Accessibility / Report Error

Concordância entre relato de pais e professores para sintomas de TDAH: resultados de uma amostra clínica brasileira

Gabriel Coutinho Paulo Mattos Marcelo Schmitz Didia Fortes Manuela Borges Sobre os autores

CONTEXTO: O diagnóstico de TDAH em crianças e adolescentes, segundo os critérios do DSM-IV, requer que os sintomas estejam presentes em, ao menos, dois ambientes distintos (principalmente escola e casa). Apesar da importância do relato de pais e professores, esse tema tem sido pouco investigado no Brasil. OBJETIVO: Investigar a concordância entre os relatos de pais e professores de uma amostra clínica de crianças e adolescentes com diagnóstico de TDAH. MÉTODOS: A amostra era composta por 44 crianças e adolescentes com idades variando entre 6 e 16 anos (40 meninos e 4 meninas), com diagnóstico clínico de TDAH. Foram comparadas as respostas de pais e professores no questionário SNAP-IV, visando a calcular taxas de concordância entre diferentes fontes de informação para sintomas de TDAH. RESULTADOS: Concordância para o diagnóstico de TDAH ocorreu em aproximadamente metade dos casos; pais relataram mais sintomas de TDAH que professores. CONCLUSÃO: Os achados aqui apresentados podem mostrar que informações acerca da sintomatologia de TDAH não são bem divulgadas para professores brasileiros, indicando a necessidade de se investir em sessões educacionais sobre o transtorno, tendo em vista a importância do relato de profissionais de educação para o diagnóstico de TDAH.

Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade; TDAH; diagnóstico; fontes de informação


Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Rua Ovídio Pires de Campos, 785 , 05403-010 São Paulo SP Brasil, Tel./Fax: +55 11 2661-8011 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: archives@usp.br