uma espécie: Ceratophyllum demersum. Descrições, dados sobre hábitat, fenologia e distribuição geográfica da espécie são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study focuses on the Ceratophyllaceae found in the state of Rio de Janeiro. It is based on a morphological analysis of herbaria collections, as well as on a review of the relevant literature and on collections in the field. A total of one genera and one species were recorded for the state: Ceratophyllum demersum. Descriptions, habitat data, phenology, and species distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Haloragaceae Artigos Originais

    Costa, Isabelle Gomes Cardoso Machado da; Moreira, Andréia Donza Rezende; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Haloragaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e coletas de campo, além da compilação de dados de literatura. Foram registrados dois gêneros e duas espécies: Laurembergia tetrandra e Myriophyllum aquaticum. Chave para identificação, descrições, ilustrações, dados sobre hábitat, fenologia e distribuição geográfica das espécies são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study focuses on the Haloragaceae found in the state of Rio de Janeiro. It is based on a morphological analysis of herbaria collections, as well as on a review of the relevant literature and on collections in the field. A total of two genera and two species were recorded for the state: Laurembergia tetrandra e Myriophyllum aquaticum. An identification key, descriptions, illustrations, habitat data, phenology, and species distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Hydrocharitaceae Artigos Originais

    Lourenço, Arthur Rodrigues; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A família Hydrocharitaceae é cosmopolita; composta por 17 gêneros e 127 espécies. São ervas aquáticas fixas ou livres, flutuantes, submersas ou emersas, em água doce, salobra ou salgada. No Brasil ocorrem seis gêneros e cerca de 15 espécies. A fim de conhecer a real diversidade da família no estado do Rio de Janeiro foi realizado o levantamento em herbários e coletas. Registraram-se seis espécies autóctones e duas alóctone em cultivo. Apalanthe granatensis, encontrada em represas, rios e lagoas de água doce, possui flores bissexuais. Egeria densa, semelhante a A. granatensis, distingue-se pelas flores unissexuais. Halophila decipiens, ocorre em praias da Baia de Guanabara; caracteriza-se pelo caule rizomatoso e folhas elípticas. Limnobium laevigatum, ocorre flutuando livremente em lagoas e emersa em alagados, possui folhas flutuantes com espessamento aerenquimatoso abaxial e/ou folhas emersas sem espessamento. Najas arguta var. arguta, exibe caule inerme, folhas concentradas no ápice dos ramos e semente fusiforme, Najas marina, apresenta dentes no caule e nervura principal e semente elíptica; ambas encontradas em lagoas costeiras. Elodea canadensis e Vallisneria sp. foram encontradas em cultivo.

    Abstract in English:

    Abstract Hydrocharitaceae is a cosmopolitan aquatic group that comprises 17 genera with 127 species. The individuals are herbs fixed or free, floating, submerged or emerged living in fresh, brackish or salty water. In Brazil, it is represented by six genera and ca. 15 species. Aiming to know the real diversity of the family in Rio de Janeiro state, a study of herbaria collection and an extensive field work were made. Six native and two introduced species were registered. Apalanthe granatensis, presents bisexual flowers and was found in dams, rivers and freshwater ponds. Egeria densa, is similar to A. granatensis, and can be distinguished by the unisexual flowers. Halophila decipiens, occurs in the Guanabara Bay beaches, it is characterized by rhizomatous stem and elliptical leaves. Limnobium laevigatum. Heine is a free floating herb found in ponds and emerged in marshes, it has floating leaves with abaxial aerenchymatous thickening and/or emerged leaves without thickening. Najas arguta var. arguta exhibits spineless stem, leaves concentrated at the apex of the branches and fruit with fusiform seed, and Najas marina has thorns on the stem and midrib, and elliptical seed. Both are found in coastal lakes. Elodea canadensis and Vallisneria sp. were found under cultivation.
  • Flora do Rio de Janeiro: Hydroleaceae Artigos Originais

    Costa, Isabelle Gomes Cardoso Machado da; Moreira, Andréia Donza Rezende; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Hydroleaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e coletas de campo, além de dados de literatura. Foi registrada a ocorrência de um gênero e duas espécies: Hydrolea elatior e H. spinosa. São apresentadas chave de identificação, descrições, ilustrações e dados sobre habitat, fenologia e distribuição geográfica das espécies.

