Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo), Volume: 34 Supplement 2, Published: 2007
  • EDITORIAL Editorial

    van Os, Jim
  • Is remission in schizophrenia possible? Revisões da Literatura

    Elkis, Hélio

    Abstract in Portuguese:

    CONTEXTO: O conceito de remissão já está bem definido em algumas patologias psiquiátricas, como é o caso do transtorno depressivo, porém só recentemente foi proposto um critério para esquizofrenia. OBJETIVO: Revisar o novo conceito de remissão em esquizofrenia. MÉTODO: Revisão da literatura usando o PubMed. RESULTADOS: Os conceitos de resposta, remissão, estabilidade e recuperação são amplamente discutidos neste artigo, bem como os itens das escalas utilizados para definição. CONCLUSÃO: O conceito de remissão caracteriza-se pela presença nos últimos 6 meses de sintomas que atingem um nível máximo de gravidade (nível 3 da Panss) mas que permitem um certo funcionamento social. As dimensões do conceito e seus respectivos sintomas psicopatológicos são: Positiva: alucinações, delírios, conteúdo incomum do pensamento. Desorganização: desorganização conceitual, maneirismos e postura. Negativa: afeto embotado, afastamento social passivo/apático, falta de espontaneidade no fluxo da conversação.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: The concept of remission is well established in some psychiatric disorders such as depression, but only recently it has been proposed for schizophrenia. OBJECTIVE: The aim of the present paper is to review the new proposed criteria for remission in schizophrenia. METHOD: PubMed search. RESULTS: The concept of remission, response, stability and recover are extensively discussed in the present article, as well as items of the scales used in the definition. CONCLUSION: The concept of remission is characterized by the presence in the last 6 months of symptoms with a maximum threshold severity level (Panss level 3) but which allows a certain degree of social functioning. The dimensions of the concept and respective psychopathological symptoms are: Positive: delusions, hallucinations and unusual thought content. Disorganization: conceptual disorganization and mannerisms and posturing; Negative: blunted affect, passive/apathetic social withdrawal and lack of spontaneity and flow of conversation.
  • Functioning disability assessment in schizophrenia Revisões da Literatura

    Sá Junior, Antonio Reis de; de Souza, Maurício Cândido

    Abstract in Portuguese:

    CONTEXTO: A necessidade de avaliar o comprometimento de aspectos funcionais em transtornos psiquiátricos tem assumido crescente importância, particularmente no que se refere ao estudo da esquizofrenia. O funcionamento social deficiente é considerado na atualidade um importante sintoma da esquizofrenia. Vários instrumentos de mensuração para o acompanhamento da reabilitação desses pacientes foram desenvolvidos até o momento. OBJETIVO: Este artigo discute a avaliação do comprometimento do funcionamento social na esquizofrenia. MÉTODO: Resultados de recentes revisões da literatura são resumidos e discutidos. RESULTADOS: Vários estudos têm abordado a importância da análise da performance social e pessoal na esquizofrenia. Essa avaliação tem se mostrado uma medida de desfecho confiável em estudos clínicos e programas de reabilitação. CONCLUSÃO: O DSM-III apresentou uma proposta inovadora com a divisão diagnóstica multiaxial, onde foi incluído o eixo V com o objetivo de avaliar o funcionamento global de pacientes com transtorno mental. Atualmente, encontramos esse eixo atualizado no DSM IV com a proposta do uso de escalas mais precisas para a prática clínica. A escala de Performance Social e Pessoal (PSP) desenvolvida por Morosini et al. (2000) é considerada útil e prática e tem servido como instrumento de mensuração no processo de reabilitação e os resultados das intervenções farmacológicas de pacientes com esquizofrenia.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: The assessment of functioning disability in patients with mental disorders and mainly in schizophrenia has increased in the last years. The social function impairment is nowadays recognized as an important symptom of schizophrenia. Many tools to measure social function impairment have been developed. OBJECTIVE: This article discusses the assessment of functioning disability in schizophrenic patients. METHOD: The results of recently reported reviews of the literature are summarized and commented. RESULTS: Several studies have evaluated the importance of Personal and Social Performance assessments in schizophrenia. These assessments have been shown as a reliable outcome measure in clinical trials and rehabilitation programs. CONCLUSION: Axis V has been inserted to the multiaxial system in DSM-III for assessing global function in mental disorders. DSM-IV has brought axis V up to date with improvements of accurate scales for clinical practice. Personal and Social Performance scale (PSP) was developed by Morosini et al. (2000). PSP is a useful and practical scale for assessing rehabilitation and pharmacology interventions in schizophrenic patients.
  • Early detection: is it possible to prevent schizophrenia? Revisões da Literatura

