Revista Paulista de Pediatria, Volume: 29, Issue: 3, Published: 2011
  • Inclusion of children and adolescents with cerebral palsy in regular schools/classes Editorial

    Schwartzman, José Salomão
  • School inclusion of children and adolescents with cerebral palsy: is this possible for all of them in our days? Artigos Originais

    Santos, Lúcia Helena C. dos; Grisotto, Karen Pangracio; Rodrigues, Danielle Caldas B; Bruck, Isac

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Descrever a distribuição escolar de um grupo de crianças e adolescentes com paralisia cerebral (PC) e analisar o impacto da função motora grossa e outros déficits no processo de inclusão. MÉTODOS: Estudo prospectivo de pacientes do Ambulatório de Paralisia Cerebral da Universidade Federal do Paraná, avaliados em 2005. Pais ou cuidador completaram um questionário com dados relativos a: tipo de escola frequentada, dificuldades do aprendizado e necessidade de suporte psicopedagógico e fonoaudiológico. Os dados obtidos incluíram quem era o cuidador primário, seu nível de escolaridade e renda. As variáveis coletadas dos prontuários foram antecedentes perinatais e pós-natais, classificação topográfica da PC e função motora (Sistema de Classificação Motora Grossa - SCFMG), classificação da fala e presença de epilepsia. RESULTADOS: 105 crianças e adolescentes foram incluídos. A média de idade foi 10,8 anos, 61 (58%) masculinos. Dentre as 105 crianças, 97 (92%) frequentavam a escola, 36 (34%) em classe regular, 7 (6,5%) em classe especial e 54 (51%) em escola especial. Crianças que frequentavam a escolar regular apresentavam predominantemente SCFMG nível I ou II, hemiplegia, epilepsia ausente ou com bom controle e fala normal ou disartria. Aqueles em escola especial eram crianças com SCFMG níveis III, IV e V, diplegia ou tetraplegia, epilepsia refratária e atraso na fala ou sua ausência. CONCLUSÕES: Até o momento, a inclusão de crianças com PC em escolas regulares parece trazer benefícios para aquelas com hemiplegia, nível I ou II do SCMFG, sem epilepsia e com fala normal.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To describe the school distribution of a group of children and adolescents with cerebral palsy (CP) and to analyze the impact of gross motor function and other deficits in the inclusion process. METHODS: Prospective study of patients from de Outpatient Clinic for Cerebral Palsy of the Federal University of Paraná, Brazil, in 2005. Parents or caregivers completed a questionnaire about type of school attended at the moment, learning disabilities, and need for psychopedagogic and speech-language support. Data collected included who was primary caregiver, his/her school level and per capita income. Data obtained from medical records were: perinatal and post natal antecedents, topographic classification of CP and motor function (Gross Motor Function Classification System - GMFCS), speech classification and presence of epilepsy. RESULTS: 105 children and adolescents were included. Mean age was 10.8 years old and 61 (58%) were male; 97 (92%) attended school, with 36 (34%) in regular classes, 7 (6.5%) in special classes and 54 (51%) in special schools. Most of the children attending regular school had GMFCS level I or II, hemiplegia, absence of epilepsy or good control of seizures and either normal speech or dysarthria. Those in special schools had GMFCS levels III, IV or V, diplegia or tetraplegia, refractory epilepsy and a delayed speech or muteness. CONCLUSIONS: Up to now, inclusion of children with CP in regular schools proved to be indicated for those hemiplegic, with GMFCS level I or II, without epilepsy and with normal speech.
  • Cognitive profile, motor deficits and influence of facilitators for rehabilitation of children with neurological dysfunction Artigos Originais

    Andrade, Peterson Marco O.; Oliveira Ferreira, Fernanda de; Vasconcelos, Alina Gomide; Paula Lima, Eduardo de; Haase, Vitor Geraldi

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Investigar se crianças e adolescentes saudáveis e com doenças neurológicas podem ser reunidas em grupos distintos e homogêneos, usando como critérios o desempenho cognitivo, o funcionamento motor e as percepções dos pais quanto aos facilitadores para a reabilitação. MÉTODOS: Participaram deste estudo 15 crianças saudáveis (C) e 43 pacientes (28 com paralisia cerebral e 15 com acidente vascular cerebral), entre cinco e 18 anos. Foi aplicado aos pais o instrumento denominado Avaliação dos Fatores Ambientais relacionados à Reabilitação Neurológica Infantil (AFARNI). O comprometimento cognitivo foi avaliado por meio do Mini-Exame do Estado Mental, adaptado para essa faixa etária, e o comprometimento motor foi investigado por avaliação clínica. Para comparar os resultados, foi realizada uma análise de conglomerados e ANOVA. RESULTADOS: A análise de conglomerados identificou quatro grupos de pacientes com características clínicas e sociodemográficas distintas, confirmados pela ANOVA (p<0,001). Houve dissociação entre os grupos com relação ao comprometimento cognitivo e motor. Os pais de crianças com maior comprometimento avaliaram de forma mais positiva os facilitadores para a reabilitação. CONCLUSÕES: A qualificação dos facilitadores para a reabilitação por meio da AFARNI e a avaliação cognitiva com auxílio do Mini-Exame do Estado Mental podem contribuir para identificar as necessidades de suporte para crianças com deficiências neurológicas que apresentam comprometimento cognitivo e motor.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To investigate whether healthy children and adolescents suffering from neurological diseases can be grouped into distinct and homogeneous groups using criteria such as cognitive performance, motor functioning and parents' perceptions about the rehabilitation facilitators. METHODS: Sample was comprised by 15 healthy children and 43 patients (28 with cerebral palsy and 15 with stroke (n=15), aged from five to 18 years old. The Environment Factors Assessment related to the Children Neurologic Rehabilitation (EFACN) was used to assess parents' perception about the rehabilitation facilitators. Cognitive impairment was assessed using the Mini Mental Status Examination (MMSE), adapted for this age, and the motor impairment was clinically evaluated. Cluster analysis and one way ANOVA were conducted to compare the results. RESULTS: Cluster analysis identified four groups with distinct clinical and socio-demographic patterns, confirmed by ANOVA (p<0.001). Dissociation between cognitive and motor functions was found. Parents of children with severe impairment evaluated more positively rehabilitation facilitators. CONCLUSIONS: The qualification of rehabilitation facilitators by EFACN and cognitive assessment by MMSE can help to identify the needs of children with neurological disabilities who present cognitive and motor impairment.
  • Development of low birth weight preterm infants during the first two years of life Artigos Originais

    Silva, Cristiane Alves da; Brusamarello, Sheila; Cardoso, Fernanda Guimarães C; Adamczyk, Natasha Freixiela; Rosa Neto, Francisco

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar e descrever o desenvolvimento neuropsicomotor de prematuros com baixo peso ao nascer nos dois primeiros anos de vida. MÉTODOS: Estudo transversal realizado com prematuros entre quatro e 24 meses, no Ambulatório de Alto Risco Neonatal do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina, avaliados em três momentos: 8, 11 e 14 meses de idade cronológica. A amostra, composta inicialmente por 69 indivíduos, teve caráter intencional, segundo os critérios de inclusão e exclusão estabelecidos. A Escala de Brunet e Lèzine foi usada para avaliar o desenvolvimento nas seguintes áreas: coordenação óculo-motriz, linguagem, postura e sociabilidade. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e inferencial. RESULTADOS: A idade gestacional média foi de 31 semanas e o peso ao nascer foi de 1236g. O quociente de desenvolvimento global apresentou melhora da primeira para a última avaliação, alcançando 85% de escores dentro da normalidade na terceira avaliação. As áreas específicas da coordenação óculo-motriz e da linguagem tiveram os piores resultados iniciais, contrapondo-se à postural, que apresentou os melhores escores. Foi encontrada correlação entre o peso ao nascer e as áreas da postura, linguagem e sociabilidade na primeira avaliação e sociabilidade e coordenação óculo-motriz na terceira avaliação. CONCLUSÕES: O desenvolvimento neuropsicomotor desta população apresentou déficits mais evidentes nos primeiros meses de vida. Embora o seguimento não tenha mostrado diferenças estatísticas entre a primeira e a última avaliação, houve melhora em todas as áreas do desenvolvimento.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To analyze and describe the neuropsychomotor development of low birth weight preterm infants in the first two years of life. METHODS: This cross-sectional study enrolled preterm infants between 4 and 24 months old at the follow up clinic of Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, Brazil. The children were assessed in three moments: 8, 11 and 14 months (chronological age). The sample, initially composed by 69 individuals, was chosen intentionally according to the inclusion and exclusion criteria. The Brunet and Lèzine's Scale was used to evaluate development in the following areas: hand-eye coordination, language, posture and sociability. Data were analyzed using descriptive and inferential statistics. RESULTS: The average gestational age was 31 weeks and the birth weight, 1236g. The global development quotient improved from the first to the last assessment, reaching 85% of scores within the normal range in the third assessment. The specific areas of hand-eye coordination and language had the worst initial results, while posture had the best scores. Correlation was found between birth weight and posture, language and social areas at the first assessment and between birth weight and social and hand-eye coordination at the third assessment. CONCLUSION: Deficits of neuromotor development of the studied population were more evident in the first months of life. Although the follow-up did not show statistic differences between the first and last assessment, there was an improvement in all areas of development.
  • Spatial analysis of premature delivery in Taubaté, SP, Brazil Artigos Originais