    Abstract in English:

    Abstract This study focuses on the Hydroleaceae species from the state of Rio de Janeiro. It is based on morphological analysis of herbaria specimens, as well as on a review of the relevant literature and field collections. One genus and two species were recorded: Hydrolea elatior and H. spinosa. Identification key, descriptions, illustrations, habitat data, phenology, and species distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Juncaginaceae Artigos Originais

    Costa, Isabelle Gomes Cardoso Machado da; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Juncaginaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e trabalho de campo, além da compilação de dados de literatura. Foi registrado um gênero com uma espécie: Triglochin striata. Descrições, ilustrações, dados sobre hábitat, fenologia e distribuição geográfica são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study focuses on the Juncaginaceae found in the state of Rio de Janeiro. It is based on a morphological analysis of herbaria collections, as well as on a review of the relevant literature and field work. A total of one species were recorded for the state: Triglochin striata. Descriptions, illustrations, habitat data, phenology, and species distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Lentibulariaceae Artigos Originais

    Baleeiro, Paulo Cesar; Moreira, Andréia Donza Rezende; Silva, Nílber Gonçalves da; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Lentibulariaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e coletas de campo, além da compilação de dados de literatura. Foram registrados dois gêneros e 20 espécies. Chave para identificação, descrições, ilustrações, dados sobre floração e frutificação, hábitat, fenologia e distribuição geográfica das espécies são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study focuses on the Lentibulariaceae found in the state of Rio de Janeiro. It is based on a morphological analysis of herbaria collections, as well as on a review of the relevant literature and on collections in the field. A total of two genera and 20 species were recorded for the state. An identification key, descriptions, illustrations, flowering and fruiting data, habitat and species distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Mayacaceae Artigos Originais

    Canalli, Yasmin de Mello; Moreira, Andréia Donza Rezende; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies da família Mayacaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e coletas de campo, além da compilação de dados de literatura. Foram registradas duas espécies: Mayaca fluviatilis e M. sellowiana. Chave de identificação, descrições, ilustrações, dados sobre hábitat e distribuição geográfica das espécies são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study aims to contribute to the knowledge of Mayacaceae family species occurring in the state of Rio de Janeiro. The work is based on the morphological analysis of materials deposited in herbarium collections and field, as well as on a review of the relevant literature. Two species were recorded: Mayaca fluviatilis and M. sellowiana. Identification key, description, habitat data, and geographic distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Menyanthaceae Artigos Originais

    Barcelos, Flávia Regina Baptista; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento da única espécie de Menyanthaceae ocorrente no estado do Rio de Janeiro, Sudeste do Brasil. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários, além da compilação de dados de literatura. Somente uma espécie foi registrada para o estado: Nymphoides humboldtiana, com ampla distribuição. Descrições, figuras, dados sobre hábitat, fenologia e distribuição geográfica da espécie são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study focuses on the Menyanthaceae found in the state of Rio de Janeiro, Southeast Brazil. It is based on a morphological analysis of herbaria collections, as well as on a review of the relevant literature. Only one species was registered for the state: Nymphoides humboldtiana, with wide distribution. Descriptions, figures, habitat data, phenology, and species distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Molluginaceae Artigos Originais

    Couto, Ricardo Sousa; Lopes, Rosana Conrado

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Molluginaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem como base a análise de coleções depositadas em herbários e coletas de campo, além da consulta de dados de literatura. Foram registrados dois gêneros com uma espécie cada: Glinus e Mollugo. São apresentadas descrições, comentários, além de dados sobre hábitat e distribuição geográfica das espécies.

    Abstract in English:

    Abstract This work aims to contribute to the Flora of Molluginaceae from Rio de Janeiro state. It is based on the analysis of herbarium specimens and fieldwork, as well as on the relevant literature. Two genera and three species were recorded: Glinus and Mollugo. Descriptions and comments, besides data on habitat and geographical distribution of the species are provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Myristicaceae Artigos Originais

    Quintanilha, Lanúzia Grandini; Lobão, Adriana Quintella

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Myristicaceae inclui cerca de 20 gêneros e 500 espécies e no Brasil ocorrem cinco gêneros e 64 espécies, sendo 59 na Amazônia. Virola é o gênero mais amplamente distribuído no Brasil. No Rio de Janeiro, encontra-se apenas o gênero Virola com duas espécies, Virola bicuhyba e V. gardneri. Estas duas espécies são encontradas na costa sul e centro-norte fluminense. Chave, descrições, comentários taxonômicos, informação sobre fenologia, distribuição geográfica, habitáts de ocorrência, status de conservação e ilustrações são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract Myristicaceae includes about 20 genera and 500 species and in Brazil there are five genera and 64 species, 59 in the Amazon. Virola is the genus most widely distributed in Brazil. In Rio de Janeiro, the only two species found are Virola bicuhyba and V. gardneri. These two species are seen on the south coast and north-central part of the state. Key, descriptions, taxonomic comments, information on phenology, geographic distribution, habitats, conservation status and illustrations are presented.
  • Flora do Rio de Janeiro: Nymphaeaceae Artigos Originais