    Louzã, Mário Rodrigues

    Abstract in Portuguese:

    CONTEXTO:A detecção e a intervenção precoces na esquizofrenia são uma área nova de pesquisa em grande expansão. OBJETIVO: Revisar a literatura atual sobre a detecção e intervenção precoces em esquizofrenia. MÉTODO: A literatura foi pesquisada por meio do PubMed, manuais e referências bibliográficas utilizando termos como: "alto risco", "intervenção precoce", "detecção precoce", "esquizofrenia", "psicose precoce". RESULTADOS: Utilizando os paradigmas de prevenção seletiva e de prevenção indicada de outras áreas da Medicina, a detecção e a intervenção precoces na esquizofrenia procuram estudar as manifestações iniciais da esquizofrenia, antes que o quadro psicótico tenha se manifestado claramente. CONCLUSÃO: A detecção e a intervenção precoces de pessoas com risco de desenvolver psicose visam reduzir o tempo de psicose não-tratada, melhorar a evolução e o prognóstico da esquizofrenia e talvez evitar que a pessoa chegue a desenvolver a doença.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: The early detection and intervention in schizophrenia are new areas of research in great expansion. OBJECTIVE: To review the literature about early detection and intervention in schizophrenia. METHOD: Literature was studied by means of PubMed, manuals and bibliographic references and used the search terms: "high risk", "early intervention", "early detection", "schizophrenia", "early psychosis". RESULTS: Using paradigms of selective and indicated prevention of other fields of Medicine, it studies the initial manifestations of schizophrenia, even before clear psychotic symptoms are manifest. CONCLUSION: Early detection and intervention of individuals at risk to develop psychosis aim to reduce the duration of untreated psychosis, to improve the course and outcome of the disease, and maybe prevent the manifestation of schizophrenia in predisposed individuals.
  • First episode psychosis: a window of treatment opportunity? Revisões da Literatura

    Chaves, Ana Cristina

    Abstract in Portuguese:

    CONTEXTO: Programas específicos para a pesquisa e assistência ao primeiro episódio psicótico foram desenvolvidos ao redor do mundo cujos pressupostos básicos são: identificação precoce do episódio psicótico, tratamento intensivo da crise e prevenção de recaídas. OBJETIVO: Este artigo pretende dar uma visão sobre a abordagem atual do paciente no primeiro episódio psicótico. MÉTODO: Revisão de pesquisas sobre primeiro episódio psicótico em centros internacionais e nacionais. RESULTADOS: Programas para identificação precoce do episódio psicótico podem diminuir o tempo de psicose não tratada e intervenções intensivas no primeiro episódio psicótico devem incluir tratamento intensivo do paciente e de seus familiares. CONCLUSÃO: Em alguns países os serviços já foram incorporados à rede de saúde pública. Existem poucas pesquisas e serviços especializados para primeiro episódio em nosso meio mostrando a necessidade de desenvolvimento de novas pesquisas nessa área.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Specific first episode programs were developed around the world aiming to: early detection, intensive crises care and relapse prevention. OBJECTIVE: This article intends to outline this new first episode psychosis approach. METHOD: To review study findings from international and national centers. RESULTS: Early education programs can lower the duration of untreated psychosis and interventions in first episode psychosis should include patient and family intensive care. CONCLUSION: In some countries these services have already been incorporated in the health system. There are few research and services in our country, showing the need to develop research in this area.
  • Cognitive deficits in schizophrenia: functional consequences and therapeutic approaches Revisões da Literatura

    Monteiro, Luciana de Carvalho; Louzã, Mário Rodrigues

    Abstract in Portuguese:

    CONTEXTO: Muitos pacientes com esquizofrenia apresentam prejuízos cognitivos significativos, especialmente em relação à memória, à atenção e ao funcionamento executivo. Esses prejuízos inevitavelmente têm um importante impacto sobre a conseqüência funcional da doença. OBJETIVO: Este artigo tem como foco os aspectos do funcionamento cognitivo na esquizofrenia, sua relação com as conseqüências funcionais e o efeito das medicações antipsicóticas sobre a cognição. MÉTODO: pesquisa de base de dados Medline/PubMed e Lilacs utilizando os termos esquizofrenia, cognição, neuropsicologia, desfecho, funcionamento, tratamento. RESULTADOS: Apesar de um grande número de pesquisas descrever alterações cognitivas na esquizofrenia, ainda não há uma concordância em relação ao padrão desses déficits. Contudo, alterações cognitivas têm apresentado correlação significante com o nível de prejuízo funcional. Os antipsicóticos de segunda geração parecem ter um impacto positivo na cognição, entretanto, o significado dessa melhora cognitiva no desempenho funcional e social dos pacientes ainda não é claro. Os resultados na área de reabilitação neuropsicológica, apesar de discretos, mostram-se promissores. CONCLUSÃO: A habilidade dos antipsicóticos de segunda geração de melhorar domínios específicos da cognição varia com o padrão de alterações apresentado por esses pacientes. Assim, estratégias para melhorar a cognição de pacientes com esquizofrenia incluem o uso dos antipsicóticos de segunda geração em associação com as abordagens de reabilitação neuropsicológica.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Many patients with schizophrenia have severe impairments in cognitive functions, especially in memory, attention and executive functions. These impairments inevitably have an important impact on the functional outcome of the disorder. OBJECTIVE: This article focuses on aspects of cognitive function in schizophrenia, their relationship to functional outcome and the effect of antipsychotics on cognition. METHOD: Research on databases such as Medline/PubMed and Lilacs using the terms schizophrenia, cognition, neuropsychology, outcome, functioning, treatment. RESULTS: Even though a great number of studies report cognitive impairments in schizophrenia, there is no agreement in relation to the pattern of these deficits. Nevertheless, cognitive impairments have a significant correlation with functional handicaps. Second generation antipsychotics seem to have a positive impact in cognition, although the meaning of this improvement on social and functional performance of the patients is not clear. Neuropsychological rehabilitation shows discrete, though promising, results. CONCLUSION: The ability of second generation antipsychotics to improve specific domains of cognition vary as does the pattern of deficits of the patients. Thus, strategies to improve cognition in schizophrenia include the use of second generation antipsychotics associated with neuropsychological rehabilitation.
  • Weight gain and metabolic disorders in schizophrenia Revisões da Literatura

    Leitão-Azevedo, Carmem Lucia; Guimarães, Lísia Rejane; Lobato, Maria Inês; Belmonte-de-Abreu, Paulo

    Abstract in Portuguese:

    CONTEXTO: Após cinco décadas de síntese e disseminação de uso de drogas para o tratamento da esquizofrenia, foi possível observar a disponibilidade de drogas com diferentes perfis farmacológicos e um largo perfil de efeitos adversos que se estendem além dos originalmente descritos em área endocrinológica e neurológica, se expandindo para aumento de peso, transtornos metabólicos, transtornos cardiovasculares e morte prematura associada a doenças comuns. Estas evidências, agravadas com a relativa ausência de diretrizes e orientações para o clínico, apontam para a necessidade de se produzir orientações claras e sintéticas para uso pelo clínico, orientando para a seleção de drogas e medidas de prevenção e tratamento de transtornos de peso e metabolismo. OBJETIVO: Identificar a freqüência e o tipo de alterações de peso e metabolismo em pessoas diagnosticadas com esquizofrenia, antes e depois do uso de diferentes antipsicóticos, e sintetizar as medidas preventivas e paliativas adequadas para a redução desses desfechos desfavoráveis. MÉTODOS: Efetuada breve revisão em PubMed e Scielo nos últimos cinco anos com os descritores weight, metabolic syndrome AND schizophrenia, e a partir dos artigos encontrados, selecionados artigos com dados clínicos. RESULTADO: Foram identificados aumento de peso, dislipidemia e síndrome metabólica em pacientes portadores do diagnóstico de esquizofrenia, antes, durante e após o uso de antipsicóticos, especialmente em drogas de nova geração, com taxas perto de duas vezes maiores do que na população geral, que resultam de redução de cerca de 20% na expectativa de vida desses pacientes. CONCLUSÃO: Devido a estes riscos elevados e à inexistência de critérios claros de definição de risco de ganho de peso antes da exposição a antipsicóticos (apesar do maior risco associado a uso de clozapina e olanzapina), recomenda-se seguimento ativo de pacientes em regime de drogas antipsicóticas, com troca logo que observado aumento em 5% ou mais no peso corporal, com manutenção do cuidado ativo, com orientação nutricional e de estilo de vida e nível de atividade. Adicionalmente, existe a necessidade de revisões sistemáticas para controlar possíveis vieses de seleção com o tipo de metodologia empregada.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Five decades after use and dissemination of use of drugs for the treatment of schizophrenia, with different pharmacologic profiles, it has been evidenced that these drugs display a large profile of adverse events other than endocrinological and neurological, including weight gain, metabolic disorders, increased frequency of cardiovascular disorders and premature death associated to common disorders. These evidences, aggravated by the lack of synthetic and clear description of guidelines for the clinical practitioner, points to the need of comprehensive studies about weight gain and metabolic disturbances followed by clear and simple guidelines orienting drug selection and measures for prevention and treatment of weight and metabolic disturbances. OBJECTIVE: Identification of frequency and type of weight and metabolic disturbances in people diagnosed with schizophrenia, before and after the use of different antipsychotics. METHODS: A PubMed and Scielo review of the last 5 years using descriptors such as weight, metabolic syndrome AND schizophrenia, and after that, the authors selected articles with clinical data. RESULT: Increased weight, dislipidemia and metabolic syndrome in subjects with schizophrenia, before, was evidenced during and after drug use, especially new-generation drugs, with overall rates around 2 times the general population, resulting in a 20% reduction of life expectancy in these patients. CONCLUSION: The evidence of elevated risk for overweight and metabolic syndrome and the lack of defined criteria for risk assessment for weight gain before drug use (despite of increased pre-drug use risk with clozapine and olanzapine) it is recommended active follow-up of patients under antipsychotic drug use, with drug change when observed 5% or more weight gain, with maintenance of active care of nutritional, lifestyle and activity level. There is also a need of systematic reviews for controlling selection biases associated to the type of methodology of the present review.
  • Compliance in schizophrenia Revisões da Literatura

    Rosa, Moacyr Alexandre; Elkis, Hélio

    Abstract in Portuguese:

    CONTEXTO: A não adesão a tratamento é um dos principais obstáculos para o controle adequado da sintomatologia presente em pacientes com esquizofrenia. OBJETIVO: Revisar as principais questões relacionadas à adesão ao tratamento medicamentoso entre pacientes com esquizofrenia. MÉTODO: Foi feita uma revisão bibliográfica abrangente (PubMed e Lilacs), incluindo artigos que relacionassem adesão ao tratamento medicamentoso e esquizofrenia. Os resultados foram resumidos para que pudessem ser apresentados de forma didática. RESULTADOS: São relatadas as taxas médias de adesão (que estão ao redor de 50%). Os principais fatores relacionados são aqui considerados, incluindo os fatores sociodemográficos, características psicológicas dos pacientes, como perda de insight, negação da doença e percepção do benefício da medicação, a educação do paciente, o relacionamento com o médico e a complexidade do regime medicamentoso. São comentados os modos de detectar e avaliar o grau de adesão e os principais meios que podem ser utilizados para melhorar a adesão dos pacientes. CONCLUSÃO: Os fatores relacionados à não adesão devem ser levados em consideração em qualquer plano terapêutico eficaz.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Non compliance is one of the main obstacles to an adequate control of the symptoms present in patients with schizophrenia. OBJECTIVE: To review the reasons to treatment compliance and non compliance to drug treatment among patients with schizophrenia. METHOD: A comprehensive bibliographic review was performed (PubMed and Lilacs), includin papers that related compliance to drug treatment and schizophrenia. Results are presented in a short form to be more didactic. RESULTS: Mean rates of compliance are reported between 50%. Main factors related to compliance, include socio-demographic variables, education level psychological profile of the patients, lack of insight, illness denial and perception of benefits from medication, relationship with the doctor and drug regimen complexity. It must also be taken into consideration the ways to detect and evaluate adherence degree as well as the means that can be used to improve compliance. CONCLUSION: Factors related to non compliance should be taken into account in all therapeutic planning.
  • New antipsychotics for the treatment of schizophrenia Revisões da Literatura