    Paulucci, Ruth Sampaio; Nascimento, Luiz Fernando C; Schulze, Carolina Amorim

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Identificar o padrão espacial para a taxa de prematuridade em Taubaté, SP. MÉTODOS: Estudo ecológico exploratório com dados de nascidos vivos com idade gestacional entre 22 e 36 semanas do município de Taubaté, SP, no ano de 2003. A análise espacial utilizou o programa TerraView, com abordagem pelo índice de Moran global (IM) para os nascimentos prematuros, de acordo com idade da mãe (menores de 20 e maiores de 34 anos) e escolaridade materna (ensino médio incompleto). Os casos de partos prematuros foram tratados sob a forma de contagem para cada setor censitário; construíram-se mapas temáticos para cada situação, além do BoxMap, que identifica as regiões que necessitam de intervenção na assistência à saúde. RESULTADOS: Foram 3.914 nascidos vivos no ano de 2003, sendo 281 prematuros (7,2%). O IM para partos prematuros foi de 0,07, (p=0,02), mostrando uma correlação espacial em determinadas regiões do município. Para a idade materna, obteve-se IM=0,03 (p=0,20); para a escolaridade da mãe, IM=0,13 (p=0,01). O BoxMap mostrou 32 setores censitários que necessitam de intervenção. CONCLUSÕES: A abordagem espacial identificou o padrão geográfico para o parto prematuro no município de Taubaté, tratando-se de ferramenta que permite o planejamento da assistência neonatal.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To identify the spatial pattern for prematurity rate in Taubaté, SP Brazil. METHODS: Exploratory ecological study of live births with gestational ages between 22 and 36 weeks, from the city of Taubaté, SP, in 2003. The spatial analysis used the software TerraView, and the of Moran's index (IM) for preterm births, according to mother's age (younger than 20 years old and over 34 years old) and maternal education (incomplete high school). The cases of premature deliveries were treated by counts for each census sector; thematic maps were built for each situation, the BoxMap identified areas that need health care intervention. RESULTS: There were 3,914 live births in 2003, and 281 preterm infants (7.2%). The IM for preterm deliveries was 0.07, (p=0.02), showing a spatial correlation in certain regions of the municipality. The IM for maternal age was 0.03, (p=0.20), and for mother's education, 0.13 (p=0.01). The BoxMap showed 32 census sectors that require intervention. CONCLUSIONS: The spatial approach has identified a geographic pattern for premature deliveries in the city of Taubaté. The use of this tool may help planning neonatal care.
  • Diagnostic and therapeutic management of toxoplasmosis in pregnancy and the effect in the newborn Artigos Originais

    Pessanha, Tatiana Melino; Carvalho, Manoel de; Pone, Marcos Vinícius S; Gomes Júnior, Saint Clair

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO:Avaliar a abordagem diagnóstica e terapêutica da toxoplasmose de gestantes que apresentaram IgM positiva para a doença e o acompanhamento de seus filhos em um hospital público no Rio de Janeiro, RJ. MÉTODOS: Estudo transversal retrospectivo de 2003 a 2006, realizado por meio da análise dos prontuários de 98 gestantes com sorologia IgM positiva para toxoplasmose e seus filhos (99 crianças). O seguimento das crianças com e sem infecção congênita foram analisados, assim como a apresentação clínica daquelas com infecção congênita e os testes diagnósticos utilizados para identificar a infecção pelo Toxoplasma gondii durante a gestação. RESULTADOS: O diagnóstico sorológico foi realizado em 76 pacientes no segundo e terceiro trimestre gestacional. Em 36 gestantes, a determinação dos níveis séricos de IgM foi o único teste diagnóstico realizado para infecção pelo toxoplasma. Em 49 gestantes, os índices de IgM, pela técnica ELFA, foram baixos. O teste de avidez de IgG foi realizado em 62 gestantes e somente 13 o realizaram no primeiro trimestre gestacional. O tratamento específico para toxoplasmose foi empregado em 93 gestantes. A taxa de transmissão vertical foi de 4%. Manifestações clínicas de toxoplasmose congênita foram encontradas em todas as crianças infectadas. Todas as crianças não infectadas apresentaram declínio de IgG específica para toxoplasmose ao longo do acompanhamento ambulatorial; a idade média de IgG comprovadamente negativa nessas crianças foi de 5,4 meses. CONCLUSÕES: Os resultados sugerem que uma sorologia positiva para IgM, como um único marcador sorológico para detectar infecção recente, tem um valor limitado.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To analyze the diagnostic and therapeutic approach of pregnant women with positive IgM test for toxoplasmosis and the follow-up of their children in a public hospital of Rio de Janeiro, Brazil. METHODS: This cross-sectional retrospective study from 2003 to 2006 enrolled 98 pregnant women with positive IgM test for toxoplasmosis and 99 children. The follow-up of the children with or without congenital infection was reviewed, as well as the clinical presentation of those with congenital infection and the laboratory tests used to diagnose the infection by Toxoplasma gondii during pregnancy. RESULTS: Toxoplasmosis was diagnosed in the second and third trimesters of pregnancy in 76 patients. In 36 pregnant women, determination of the serum levels of IgM was the only laboratory method used to diagnose the infection. Low IgM levels analyzed by ELFA were detected in 49 pregnant women. IgG avidity test was performed in 62 patients and in 13% of them the exam was carried out during the first trimester of pregnancy. Specific treatment for toxoplasmosis was applied in 93 women. Vertical transmission rate was 4%. Clinical manifestation of congenital toxoplasmosis was found in all infected children. All non-infected children showed a decrease in IgG serum levels for toxoplasmosis during the follow-up. The mean age for negativation of IgG serum levels in these children was 5.4 months. CONCLUSIONS: Our results suggest that the use of a positive IgM test to toxoplasmosis as the only antibody marker to detect recent infection has a limited value.
  • Association between oxygenation and ventilation index with the time on mechanical ventilation in pediatric intensive care patients Artigos Originais

    Barros, Daniela Ruy C; Almeida, Celize Cruz B; A. Júnior, Armando Augusto; Grande, Rosângela Alves; Ribeiro, Maria Ângela G. O; Ribeiro, José Dirceu