    Moreira, Andréia Donza Rezende; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Nymphaeaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e coletas de campo, além da compilação de dados de literatura. Foram registrados um gênero e seis espécies: Nymphaea amazonum, Nymphaea caerulea, Nymphaea lasiophylla, Nymphaea lingulata, Nymphaea pulchella, Nymphaea rudgeana, das quais Nymphaea lasiophylla é citada pela primeira vez no Rio de Janeiro. Chave para identificação, descrições, ilustrações, dados sobre hábitat, fenologia e distribuição geográfica das espécies são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study focuses on the Nymphaeaceae found in the state of Rio de Janeiro. It is based on a morphological analysis of herbaria collections, as well as on a review of the relevant literature and on collections in the field. A total of one genus and six species were recorded for the state: Nymphaea amazonum, Nymphaea caerulea, Nymphaea lasiophylla, Nymphaea lingulata, Nymphaea pulchella, Nymphaea rudgeana, of which Nymphaea lasiophylla is new record for Rio de Janeiro. An identification key, descriptions, illustrations, habitat data, phenology, and species distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Potamogetonaceae Artigos Originais

    Barcelos, Flávia Regina Baptista; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Potamogetonaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro, Sudeste do Brasil. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários, além da compilação de dados de literatura. Foram registradas quatro espécies: Potamogeton illinoensis, P. montevidensis, P. polygonus e P. pusillus, ocorrendo em regiões específicas do estado (Cabo Frio, Carapebus, Itatiaia, Jacarepaguá, Macaé, São João da Barra e Teresópolis). Chave para identificação, descrições, dados sobre hábitat, fenologia e distribuição geográfica das espécies são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study focuses on the Potamogetonaceae found in the state of Rio de Janeiro, Southeast Brazil. It is based on a morphological analysis of herbaria collections, as well as on a review of the relevant literature. A total of four species were recorded for the state: Potamogeton illinoensis, P. montevidensis, P. polygonus e P. pusillus, occurring in specific regions of the state (Cabo Frio, Carapebus, Itatiaia, Jacarepaguá, Macaé, São João da Barra and Teresópolis). Identification key, description, habitat data, phenology, and geographic distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Pontederiaceae Artigos Originais

    Guimarães, Michele Guarany Quintanilha; Moreira, Andréia Donza Rezende; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Pontederiaceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e coletas de campo, além da compilação de dados de literatura. Foram registrados três gêneros e cinco espécies: Eichhornia azurea, Eichhornia crassipes, Heteranthera reniformis, Pontederia cordata e Pontederia sagittata. Chave para identificação, descrições, dados sobre hábitat, fenologia e distribuição geográfica das espécies são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study focuses on the Pontederiaceae found in the state of Rio de Janeiro. It is based on a morphological analysis of herbaria collections, as well as on a review of the relevant literature and on collections in the field. A total of three genera and five species were recorded for the state: Eichhornia azurea, Eichhornia crassipes, Heteranthera reniformis, Pontederia cordata and Pontederia sagittata. An identification key, descriptions, habitat data, phenology, and species distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Rhizophoraceae Artigos Originais

    Costa, Isabelle Gomes Cardoso Machado da; Moreira, Andréia Donza Rezende; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies de Rizophoraceae ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e coletas de campo, além da compilação de dados de literatura. Foi registrada uma espécie: Rhizophora mangle. Descrições, dados sobre hábitat, fenologia e distribuição geográfica das espécies são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study focuses on the Rizophoraceae found in the state of Rio de Janeiro. It is based on a morphological analysis of herbaria collections, as well as on a review of the relevant literature and on collections in the field. A total of one species were recorded for the state: Rhizophora mangle. Descriptions, habitat data, phenology, and species distribution are also provided.
  • Flora do Rio de Janeiro: Typhaceae Artigos Originais

    Canalli, Yasmin de Mello; Bove, Claudia Petean

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O presente estudo tem como objetivo contribuir para o conhecimento das espécies da família Typhaceae Juss. ocorrentes no estado do Rio de Janeiro. O trabalho tem por base a análise morfológica de materiais depositados em herbários e coletas de campo, além da compilação de dados de literatura. Foi registrada uma espécie: Typha domingensis. Descrições, ilustrações, dados sobre hábitat e distribuição geográfica da espécie são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract This study aims to contribute to the knowledge of Typhaceae Juss. family species occurring in the state of Rio de Janeiro. The work is based on the morphological analysis of materials deposited in herbarium collections and field, besides the literature data collection. One was recorded species: Typha domingensis. Descriptions, illustrations, data on habitat and geographical distribution of the species are presented.
  • Soil-vegetation relationships in structuring cerrado sensu stricto communities in southern Minas Gerais, Brazil Artigos Originais