    Elkis, Hélio; Louzã, Mário Rodrigues

    Abstract in Portuguese:

    CONTEXTO: Os antipsicóticos de segunda geração representam o grande avanço na terapêutica da esquizofrenia das últimas décadas, porém nos últimos anos foram sintetizados novos antipsicóticos que estão abrindo maiores perspectivas no campo do tratamento da esquizofrenia. Alguns desses medicamentos já foram lançados, enquanto outros estão em fase de testes. OBJETIVO: Apresentar uma síntese do conhecimento dos novos antipsicóticos de segunda geração. MÉTODOS: Busca por meio do PubMed e literatura específica fornecida pelos fabricantes dos medicamentos. RESULTADOS E CONCLUSÕES: São apresentadas as principais características farmacológicas, de eficácia, segurança e tolerabilidade dos seguintes antipsicóticos: Asenapina, ACP-103, Bifeprunox, Paliperidona, Risperidona de Ação Prolongada e Sertindol.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: The second generation antipsychotics represent the great achievement in the treatment of schizophrenia of the last decades. However in the last years some new antipsychotics were synthesized and such new compounds may represent great perspectives for the field of the treatment of schizophrenia. Some of these compounds are in use while others are still on evaluation through clinical trials. OBJECTIVE: Summarize the current knowledge of new antipsychotics. METHODS: PubMed search as well literature provided by the manufactures. RESULTS AND CONCLUSIONS: We present the main pharmacological characteristics as well as profiles of efficacy, security and tolerability of the following compounds: Asenapine, ACP-103, Bifeprunox, Paliperidone, Long Acting Injectable Risperidone and Sertindole.
  • Physiopathology of schizophrenia: current aspects Revisões da Literatura

    Araripe Neto, Ary Gadelha de Alencar; Bressan, Rodrigo Affonseca; Busatto Filho, Geraldo

    Abstract in Portuguese:

    CONTEXTO: A esquizofrenia é uma das mais intrigantes doenças psiquiátricas e, talvez por isso, a mais pesquisada, com grandes avanços sobre sua fisiopatologia no último século. OBJETIVO: Revisar os principais avanços na compreensão fisiopatológica da esquizofrenia. MÉTODO: Revisão da literatura para cada tópico proposto a partir de artigos levantados no Medline e/ou considerados importantes a partir da experiência dos autores. RESULTADOS: A hipótese dopaminérgica representa uma das primeiras teorias etiológicas e permanece até os dias atuais como uma das que apresenta evidências mais consistentes. No entanto, essa teoria falha em explicar a história natural, os prejuízos cognitivos e as alterações estruturais encontradas na esquizofrenia. A demonstração de estudos epidemiológicos de fatores de risco genéticos e ambientais, somados aos estudos neuropatológicos e de neuroimagem, sugerem um modelo interativo em que inúmeros fatores atuam conjuntamente para alterações mais globais do desenvolvimento cerebral. CONCLUSÃO: A compreensão fisiopatológica da esquizofrenia avançou bastante no último século, evoluindo de teorias etiológicas unicausais para modelos mais complexos que consideram a interação de inúmeros fatores genéticos e ambientais.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Schizophrenia is one of the most intriguing and studied psychiatric diseases and its physiopathology has advanced a lot in the last century. OBJECTIVE: To review the most important advances in the physiopathology of schizophrenia. METHOD: Review of the literature of each proposed topic by articles searched in Medline and/or chosen accordingly the authors’ experience. RESULTS: The dopaminergic hypothesis was one of the first ethiological theories and until today is among the ones that presents the most consistent evidences. However, it fails to explain important features found in schizophrenia, such as the natural history, the cognitive impairments and the structural abnormalities. Evidences provided by epidemiological studies of genetic and environmental risk factors, associated with the findings of neuropathological and neuroimaging studies, suggest an interactive model with several factors acting together to create a global alteration of the brain development. CONCLUSION: The physiophatology of schizophrenia has advanced a lot in the last century, evolving from unicausal theories towards more complex models that consider the interaction among several genetic and environmental factors.
  • Evidences from the efficacy of the cognitive behavior therapy on schizophrenia Revisões da Literatura