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Correlacionar o índice de oxigenação (IO) e o de ventilação (IV) com o tempo de ventilação mecânica invasiva (VMI) em pacientes pediátricos. MÉTODOS: Estudo prospectivo, observacional, com pacientes de 28 dias de vida a 14 anos de idade, internados na Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica de um hospital universitário. Correlacionaram-se valores de idade, peso, pH, pressão parcial de oxigênio (PaO2), pressão parcial de gás carbônico (PaCO2), IO e IV, nos primeiros cinco dias em VMI, com o tempo em que o paciente permaneceu em VMI. O tempo total de ventilação mecânica foi dividido em <7 dias e >7 dias. RESULTADOS: Foram estudados 28 pacientes. Houve correlação negativa significante do tempo de VMI com o pH no quarto dia e com a PaO2 no quinto dia. Houve correlação positiva com o IO no terceiro e quarto dias e com o IV no terceiro, quarto e quinto dias. Houve diferença na idade e pH no quarto e quinto dias e IV do segundo ao quinto dias entre o grupo que permaneceu menos de sete dias e o que permaneceu sete dias ou mais em VMI. CONCLUSÕES: IO, IV, pH e PaO2, medidos precocemente, associaram-se com VMI prolongada, refletindo a gravidade do distúrbio ventilatório inicial.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To correlate the oxygenation index (OI) and the ventilation index (VI) with the time of invasive mechanical ventilation (IMV) in pediatric patients. METHODS: This prospective and observational study enrolled patients from 28 days to 14 years of age, admitted in the Pediatric Intensive Care Unit of a university hospital. The values of age, weight, pH, partial pressure of oxygen (PaO2), partial pressure of carbon dioxide (PaCO2), OI and VI were measured from day one to the day five and they were correlated with the time on IMV. The total time on mechanical ventilation was divided into: <7 days and >7 days. RESULTS: 28 patients were studied. The time spent on IMV showed a significant negative correlation with the pH on the fourth day and with the PaO2 on the fifth day. The time on IMV showed a positive correlation with the OI on the third and fourth days and with the VI on the third, fourth and fifth days. There were significant differences in the age and pH on the fourth and fifth days and in the VI from the second to fifth days between the group that remained less than seven days and those that remained seven days or more on IMV. CONCLUSIONS: VI, OI, pH and PaO2 measured during the first five days of IMV were associated with prolonged IMV, reflecting the severity of the initial ventilatory disturb.
  • Relationship between respiratory tract diseases declared by parents and socioeconomic and cultural factors Artigos Originais

    Aranha, Maria Aparecida F; Grisi, Sandra Josefina F. E; Escobar, Ana Maria U.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar a relação entre a doença respiratória das crianças declarada pelos pais e os seguintes aspectos: instituição de ensino da criança, grau de instrução dos pais, renda per capita, classe de consumo e grupo étnico da família. MÉTODOS: Estudo descritivo com enfoque retrospectivo, por meio da análise de dados coletados de pais de uma amostra de 959 escolares entre cinco e nove anos, que residiam no distrito estudado, em São Paulo, em 2004. O levantamento das informações foi realizado por meio de instrumento de coleta de dados. As doenças respiratórias pesquisadas no conjunto foram: rinite, rinossinusite, otite, laringite, faringoamigdalite, pneumonia e asma. A associação entre doença respiratória declarada e aspectos socioeconômicos foi avaliada pelo teste do qui-quadrado. RESULTADOS: Os pais de crianças que frequentavam escolas privadas declararam significativamente mais doenças respiratórias em seus filhos, em comparação aos pais de crianças que estudavam em escolas públicas. Os pais com grau de instrução superior ou ensino médio completo declararam significativamente mais doença respiratória em seus filhos. Não houve associação entre a doença respiratória com renda per capita, classe de consumo e etnia. CONCLUSÕES: A percepção mais apurada sobre a saúde dos filhos geralmente associa-se à maior escolaridade dos pais, o que também determina melhores condições de vida. Provavelmente, por isso, os pais cujos filhos frequentavam escolas privadas e com melhor nível de escolaridade referiram mais doenças respiratórias nas crianças. Infere-se, portanto, que conquistas na percepção de saúde e, consequentemente, nas condições de saúde associam-se à melhora do nível educacional.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To determine the association between children's respiratory diseases reported by parents and the following criteria: attendance at private or public school, parents' educational level; family per capita income; household socioeconomic class, and family ethnicity. METHODS: This retrospective descriptive study analyzed data collected from questionnaires responded by the parents of 959 schoolchildren between five to nine years old, living in the district selected for the study, in São Paulo, Brazil, over 2004. Respiratory diseases reported by parents were rhinitis, rhinosinusitis, ear infections, laryngitis, pharyngitis, pneumonia, asthma and asthma-like diseases. A chi-square test was used to evaluate the association between respiratory diseases reported by parents and family socioeconomic factors. RESULTS: Parents of children in private schools reported significantly more respiratory diseases in their children than those whose children attended public schools. More respiratory diseases were reported for children whose parents finished high school or college. There were no significant differences between respiratory diseases and per capita income, socioeconomic class or ethnicity. CONCLUSIONS: A more accurate perception about the health of children is generally associated with parents' higher education, which is also expected to ensure better living conditions. This may explain why parents with a higher level of education and whose children attended private schools reported more respiratory diseases in their children. Our findings suggest that improvement of educational level is associated with more accurate health perceptions and, consequently, better health conditions.
  • Body satisfaction and lipodystrophy characteristics in HIV/AIDS children and teenagers undergoing highly active antiretroviral therapy Artigos Originais

    Silva, Querino Haesbaert da; Pedro, Fábio Lopes; Kirsten, Vanessa Ramos

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar a presença de alterações metabólicas e corporais e satisfação corporal em crianças e adolescentes em uso de terapia antirretroviral. MÉTODOS: Estudo transversal de 38 jovens entre seis e 18 anos infectados por HIV e atendidos entre dezembro de 2009 e maio de 2010. A satisfação corporal foi avaliada por escala de silhuetas, composta por 11 figuras. O estado nutricional foi avaliado por meio de mensurações de peso, altura, circunferências e pregas cutâneas. A presença de características de lipodistrofia foi avaliada pelo exame físico e o perfil lipídico e glicêmico foi solicitado no dia da consulta. Na análise estatística, aplicou-se o teste t e do qui-quadrado, sendo significante p<0,05. RESULTADOS: A maioria dos 38 jovens era eutrófica, com estatura adequada para idade, e 26% apresentavam sobrepeso/obesidade. O colesterol total esteve adequado em 29% dos pacientes. As mudanças corporais mais expressivas foram a lipo-hipertrofia na face e na região abdominal. A prevalência de insatisfação corporal foi de 84%. Crianças e adolescentes apresentaram níveis de insatisfação semelhantes; no entanto, as insatisfeitas com o excesso de peso mostravam valores médios mais elevados de índice de massa corporal e prega cutânea tricipital do que os satisfeitos, porém sem relação com a presença de lipodistrofia. CONCLUSÕES: A prevalência de insatisfação corporal nesta amostra não se associou com a lipodistrofia e foi semelhante à de indivíduos saudáveis. No entanto, as alterações morfológicas e bioquímicas requerem atenção das equipes multiprofissionais, de modo que se possam diminuir os riscos de novas enfermidades nos pacientes avaliados.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To verify the presence of body and metabolic alterations as well as body satisfaction in children and teenagers undergoing antiretroviral therapy. METHODS: This cross-sectional study enrolled 38 HIV infected young individuals (aged six to 18 years old) treated from December 2009 to May 2010). The body satisfaction was assessed by the silhouette rating scale with 11 figures. The nutritional status was assessed by weight, height, circumferences and skinfolds. The presence of lipodystrophy characteristics was determined by the physical exam, and lipid profile and glycemia were requested during consultation. The statistical analysis used t-test and chi-square test, being significant p<0.05. RESULTS: Most of the 38 patients were eutrophic with length adequate for age; 26% of them presented overweight/obesity. The total cholesterol was within the normal range in 29% of the sample. The most expressive changes were cheek and abdominal lipohypertrophy. The body dissatisfaction prevalence was 84%. Children and teenagers had similar dissatisfaction levels; however, those dissatisfied by an excessive body weight had higher mean body mass index and tricipital skinfold thickness than the satisfied ones. The dissatisfaction was not associated with the presence of lipodystrophy. CONCLUSIONS: The prevalence of body dissatisfaction in these patients was not associated with lipodystrophy and was similar to the reported by healthy individuals. However, the morphological and biochemical alterations need multi-professional attention in order to decrease the risk of new diseases in HIV patients.
  • Translation, cross-cultural adaptation and psycometric properties of the KIDSCREEN-52 for the Brazilian population Artigos Originais