    Torres, Daniel Mendonça; Fontes, Marco Aurélio Leite; Samsonas, Henrique do Prado

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Os cerrados do sul de Minas Gerais ainda são pouco estudados. Objetivou-se com esse trabalho compreender o papel dos solos na estruturação de duas comunidades arbóreas de cerrado no município de Guapé. Para isso, foram instaladas 14 parcelas de 50 × 30 m em dois fragmentos de cerrado sendo 8 sobre Neossolo Litólico e 6 sobre Argissolo Vermelho. Nessas parcelas, todos os indivíduos arbóreos com circunferência a 30 cm do solo (C30) ≥ 15,7 cm (diâmetro de 5 cm) foram medidos e tiraram-se amostras de solo de cada parcela para análises químicas e texturais. Ao todo foram amostrados 1561 indivíduos e a riqueza florística total foi de 83 espécies pertencentes a 65 gêneros de 37 famílias. A área sobre Neossolo foi classificada como cerrado sensu stricto rupestre e Caryocar brasiliense foi a espécie mais importante em VI para a fisionomia. O cerrado sobre Argissolo foi categorizado como um cerrado sensu stricto típico e Dalbergia miscolobium foi a espécie de maior VI para essa fitofisionomia. A análise de correspondência canônica apresentou autovalor significativo para o primeiro eixo de 0,563 indicando gradiente curto com rápida substituição de espécies. Encontrou-se associação aos teores de P e areia no cerrado rupestre e de K e argila no cerrado típico. Por fim, a distribuição das espécies no gradiente foi diferente entre os substratos indicando preferência de espécies por sítios específicos. A conservação dos cerrados do sul de Minas Gerais deve, portanto, considerar não apenas a diversidade florística, mas suas múltiplas pedoformas e as formações ecotonais associadas.

    Abstract in English:

    Abstract The cerrados of southern Minas Gerais are still poorly studied. The objective of this work was to understand the role of soils in structuring two tree communities of cerrado in the municipality of Guapé. For that 14 plots of 50 × 30 m were installed in two cerrado fragments being 8 over Litholic Neosol and 6 over Red Argisol. In these plots, all tree individuals with circumference at 30 cm from the ground (C30) ≥ 15.7 cm (5 cm diameter) were measured and soil samples from each plot were taken for chemical and textural analysis. In total we sampled 1561 individuals and total species richness was 83 species belonging to 65 genera of 37 families. The area on Neossol was classified as rupestral cerrado sensu stricto and Caryocar brasiliense was the most important species in VI in the physiognomy. The cerrado on Argisol was categorized as typical cerrado sensu stricto and Dalbergia miscolobium was the largest species in VI to this vegetation type. The CCA presented a significant eigenvalue to the first axis of 0.563 indicating a short gradient with rapid replacement of species. There was an association at the contents of P and sand in the rupestral cerrado and K and clay in the typical cerrado. Finally, the distribution of species in the gradient was different between the substrates indicating species preference for specific sites. The conservation of the cerrados of southern Minas Gerais should therefore consider not just the floristic diversity but their multiple landforms and associated ecotones formations.
  • Sinopse dos gêneros de Primulaceae no Brasil Artigos Originais

    Freitas, Maria de Fátima; Carrijo, Tatiana Tavares; Luna, Bruna Nunes de

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Primulaceae é representada no Brasil por 12 gêneros e cerca de 140 espécies. As espécies apresentam hábitos de herbáceo a arbóreo e estão distribuídas nos gêneros Ardisia, Clavija, Ctenardisia, Cybianthus, Geissanthus, Gentlea, Jacquinia, Lysimachia, Myrsine, Parathesis, Samolus e Stylogyne. Esta família é amplamente distribuída no Brasil, sendo que espécies exclusivamente amazônicas pertencem aos gêneros Ctenardisia, Gentlea, e Parathesis. Este estudo apresenta o primeiro registro de Gentlea para o Brasil. É apresentada uma chave de identificação dos gêneros para o Brasil, descrições, ilustrações e comentários com referência dos materiais de herbário analisados.