    Barreto, Eliza Martha de Paiva; Elkis, Hélio

    Abstract in Portuguese:

    CONTEXTO: A terapia cognitiva comportamental (TCC) tem se mostrado uma das técnicas psicoterápicas de melhor eficácia utilizada no tratamento das psicoses. OBJETIVO: Os autores apresentarão os principais estudos clínicos, revisões sistemáticas e meta-análises nas quais a TCC foi utilizada no tratamento da esquizofrenia e em outros transtornos do espectro psicótico e também as principais técnicas utilizadas nestes estudos. MÉTODO: Revisão da literatura por meio de pesquisa no PubMed e Cochrane de estudos randomizados controlados e meta-análises. RESULTADOS E CONCLUSÕES: Os estudos randomizados controlados e as meta-análises mostram que a TCC é eficaz na melhora de certos sintomas da esquizofrenia e pode representar uma alternativa terapêutica adjuvante para os casos refratários a antipsicóticos.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: Cognitive behavior therapy (CBT) is one of the most efficacious psychotherapic techniques employed for the treatment of psychoses. OBJECTIVE: The authors review the evidence from the main clinical trials, systematic reviews and meta-analyses where CBT was applied in the treatment of schizophrenia as well as other disorders of the psychotic spectrum. The main techniques utilized in the trials are also described. METHOD: PubMed and Cochrane search of randomized controlled trials and meta-analyses. RESULTS AND CONCLUSIONS: The randomized controlled trials and meta-analyses show that CBT is efficacious for certain symptoms of schizophrenia and may represent an add-on therapy for patients who are refractory to antipsychotics.
  • Overview about pharmacoeconomics analysis and burden-of-illness in schizophrenia Revisões da Literatura

    Daltio, Claudiane Salles; Mari, Jair de Jesus; Ferraz, Marcos Bosi

    Abstract in Portuguese:

    CONTEXTO: A preocupação com a saúde e os benefícios das terapêuticas ao paciente continua sendo o foco da medicina, mas conhecer os custos envolvidos e fazer a gestão dos recursos disponíveis é fundamental na atualidade. OBJETIVO: Este artigo pretende fazer uma revisão sobre alguns conceitos utilizados nos estudos farmacoeconômicos, tais como tipos de custos (diretos, indiretos, intangíveis), tipos de análises econômicas e carga de doença na esquizofrenia. MÉTODO: Foi realizada uma revisão na base de dados Medline sobre os principais estudos farmacoeconômicos realizados em esquizofrenia. RESULTADOS: Foram detalhados estudos sobre custos na esquizofrenia realizados nos EUA em 2002, Canadá em 2004 e Inglaterra 2004/2005, com destaque para o único estudo brasileiro realizado até agora, referente ao ano de 1998. CONCLUSÃO: Os estudos estimam uma pesada carga da esquizofrenia para a sociedade, alertando para a importância desses achados quanto às questões econômicas e de política de saúde.

    Abstract in English:

    BACKGROUND: The concern with the health and the benefits of the therapeutical ones to the patient continues being the focus of the medicine, but to know the costs involved and to make the management of the available resources are basic in the present time. OBJECTIVE: This article reviews some concepts used in the pharmacoeconomics studies such as types of costs (direct, indirect, intangible costs), types of economic analyses as well as the burden of illness. METHOD: Search at Medline database of the main pharmacoeconomics studies carried out on schizophrenia. RESULTS: We had been detailing studies on costs in the schizophrenia developed in USA in 2002, Canada in 2004 and England 2004/2005, as well as the single Brazilian study carried out in 1998. CONCLUSION: The studies show a heavy burden-of-illness in schizophrenia for the society, alerting for the importance of these findings to the economic questions and of politics of health.
Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo Rua Ovídio Pires de Campos, 785 , 05403-010 São Paulo SP Brasil, Tel./Fax: +55 11 2661-8011 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: archives@usp.br