    Guedes, Dartagnan Pinto; Guedes, Joana Elisabete R. P

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: O KIDSCREEN-52 é um questionário desenvolvido em países europeus para avaliar a qualidade de vida relacionada à saúde de crianças e adolescentes. Também fornece informações quanto às percepções de pais e tutores. O propósito do estudo foi traduzir o questionário para o português, realizar a adaptação transcultural e identificar suas propriedades psicométricas para a população brasileira. MÉTODOS: O questionário original foi traduzido de acordo com recomendações internacionais. Um comitê de juízes foi formado para analisar as versões traduzidas do questionário. O comitê utilizou como critério de análise as equivalências semântica, idiomática, cultural e conceitual. A versão final do questionário traduzido foi administrada em uma amostra de 758 escolares de ambos os sexos e 653 pais/tutores, em Londrina (PR). Para identificar as propriedades psicométricas, foi realizada análise fatorial exploratória com rotação varimax e, na sequência, para análise da consistência interna de cada dimensão associada à qualidade de vida relacionada à saúde, foi empregado o coeficiente α de Cronbach. RESULTADOS: Após discretas modificações apontadas no processo de tradução, o comitê de juízes considerou que a versão para o português do questionário KIDSCREEN-52 apresentou equivalências semântica, idiomática, cultural e conceitual. A análise fatorial exploratória confirmou a estrutura de dez dimensões de qualidade de vida originalmente proposta, explicando 63-69% da variância total com valores satisfatórios de consistência interna. O α de Cronbach apresentou coeficientes entre 0,725 e 0,894. CONCLUSÕES: A tradução, a adaptação transcultural e as qualidades psicométricas do questionário KIDSCREEN-52 foram satisfatórias, o que viabiliza sua aplicação em futuros estudos no Brasil.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: The Kidscreen-52 is a questionnaire developed in European countries to assess the health-related quality of life in children and adolescents and to provide proxy measures for parents and guardians. The purpose of this study was to translate the tool into Portuguese, to describe the cross-cultural adaptation and to identify its psychometric properties for a Brazilian population. METHODS: The original questionnaire was translated following international guidelines. Translated versions of the questionnaire were analyzed by a committee of experts. The committee used semantic, idiomatic, cultural and conceptual equivalences as criteria of analysis. The final version of the translated questionnaire was administered to 758 schoolchildren of both genders and 653 parents/guardians, in the city of Londrina, Brazil. In order to identify the psychometric properties, exploratory factorial analysis with varimax rotation were completed. Cronbach's αcoefficient was used to assess the internal consistency of each dimension of the KIDSCREEN-52 associated to health-related quality of life. RESULTS: After minor changes in the translated version, the committee of experts considered that the Portuguese version of the KIDSCREEN-52 questionnaire showed semantic, idiomatic, cultural and conceptual equivalences. The exploratory factorial analysis confirmed that the structure of the ten-dimension health-related quality of life questionnaire explained 63-69% of the total variance and presented reasonable values of internal consistency. The Cronbach's α coefficient ranged from 0.725 to 0.894. CONCLUSIONS: The translation, cross-cultural adaptation and psychometric qualities of the KIDSCREEN-52 questionnaire were satisfactory, enabling its application in future studies in Brazil.
  • Waist and waist-to-height ratio: useful to identify the metabolic risk of female adolescents? Artigos Originais

    Pereira, Patrícia Feliciano; Serrano, Hiara Miguel S; Carvalho, Gisele Queiroz; Lamounier, Joel Alves; Peluzio, Maria do Carmo G.; Franceschini, Sylvia do Carmo C.; Priore, Silvia Eloiza

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar se a medida da circunferência da cintura e a relação cintura/estatura (RCE) são preditoras de fatores de risco cardiovasculares em adolescentes do sexo feminino. MÉTODOS: Avaliaram-se 113 adolescentes de 14 a 19 anos quanto à antropometria (peso, estatura e circunferência da cintura), parâmetros bioquímicos e clínicos (colesterol total, LDL-C, HDL-C, triglicerídeos, glicemia de jejum, insulina, homeostasis model assessment to assess insulin resistance - HOMA-IR, leptina, homocisteína e pressão arterial). Considerou-se como ponto de corte de obesidade abdominal valores de cintura e RCE>percentil 90. RESULTADOS: As adolescentes com obesidade abdominal apresentaram valores significantemente maiores de triglicerídeos (exceto para a RCE), insulina, HOMA-IR, leptina, pressão arterial sistólica e diastólica; o HDL-C foi mais baixo no grupo com cintura >percentil 90, porém sem significância estatística (p=0,052). CONCLUSÕES: O presente estudo demonstrou que a cintura e a RCE são medidas úteis para identificar adolescentes do sexo feminino com maior risco cardiovascular; contudo, a circunferência da cintura, isoladamente, apresentou melhor desempenho.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To evaluate if the waist circumference and the waist-to-height ratio (WHTR) are predictors of cardiovascular risk factors in female adolescents. METHODS: 113 adolescents aged 14 to 19 years old were assessed according to anthropometric data (weight, height, waist circumference), biochemical and clinical parameters (total cholesterol, LDL-C, HDL-C, triglyceride, fasting glucose, insulin, homeostasis model to assess insulin resistance - HOMA-IR), leptin, homocysteine and blood pressure. The cut points used for identification of abdominal fat were waist and WHTR values >90th percentile. RESULTS: Teenagers with abdominal obesity presented greater values of triglycerides (except for WHTR), insulin, HOMA-IR, leptin and systolic and diastolic blood pressure, while the HDL-C was reduced in the group with waist circumference >90th percentile, however without statistical significance (p=0.052). CONCLUSIONS: The present study showed that waist and WHTR are useful measures to identify female adolescents with a high cardiovascular risk, however the waist circumference presented a better performance.
  • Food consumption and metabolic control in children and adolescents with type 1 diabetes mellitus Artigos Originais

    Teles, Sheylle Almeida S; Fornés, Nélida Schmid

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar a relação entre consumo alimentar e controle metabólico em crianças e adolescentes com diabetes melito tipo 1 (DM1). MÉTODOS: Estudo transversal com 11 crianças e 39 adolescentes com DM1. Coletaram-se dados alimentares (hábitos, três recordatórios de 24 horas - R24h), terapêuticos (insulinoterapia), bioquímicos (índice da hemoglobina glicada - inHbA, glicemias casuais - GLC, pós-prandiais - GLPP e perfil lipídico). Utilizou-se o teste t de Student e a correlação de Pearson, sendo significante p<0,05. RESULTADOS: Dentre os indivíduos estudados, identificaram-se alimentação fora de horário em 64% e consumo de produtos açucarados em 6%. Os parâmetros que compõem o perfil lipídico foram adequados em: colesterol total sérico - CTs (88%), LDL (92%), TG (100% das crianças e 69% dos adolescentes) e HDL (82% das crianças e 85% dos adolescentes). Quanto aos parâmetros que medem o controle glicêmico, o inHbA foi adequado em 64% e a GLPP em 18%. Houve correlação negativa entre CTs e consumo de carboidratos (r=-0,324; p=0,022) e positiva com o consumo de lipídeos (r=0,315; p=0,026). CONCLUSÕES: O maior consumo de lipídeos e a consequente menor ingestão de carboidratos correlacionaram-se a maiores níveis de CTs.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To evaluate the relationship between dietary intake and metabolic control in children and adolescents with type 1 diabetes mellitus (DM1). METHODS: Cross-sectional study with 11 children and 39 adolescents with DM1. The following variabes were collected: meals data (habits, three 24-hour recall - R24h), therapeutic (insulin) and biochemical data (index of glycated hemoglobin - inHbA, casual glucose - GLC, post-prandial glucose - GLPP, and lipid profile). Student's t-test and Pearson correlation were applied, being significant p<0.05. RESULTS: Among the studied subjects, consumption of food out of time was identified in 64% and consumption of sugary products in 6%. The parameters included in the lipid profile were adequate in 88% for serum total cholesterol (sCT), in 92% for LDL, in 100% of children and 69% of adolescents for TG and in 82% of children and 84.6% of adolescents for HDL. InHbA was adequate in 64% and GLPP in 18% of the studied population. There was a negative correlation between sCT and carbohydrate intake (r=-0.324; p=0.022) and a positive correlation with lipids intake (r=0.315; p=0.026). CONCLUSIONS: The increased consumption of lipids and the lower carbohydrate intake are correlated with higher levels of sCT.
  • Knowledge and attitudes of adolescents on contraception Artigos Originais

    Mendes, Stéfani de Salles; Moreira, Raissa Mariah F; Martins, Christine Baccarat G; Souza, Solange Pires S; Matos, Karla Fonseca de