    Abstract in English:

    Abstract Primulaceae is represented by 12 genera and about 140 species in Brazil. Species varies from herbs to trees and are grouped within the genus: Ardisia, Clavija, Ctenardisia, Cybianthus, Geissanthus, Gentlea, Jacquinia, Lysimachia, Myrsine, Parathesis, Samolus, and Stylogyne. The family is widely distributed, but Ctenardisia, Gentlea and Parathesis are exclusively from the Amazonian forests. This study presents the first record of Gentlea in Brazil. An identification key for the Brazilian genera, diagnostics descriptions, illustrations, and comments with reference to herbarium specimens are provided.
  • Lamiaceae na Serra Negra, Minas Gerais, Brasil Artigos Originais

    Mota, Michelle Christine de Almeida; Pastore, José Floriano Barêa; Marques, Roberto; Harley, Raymond Mervyn; Salimena, Fátima Regina

    Abstract in Portuguese:

    Resumo A Serra Negra está inserida na área do Complexo da Serra da Mantiqueira, no domínio da Mata Atlântica, com altitudes entre 800 e 1.650 m, com vegetação em mosaico representada, entre outros, por campos rupestres em afloramentos quartzíticos e floresta nebulares. A família Lamiaceae (Labiatae) está representada na Serra Negra por 10 gêneros e 17 espécies: Aegiphila integrifolia, Cantinoa carpinifolia, C. macrotera, C. muricata, Eriope macrostachya, Hoehnea scutellarioides, Hyptidendron asperrimum, Hyptis lanceolata, H. monticola, H. radicans, Mesosphaerum sidifolium, M. suaveolens, Rhabdocaulon coccineum, Salvia arenaria, S. viscida, Vitex polygama e V. sellowiana. São aqui apresentadas chave de identificação para todos os táxons, descrições para as espécies, ilustrações, distribuição geográfica e comentários taxonômicos.

    Abstract in English:

    Abstract The Serra Negra is part of the Mantiqueira mountain range in the Atlantic Florest. With altitudes between 800 and 1,650 m and a vegetation mosaic composed primarily of "campo rupestre" on quartzitic rock outcrops and cloud forest assemblages. The Lamiaceae is represented in the Serra Negra by 10 genera and 17 species: Aegiphila integrifolia, Cantinoa carpinifolia, C. macrotera, C. muricata, Eriope macrostachya, Hoehnea scutellarioides, Hyptidendron asperrimum, Hyptis lanceolata, H. monticola, H. radicans, Mesosphaerum sidifolium, M. suaveolens, Rhabdocaulon coccineum, Salvia arenaria, S. viscida, Vitex polygama and V. sellowiana. This study includes a identification key for all taxa, species descriptions, geographical and taxonomic notes.
  • Vochysiaceae na região do Planalto de Diamantina, Minas Gerais, Brasil Artigos Originais

    Gonçalves, Deise Josely Pereira; Shimizu, Gustavo Hiroaki; Yamamoto, Kikyo; Semir, João

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Vochysiaceae está representada no Brasil por ca. 160 espécies distribuídas principalmente na Floresta Amazônica, na Floresta Atlântica e no Cerrado. O Planalto de Diamantina localiza-se ao norte da Serra do Cipó e ao sul de Grão Mogol, na porção centro-sul da Cadeia do Espinhaço. Na área de estudo foram inventariadas 22 espécies pertencentes à família Vochysiaceae, distribuídas nos gêneros Vochysia (13 spp.), Qualea (5 spp.), Callisthene (3 spp.) e Salvertia (1 sp.). São apresentadas chaves para identificação e descrições morfológicas de gêneros e espécies, além de informações sobre a distribuição geográfica, comentários taxonômicos, ecológicos e ilustrações de caracteres diagnósticos.

    Abstract in English:

    Abstract Vochysiaceae is represented in Brazil by ca. 160 species, distributed mainly the in Amazon Forest, Atlantic Forest, and Cerrado. The Diamantina Plateau is located between the north of Serra do Cipó and the south of Grão Mogol, in the Espinhaço Range central southern region. We have found 22 species of Vochysiaceae in the studied area, distributed among the genera Vochysia (13 spp.), Qualea (5 spp.), Callisthene (3 spp.), and Salvertia (1 sp.). We present identification keys and morphological descriptions of genera and species, as well as information about the geographical distribution, taxonomic and ecological remarks, and illustrations of diagnostic features.
  • Genus Quesnelia (Bromeliaceae, Bromelioideae) of Paraná State, Brazil Original Papers

    Oliveira, Fernanda Maria Cordeiro de; Tardivo, Rosângela Capuano

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Quesnelia pertence à subfamília Bromelioideae (Bromeliaceae) com 20 espécies, endêmicas do Brasil ocorrendo desde o sul da Bahia até o norte de Santa Catarina, enquadradas em dois subgêneros: Quesnelia subg. Quesnelia e Quesnelia subg. Billbergiopsis. Um estudo taxonômico do gênero para o Paraná foi realizado, consistindo de pesquisa bibliográfica, estudo morfológico e taxonômico de material in vivo e de exemplares das coleções de diversos herbários. São reconhecidos três táxons: Quesnelia humilis, Q. imbricata e Q. testudo. Chaves de identificação, descrições morfológicas, distribuição geográfica, comentários, ilustrações e o status de conservação dos táxons estudados são apresentados.

