Avaliação da qualidade de vida de acadêmicos de graduação em Enfermagem do primeiro e quarto anos: influência das variáveis sociodemográficas

INTRODUÇÃO: O objetivo deste artigo foi avaliar a qualidade de vida de acadêmicos de graduação em Enfermagem de uma universidade pública do Estado do Paraná, correlacionar com variáveis sociodemográficas, e comparar os acadêmicos do primeiro e quarto anos do curso. MÉTODO: Estudo descritivo, transversal e com abordagem quantitativa. Participaram 34 acadêmicos do primeiro ano (89,5%) e 33 acadêmicos do quarto ano (100%), que responderam ao questionário WHOQOL-bref da Organização Mundial da Saúde, além de informações complementares. RESULTADOS: Os acadêmicos pesquisados eram predominantemente mulheres, jovens, solteiras, com renda per capita média familiar mensal de mais de um salário mínimo, procedentes de outras cidades e residiam com a família ou em república/pensionato. Considerando todos os acadêmicos, o maior escore médio de qualidade de vida foi para o domínio físico (72,7 + 13,1), e o menor para o domínio meio ambiente (60,7 + 12,7). Na correlação com variáveis sociodemográficas, apenas o sexo apresentou correlação com a qualidade de vida, com maiores escores médios para os acadêmicos do sexo masculino nos domínios físico (79,9 + 9,8) e psicológico (77,6 + 6,3). Na análise comparativa entre os acadêmicos do primeiro e quarto anos, apesar das diferenças significativas para idade e renda, com o primeiro ano apresentando alunos mais jovens e com menor renda média familiar mensal em relação ao quarto ano, não houve diferença significativa nos domínios da qualidade de vida. CONCLUSÃO: Os resultados deste estudo sugerem que os acadêmicos de Enfermagem merecem atenção quanto à qualidade de vida, principalmente as mulheres nos aspectos físico e psicológico.

Qualidade de vida; estudantes de enfermagem; Organização Mundial da Saúde; estudos transversais


Sociedade de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Av. Ipiranga, 5311/202, 90610-001 Porto Alegre RS Brasil, Tel./Fax: +55 51 3024-4846 - Porto Alegre - RS - Brazil
E-mail: revista@aprs.org.br