Aleitamento materno exclusivo e adiposidade

Amamantamiento materno exclusivo y adiposidad

OBJETIVO: Associar o tempo de amamentação exclusiva da criança à adiposidade central e periférica, por meio do índice de massa corporal, dos perímetros da cintura e do braço, e das dobras cutâneas triciptal, subescapular e a somatória destas em pré-escolares. MÉTODOS: Pesquisa de delineamento transversal, em que 134 pré-escolares entre três e cinco anos de idade de uma escola par-ticular de Brasília, DF, foram avaliados quanto a: massa corporal, estatura, perímetros do braço e da cintura, dobras cutâneas triciptal e subescapular. Os pais das crianças responderam a um questionário sobre tempo de amamentação. O diagnóstico de sobrepeso e obe-sidade foi realizado de acordo com a classificação da Organização Mundial da Saúde para o índice de massa corporal por idade. RESULTADOS: As meninas tiveram maior concentração adiposa na dobra cutânea triciptal (p=0,001), subescapular (p=0,044) e na somatória destas (p=0,003) em relação aos meninos. A prevalência de sobrepeso e obesidade foi similar nos dois sexos (25,4% nos meninos e 22,6% nas meninas), assim como o tempo médio de amamentação exclusiva (4,3 meses para meninos e 4,6 meses para meninas). Notou-se correlação inversa significativa entre tempo de amamentação exclusiva e perímetro da cintura (r=-0,166; p=0,05). As demais variáveis também mostraram tendência de correlação inversa com o tempo de aleitamento materno exclusivo, porém sem valores significativos. CONCLUSÕES: A associação inversa entre o tempo de ama-mentação e o perímetro da cintura mostra um possível efeito do aleitamento materno sobre a distribuição de gordura corporal no pré-escolar.

aleitamento materno; adiposidade; obesidade abdominal; pré-escolar


Sociedade de Pediatria de São Paulo R. Maria Figueiredo, 595 - 10o andar, 04002-003 São Paulo - SP - Brasil, Tel./Fax: (11 55) 3284-0308; 3289-9809; 3284-0051 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: rpp@spsp.org.br