    Abstract in English:

    Abstract Quesnelia is a genus of the subfamily Bromelioideae (Bromeliaceae) with 20 species endemic to Brazil occurring from the south portion of the state of Bahia to the northern portion of the state of Santa Catarina. Quesnelia is subdivided into two subgenera: Quesnelia subg. Quesnelia and Quesnelia subg. Billbergiopsis. The purpose of this work was to conduct a taxonomic study of Quesnelia species from Paraná state (southern Brazil) along with morphological and taxonomic analysis of in vivo material and specimens in herbaria collections. Three taxa were found: Quesnelia humilis, Q. Imbricata and Q. testudo. This work presents identification keys, morphological descriptions, geographical distribution, comments, illustrations and the conservation status of the studied taxa.
  • Piptadenia (Leguminosae, Mimosoideae) in the state of Minas Gerais, Brazil Original Papers

    Moura, Mariana Neves; Terra, Vanessa; Garcia, Flávia C.P.

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O gênero Piptadenia apresenta cerca de 24 espécies que estão distribuídas na região tropical da América do Sul, com centros de diversidade na Amazônia e na Floresta Atlântica do Brasil, que abriga vinte e uma espécies deste gênero. Os estudos taxonômicos de Piptadenia foram conduzidos no estado de Minas Gerais, baseados na análise de 270 espécimes de 11 herbários, observações de campo e coletas de material botânico nas principais Unidades de Conservação de Minas Gerais, abrangendo os três biomas presentes no Estado: Floresta Atlântica, Cerrado e Caatinga. Seis espécies do gênero em estudo foram amostradas: Piptadenia adiantoides, P. gonoacantha, P. macradenia, P. micracantha, P. paniculata e P. viridiflora. Duas espécies foram citadas para o Estado, mas não constam neste trabalho: Piptadenia irwinii e P. stipulacea, visto que não apresentaram nenhum material testemunho nos acervos dos herbários consultados e não foram encontradas nos trabalhos de campo. Neste trabalho apresentamos uma chave de identificação para as espécies de Piptadenia que ocorrem em Minas Gerais, descrições, ilustrações, distribuição geográfica e comentários sobre os caracteres taxonômicos, bem como algumas informações relacionadas aos períodos de floração e frutificação de cada espécie.

    Abstract in English:

    Abstract The genus Piptadenia includes approximately 24 species that are distributed in the tropical regions of South America, with centers of diversity in the Amazon and Atlantic Forest in Brazil in which twenty-one species occur. A taxonomic study of Piptadenia was conducted in the state of Minas Gerais based on an analysis of approximately 270 specimens from 11 herbaria, field observations and field work in the main conservation units and other focal areas in Minas Gerais. These areas include the three vegetation domains in the state: Atlantic Forest, Cerrado and Caatinga. Six of the species in the genus were sampled: P. adiantoides, P. gonoacantha, P. macradenia, P. micracantha, P. paniculata and P. viridiflora. Two species that have previously been cited in the state were not found in this study: P. irwinii and P. stipulacea. These species were not found in the herbaria collections that were consulted or during the field work. We present an identification key for the Minas Gerais species of Piptadenia as well as descriptions, illustrations, geographical distributions, comments about the taxonomic characters and some information related to the flowering and fruiting periods.
  • Lentibulariaceae do Parque Nacional do Itatiaia, Brasil Artigos Originais

    Freitas, Hugo Dolsan de; Baleeiro, Paulo Cesar; Trovó, Marcelo

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Lentibulariaceae é cosmopolita e possui três gêneros, Genlisea, Pinguicula e Utricularia, com cerca de 29, 100 e 220 espécies, respectivamente. O Parque Nacional do Itatiaia possui relevo bastante acidentado, onde encontram-se muitas nascentes de rios, lagos e uma grande diversidade de bromélias. Assim, sua vegetação e seus ambientes são habitats propícios para a ocorrência de espécies de Lentibulariaceae. Os estudos sobre estas espécies no local são, todavia, escassos e restritos a antigas listagens de espécies. Apresentamos aqui o tratamento florístico completo para as Lentibulariaceae do Parque Nacional do Itatiaia. Foram registradas oito espécies, todas pertencentes ao gênero Utricularia. As espécies foram encontradas ocorrendo em corpos d'água da parte alta do parque, sendo que somente U. reniformis ocorre também nos riachos da parte baixa do parque. É apresentada uma chave de identificação para as espécies ocorrentes, além de descrições detalhadas de cada espécie, comentários e fotografias.