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Descrever e analisar os saberes e atitudes dos adolescentes sobre a contracepção. MÉTODOS: Estudo descritivo com análise quantitativa, compreendendo uma amostra de 499 adolescentes de cinco escolas estaduais de Cuiabá, MT, utilizando-se um questionário fechado. Os dados foram processados e analisados pelo programa Epi-Info, com análises bivariadas. RESULTADOS: Entre os adolescentes estudados, constatou-se que 36% têm vida sexual ativa, sendo o uso atual de algum método contraceptivo presente em 77% das meninas e 66% dos meninos; com relação aos métodos contraceptivos mais conhecidos pelos adolescentes, 55% declararam conhecer o preservativo juntamente com os anticoncepcionais orais e injetáveis; identificou-se entre os adolescentes sexualmente ativos que apenas 40% dos meninos e 58% das meninas conversam sempre com seus namorados(as)/parceiros(as) sobre maneiras de evitar a gravidez; 54% das meninas e 40% dos meninos declararam que quem deve usar o método contraceptivo deve ser tanto o homem quanto a mulher; a fonte de indicação dos métodos contraceptivos foram os amigos(as) para 22% dos meninos e os médicos para 36% das meninas. CONCLUSÕES: Apesar de os adolescentes apresentarem alguns conhecimentos e atitudes adequadas em relação à contracepção, ainda há a necessidade de ações de prevenção e orientação sexual, tendo em vista o relato de pouco diálogo entre os parceiros, a não adoção de métodos de prevenção em todas as relações sexuais e a ocorrência de gravidez.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To describe and analyze adolescents' knowledge and attitudes in relation to contraception. METHODS: Descriptive study with a quantitative analysis comprising a sample of 499 adolescents of five state schools of Cuiabá, MT, Brazil, with a structured questionnaire. Data were processed and analyzed by Epi-Info software, with bivariate analysis. RESULTS: Among the studied adolescents, 36% were sexually active; the use of contraceptive methods was referred by 77% of the girls and 66% of the boys; 55% stated they were more familiar with condoms associated with oral and injectable contraceptives; among the adolescents who were sexually active, 40% of the boys and 58% of the girls talk with their lovers/partners on ways to avoid pregnancy; 54% of the girls and 40% of the boys stated that both the man and the woman should use a contraceptive method; the source of indication of contraceptive methods were friends for 22% of the boys and physicians for 36% of the girls. CONCLUSIONS: Although adolescents present some knowledge and adequate attitudes about contraception, there is still the need for prevention and sexual orientation in face of the lack of dialogue between partners, the non-adoption of preventive methods in all sexual intercourses and the reported pregnancy rate.
  • Clinical characteristics of patients with Fanconi anemia Artigos Originais

    Zen, Paulo Ricardo G; Moraes, Felipe Nora de; Rosa, Rafael Fabiano M; Graziadio, Carla; Paskulin, Giorgio Adriano

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Verificar as características clínicas de pacientes com anemia de Fanconi (AF) diagnosticados em um Serviço de Genética Clínica. MÉTODOS: O estudo incluiu todos os pacientes atendidos no Serviço de Genética Clínica da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre e Complexo Hospitalar Santa Casa de Porto Alegre, entre 1975 e 2008, com suspeita clínica de AF submetidos ao estudo de quebras cromossômicas com o uso de diepoxi-butano (DEB) a partir do sangue periférico. Realizou-se uma análise retrospectiva das características clínicas dos pacientes, a partir de um levantamento sistemático dos seus prontuários médicos. RESULTADOS: A amostra foi composta de 17 pacientes, sendo que em sete o diagnóstico de AF foi confirmado. Os pacientes com AF caracterizaram-se por um fenótipo amplo, oscilando desde um quadro de pancitopenia sem dismorfias até a presença de múltiplas malformações sem alterações hematológicas. Certos achados, como face triangular, orelhas em abano e manchas café com leite foram frequentes e encontrados apenas nos indivíduos com AF. História de equimoses, hematomas, petéquias, infecções e linfadenopatias foi comum entre os indivíduos desse grupo. Por outro lado, alterações neurológicas foram observadas apenas em pacientes sem AF. Consanguinidade foi verificada em apenas um paciente, que apresentava AF. CONCLUSÕES: Apesar das limitações do estudo, os achados ilustram a grande variabilidade fenotípica observada na AF, o que torna seu diagnóstico clínico um desafio. No entanto, alguns achados específicos podem servir de pistas para sua detecção. A identificação precoce desses indivíduos é fundamental para o seu manejo adequado.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To investigate the clinical characteristics of Fanconi anemia (FA) patients diagnosed in a Clinical Genetics Service. METHODS: The study included all patients assisted in an university genetics service in Southern Brazil, between 1975 and 2008, with clinical suspicious of FA and submitted to the study of chromosomal breakage with diepoxybutane (DEB) from peripheral blood. A retrospective analysis of the clinical characteristics of the patients was carried out by a systematic survey of their medical records. RESULTS: 17 patients were studied and seven had a confirmed diagnosis of FA. Patients with FA were characterized by a broad phenotype, ranging from pancytopenia without dysmorphisms to multiple malformations and absence of hematological alterations. Certain findings, such as triangular face, prominent ears and café-au-lait spots were common and found only among individuals with FA. History of bruises, hematomas, petechiae, infections and lymphadenopathies was also common among individuals of this group. However, neurological alterations were observed only in patients without FA. Consanguinity was verified in one patient who presented FA. CONCLUSIONS: Despite the limitations of this study, thefindings show the great phenotypical variability observed in patients with FA, which makes the diagnosis a clinical challenge. Nevertheless, some specific findings can serve as clues for FA detection. The early identification of these individuals is essential for their proper clinical management.
  • Bowel toilet training: a cross-sectional study in children between 3 and 6 years old Artigos Originais

    Miranda, José Eduardo G. B. de; Machado, Nilton Carlos

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Avaliar o treinamento do controle esfincteriano anal em crianças, por meio de entrevista aplicada aos pais ou cuidadores. MÉTODOS: Estudo de corte transversal em crianças sadias, aplicando-se um questionário estruturado para 100 responsáveis por crianças entre três e seis anos de idade. RESULTADOS: 97% das crianças foram treinadas em casa pelas mães e 92% delas utilizaram a intuição, a experiência com o filho anterior e o aprendizado com as avós. O treinamento do controle esfincteriano anal e vesical foi iniciado simultaneamente em 84% dos casos, sendo o controle anal adquirido primeiramente em 41% das crianças. As mães com escolaridade menor e das classes C-D-E iniciaram o treinamento mais precocemente, sendo um dos fatores relatados o custo das fraldas. Não houve diferença entre meninos e meninas para idade de início e duração do treinamento. As crianças apresentavam a maioria dos "sinais de prontidão" para o início do treinamento e, das crianças que foram treinadas no vaso sanitário, uma pequena parcela utilizou redutor e apoio para os pés. Não houve aumento significativo de constipação intestinal após o treinamento e não foram observados casos de encoprese. CONCLUSÕES: As mães foram as responsáveis pelo treinamento esfincteriano anal e o iniciaram sem auxílio especializado. Nas classes sociais C-D-E, o custo das fraldas foi determinante para o início do treinamento esfincteriano anal.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To assess the practice of children's toilet training through interviews with parents and caretakers. METHODS: A cross-sectional study of healthy children using a questionnaire applied to parents or caretakers of 100 consecutive children aged 3 to 6 years old. RESULTS: 97% of the children were home-trained by their mothers and 92% of them used their intuition, previous experience with an older child and grandmothers' experience. Bowel and bladder toilet training started simultaneously in 84% of the cases, whereas 41% of the children mastered stool control earlier. Mothers with lower educational level and of social classes C, D and E initiated the training earlier and one of the related reasons was the cost of disposable diapers. Age in initiation or duration of toilet training was similar for boys and girls. Children presented most of the "readiness symptoms" for toilet training and only a small number of them used a seat reducer or a foot support. There was no increase in constipation prevalence after toilet training and there was no encopresis. CONCLUSIONS: Mothers were responsible for bowel toilet training and initiated it with no specialized help. In C-D-E social classes, the cost of diapers was determinant to initiate bowel toilet training.
  • Portuguese translation and validation of the Braden Q scale for predicting pressure ulcer risk in pediatric patients Artigos Originais

    Maia, Ana Claudia A. R; Pellegrino, Donata M. S; Blanes, Leila; Dini, Gal Moreira; Ferreira, Lydia Masako