    Abstract in English:

    Abstract Lentibulariaceae is cosmopolitan, composed of three genera, Genlisea, Pinguicula, and Utricularia, containing ca. of 29, 100, and 220 species, respectively. The Itatiaia National Park is an elevated area with many rising rivers, lakes, wet places, and bromeliads. Therefore, it is promising to the occurrence of Lentibulariaceae species. However, studies in Lentibulariaceae in the area are scarce, restricted to a few old species lists. We present here the floristic treatment of the family in the Itatiaia National Park. Eight species were recorded, all belonging to Utricularia. All species occur in wet places of the Itatiaia Plateau, and only U. reniformis also occurs in the rivers of non-elevated areas. An identification key to the species, detailed descriptions, comments, and photos are provided.
  • Canistropsis and Nidularium (Bromeliaceae: Bromelioideae) in Serra dos Órgãos National Park, Rio de Janeiro, Brazil Artigos Originais

    Kessous, Igor Musauer; Costa, Andrea Ferreira da

    Abstract in Portuguese:

    Resumo O Parque Nacional da Serra dos Órgãos (PARNASO) está localizado entre os municípios fluminenses de Teresópolis, Petrópolis, Guapimirim e Magé abrangendo ambientes desde Floresta Pluvial Baixo Montana até Campos de Altitude. A família Bromeliaceae possui cerca de 3.503 espécies distribuídas em 59 gêneros. Os gêneros Canistropsis e Nidularium são endêmicos do Brasil e possuem seu centro de diversidade na Mata Atlântica. O objetivo deste trabalho foi inventariar e descrever os táxons presentes no PARNASO, além de propor chaves de identificação dos gêneros e das espécies e fornecer informações sobre a distribuição geográfica e caracterizar sua ocorrência na área do parque. O levantamento bibliográfico e de exsicatas foi feito através das principais monografias da família e pela visita aos principais herbários do Rio de Janeiro. O trabalho de campo consistiu em expedições para coleta de exemplares no parque. As descrições e a análise dos dados foram feitas com auxílio de literatura especializada. Foram inventariados oito táxons no parque, um de Canistropsis e sete de Nidularium. O presente trabalho contribui com a taxonomia dos gêneros e conservação das espécies no Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

    Abstract in English:

    Abstract Parque Nacional da Serra dos Órgãos is located between the cities of Teresópolis, Petrópolis, Guapimirim and Magé including from Low Montane Rainforest to High Altitude Fields. Bromeliaceae has about 3.503 species distributed in 59 genera. Canistropsis and Nidularium are endemic of Brazil and have their diversity center in the Atlantic Forest Domain. The goal of this study was to inventory and describe the taxa present in the park, fournishing informations and identification keys to genera and species, as long as information about the geographic distribution and occurrence along the park area. The bibliographic search was done through the principal family monographs, and by visiting the main Rio de Janeiro herbaria. The field work consisted of collecting expeditions in the National Park. The descriptions and analysis were done following current literature and online data. Eight taxa were inventoried, being one of Canistropsis and seven of Nidularium. This study contributes to the genera taxonomy and conservation of the species in the Parque Nacional da Serra dos Órgãos.
  • The genus Galeandra (Orchidaceae) in Argentina Artigos Originais

    Zanotti, Christian A.; Ospina, Juan C.; Monteiro, Silvana H.N.

    Abstract in Spanish:

    Resumen Galeandra (Orchidaceae) comprende alrededor de 18 especies de hierbas epífitas y terrestres de distribución neotropical, las cuales son reconocidas por presentar las flores con el labelo en forma de embudo y espolonado en la base. Cuatro especies de Galeandra fueran citadas para la flora Argentina en previos trabajos taxonómicos: G. beyrichii, G. graminoides, G. hysterantha y G. styllomisantha. El objetivo de esta contribución fue realizar el estudio taxonómico de Galeandra en Argentina. Se reconocen a G. beyrichii y G. xerophila para el territorio argentino, esta última se cita por primera vez. Galeandra graminoides y G. stylomisantha, se consideran como citas dudosas para la flora Argentina. El tratamiento incluye una clave de identificación, descripciones, fotografías de campo, observaciones, distribución y hábitat para cada especie.