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Traduzir para a língua portuguesa, adaptar ao contexto cultural brasileiro e testar as propriedades de medidas, reprodutibilidade e validade da escala de Braden Q. MÉTODOS: A escala de Braden Q foi traduzida e adaptada de acordo com metodologia aceita internacionalmente. Realizou-se tradução e tradução reversa do instrumento, intercaladas de revisões feitas por comitê multisciplinar. Na fase de adaptação cultural, três grupos de dez enfermeiras avaliaram a versão brasileira da escala de Braden Q até obter seu entendimento integral. Na validação da reprodutividade, outras duas enfermeiras aplicaram a versão brasileira em crianças internadas na UTI em tempos diferentes, sendo que a primeira enfermeira avaliou também em um segundo momento. Na análise estatística, para testar a consistência interna da escala, foi calculado o α de Crombach e, para testar a reprodutividade, o teste intraclasse e a correlação de Spearman. RESULTADOS: No processo de tradução e retrotradução, não houve diferença nas escalas feitas pelos diferentes tradutores. Na adaptação cultural realizada pelas 30 enfermeiras, todos os itens da escala foram considerados relevantes. A consistência interna testada pelo α de Crombach foi de 0,936; a correlação intraclasse da reprodutividade intraobservador foi de 0,995 e da reprodutividade interobservador foi de 0,998, ambas apontadas como excelentes. CONCLUSÕES: A escala de Braden Q foi traduzida e adaptada com sucesso, demonstrando ser válida e reprodutível.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To translate and culturally adapt the Braden Q scale into a Portuguese version and to test its properties (reliability and validity). METHODS: The Braden Q scale was translated and adapted according to internationally accepted methodology. The instrument was forward and back translated, and the translations were reviewed by a multidisciplinary committee. In the cultural adaptation process, three groups of ten nurses each interpreted the Brazilian version of the Braden Q scale until they fully understood the instrument. In order to evaluate the reliability of the Brazilian version, two other nurses administered the tool to pediatric ICU patients at different time points; the first nurse administered the instrument also in a second time. Statistical analysis was performed using Cronbach's α to evaluate the internal consistency of the scale, and the Spearman and intra-class correlation coefficients were calculated as a measure of reliability. RESULTS: There were no differences between scales translated by different translators during the forward and back translation process. All items of the scale culturally adapted by the 30 nurses were considered relevant. Cronbach's α for internal consistency was 0.936; intra-class correlation coefficient for intra-rater reliability was 0.995 and for inter-rater reliability was 0.998, both indicating high reliability. CONCLUSIONS: The Braden Q scale was successfully translated and adapted, and demonstrated validity and reliability.
  • Open oral food challenge in the confirmation of cow's milk allergy mediated by IgE: what is its value in the clinical practice? Artigos De Revisão

    Mendonça, Raquel Bicudo; Cocco, Renata Rodrigues; Sarni, Roseli Oselka S; Solé, Dirceu

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Revisar os principais protocolos de padronização para o teste de provocação oral aberto aplicado a crianças com suspeita de alergia ao leite de vaca mediada por imunoglobulina E. FONTES DE DADOS: Foram selecionados artigos publicados, nos últimos dez anos, nas bases de dados Medline, Lilacs e SciELO, utilizando-se os descritores de assunto: "hipersensibilidade alimentar", "leite de vaca", "alergia ao leite de vaca", "teste de provocação oral", "crianças" e "diagnóstico". SÍNTESE DOS DADOS: O teste de provocação oral é o método mais fidedigno para estabelecer ou excluir o diagnóstico de alergia alimentar e sua forma aberta pode ser a primeira opção, quando apenas reações objetivas são esperadas. O local para realizar o teste deve possuir todos os recursos para tratamento de emergência. Como preparo, o paciente deve seguir dieta de exclusão do alimento suspeito e descontinuar o uso de medicamentos que possam interferir no resultado do teste. Habitualmente, utilizam-se 8 a 10g de leite em pó ou 100mL de leite fluido, oferecidos em volumes progressivos, a intervalos de dez a 60 minutos. Apesar da rigidez do método, ainda existem situações em que há dificuldade de interpretação dos resultados; por isso, médicos bem treinados devem aplicar o teste, sendo cautelosos ao julgarem as reações. CONCLUSÕES: Mesmo considerando as limitações que dificultam a aplicação do teste de provocação oral na prática clínica, a implementação do teste nos serviços de saúde poderia reduzir diagnósticos falsos-positivos de alergias.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To review the main standardization protocols of the open oral food challenge applied to children with suspicion of cow's milk allergy mediated by immunoglobulin E. DATA SOURCE: Medline, Lilacs and SciELO databases were searched for articles published in the last ten years using the following descriptors: "food hypersensitivity", "cow's milk", "cow's milk allergy", "oral food challenge", "children" and "diagnosis". DATA SYNTHESIS: The oral food challenge test is the most reliable method to establish or exclude the diagnosis of food allergy and the open challenge can be the first option when only objective reactions are expected. All medications and equipment needed for emergency treatment should be available. Before being submitted to the test, the patient must follow a diet excluding the suspected food and discontinue the use of medications that may interfere with the results of the test. Usually, it is performed using 8-10g of powdered milk or 100mL of fluid milk, offered in progressive volumes at intervals of ten to 60 minutes. Despite the rigour of the method, there are still situations difficult to interpret. Therefore, well-trained doctors must administer the test, being cautious about their clinical judgment. CONCLUSIONS: Although there are some restrictions in the application of the oral food challenge test with cow's milk in the clinical practice, its implementation in health services could reduce false positive diagnoses of allergies.
  • Percepção da imagem corporal e nível socioeconômico em adolescentes: revisão sistemática Artigos De Revisão

    Pereira, Érico Felden; Teixeira, Clarissa Stefani; Gattiboni, Bruna Dalcin; Bevilacqua, Lidiane Amanda; Confortin, Susana Cararo; Silva, Tatiana Rodrigues da

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Discutir as relações entre percepção da imagem corporal e fatores socioeconômicos como renda, grau de escolaridade e etnia em adolescentes. FONTES DE DADOS: Artigos selecionados nas bases PubMed e SciELO, sem limite de data de publicação, com amostras de adolescentes, nos idiomas inglês, espanhol, português ou francês, utilizando os descritores: "percepção da imagem corporal", "nível socioeconômico" e "adolescentes". SÍNTESE DOS DADOS: A influência do contexto socioeconômico na percepção da imagem corporal e satisfação/insatisfação com o corpo é tema relevante no entendimento da saúde dos adolescentes. Identificou-se que as relações entre imagem corporal e nível socioeconômico são complexas e os resultados dos estudos publicados não são conclusivos. As principais tendências observadas foram: jovens norte-americanos de classe baixa apresentaram maior chance de serem obesos ao contrário dos brasileiros; moças e rapazes apresentaram comportamentos diferenciados na percepção da imagem corporal, independentemente da etnia e do nível socioeconômico; moças brancas apresentaram maior insatisfação com a imagem corporal e maior busca por dietas do que moças negras, as quais parecem sofrer menos influência dos padrões de beleza em voga; jovens de menor nível socioeconômico apresentaram uma tendência a desejarem corpos maiores. CONCLUSÕES: Considerando-se amostras estrangeiras, houve uma tendência de maiores índices de insatisfação com o corpo em adolescentes de classe socioeconômica mais privilegiada. Em amostras brasileiras, análises sobre o assunto são escassas e pesquisas são necessárias, especialmente pelo fato de a população estar passando por modificações tanto econômicas como nutricionais.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To discuss the relationships between body image perceptions and socioeconomic factors such as income, level of education, and ethnicity among adolescents. DATA SOURCE: Articles were selected from PubMed and SciELO databases, involving adolescents, without limits of publication dates, in English, Spanish, Portuguese, or French, with the following keywords: "body image perception", "socioeconomic status", and "adolescents". DATA SYNTHESIS: The influence of the socioeconomic context upon body image perceptions and satisfaction/dissatisfaction with the body is a relevant subject in understanding adolescent's health. This study identified that relationships between body image and socioeconomic levels are complex and the results of published studies are not conclusive. The main findings are: North-American lower class youths present greater chances for obesity, but this is not true in Brazil; girls and boys have different behaviors concerning body image perceptions, despite ethnicity or socioeconomic status; Caucasian girls show more dissatisfaction with their body images and greater search for diets than African American girls, who seem to suffer less influence of the current beauty patterns; youth of lower socioeconomic status presents a tendency to desire larger bodies. CONCLUSIONS: Considering foreign samples, there was a tendency for greater levels of dissatisfaction with the body among adolescents of higher socioeconomic classes. In Brazilian samples, studies about this subject are scarce and further research is needed, especially because Brazilian population is experiencing economical and nutritional modifications.
  • Impacto do uso do telefone celular na saúde de crianças e adolescentes Artigos De Revisão

    Balbani, Aracy Pereira S; Krawczyk, Alberto Luís

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Apresentar o conhecimento sobre efeitos biológicos dos campos eletromagnéticos, detalhes da absorção da energia dos campos de micro-ondas na criança, efeitos da exposição a esses campos no período pré e pós-natal e impacto do uso dos telefones celulares no sistema nervoso central e no comportamento de crianças. FONTES DE DADOS: Trabalhos em língua inglesa publicados entre 2004 e 2009 e indexados na base de dados PubMed com os unitermos: "crianças", "telefones celulares" e "micro-ondas". SÍNTESE DOS DADOS: Telefones celulares emitem radiofrequência na faixa de micro-ondas, cujos efeitos biológicos podem ser térmicos (aquecimento dos tecidos) ou não térmicos (estresse oxidativo e mudanças na conformação da cromatina). Pesquisas experimentais sugerem que a dissipação da energia de radiofrequência nos tecidos seria maior na criança do que no adulto. Em ratos, a exposição pré-natal à radiofrequência em níveis não térmicos não produz efeito teratogênico ou mutagênico, nem aumento da permeabilidade da barreira hematoencefálica ou da expressão de heat shock proteins no encéfalo. Não há evidência de efeito nocivo da radiação dos celulares na cognição de crianças. Fazer ligações ou enviar mensagens de texto no horário noturno aumenta a probabilidade de sonolência diurna em adolescentes. Crianças que usam mais o celular podem ter déficit de memória e comportamento impulsivo. CONCLUSÕES: Não está comprovado que a exposição à radiação dos celulares, pré ou pós-natal, dentro dos limites de segurança para humanos, induz dano ao desenvolvimento do sistema nervoso central. Entretanto, padrões culturais relacionados à posse e uso dos aparelhos influenciam o comportamento de crianças e adolescentes e podem provocar distúrbios do sono.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To study the biological effects of electromagnetic fields, details of microwave electromagnetic field energy absorption in children, effects of pre and post-natal exposure to those fields, and the impact of mobile phones use on the central nervous system and behavior in children. DATA SOURCE: Articles written in English published from 2004 to 2009 and indexed on PubMed under the keywords: "children", "mobile phones", and "microwaves". DATA SYNTHESIS: Mobile phones emit radiofrequency in the microwave range, with possible thermal (tissue heating) or non-thermal (oxidative stress and chromatin conformation alteration) biological effects. Experimental research suggests that the dissipation of radiofrequency energy in tissues might be higher in children than in adults. Pre-natal exposure of rats to radiofrequency in non-thermal levels has not resulted in teratogenesis, mutagenesis, increased blood-brain barrier permeability or heat shock protein expression in the brain. There is no conclusive evidence of harmful effects of mobile phone radiation on cognitive function in children. Making voice calls or sending text messages at night increases the likelihood of day-time somnolence in adolescents. Children who use mobile phones may present memory impairment and impulsive behavior. CONCLUSIONS: There is no compelling evidence that pre- or post-natal exposure to mobile phone radiation, within the safety limits for human beings, causes damage to the central nervous system development. Nevertheless, cultural patterns related to mobile phones possession and use influence the behavior of children and adolescents and may trigger sleep disorders.
  • Sleep/wake cycle and the attention deficit/hyperactivity disorder Artigos De Revisão

    Anacleto, Tâmile Stella; Louzada, Fernando Mazzilli; Pereira, Érico Felden

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Analisar as relações entre ciclo vigília/sono e transtorno de déficit de atenção/hiperatividade. FONTES DE DADOS: Os artigos foram selecionados nas bases de dados SciELO e PubMed, utilizando-se "sono", "transtorno de déficit de atenção/hiperatividade", "atividade motora" e "crianças" como palavras-chave para a busca. SÍNTESE DOS DADOS: Embora os resultados de diferentes estudos sejam inconclusivos e, por vezes, contraditórios, não sendo possível estabelecer relações claras entre sono e transtorno do déficit de atenção/hiperatividade, observa-se que o sono das crianças diagnosticadas difere do sono de crianças que não possuem o transtorno, sugerindo que alterações de sono possam se relacionar ao transtorno do déficit de atenção/hiperatividade. CONCLUSÕES: A falta de marcadores biológicos e de conhecimento a respeito da sua etiologia gera dificuldades na determinação da real prevalência do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade, além de limitar sua compreensão e a busca por novas formas de tratamento e prevenção. Embora dificuldades de sono sejam frequentemente relatadas na prática clínica e já tenham sido utilizadas como um dos critérios diagnósticos para o transtorno, pouco se sabe sobre a possível participação da privação de sono na etiologia do transtorno do déficit de atenção/hiperatividade.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To analyze the relationship between the wake/sleep cycle and the attention deficit/hyperactivity disorder. DATA SOURCE: The articles were found in the SciELO and PubMed databases, using "sleep", "attention deficit/hyperactivity disorder", "motor activity" and "children" as search key-words. DATA SYNTHESIS: The results of individual studies are inconclusive and frequently contradictory, not allowing the establishment of a clear relationship between sleep and the attention deficit/hyperactivity disorder. However, sleep patterns of children diagnosed with this disorder are different than those of healthy children. Thus, the possible role of sleep alterations in attention deficit/hyperactivity disorder etiology cannot be ruled out. CONCLUSIONS: The lack of biological markers and knowledge about the etiology of the attention deficit/hyperactivity disorder results in some difficulties in determining its real prevalence. Moreover, this restricts our understanding of the attention deficit/hyperactivity disorder and the search for new forms of treatment and prevention. Although sleeping difficulties have been frequently mentioned in clinical practice studies and are already being used as one of the diagnostic criteria for the attention deficit/hyperactivity disorder, little is known about the possible participation of sleep deprivation in the etiology of the disorder.
  • Cardiopulmonary outcomes during stress in children and adolescents born prematurely Artigos De Revisão

    Davidson, Josy; João, Priscila Cristina; Rodrigues, Regiane de Oliveira; Scavacini, Ana Silvia

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Descrever as respostas cardiopulmonares durante o esforço em crianças e adolescentes nascidos prematuros. FONTES DE DADOS: Busca nas bases científicas em saúde SciELO, Lilacs e PubMed, utilizando-se os descritores: "pressão arterial", "capacidade física", "cardiovascular", "prematuro", "criança", adolescente", "função pulmonar", nos idiomas inglês e português. Foram selecionados artigos publicados nos últimos 20 anos. SÍNTESE DOS DADOS: Crianças e adolescentes com histórico de prematuridade apresentam sinais de obstrução das vias aéreas, menores valores de função pulmonar e de capacidade ao exercício, maior incidência de hipertensão arterial e/ou valores mais elevados da pressão arterial sistólica do que os nascidos a termo. Além disso, há indícios de que as alterações na resistência vascular sistêmica desde os primeiros dias de vida comprometam o desenvolvimento cardiovascular até a idade adulta, predispondo a maiores riscos cardiovasculares. CONCLUSÕES: O esforço físico nos indivíduos nascidos prematuros acarreta respostas cardiopulmonares diferentes dos nascidos a termo, atribuídas a particularidades no desenvolvimento desses sistemas inerentes ao prematuro.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To describe cardiopulmonary outcomes during physical stress in prematurely born children and adolescents. DATA SOURCES: Studies were obtained from PubMed, SciELO and Lilacs in Portuguese and in English from the last 20 years. The following key-words were searched: "arterial pressure", "physical capacity", "cardiovascular", "premature", "children", "adolescent" and "pulmonary function". DATA SYNTHESIS: Prematurely born children and adolescents have airway obstruction, worse lung function and exercise capacity, more frequency of hypertension and/or higher systolic arterial pressure than those born at term. Furthermore, studies suggest that these infants have cardiovascular resistance alterations since their first days of life that could endanger the development of this system until adulthood, increasing cardiovascular risks. CONCLUSIONS: Physical stress in prematurely born individuals may lead to different cardiopulmonary outcomes compared to those born full-term. These alterations could be attributed to peculiarities of the cardiopulmonary system development.
  • Oral abnormalities in preterm and low birth weight infants: the importance of the relationship between pediatricians and pediatric dentists Artigos De Revisão

    Diniz, Michele Baffi; Coldebella, Cármen Regina; Zuanon, Angela Cristina C; Cordeiro, Rita de Cássia L.