    Abstract in English:

    Abstract Galeandra (Orchidaceae) comprises about 18 species of epiphytic and terrestrial neotropical herbs. The genus is recognized by its flowers with funnel-shaped lip and spurred at the base. Four species of Galeandra have been recognized for the Argentinean flora in previous taxonomics studies: G. beyrichii, G. graminoides, G. hysterantha and G. styllomysantha. The aim of this contribution was to do a taxonomic treatment of Galeandra for Argentina. We recognize to G. beyrichii and G. xerophila, the last one is a new record for the argentinean flora. Galeandra graminoides and G. stylomisantha, are considered a doubtful report. The treatment includes an identification key, descriptions, geographic distributions data and habitat, field photographs, observations and comments on each species.
  • Flora da Usina São José, Igarassu, Pernambuco: Polygalaceae Artigos Originais

    Ferreira, Débora Maria Cavalcanti; Barbosa, Jorge Irapuan de Souza; Alves, Marccus

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Polygalaceae é amplamente distribuída nas regiões tropicais e temperadas. Apresenta aproximadamente 1.300 espécies, com 197 ocorrentes no Brasil. Para os fragmentos de floresta atlântica estudados na área da Usina São José, em Igarassu, Pernambuco foram reconhecidos cinco gêneros e nove espécies. São elas: Asemeia martiana, A. violacea, Bredemeyera laurifolia, Diclidanthera laurifolia, Polygala galioides, P. longicaulis, P. paniculata, P. trichosperma e Securidaca diversifolia. As espécies da área são diferenciadas principalmente pelo hábito, ocorrência e formato de glândulas na base do pecíolo e do pedicelo, ápice da carena, tipo de fruto, formato das sementes e ocorrência de apêndices nas mesmas. O tratamento taxonômico conta com chave de identificação, descrições, ilustrações e comentários para os táxons.

    Abstract in English:

    Abstract Polygalaceae is widely distributed in tropical and temperate regions. It presents approximately 1,300 species, with 197 occurring in Brazil. Five genera and nine species were recognized to the fragment of Atlantic Forest in the area of Usina São José, Igarassu, Pernambuco. The taxon included in this taxonomic study are: Asemeia martiana, A. violacea, Bredemeyera laurifolia, Diclidanthera laurifolia, Polygala galioides, P. longicaulis, P. paniculata, P. trichosperma e Securidaca diversifolia. They are mainly recognized by the habit, the occurrence and shape of the glands on the base of the petiole and pedicel, carina apex, fruit type, shape of seeds and occurrence of appendages on them. Identification key, descriptions, illustrations, and comments for the taxa are also provided.
  • Mimosoideae (Leguminosae) in the Brazilian Chaco of Porto Murtinho, Mato Grosso do Sul Original Papers

    Souza-Lima, Eliane Semidei de; Sinani, Thomaz Ricardo; Pott, Arnildo; Sartori, Ângela Lúcia Bagnatori

    Abstract in Portuguese:

    Resumo Este estudo consiste no tratamento florístico-taxonômico de táxons de Mimosoideae ocorrentes no Chaco brasileiro. Os espécimes analisados são oriundos de coletas realizadas de 2004 a 2012, em remanescentes de Chaco localizados no sudoeste de Mato Grosso do Sul, no município de Porto Murtinho. Mimosoideae encontra-se representada por 39 táxons distribuídos em 14 gêneros. Dentre os gêneros mais representativos destacam-se Mimosa (16 táxons) e Prosopis (quatro táxons). Os registros de Chloroleucon chacoense, Mimosa centurionis e Prosopis alba no Chaco brasileiro configuram dados inéditos de ocorrência para a Flora do Brasil. Prosopis nigra tem com este estudo sua ocorrência ampliada. Mimosoideae é a segunda subfamília com elevada riqueza quando comparada às demais de Leguminosae estudadas no Chaco brasileiro. O estudo inclui descrições morfológicas, chaves de identificação, ilustrações e comentários taxonômicos.

    Abstract in English:

    Abstract This research consists of the taxonomic-floristic treatment of taxa of Mimosoideae occurring in the Brazilian Chaco. The specimens analyzed were collected from 2004 to 2012 in Chaco remnants located in southwestern Mato Grosso do Sul, Brazil. Mimosoideae is represented by 39 taxa belonging to 14 genera; among the most representative, Mimosa (16 taxa) and Prosopis (4 taxa) are highlighted. Chloroleucon chacoense, Mimosa centurionis and Prosopis alba are new records for the Brazilian Flora. Prosopis nigra has its occurrence expanded. Mimosoideae is the second subfamily in species richness compared with other subfamilies of Leguminosae studied in the Brazilian Chaco. This work includes morphological descriptions, identification keys, illustrations and taxonomic comments.
Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro Rua Pacheco Leão, 915 - Jardim Botânico, 22460-030 Rio de Janeiro, RJ, Brasil, Tel.: (55 21)3204-2148, Fax: (55 21) 3204-2071 - Rio de Janeiro - RJ - Brazil
E-mail: rodriguesia@jbrj.gov.br