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Apresentar uma revisão de literatura sobre as alterações orais em crianças prematuras e de baixo peso ao nascer. FONTES DE DADOS: Foram selecionados artigos em inglês e português, desde 1976 até 2009, pesquisados no PubMed, Lilacs e na Bibliografia Brasileira de Odontologia (BBO), além de livros e consensos nacionais e internacionais. As palavras-chave utilizadas foram: "prematuro", "recém-nascido de baixo peso", "cárie dentária", "hipoplasia do esmalte dentário", "manifestações bucais e "dentição primária". Selecionaram-se artigos avaliando incidência, prevalência e etiologia das alterações orais, além de revisões de literatura e relatos de casos clínicos. SÍNTESE DOS DADOS: As alterações orais mais comuns em crianças prematuras e de baixo peso ao nascer são os defeitos no esmalte dentário (hipoplasias e hipocalcificações), a predisposição ao desenvolvimento de lesões de cárie dentária, as alterações na cronologia de erupção dentária e as alterações no palato com consequente aparecimento de maloclusão. Outras alterações também são relatadas, como diferenças nas dimensões das coroas dentárias e na espessura e porosidade do esmalte dentário. A interação entre pediatras e odontopediatras é fundamental no manejo dessas crianças. CONCLUSÕES: O conhecimento das alterações orais em crianças pré-termo e de baixo peso ao nascer por parte dos pediatras e odontopediatras favorece a atuação multidisciplinar com o objetivo de educar, prevenir e atenuar as possíveis mudanças físicas e dentárias nessas crianças.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To review the literature review concerning oral abnormalities in preterm and low birth-weight infants. DATA SOURCES: Articles published in English and Portuguese on this subject were selected from 1976 to 2009, browsed on PubMed, Lilacs and Brazilian Dentistry Bibliography, besides books and national and international consensus. The search used the following key-words: "preterm infant", "low birth-weight infant", "dental caries", "dental enamel hypoplasia", "oral manifestations" and "primary dentition". Original articles related to incidence, prevalence and etiology of the oral manifestations, literature reviews and case reports were selected. DATA SYNTHESIS: The most common oral abnormalities in preterm and low birth-weight infants are dental enamel defects, such as hypoplasias and hypocalcifications, predisposition to dental caries, alterations in the chronology of tooth eruption and palate problems with consequent development of malocclusion. Other abnormalities are also reported, such as different tooth crown dimensions and dental enamel thickness and porosity. The interaction between pediatricians and pediatric dentists is important for the management of these infants. CONCLUSIONS: Knowledge of oral abnormalities in preterm and low birth-weight infants by pediatricians and pediatric dentists encourages multidisciplinary action, aiming to educate, prevent and decrease the potential physical and dental changes in those infants.
  • An adolescent patient with prolactinoma treated with cabergoline Relatos De Caso

    Warszawski, Leila; Coelho, Daniela Barbosa L; Mendes, Andrea Cristina

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Relatar um caso de macroprolactinoma diagnosticado em adolescente e tratado com cabergolina. DESCRIÇÃO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 15 anos, iniciou quadro clínico aos dez anos, com cefaleia, obesidade e não havia apresentado menarca ao diagnóstico. A dosagem sérica inicial de prolactina foi de 2492ng/mL (valor de referência: 19-25ng/mL). A ressonância nuclear magnética de crânio evidenciou formação expansiva selar e suprasselar compatível com macroadenoma hipofisário sem compressão do quiasma óptico. Seis meses após o início do tratamento com cabergolina, houve queda significativa dos níveis séricos de prolactina para 87,7ng/mL, com redução de 76% no tamanho da lesão e melhora sintomática. COMENTÁRIOS: A ocorrência dos prolactinomas é rara na infância e na adolescência, mas o seu comportamento pode ser mais agressivo. O diagnóstico precoce e o manejo adequado do caso são importantes para um bom prognóstico.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To report a teenager with macroprolactinoma treated with cabergoline. CASE DESCRIPTION: A 15-year old female adolescent reported the onset of headaches and obesity since ten years old. At diagnosis amenorrhea was not present. The serum level of prolactin was initially 2492ng/mL (reference values: 19-25ng/mL). Magnetic resonance images of the skull revealed an expansive sellar and suprasellar pituitary macroadenoma without optical chiasmal compression. Six months after starting treatment with cabergoline, there was a significant decrease of prolactin levels to 87.7 ng/mL, with a 76% reduction in the lesion size and she reported improvement of the symptoms. COMMENTS: In childhood and adolescence, prolactinomas are rare, but when they occur the clinical course is more aggressive. Early diagnosis and proper management of the disease are important for a good prognosis.
  • Prenatal diagnosis of thanatophoric dysplasia: role of the fetal ultrasound Relatos De Caso

    Zen, Paulo Ricardo G; Silva, Alessandra Pawelec da; O. Filho, Reinaldo Luna; Rosa, Rafael Fabiano M.; Maia, Carlos Roberto; Graziadio, Carla; Paskulin, Giorgio Adriano

    Abstract in Portuguese:

    OBJETIVO: Relatar o caso de um paciente com displasia tanatofórica, uma forma autossômica dominante e letal de nanismo, diagnosticado ainda no período pré-natal, e revisar a literatura, discutindo os principais diagnósticos diferenciais e ressaltando a importância do ultrassom fetal na identificação de fetos portadores dessa displasia. DESCRIÇÃO DO CASO: O paciente é o segundo filho de pais jovens sem história familiar de doenças genéticas. O ultrassom fetal realizado com 35 semanas de gestação mostrou polidrâmnio, proeminência frontal e desproporção entre crânio e tronco, com hipoplasia torácica e encurtamento dos ossos longos, compatível com o diagnóstico de displasia tanatofórica. Ao nascimento, a criança era pequena e possuía hipotonia, macrocefalia, fontanelas amplas, hipoplasia de face média, olhos protrusos, hemangioma plano no nariz e pálpebras, nariz em sela, micrognatia, pescoço e tórax curtos e encurtamento importante de braços, antebraços, coxas e pernas. A avaliação radiográfica mostrou crânio com grande diâmetro transverso, tórax com costelas curtas e corpos vertebrais reduzidos, importante encurtamento e deformidade dos ossos longos dos membros superiores e inferiores (os fêmures eram curvos) e hipoplasia da bacia. Esses achados confirmaram o diagnóstico pré-natal de displasia tanatofórica. O paciente evoluiu para o óbito poucos dias após o nascimento devido à insuficiência respiratória. COMENTÁRIOS: A ultrassonografia fetal é um método não invasivo capaz de diagnosticar inúmeras displasias ósseas, incluindo a tanatofórica. A importância do diagnóstico intra-útero reside no fato de que auxilia no diagnóstico diferencial, e permite o aconselhamento genético à família.

    Abstract in English:

    OBJECTIVE: To report a patient with thanatophoric dysplasia, an autosomal dominant and lethal form of nanism diagnosed in the prenatal period and to review the literature, discussing the main differential diagnosis and highlighting the importance of the fetal ultrasound in the identification of fetus with this dysplasia. CASE DESCRIPTION: The patient is the second son of young parents without family history of genetic diseases. The fetal ultrasound performed with 35 weeks of gestation showed polyhydramnios, prominent forehead and disproportion between skull and trunk, with thoracic hypoplasia and shortening of long bones, suggestive of thanatophoric dysplasia. At birth, the child was small and presented: hypotonia, macrocephaly, large fontanel, middle face hypoplasia, bulging eyes, nevus flammeus in the nose and eyelids, low nasal bridge, micrognathia, short neck and thorax, and an important shortening of arms, forearms, thighs and legs. Radiographic evaluation showed a great transverse diameter of the skull, thorax with short ribs and diminished vertebral bodies, shortening and deformity of the long bones of upper and lower limbs (with curved femora) and hypoplasia of the pelvis. These features confirmed the prenatal diagnosis of thanatophoric dysplasia. The patient died few days after birth due to respiratory insufficiency. COMMENTS: Fetal ultrasound is a non-invasive method capable of diagnosing several bone dysplasias, including the thanatophoric one. The intrauterine diagnosis allows the differential diagnosis of the condition as well as the genetic counseling for the family.
Sociedade de Pediatria de São Paulo R. Maria Figueiredo, 595 - 10o andar, 04002-003 São Paulo - SP - Brasil, Tel./Fax: (11 55) 3284-0308; 3289-9809; 3284-0051 - São Paulo - SP - Brazil
E-mail: rpp@spsp.org.br